Terminal Rodoviário Barra Funda

Endereço: Rua. Dr edgard theotonio santana , Barra Funda - São Paulo , SP - Brasil - 01154-060

Telefone:

011 3866-1...

Clique para ver
Categoria:

Terminais Rodoviários

  ● Aberto agora
Site oficial
socicam.com.br
Primeira opinião
Nobu Tateoka
Detalhes
  • Aberto 24h
  • Inaugurado em 1989
  • 40000 lugares


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


Estabelecimentos dentro de

Terminal Rodoviário Barra Funda

Filtrar: Todos A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z 0-9
http://br.kekanto.com/como-chegar/terminal-rodoviario-barra-funda-2
Notas específicas:
Ambiente
(14)
Atendimento
(13)
Custo-benefício
(16)
Dicas
Evite horários de pico.
Willian F.
Nos horários de pico é bem tumultuado, mas é tudo bem sinalizado e existe um balcão de informações para tirar dúvidas.
Soraia M.
Evite os horários de pico!
Gabriella V.
Não vá em horário de pico, pois é MUITO lotado, só vá se não tiver escolha.
Alan P.
Pão de Queijo
Alessandra F.
Ver mais
Opiniões
O Terminal Rodoviário Barra Funda é integrado com o metrô e com as linhas de ônibus e trens metropolitanos. Daí, soma-se a isso as muitas linhas de ônibus conectando a capital com o interior de São Paulo e outros estados e o resultado não poderia ser diferente - o terminal vive lotado e parece bagunçado à primeira vista. Entretanto, tudo funciona bem! Ali tem de tudo, banheiros limpos, malex, muitos bancos para acomodar os passageiros, caixas eletrônicos, lanchonetes, loja de snacks e doces, farmácia, livraria, etc., além dos guichês das empresas de ônibus. Já passei muitas horas lá esperando para embarcar. Acho o ambiente tranquilo e seguro. Lógico que não convém ficar dando sopa pra malandro!
Para evitar filas e confusões, vale a pena comprar as passagens antes, pela internet ou por telefone, e chegar com antecedência.
Gente, eu nem sabia que existia uma rodoviária na Barra Funda. Fui cegamente pegar um ônibus no Terminal Tiete e surpresa! Rodoviária errada! Fui correndo para a Barra Funda e o intenso fluxo de pessoas não ajudou muito na minha pressa.
O local é bem sujo, com mendigos deitados logo no primeiro beco em que você vira e o cheiro de urina penetra sua pele e o faz questionar se está em uma rodoviária ou em um banheiro público indiano.
Pelo menos o local é bem sinalizado.
Há uma pequena e horrorosa tentativa de praça de alimentação com algumas lanchonetes. Todas oferecendo um pouco do mesmo lixo 24 horas por dia.
Esse terminal é bastante movimentado, pois integra estação de metrô, trem, ônibus municipal e intermunicipal. Tem plataforma exclusiva para ônibus de turismo e até ponto de táxi dos dois lados, assim como banheiros telefones públicos.

É quase intransitável nos horários em que o pessoal sai da universidade Unip e Uninove da região.

Evite comer nas barracas de comida lá dentro. Já vi a precária higienização de alguns alimentos e barracas. A doceria é muito cara e a livraria já foi melhor. A drogaria, no entanto, salva em casos de urgência. Se precisar recarregar o Bilhete único, dirija-se ao sentido Uninove, pois lá tem pontos de recarga de autoatendimento e sempre filas para quem precisa de troco de funcionários Ponto Certo.
Boa opção para fugir da loucura do Terminal Tiete
O Terminal Barra Funda serve tanto como terminal rodoviário quanto como estação de trem e metro.
Várias linhas passam por lá, entre elas a vermelha, e conectam a Barra Funda a outras regiões de São Paulo.
A estação, em geral, é ampla e possui várias opções de alimentação como lanchonetes e quiosques.
O terminal liga São Paulo a algumas cidades, na maioria do interior do estado. Não chega perto a quantidade de rotas que o Terminal Tiete oferece, mas se a rota que você deseja tiver partida das duas, sugiro escolher a Barra Funda por ser um pouco menos lotada!
Recomendo!
Por integrar um terminal rodoviário, o metrô, ônibus e trem, o local é bem cheio. De lá partem ônibus para o interior de SP e para o sul do país. O terminal tem boa sinalização, opções para um lanchinho, lojinhas de roupa, sapatos, banca de jornais, loja de doces e outras, mais populares. Na plataforma de embarque da rodoviária, os banheiros são pagos, mas em contra partida, limpíssimos. Os guichês para compra de passagens ficam numa parte bem ampla e fácil de se localizar. Enfim, deixando de lado a super lotação, de resto, atende bem as necessidades!
Esse terminal sempre fez parte do caminho de muitos lugares que eu vou. Quando trabalhei perto, sempre descia lá e tinha que me virar pra conseguir sair do meio daquela muvuca no horário de pico.

O local tem muitas lojas que vão desde bombonieres até lojas de roupas e tabacarias. O ruim é que você não pode ficar muito tempo parado na frente de uma loja por conta do fluxo de pessoas que pode acabar te levando junto (sério, já vi isso acontecer várias vezes), mas tirando isso é um dos terminais mais completos de SP.

O bom dele é que eu sempre passei por ali quando estava com preguiça de descer na Lapa, pois possui uma variedade de ônibus grande para quem mora na Zona Norte e Oeste de SP.
Só que nunca gostei da demora dos ônibus (principalmente da linha 8545/10 que demora quase 40 minutos entre um ônibus e outro).
Já utilizei muito durante várias fases da minha vida:

- Quando morava em Guarulhos e trampava em Barueri, o fretado da empresa que eu trabalhava na época (DirecTV) saía ali dos pontos ao lado do antigo terreno onde fica atualmente o prédio D da Uninove (esquina da Rua Auro Soares de Moura Andrade com a Rua Deputado Salvador Junianelli), e eu nem sonhava em trabalhar nessa última, rs... nesse tempo tinha uma barraca de lanches bem 'half mouth' que tocava um forró lascado... adorava, só que ao contrário;

- Já trabalhando na Uninove, morei um tempo em Guarulhos e pegava uma lotação que saía ali de uma rua próxima à estação Armênia e passava pela Barra Funda, só que do outro lado da estação na mesma rua onde fica a entrada da UNESP.

Sendo assim sempre utilizei a área comum do dito "terminal rodoviário", mas não usei em quantidade considerável a estrutura principal de ônibus de viagens intermunicipais e interestaduais... Usei só uma única vez para o ônibus da Azul que leva os passageiros até o Aeroporto de Campinas: a bagunça foi provocada pelos passageiros muito ansiosos e cheios de malas, e mal administrada pelo funcionários da empresa... isso foi num réveillon trevoso que fomos para o Rio de Janeiro e chegamos às 20h30 da noite do dia 31...

Da seção "se meus joelhos não doessem mais", eu sempre sinto muita dor ao subir as escadas tradicionais e as rampas, porque tenho um problema que dói principalmente no movimento que pratico na subida dos degraus ou das rampas... se estou descendo não sofro trauma na lesão. No mais, acho todas as lojas péssimas, com produtos focados para a população de baixa renda, e as que comercializam comida e bebida praticam a velha extorsão de turistas.

O que me deixou menos decepcionada com o que temos em São Paulo foi saber que não estamos muito atrás de vários lugares da Europa, e que alguns terminais são bem bagunçados e até ineficientes: pegamos um ônibus de Paris até Amsterdã, e esse parou num terminal mequetrefe no meio do nada às seis horas da manhã, com uma temperatura de 2 graus... o TRAM parava pertinho mas não tinha uma proteção descente nem nada... o terminal de Berlim era menos pior, mas não era a perfeição que se pensa encontrar num país da Europa.
Na verdade é o terminal rodoviário mais completo de São Paulo, abriga terminais rodoviários de ônibus urbanos, intermunicipais e interestaduais, e terminal da linha 3 do Metro, linha vermelha e ainda servir as linhas da CPTM.
Administrado pela empresa SOCICAM, que realizou melhorias no local, como a construção de 28 plataformas; implantação de sistema informatizado de partidas de ônibus; aumento em 300 partidas diárias, totalizando 530; instalação de caixas eletrônicos; serviços de guarda-volumes e malex, entre outros. Oferece os serviços de: achados e perdidos; administração; cinco áreas de alimentação; sete lojas; agência de venda integrada de passagens; caixas eletrônicos dos bancos Banco 24 Horas, Banco do Brasil, Itaú, Caixa Econômica Federal, Banespa e Bradesco; carregadores de bagagem; 2 dispositivos gratuitos para carregadores de celulares e laptops, que funcionam em 110V; estacionamento com 193 vagas; farmácia; guarda-volumes - malex; informações; juizado de menores; ponto de táxi; posto de saúde; sanitários e banho; 26 telefones públicos; 418 bancos de espera.
Fica vizinho a um ponto turístico da cidade de São Paulo, que é o memorial da América Latina.
Um pouco confuso para acessar o estacionamento, as placas indicadoras para motoristas poderia ser bem melhor, acabei estacionando do outro lado e acessei pela entrada do Metro.
Cara...é complicado definir o que eu sinto toda vez que tenho que vir aqui. É uma nostalgia, afinal é deste terminal que partem os ônibus pra minha cidade natal. Mas também é um ódio, afinal aqui eu sempre ficava horas a fio esperando o meu ônibus chegar.
A rodoviária da Barra Funda tem uma série de serviços associados a si, além dos transportes propriamente ditos. Aqui tem praça de alimentação, farmácia, livraria, postos de atendimento ao trabalhador, posto policial e muitas outras coisas.
Daqui, partem ônibus para o interior de São Paulo, além de trens pra grande SP e a linha vermelha do metrô.
Principalmente nos finais de semana à noite, o lugar vira um verdadeiro cenário de "Eduardo e Mônica" cheio de gente esquisita indo pra festas estranhas.
Uma verdadeira experiência antropológica, que pode ser boa se for rapidinha, mas pode se tornar um verdadeiro pesadelo se você tiver que esperar horas e horas até embarcar.

Rodoviária da Barra Funda - vai ser melhor se você estiver aqui só de passagem.
Prefiro o Tietê, que tem mais jeito de rodoviária. O Terminal da Barra Funda parece que foi adaptado às pressas pra desafogar um pouco o Tietê (que ainda está sobrecarregado...). O Borbas falou uma coisa que é verdade: tem embarque de ônibus municipal dos dois lados do terminal, e se você não conhecer bem pra onde quer ir, não vai saber onde pegar teu ônibus, porque não há indicação alguma... Os 177 X e Y, por exemplo, só passam por lá, então não tem ponto final, nem nada.

Quanto aos ônibus intermunicipais, esta rodoviária concentra a maioria das saídas para o interior de São Paulo e algumas cidades de outros estados que fazem fronteira. Só existe uma plataforma de embarque, que sempre está lotada porque não há lugar pra esperar decentemente os ônibus. Há poucos lugares na parte superior, e nenhum lugar na inferior.

Pra comer você pode optar pelos caréééésimos salgados dos quiosques que ficam na plataforma de embarque, ou pela carééésima lanchonete que fica em frente às bilheterias, ou entrar à sua direita, no sentido das linhas de trem e metrô, e se deliciar com pizzas, pastéis, salgados, tudo bem mais em conta. Não espere higiene exemplar, espere economia!
O Terminal Barra Funda é enorme. Isso define basicamente tudo o que qualquer kekanteiro pode dizer aqui. De verdade, acho que é a palavra mais completa para definir esse lugar.
Mas, claro que falta dizer que dali se vai pra qualquer lugar. Qualquer um mesmo, já que o Terminal Rodoviário faz a ligação de São Paulo com várias linhas intermunicipais e estaduais. Também é o acesso de ônibus fretados de empresas e até aqueles que te levam para os aeroportos. Além das linhas que ligam a região da Barra Funda com o resto de São Paulo.
Outro motivo por ser um lugar enorme e de muita movimentação é a ligação com a Linha Vermelha do Metrô e outras linhas de trem da CPTM. Pois é, imagina um lugar com muita gente o tempo todo. Agora coloca mais gente. É assim. :P
Uma coisa interessante é que o lugar é cheio de lojinhas e lanchonetes para quem precisa esperar horas ali, ou simplesmente está na correria e precisa comprar alguma coisa. É bem legal. Apesar de que os preços lá não são muito camaradas. Algumas lojas aproveitam a oportunidade para cobrar caro em todos os produtos. :s
De um jeito ou de outro, é impossível passar por São Paulo e não conhecer as principais paradas de transporte público, né? Hehe.
Dentro dos três maiores terminais rodoviários que temos na cidades de são paulo, sempre viajei para o interior da cidade saindo deste terminal como sorocaba, são josé do rio preto, fernandópolis entre outras cidades se comparado ao terminal do tiete é pequeno e menos organizado já encontrei muitas pessoas perdidas para embarcar, estrangeiros que não falavam português sem comunicação alguma pois a maioria dos funcionários não falam outros idiomas, como ponto positivo é a integração do terminal rodoviário com a estação de metro e com os trens da cptm
Este terminal é a versão "menorzinha" do Tietê... rs. Sua estrutura é muito parecida com o outro terminal, mas menor, menos lojas, menos restaurantes... ele dá acesso a interestaduais, e por isso, muitas vezes desci lá. Não entendo o porque, mas, quando chego do Paraná, o ônibus desce ali. Já cansei de sair correndo da Barra Funda, pega o metrô e chega no Tietê. Acho isso sensacional ter metrô interligando os terminais, ajuda pra caramba!
Em si, gosto muito do Barra Funda, é menor, também tem menos gente, muito mais tranquilo. É limpo, em termos, considerando que é uma estrutura pública.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 32

Nota geral Você conhece o Terminal Rodoviário Barra Funda? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)