Terminal Rodoviário Tietê

Endereço: Av Cruzeiro do Sul, 1800 , Santana - São Paulo , SP - Brasil - 02030-000

Telefone:

(11) 3866-...

Clique para ver
Categoria:

Terminais Rodoviários

 

Maior terminal rodoviário da America Larina. 

Primeira opinião
Wiliam Kiyoshi Ue...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
0h - 23:59
Ter.
0h - 23:59
Qua.
0h - 23:59
Qui.
0h - 23:59
Sex.
0h - 23:59
Sáb.
0h - 23:59
Dom.
0h - 23:59


Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Animais permitidos
  • Restaurante
  • Wi-fi
  • Estacionamento


Salvar lugar
Como chegar
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

Estabelecimentos dentro de

Terminal Rodoviário Tietê

Filtrar: Todos A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z 0-9
http://br.kekanto.com/como-chegar/terminal-rodoviario-tiete
Notas específicas:
Ambiente
(38)
Atendimento
(31)
Custo-benefício
(31)
Comida
(6)
Bebida
(1)
Dicas
Não se atrase!
Juli M.
Compre sua passagem com antecedência.
Conrado M.
Não deixe para comprar sua passagem na última hora e venha sempre antes do horário de embarque, principalmente nas vésperas de feriado.
Wiliam K.
Compre comida nos quiosques próximos a bilheteria, é mais barato.
Willian F.
Evite (sobretudo em feriados). Se tiver que ir, vá de metrô (estação Portuguesa-Tiete da linha azul)
Fernando O.
Ver mais
Opiniões
O Terminal Rodoviário do Tietê é o maior terminal rodoviário da América latina e um dos melhores do Brasil. É destino que abriga muitos dos destinos que ligam a capital paulista a outras cidades do Brasil e países da América Latina.

É limpo, muito bem sinalizado e servido de serviço de informações trilingüe que ajuda qualquer turista estrangeiro no deslocamento. O terminal conta com restaurantes, servido de casa lotérica e caixas eletrônicos.

Uma dica importante é chegar cedo pra embarcar porque o terminal é amplo e fácil de se perder. Olhe com muito cuidado as suas bagagens também.
Não é uma beleza de terminal,mas tá bom,tem várias lojinhas espalhadas ,lanchonetes,casa de sucos ,sonhos,pão de queijo,telefone público que só funciona a cobrar para celular da vivo ,da tim pelo menos o meu nunca dá certo,já até desisti,de tanto que tentei.,banheiros construção velha,mas pelo menos sempre estão recolhendo o lixo e limpando, salinha vip de algumas empresas de onibus,mas vive cheio.,lá tem água e cafézinho .Guiches de vendas de passagens das empresas de onibus.,etc.Quem está lá no terminal que quiser pegar o metro não precisa sair de lá ,lá dentro mesmo vc pega o metro,tem filas enormes para comprar cartão para recarregar ou comprar ticket avulso da passagem,tem farmácia também.Os onibus geralmente saem pontualmente.
Já usei esse terminal algumas vezes, e nunca tive problemas.
Pelo menos nas vezes que usei, os ônibus vieram nos horários certos. Sim, realmente é muito cheio, e no fim do ano fica muuuuito cheio, mas é uma opção para quem quer ou precisa viajar de ônibus.
Eles vendem passagens para vários lugares do Brasil. Só recomendo não comer por lá, pois os preços são bem salgados.
Bom, lá vou eu falar do maior terminal rodoviário da América Latina. O terminal do Tietê integra rodoviária, estação de metrô e ônibus metropolitano.
Funciona 24 horas e está sempre cheio.
Do local partem ônibus para quase todos os estados brasileiros e também para alguns países vizinhos, como Argentina, Paraguai e Uruguai.
O terminal hoje em dia atende a quase todas as necessidades do viajante.
Precisa comprar um remedinho para levar na viagem ? Lá tem farmácia.
Quer comprar uma revista para se distrair enquanto espera a partida do ônibus? Lá tem uma banca de jornal enorme e que vende vários livros também.
Saiu correndo para o terminal e não deu tempo de comer ?? Cafés como a Casa do Pão de Queijo, lanchonetes como Bob’s, lojas de bolachinhas, dentre outras opções.
Tá a fim de levar um presentinho para o seu anfitrião ? O local conta com várias lojas de roupas, perfumes, relógios e souvenirs em geral.
Contas para pagar ??? Lá tem lotérica e vários caixas eletrônicos de bancos. Lan house também tem!
Enfim, eu já passei por todas essas situações lá e estava tudo super a mão, fácil de resolver pela diversidade que há no local hoje em dia.
Só fico meio confusa no que diz respeito aos guichês para compra ou emissão de passagens!!! Acho meio mal sinalizado, bagunçado.
Em dias de maior movimento é um custo ficar procurando esse ou aquele guichê. Sem contar que a rotatividade faz com que alguns locais do terminal sejam bem sujos, com papéis jogados, uma nojeira..kkkkk.
Não me lembro se nesse terminal os banheiros são pagos. Me lembro que antigamente eram sim, mas se não me engano, da última vez em que estive lá (Jan/2013), não paguei para utilizá-lo.
As plataformas de embarque ficam no nível inferior do terminal e são bem sinalizados, mas meio desconfortável esperar o horário da partida por lá, pois tem poucos bancos para sentar e acho o local bem frio, então sempre fico no andar superior e só desço num horário mais próximo a saída do ônibus.
Localização ótima. Número imenso de linhas de ônibus para 21 estados brasileiros, além de locais como Chile, Paraguai, Argentina e Uruguai e funciona 24 horas por dia. Acesso por linhas de ônibus, metrô com acesso direto a rodoviária e claro por taxis e carros (possui estacionamento).

Mas como tudo aqui no Brasil, apesar de ser o maior terminal da america latina não dá mais conta do movimento (mesmo com todas as linhas que saem da Barra Funda) e isso além de deixar o terminal lotado de gente ainda paralisa a Marginal e ruas adjacentes em época de feriados e férias um verdadeiro terror.
Dependendo pra onde você vai, a fila que você pega é enorme. Geralmente praias e interiores, e em época de feriados, férias e fins de semana.

Mas das três vezes que já viajei pelo terminal, foi pra São Carlos (6 malditas horas de viagem) e pra Campinas, que foi uma viagem de 1h super agradável e o outro lugar eu não lembro, mas também era interior de São Paulo, foi uma viagem a trabalho que fiz com um amigo meu, há um tempo atrás.

O bom do terminal é que pra quem precisa viajar de madrugada, é possível encontrar bastante lanchonete e cafeteria aberta a noite, mas o preço é muito alto. E durante o dia o terminal é coisa de louco, não para de passar gente, e muita loja, fast food e restaurante aberto.

Um dos maiores terminais de ônibus rodoviário, com acesso pela estação de metrô Tietê. Melhorou muito desde o início, com uma boa sinalização e visibilidade dos guichês das empresas de ônibus. Quem quiser comprar bilhetes online, via internet, é mais prático e é só chegar direto na plataforma de embarque. Além dessa rodoviária, tem a da Barra Funda, a do Bresser e a da jabaquara. Como todo local de muito movimento, fique atento aos seus pertences.
Durante o ano de 2011 eu frequentei bastante o terminal, pois fazia viagens para o Rio direto. O local é grande e muito espaçoso, mas nunca gostei muito de ir lá por conta da bagunça que fica durante a manhã e pela falta de espaço pra sentar ao esperar os ônibus.

Esse terminal vive lotado, então você tem que ficar rodando até achar um lugar pra sentar. O bom é que tem lojas de todo o tipo (e claro que cobram o olho da cara por qualquer coisinha) e melhor ainda são os quiosques de comida rápida. Eu comprava várias besteiras pra comer durante as 8h de viagem até o Rio, e fazia o mesmo na volta.

Uma coisa que devem melhorar é a questão dos horários dos ônibus, pois sempre indicam um horário e acaba passando e você tem que ficar lá esperando... e muitos dos ônibus que vão para outros Estados fazem paradas, o que atrasa mais ainda a chegada.

De resto o terminal não é ruim, e uma coisa que eu gostei bastante foi um espacinho que tem pra você poder carregar seu celular antes de viajar. Achei a ideia muito interessante e seria legal colocar nos metrôs e trens de SP.

via Android

O terminal rodoviário do Tietê surgiu da necessidade de descongestionar o centro da capital paulista. É um marco arquitetônico e geográfico da cidade.

Originalmente, o terminal rodoviário ficava entre as estações Julio Prestes e Luz mas, com a necessidade de aplicação de serviços e pela necessidade de resolver-se parte dos problemas de trânsito ocasionados pela manutenção de um terminal rodoviário naquela localidade houve o bom senso de criar-se os serviços de metrô e integrar este artigo à uma rodoviária projetada naquela época para ser o maior terminal da América Latina.

Hoje o Terminal Rodoviário do Tietê mantém sua importância para a fluidez do público que busca sair da Capital mas já demonstra necessidade de aplicação e melhorias nas acomodações dos usuários.
O maior terminal rodoviário da América Latina, o Tietê faz parte da minha história de viagens. Principalmente quando era pequeno no anos 90, viajava pelo menos uma vez por ano com a minha família para visitar familiares em outras cidades.

O terminal é gigante e por ele circulam milhares, se não milhões de pessoas por dia. Dessa forma, ele se torna um lugar relativamente perigoso, dado a multidão. É fácil chegar a ele, tanto por transporte público quanto particular. Há uma infinidade de linhas de ônibus que passam por lá, além dele estar conectado ao metrô - linha azul. E você consegue acessá-lo de carro por duas grandes vias: Av. 23 de Maio e Marginal Tietê.

Para comprar passagens é um pouco complicado pois os guichês são divididos por empresas e não por destinos. Então você deve ter uma idéia de quais empresas viajam para seu destino antes de comprar, se não você penará um pouco.
As filas são razoáveis e o atendimento, apesar de variar por empresa, é regular. Mas prefiro comprar as passagens pela internet, onde a busca e comparação é mais fácil e depois só retirá-las no guichê da companhia na hora da viagem.

Há várias opções de lojas e lanchonetes disponíveis para você consumir enquanto espera a partida do seu ônibus. O destaque de lojas fica para "lembranças", presentes e um livraria com muitas opções de revistas e jornais. Os preços, como é de se esperar, não são baixos; mas também não são tão altos quanto os de aeroportos.

Os banheiros são até que limpos e bem cuidados para o padrão de banheiros de graça e para o volume de uso. Mas tome cuidado com os "tarados" de plantão no masculino que ficam lá à busca de oportunidades.

Nunca fiquei sem achar poltronas de espera quando precisei no lobby principal. No piso das plataformas de embarque já é mais difícil achar lugar, já que o número de poltronas é menor.

A estrutura é boa, principalmente quando se considera o tamanho da operação.
Tive uma péssima experiência aqui. O terminal claramente não tem estrutura para picos de demanda como feriados. Para chegar de metrô foi fácil, mas, dentro da rodoviária, a experiência foi horrível. O principal fator foi o trânsito externo que impossibilitava a circulação de ônibus nos terminais de embarque. Com isso, as saídas atrasavam e os passageiros ficavam esperando em um salão super lotado (no meu caso, esperei cerca de 1 hora e meia) com um cheiro horrível de escape de motor pois a área de embarque tem pouca circulação de ar (até há exaustores, mas não deram conta). O mínimo do bom senso seria restringir a área de embarque a passageiros e fazer como que os motoristas desligassem o motor ao parar na área de embarque. Não tenho nenhuma intenção de utilizar essa rodoviária no futuro.
Caótica em feriados, deserta e sinistra nas madrugadas... Alguns "locais" ficam ali à noite pra tirar uma soneca nos bancos da rodoviária, enquanto os funcionários cercam algumas partes pra fazer a limpeza do piso (creio que é o único horário possível pra isso!).

Vi um monte de gente cercando um rapaz que parecia alterado (correu, gritou...) depois essas pessoas (inclusive policiais) arrastando o homem pra fora da rodoviária. Vi gente dormindo, gente arrastando malas, caixas, gente trabalhando... Mesmo de madrugada, essa rodoviária não para mesmo!!

A região anda bem sinistra também. Nem sempre foi assim, mas hoje em dia é bom tomar cuidado se precisar sair. Se tiver que ficar um tempo esperando seu ônibus, dá pra sair e passear no Shopping Center Norte, que é pertinho.

Apesar dos altos preços, como a Thais falou, até que não é de todo ruim... Dá pra escolher o que você quer comer. Tem loja de sanduíche, de esfiha, de massa, e uma que eu adoro, de sucos. Tem um suco que eles fazem lá com água de coco e frutas verdes que é ótimo, só não lembro o que tem exatamente, rs...

Os banheiros realmente precisam ser melhorados. Mal sai água da torneira, e são bem sujos e fedorentos mesmo.

A estrutura bancária, por sua vez, é muito boa. Existem caixas eletrônicos de todos os bancos, além da rede 24Horas, e todos situados num mesmo local, o que evita você ficar rodando pela rodoviária procurando o caixa do seu banco.
O Terminal Rodoviário do Tietê, maior terminal da América Latina e o segundo maior do mundo, perdendo apenas para a Rodoviária de New York, foi inaugurado em 09 de maio de 1982 durante a gestão do Governador Paulo Maluf (affffff... ninguém merece!) para desativar o antigo terminal rodoviário da Luz, que ficava localizado próximo onde hoje sedia a Sala São Paulo e Estação Júlio Prestes, que já se encontrava defasada (e hoje abriga a cracolândia).

O Terminal Tietê, integrado ao Metrô Linha Azul, atende à 1010 cidades, tendo 135 bilheterias e 65 empresas de ônibus, com uma circulação estimada de mais de 240.000 pessoas só durante o período de festas (Natal e Ano Novo) e mais de 1.000.000 de pessoas até o dia 26/12.

A Rodoviária do Tietê possui uma galeria de comércio, com lojas de roupas, papelaria, livraria, lotérica, loja de chocolates, perfumes, roupa íntima, tabacaria, presentes, brinquedos e praça de alimentação.

Costumo utilizá-la mais para ir para minha cidade-natal, Americana, de um certo modo ela presta um bom serviço, não tenho o que reclamar, apenas acredito que ela já esteja precisando de uma ampliação pois, tem ficado cada vez mais abarrotada de usuários.

Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 65

Nota geral Você conhece o Terminal Rodoviário Tietê? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)