Luiza M. escreveu sobre Rei das Batidas

Avenida Valdemar Ferreira, 231

O Rei das Batidas é um dos bares mais famosos no entorno da USP – Campus Butantã. Isso se não for o mais famoso!
Fundado em 1970 por dois irmãos portugueses (Abilio e Manuel), desde então é uma referência na região quando o assunto são batidas (ah, não diga!).
Há 19 opções de frutas e 5 opções de álcool. As batidas de pinga e vinho saem por R$ 8, as de Smirnoff por R$ 12 e as de vodka comum (nem quero saber qual!) e champanhe por R$ 9. Além disso, há as batidas especiais, que custam R$ 8. Dessas, eu recomendo fortemente a de amendoim, uma das minhas preferidas! Das de frutas, gosto muito da feita com vinho e framboesa e da feita com champanhe e morangos (tão chique!).
(Sim, são todas bebidas com leite condensado e bem doces. “Bebidas de menininha”.)
Para os cervejeiros, a casa possui 19 marcas de cerveja, mas nem sempre todas estão disponíveis. Alguns preços: brahma e Skol (600 mL), R$ 5; Original, Serra Malte e Bohemia (600 mL), R$ 6; Norteña e Patricia (960 mL), R$ 15,50; Stella (355 mL), R$ 6; Leffe (Blond e Brown, 330 mL), R$ 11.
Há também caipirinhas, aperitivos, tequila e vários outros alcoólicos – mas chega de falar de bebida!
Para comer, a casa possui PF (no almoço), lanches, salgados (nunca comi nenhum desses) e porções. E acho que todos deveriam provar a porção de mandioca cremosa – é deliciosa!!! (E ainda rima!) É uma espécie de purê de mandioca cortado em quadrados e frito. Simples e lindo! Custa R$ 16 e é bem servida.
O banheiro é um “espetáculo” à parte. É daqueles banheiros bem ruinzinhos de boteco, com o agravante de que é necessário subir uma bela escada para chegar até ele. E outro agravante, que é o fato de que o teto vai ficando mais baixo à medida que se sobe a escada. Subir nem é tão ruim, mas descer... é uma aventura para qualquer pessoa sóbria – imaginem para os bêbados!
O atendimento é bipolar: tem dias em que tudo vai bem e dias em que os garçons nem olham para a minha mesa.
Estacionar por lá é bem complicado, especialmente antes das 21h. A melhor coisa a se fazer é seguir reto na Waldemar, sem descer no túnel, e tentar achar uma vaga por lá. Após as 21h é permitido estacionar em qualquer canto ao redor – mas tomem cuidado para as trabalhadoras do PutUSP não acharem que você quer algo com elas!
Ambiente
Comida
Público
Atendimento
Bebida
Custo-benefício
Preço $$
Vânia M.

Meio alta e foi bem difícil - que horror aquilo, né? heheeh

Gostei (Desfazer) Conteúdo inválido
Luiza M.

É tenebroso! hahaha

Gostei (Desfazer) (1) Conteúdo inválido
José F.

É teste para bêbado mesmo rsrrsrsrsr.

Gostei (Desfazer) (1) Conteúdo inválido