Sukiyaki House

Endereço: Rua da Glória, 111 , - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

31064067

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Japonês

  | Rank: 74º de 823
Preço por pessoa

Bom para
Famílias, Encontros românticos

Primeira opinião
Claudio Kawano
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
11:30 - 14:30 e 18h - 22h
Ter.
11:30 - 14:30 e 18h - 22h
Qui.
11:30 - 14:30 e 18h - 22h
Sex.
11:30 - 14:30 e 18h - 22h
Sáb.
11:30 - 16h e 18h - 22:30
Dom.
11:30 - 16h e 18h - 22h



Como chegar
Favorito
Reservar mesa
Sou dono
Escrever opinião

Reportar problema
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/sukiyaki-house
Notas específicas:
Ambiente
(14)
Comida
(14)
Atendimento
(14)
Bebida
(13)
Custo-benefício
(13)
Dicas
Os garçons preparam o prato para você na hora ou pode fazer você mesmo!!!
Claudio K.
PS: Peça Yakizakana de rabo – porque vem mais peixe do que a parte da cabeça. (Meu pai que me ensinou).
Eli Y.
Sukiyaki e udon... muito bom!!
Ale e.
Bom para dias frios....
Josiane O.
Quando o garçom perguntar se você sabe preparar, diga a verdade.
Maria C.
Ver mais
Opiniões

via iPhone

Tonkatsu, vulgo filé de carne de porco à milanesa. Tori frai, vulgo filé de peito de frango à milanesa, e o yakisakaná, vulgo anchova grelhada. E o curry com milanesa, molho de curry com batatas e filé de peito de frango à milanesa. Média de 33 reais por prato, todos acompanham arroz e missoshiro. Com exceção do curry, o restante é acompanhado de uma salada de repolho, tomate e pepino.
Hoje, domingo 13h30, a casa tinha mesas vazias.
Pontos negativos:
Chá verde aguado
Atendimento - garçonete não conhece os pratos.
Os filés são finos demais, que a carne chega ressecada e sem gosto.
O curry está mais para ardido, tem tempero, mas tem muito pouco sabor de curry,
O missoshiro é só shiro. Não tem quase missô.
A anchova vem pouco e não estava fresco.
Você sai com cheiro de comida.
As mesas que ficam nas salinhas tem acréscimo de 10% na conta.
Pra quem gosta de comida japonesa, sem frescura, sem invencionice, simplesmente comida boa e original, como deve ser.

O salão super simples, cadeiras baixas e mesas idem (o que não é muito confortável para pessoas altas) fogareiro embutido no meio da mesa e algumas salas reservadas. Quase sempre cheio, se for visitar em grande número de pessoas, melhor ligar reservando antes.

O prato chefe é o Sukiyaki, como o nome mesmo diz. O melhor de São Paulo!!! Super bem servido e delicioso.( na faixa dos 85 reais) Que pode ser pedido como festival também e sai na média 45 reais por pessoa.

Mas como todo mundo sempre comenta sobre ele eu vou falar sobre as sopas, que eu amo. São deliciosas e saborosíssimas. Garçons simpáticos e o dono também.

Adicionando novas fotos, de teishoku e de Curry Rice.
Como o nome sugere a especialidade dessa casa é o sukiyaki, um cozido que voce mesmo prepara no fogareiro que é oferecido a sua mesa. Bom para compartilhar porque após o processo de cozimento ficar no ponto, todos passam a se servir e a medida que a comida é consumida, é necessário repor o que foi retirado até acabar o que estava crú. Bom é pedir uma porção de macarrão udon para que apure absorvendo todos os sabores da carne, tofú, shimeji, cenoura, cebola, etc.. fica realmente muito gostoso e é altamente recomendável. Para quem não é iniciado na culinária nipônica, pode estranhar ao quebrar ovo crú na cumbuca, para aí colocar o que foi cozido para apurar o sabor, fica muito bom, fiquem sem medo de aprender novos paladares.
Olhando o site www.sukiyakihouse.com.br/Cardapio_N.html verá que a casa não oferece apenas sukiyaki. Tenho uma sugestão próximo ao sukiyaki que é o yossenabe, quase igual o processo mas os sabores são diferentes e bem característico, pois nesse levam peixe e frutos do mar também, e a base do molho é diferente, bom para as noites de inverno.
Eu vou lá para comer sukiyaki. É um restaurante simples, antigo, meio pequeno e bastante frequentado por causa da comida boa.
As mesas tem acendedores para a panela de sukiyaki. Você escolher o normal ou alguma variação, e trazem todos os ingredientes. Se você souber fazer, faz você mesmo. Se não, os garçons ajudam. Caso não saiba, peça ajuda. Senão você vai fazer o fogo subir na panela e pode deixar os ovos crus, em vez de cozidos/pochê. Nada pior que gente tirando ingrediente por não saber direito como o prato é feito. Acompanha arroz, missoshiro e mini salada.
O preço é ótimo.
Apesar da especialidade da casa ser o Sukiyaki, resolvemos experimentar outros pratos, pois em minha opinião, todos os pratos que a casa oferece deveriam ser bons, não só o prato "chefe".

Pedi o arroz com kare mais carne empanada, é possível escolher o nível de pimenta, escolhi o forte. Estava razoável, nem ruim e nem bom, apesar de ter escolhido o forte estava em um nível médio de apimentado. Além de ser caro(33R$) tinha um sabor muito fraco, não recomendo.

Pedimos o chá que estava sem gosto algum, pedimos para que adicionassem mais algumas folhas de chá para deixar a agua quente com gosto, porém falaram que era daquele jeito e não fizeram nada para mudar ou atender o nosso pedido.

Não recomendo o local se não for comer sukiyaki (o qual não experimentei, to chutando já que o nome do estabelecimento é esse e havia uma quantidade razoavel de mesas com esse prato)
Thi e eu fomos nessa quinta-feira (05/06) por volta das 19h35. Nunca havia percebido aqule prédio com restaurantes japoneses. Local simples e só havia uma mesa ocupada, mas com o passar chegaram mais uns 5 grupos de pessoas/famílias. Fomos com reserva que incluía 30% de desconto.
Pedimos um Sukiyaki Especial que vem além de verduras, carne bovina, ovo cru e konhaku, acompanha também udon e missoshiro. Os donos foram atenciosos e caso você não saiba como preparar o sukiyaki eles te auxiliam. O molho a base de shoyu estava mto gostoso.
Saímos satisfeitos, o prato sustenta bem 2 pessoas.
O chá quente não é cobrado e também não há o famoso e incógnito 10% no final da conta.
O prato custa 87 reais e a conta com o desconto saiu 30 por pessoa, bem barato. Recomendo!
Este restaurante tem um lugar especial no meu coração: foi o primeiro que eu testei e aprovei naquele prédio tão discreto da Rua da Glória, o tal de Food Center, que nem letreiro tem. Na verdade nunca consegui passar do primeiro andar porque lá tem tudo o que eu preciso (e que também merecem reviews futuros!). Até hoje só consegui experimentar a especialidade da casa, o sukiyaki - inclusive é o único lugar que eu conheço que tem um sukiyaki muito bom, a um preço acessível e ambiente legal.

Todas as mesas têm o seu próprio fogãozinho, já que o sukiyaki é feito na hora e bem na sua frente. Ou seja, por mais que o lugar tenha ar condicionado, não é muito legal ficar com aquele calorzão na cara em dias quentes. O lugar é pequeno e para grupos com 6 pessoas ou mais é altamente recomendável que se faça reserva, principalmente porque assim eles te colocam em umas salinhas que ficam na lateral que são muito mais confortáveis.

Geralmente não ligo para entradas, mas o shimeji na manteiga deles é excelente. Ao contrário de muitos lugares muquirana, o tipo do shimeji é aquele escuro, um pouco mais caro mas mais gostoso, e acompanha um molhinho muito bom que acaba causando uma caca incrível na mesa, hehe.

Os atendentes podem preparar o prato, mas eu prefiro fazer (ou deixar que alguém que esteja comigo faça). Dá um pouco mais de trabalho, mas pelo menos é garantia que a carne ficará bem frita na manteiga - sou fresca e não gosto carne mal passada, a não ser que se trate de carpaccio. Assim também se ganha a opção de não colocar todo o meio quilo de acelga que eles servem.

Há dois tipos de sukiyaki, o simples e o especial. Para mim, a maior diferença mesmo está no preço. O especial é um pouco maior, vem com mais coisas (que geralmente não são tão famosas e gostosas) e vem acompanhado de uma porção de udon. Por isso prefiro pedir o sukiyaki simples com uma porção (ou mais) de udon à parte - e este vem acompanhado de arroz grudento, ou gohan, que é o básico de qualquer refeição japonesa que se preze. Ambos dão direito a uma entradinha de legumes em conserva que eu não como e missoshiro.

Dependendo do dia e da hora é um pouco complicado chamar a atenção de algum atendente e eles não são lá muito ligados, mas nada de mui grave. Até porque eles não cobram os tenebrosos 10% se você se sentar nas mesas normais.

Sei que não é um prato muito popular por aqui, afinal quando se fala em comida japonesa o pessoal só lembra dos sushis e sashimis, mas não conheci uma pessoa que tenha experimentado e não tenha gostado.
E foi neste lugar que desenvolvi a lendária técnica de jogar molho quente em mão alheia e da rapidez com o hashi. Afinal a carne não é suficiente e o mundo é cruel.
Geralmente restaurantes japoneses para brasileiros são bem diferentes dos restaurantes japoneses para japoneses.

Nos restaurantes japas para brasileiros a decoração é clara, bonita, geralmente em preto e vermelho e ficam em bairros nobres (jardins, Moema, Vila Olímpia, etc). Já os pratos, levam ingredientes diferentes (inexistentes na cozinha japonesa, tipo: cream cheese, banana, tomate seco, etc) e os nomes dos pratos são criativos e as vezes até em inglês.

Já nos restaurantes japas para japas, daqueles antigos e tradicionais em que o dono é geralmente é japa: não há decoração ou a decoração é feia ou brega. Ficam em bairros freqüentados por japas ou que moram muitos japas (Liberdade, Jardim da Saúde, Carrão, etc). Os pratos não levam ingredientes modernos ou brasileiros e não podem ser alterados – ou é aquilo ou é aquilo. Ah os nomes são em japonês sem tradução.

Gosto dos dois tipos de restaurante, mas é óbvio que prefiro a segunda opção.

Tenho vários exemplos de restaurantes deste tipo, que freqüento desde criança com minha família. Aos poucos vou soltando as dicas por aqui – mas por ter ido recentemente, começarei pelo SUKIYAKI HOUSE.

Primeiro que o Sukiyaki House fica em um prédio, na Rua da Glória, que só tem restaurante japa. Todos os japas conhecem este prédio feio e velho porque lá ficam ótimos restaurantes tradicionais japoneses como o sushi Issao e o Udon também.

O Sukiyaki House é sempre cheio, principalmente em noites de frio, porque servem um ótimo Sukiyaki.

Embora Sukiyaki seja o carro chefe da casa, meu prato preferido lá é o Yakizakana R$25,00 (Anchova grelhada) e o Tonkatsu R$22,00(lombo a milanesa).

Para mim, não existe Yakizakana melhor do que daqui. Ele é bem temperado, suculento e com a casca do peixe (algo que eu geralmente não como) bem salgadinha e crocante. Como estou acostumada com o peixe daqui, sempre quando como Yakizakana de algum outro lugar acho algum defeito: ou o peixe é seco demais, ou a casca é mole, ou vem sem tempero.

O Tonkatsu é na mesma linha: temperado, suculento e sequinho. Muitos acham o Tonkatsu do Aji-Sai melhor (outro restaurante tradicional) – mas eu que não gosto de coisas fritas em banha de porco, prefiro este do Sukiyaki House.

Para os que não ligam para a decoração do lugar e vão em busca de um prato gostoso e em conta. Este é um bom lugar.
Ambiente simples, porém, com boa comida e atencioso atendimento. Como fui em horário de almoço, optei pelo curry rice com milanesa de filé mignon. Pode-se optar por curry fraco, médio e forte. Escolhi o médio e acho que foi o ideal. O prato vem com arroz, legumes e frango em cubos ao curry e o filé mignon à milanesa. Gostei e pretendo voltar outras vezes. O valor do prato, salvo engano, foi entre R$ 26,00 e 28,00.
Creio que nem todos conhecem o Sukiyaki. É um prato bem tradicional da culinária japonesa, daqueles que os japoneses comem realmente. Porque todos sabem que sushi e sashimi não é o arroz-feijão deles. Enfim, o sukiyaki é como se fosse um ensopadão de legumes com carne, com um molho a base de shoyu e sakê. O modo de preparo é um dos diferenciais: o prato é feito na mesa do cliente. Primeiro vem a manteiga (ou a gordura animal, em alguns restaurantes), onde finas fatias de carne são refogadas. Então começam a ser adicionados os outros ingredientes: acelga, cebola, tofu, broto de feijão (moiyashi), cebolinha, cogumelos, ... Uma série de gostosuras naturais. No final vem o caldo, que interrompe a fritura e começa um lento cozimento. As folhas vão murchando na panela e o prato vai ficando pronto. Realmente uma delícia.

O Sukiyaki House é um especialista no prato (o nome já diz tudo). O restaurante fica num prediozinho na Liberdade, o mesmo do famoso Sushi Isao. O melhor de tudo: é incrivelmente barato. Um sukiyaki que alimenta generosamente duas pessoas sai por R$ 28,00. Especialmente gostoso nos dias frios, a melhor bebida para acompanhar é o chá (ban-chá), de graça. O restaurante tem um ambiente bastante simples e aconchegante, com um mix de orientais e ocidentais, típico da região. Sem frescurites.

Dicas:
1. É inevitável sair de lá com um cheirão de gordura (apesar de nada ser frito). Portanto, depois do jantar, passe em casa e troque de roupa.
2. Evite os almoços de sábado e domingo. A casa fica lotada com uma grande fila de espera. Prefira os jantares. (Só fecha de quarta-feira)
3. Nas primeiras vezes, peça para o garçom preparar o prato para você. Você aprende as manhas e, quando ficar craque, já pode fazer do seu jeito.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 22

Nota geral Você conhece o Sukiyaki House? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)