Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Teatro Guaíra?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Teatro Guaíra

Teatro Guaíra

Rua XV de Novembro, 971
Centro Cívico - Curitiba , PR - 80060-000

Telefone: 41 3304-7999


Preço por pessoa:

$$$$ (Mais que R$50)

Categoria:
Teatro
Ranking: #3 de 29
Site oficial:
tguaira.pr.gov.br
Detalhes:
Metrô/trem próximo: Central (313 m)

Quer receber ofertas do Teatro Guaíra?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(22)
Atendimento
(21)
Custo-benefício
(21)
Dicas  (16)
Andrea Marcondes
Prefiro comprar com bastante antecedência os ingressos para conseguir lugares melhores e poder prestigiar mais os espetáculos. Gosto da fileira do meio e nas primeiras cadeiras, um pouco próximas do palco.
Andrea M.
Claudio N
Eventualmente podem distribuir ingressos de cortesia.
Claudio N.
Fernando Berghann
Local muito bom para relaxar a mente a aguçar a criatividade.
Fernando B.
Classificar por:
Opiniões   (36)
 
ainda pode ser um dos maiores, mas precisa de atenção com urgência, ficou a tradição mas cuidados e reformas cairiam muito bem, os banheiros estao precários, e as poltronas apesar de confortáveis precisam modernizar também. Não precisam exagerar nos valores de aluguel para as formaturas e nem para os shows.
Bom para: Famílias, Ir com amigos, Ponto turístico
 
Criado no século XIX. O imóvel situava-se no local onde hoje está o prédio da Biblioteca Pública do Paraná, na Rua Cândido Lopes, e sua abertura estava marcada para o dia 28 de setembro de 1884, com o nome de Theatro São Theodoro, em homenagem a Theodoro Ébano Pereira, fundador de Curitiba. A inauguração foi cancelada pela eclosão da Revolução Federalista, que utilizou o prédio como prisão política. Somente dezesseis anos mais tarde, em 3 de novembro de 1900, após obras de reforma, ampliação e instalação de iluminação elétrica, o teatro foi finalmente inaugurado, recebendo o nome de Theatro Guayra. As instalações foram redecoradas e ampliadas em 1915. O prefeito Aluízio França ordenou a demolição da edificação em 1937, alegando perigo de desabamento.
Em 1948, durante o governo de Moisés Lupion, foi realizado concurso para escolher um projeto para o novo prédio do teatro. O arquiteto Rubens Meister, 26 anos na época, ficou classificado em terceiro lugar, sendo que o primeiro e segundo colocados apresentaram projetos clássicos, com estilo semelhante aos dos teatros municipais do Rio de Janeiro e de São Paulo. O governador seguinte, Bento Munhoz da Rocha, acabou optando pelo projeto de Meister, por considerá-lo mais condizente com a sua proposta de modernizar a capital. A localização foi alterada da Praça Rui Barbosa, que deixaria de existir para abrigar o prédio, para uma área maior, de um quarteirão inteiro, situada em uma das faces da Praça Santos Andrade. Sendo assim, o projeto inicial pôde ser ampliado, formando um complexo arquitetônico com três auditórios e todas as dependências necessárias para a produção de peças e espetáculos, com salas de ensaios, ateliê de costura e oficina cenográfica, entre outras dependências.
Dica: Local muito bom para relaxar a mente a aguçar a criatividade.
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias
 
Teatro antigo bem tradicional, ponto turístico da cidade, o Guaíra tem três auditórios (Guairão, Guairinha e um miniauditório)
Apresenta bons espetáculos e comporta grande público. Assisti espetáculos de dança e de música.
Destaco aqui a Orquestra Sinfônica do Paraná, seu regente Oswaldo Ferreira é mestre em direção de orquestra pela Universidade de Chicago, uma das mais respeitadas na música erudita no mundo.
O atendimento da orquestra pelo telefone também foi muito bom. A orquestra é muito boa, alto nível!
Voltando ao teatro em si, a estrutura é boa, mas necessita de revitalização geral, especialmente o ar condicionado que parece ter capacidade limitada bem inferior à capacidade do auditório.
Há estacionamentos ao redor da praça ou estacionar nas proximidades.

A programação pode ser consultada no site:
http://www.teatroguaira.pr.gov.br


A orquestra disponibiliza programação do ano todo. Os ingressos são bem em conta, cerca de R$20 a inteira e R$ 10 a meia. Pode-se adquirir ingressos antecipados pelo site, postos de venda de ingressos ou diretamente na bilheteria.

Nota: A menos que a programação seja infantil, não recomendam levar crianças para os espetáculos.
Dica: Eventualmente podem distribuir ingressos de cortesia.
Bom para: Casais, Ir com amigos, Ir sozinho, Ponto turístico
 
Criado no século XIX. O imóvel situava-se no local onde hoje está o prédio da Biblioteca Pública do Paraná, na Rua Cândido Lopes, e sua abertura estava marcada para o dia 28 de setembro de 1884, com o nome de Theatro São Theodoro, em homenagem a Theodoro Ébano Pereira, fundador de Curitiba. A inauguração foi cancelada pela eclosão da Revolução Federalista, que utilizou o prédio como prisão política. Somente dezesseis anos mais tarde, em 3 de novembro de 1900, após obras de reforma, ampliação e instalação de iluminação elétrica, o teatro foi finalmente inaugurado, recebendo o nome de Theatro Guayra. As instalações foram redecoradas e ampliadas em 1915. O prefeito Aluízio França ordenou a demolição da edificação em 1937, alegando perigo de desabamento.
Em 1948, durante o governo de Moisés Lupion, foi realizado concurso para escolher um projeto para o novo prédio do teatro. O arquiteto Rubens Meister, 26 anos na época, ficou classificado em terceiro lugar, sendo que o primeiro e segundo colocados apresentaram projetos clássicos, com estilo semelhante aos dos teatros municipais do Rio de Janeiro e de São Paulo. O governador seguinte, Bento Munhoz da Rocha, acabou optando pelo projeto de Meister, por considerá-lo mais condizente com a sua proposta de modernizar a capital. A localização foi alterada da Praça Rui Barbosa, que deixaria de existir para abrigar o prédio, para uma área maior, de um quarteirão inteiro, situada em uma das faces da Praça Santos Andrade. Sendo assim, o projeto inicial pôde ser ampliado, formando um complexo arquitetônico com três auditórios e todas as dependências necessárias para a produção de peças e espetáculos, com salas de ensaios, ateliê de costura e oficina cenográfica, entre outras dependências.
Dica: Local muito bom para relaxar a mente a aguçar a criatividade.
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias
 
Os três auditórios do Teatro Guaíra são confortáveis e com excelente acústica. A arquitetura do prédio é elegante e moderna, com amplo saguão, sem aquele problema de ficar sufocado e "espremido" à espera do espetáculo. O atendimento é bom, e pode-se aderir a um plano anual para obter descontos significativos em ingressos. A compra de ingressos pode ser feita pela internet, facilitando a reserva de lugar e garantia de não perder shows de extrema qualidade e artistas renomados.
Dica: Prefiro comprar com bastante antecedência os ingressos para conseguir lugares melhores e poder prestigiar mais os espetáculos. Gosto da fileira do meio e nas primeiras cadeiras, um pouco próximas do palco.
Bom para: Ir com amigos, Casais, Ir sozinho
Andrea Marcondes:
Taty, o cartão tem custo de R$ 50,00 e vale por um ano, com ele você consegue até 50% de desconto em espetáculos produzidos pelo Teatro Guaíra, e para Produtoras privadas depende de acordos entre eles, mas eu mesma paguei a metade do ingresso do Show do Oswaldo Montenegro, para quem não tem carteira de estudante ou outros cartões promocionais eu acredito que vale muito a pena. Basta ir até a bilheteria do Guaíra e fazer a adesão. ;)
Conteúdo inválido
 
Teatro Guaíra já virou ícone de referência em Curitiba.
Reformaram, o acústico e a sonorização ficaram melhores, cadeiras confortáveis, corredores entre as fileiras para fácil acesso e interação da plateia com a peça que está vendo (se houver essa possibilidade).
A última que fomos (eu e meu namorado) foi Tangos & Tragédias, onde você ri muito, há bastante interação com o público e depois que a peça acaba, vão todos para o saguão do teatro, fica cheio, com todos lá, gente nas escadas, em tudo quanto é parte e a peça continua... muito bom mesmo!!!
Quem tiver a oportunidade, fica a dica, local bacana!!!!
Bom para: Ir sozinho, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir com amigos, Ponto turístico
 
Não sou especialista no assunto, mas o Guaíra mesmo sendo um dos teatros mais antigos de Curitiba, é o com a melhor acústica. Tanto é que, por este motivo, é o teatro escolhido por Marisa Monte para abrir suas temporadas de shows pelo Brasil.
Devido a sua estrutura, os eventos lá são sempre mais caros, mas são bons. Dependendo da atração, vale a pena!
 
Olha só, o teatro Guaíra tem vários pontos negativos, mas nada fez com que ele deixasse de ser o melhor teatro da cidade. Não sei se sou nostálgica, mas pra mim, não tem outro igual. É o teatro mito da cidade, o mais tradicional e ponto.

Claro, precisa ser melhor cuidado, poderia ter estacionamento mais perto, mais taxi ali na frente, uma cantina melhor, bilheteria mais eficiente... mas o que é isso perto da história e da tradição do Guaíra? Aquele carpete vermelho sempre mexe com as pessoas. Sem contar que por fora, o prédio é lindíssimo e só ele já vale a visita.

A programação do Guairão sempre conta com espetáculos de dança e orquestras, além de peças teatrais, muitas comédias do circuito rio-são paulo também. Ali também são realizadas formaturas de graduação. O auditório por dentro é também muito bonito com seus andares e balcões. Só acho que o valor dos ingressos às vezes fica alto demais, mas quando há espetáculo muitas vezes está lotado.

Os outros auditórios que fazem parte do Centro Cultural Teatro Guaíra, menores, também tem uma programação vasta, com diversas peças teatrais e espetáculos infantis (alguns gratuitos, como os do projeto teatro para piás e gurias aos domingos às 11h no teatro José Maria Santos que fica em outra localização).

O teatro tem um programa de associado que oferece vários descontos em ingressos, vale muito a pena participar.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais
 
As instalações estão meio ultrapassada, mas o que importa é a tradição de teatro, imbatível,sempre com bons espetáculos.
Patty R.:
Realmente, acho que podiam fazer uma reforma, mas adoro o Guaíra, acho um teatro muito bom, mesmo depois desses novos.
Conteúdo inválido
 
Possuindo três auditórios: o Bento Munhoz da Rocha, com capacidade para 2173 lugares, auditório Salvador de Ferrante (Guairinha)com 504 ,lugares , e o auditório Glauco Flores de Sá Brito, com 113 lugares.faz dele o melhor e maior, teatro clássico de Curitiba, simplesmente apaixonante para assistir peças de teatro confortavelmente.
Bom para: Ir com amigos
 
Mesmo com alguns coisas precisando se modernizar, o Guaíra não perde o charme. Claro que poderiam melhorar um pouco as poltronas, por exemplo, mas modernidade no estilo clássico, sem perder o toque especial de outrora.
Bom para: Famílias, Ir com amigos, Ir sozinho, Ir com crianças, Casais, Ponto turístico
 
O Guaíra ganha meu coração pela tradição.
Uma reforma, óbvio seria bem vinda, mas desde que seguisse um padrão de restauração, pois o charme do Teatro está, justamente, no fato dele não seguir o padrão moderno.

Já assisti espetáculos na platéia e no 1º e 2º balcões. A visibilidade de todos os setores é boa mas, óbvio, que quanto mais distante pior. Porém, algumas apresentações são TÃO caras (cito como exemplo o show do super Robert Plant cujo valor na platéia era de R$ 840,00) - que o jeito é assistir de longe.

Alguns espetáculos anuais, como Tangos e Tragédias, já são tradicionais e só acontecem no Guairão!

O problema está na localização. É uma área de fácil acesso, porém não muito segura e por não ter estacionamento TÃO perto considero como um ponto negativo. Afinal, em conjunto com a atual escassez de taxis na cidade, a dificuldade de onde parar pode afastar o público mais precavido.
 
Falando-se de grandes espaço o teatro Guaira é uma referência em Curitiba para peças, show e outras apresentações além de ser um ponto turístico, já que fica em frente à Praça Santos Andrade e na sua arquitetura possui um painel frontal, de autoria do Poty Lazzarotto, bem bonito de se observar e fotografar

Cortinas e poltronas vermelhas dão um ar imponente ao lugar, tem perdido um pouco em relação estrutura para o novo espaço criado pelo Teatro Positivo, já que não possui estacionamento, os banheiros são bem fracos no quesito, tamanho e limpeza e infelizmente a região a noite não é muito segura.

Mesmo assim sempre trás bons espetáculos, apresentações de graça da orquestra sinfônica, o teatro para o povo, merece meu reconhecimento e respeito.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais
 
O Teatro Guaíra é um dos maiores e um dos mais importantes da América Latina. Possui três auditórios: o Bento Munhoz da Rocha, com capacidade para 2173 lugares, auditório Salvador de Ferrante (Guairinha), com 504, e o auditório Glauco Flores de Sá Brito, com 113 lugares.

A história do Teatro Guaíra começa no século 19. Em 1884 foi inaugurado o Theatro São Theodoro, na Rua Nova, atual rua Dr. Muricy. Era o primeiro teatro oficial do Paraná. Durante a Revolução Federalista, de 1893 a 1895, as atividades do teatro foram suspensas e suas instalações utilizadas como prisão. Em 1900, o teatro foi re-inaugurado com o nome de Teatro Guayrá, mas foi demolido em 1935. A construção do prédio atual do Teatro Guaíra, na Praça Santos Andrade, foi iniciada em 1952 e concluída em 1974.

O Centro Cultural Teatro Guaíra abriga ainda o Balé Teatro Guaíra, criado em 1969, o Guaíra 2 Cia de Dança, a Orquestra Sinfônica do Paraná, Escola de Danças Clássicas, o Núcleo de Teatro Amador, Teatros de Bonecos e uma biblioteca.

A entrada principal pela praça Santos Andrade, possui um painel frontal em alto relevo, de autoria do curitibano Poty Lazzarotto.

RUBENS MEISTER
O projeto arquitetônico do atual Teatro Guaíra é do engenheiro Rubens Meister. Um dos precursores da arquitetura moderna no Paraná, professor da Universidade Federal do Paraná, e um dos responsáveis pela implantação do curso de Arquitetura na UFPR, em 1962. Rubens Meister é, também, autor de prédios importantes, como o Panteão dos Heróis da Lapa (1943), o Auditório da Reitoria UFPR (1956), o Edifício Barão do Rio Branco (1958), a Prefeitura Municipal de Curitiba (1969), a Estação Rodoferroviária de Curitiba (1976), o Centro de Atividades do SESC da Esquina (1985) e a restauração do Palácio Avenida (1990).

A atuação do escritório de Rubens Meister difundiu o Movimento Moderno em Curitiba, a partir do concurso para o Teatro Guaíra, até a década de 1960, quando teve início o curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPR. Rubens Meister nasceu em Botucatu, no estado de São Paulo em 21 de janeiro de 1922, mas criou-se em Curitiba.

Cursou o primeiro grau na Deutscheknabeuschule do Colégio Bom Jesus. Depois de matriculado em Engenharia Civil na UFPR, Meister foi ao Rio de Janeiro, onde se classificou no curso de Arquitetura na Escola nacional de Belas Artes, mas não prosseguiu os estudos. Tornou-se professor no curso de Engenharia Civil da UFPR no ano seguinte a sua formatura (1947), sendo responsável pela introdução do ideário da Arquitetura Moderna para uma geração de engenheiros. Presidiu em 1956 a comissão encarregada de criar o curso de Arquitetura e Urbanismo na UFPR. Recém formado, participou do concurso do Teatro Guaíra, ficando em terceiro lugar, mas tendo o seu projeto escolhido pelo governador Bento Munhoz da Rocha.
Meister faleceu em 29 de junho de 2009.

No projeto do Teatro Guaíra, a valorização do percurso arquitetônico, desde a entrada ao nível da rua até o acesso ao auditório no segundo pavimento, recurso utilizado pelas academias Beaux Arts, foi herdada também por Le Corbusier e Oscar Niemeyer. Meister enfrentou dificuldades na falta de assessoria para as soluções de acústica e visibilidade, desenvolvendo um conhecimento aprofundado nessas áreas de forma autodidata, valendo-se de literatura estrangeira. O pequeno auditório, de 504 assentos, o “Guairinha”, foi inaugurado em 1954 e o grande auditório, para 2.174 espectadores, foi inaugurado em 1974.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 36

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Eventos que aconteceram aqui

Check-ins

Total de check-ins
21
Seus check-ins aqui
0