Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

Avenida Júlio Prestes
Aparecida , SP

Telefone: 12 3104-1000

Preço por pessoa:

$ (Até R$50)

Categoria:
Viagens e Turismo
Ranking: #1 de 6
Site oficial:
a12.com
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Primeira opinião por:
Sérgio de Oliveir...
Detalhes:
Acesso para deficientes
Animais permitidos
Estacionamento

Quer receber ofertas do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade

Estabelecimentos dentro do(a) Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

Filtrar: Todos A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z 0-9
  • Presépio
    Avenida Júlio Prestes
    Entretenimento e Lazer
Notas:
2 estrelas
0
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(9)
Custo-benefício
(8)
Atendimento
(1)
Bom para: Gastar pouco
Dicas  (26)
Sérgio de Oliveira Sofiati
Não se limite só a ir à missa. Faça um "tour" pela Basílica.
Sérgio O.
Sheila Regina Martins Alves
Ao ir na feira popular, o santuário, tem um trenzinho que serve de transporte de um lado da igreja a feira. vale super a pena!. Atenção com crianças, idosos e se mantenha com crachá!!!
Sheila R.
Classificar por:
Opiniões   (23)
 
O Santuário de Nossa Senhora Aparecida é algo que vi ano a ano e que vem se desenvolvendo junto comigo.
Há 22 anos consecutivos visito o santuário. E cada vez ele está maior, melhor e mais bonito.
Como vou com caravanas vou comentar minha experiência lá.

Sempre vamos dia 7 de setembro, que é a caravana dos trabalhadores, então, chegamos bem cedo por volta de 3h, 3:30h da manhã. Dependendo do dia da semana as missas começam 5:30(domingo) 6:30(sábado) e 7h( de seg a sex). Então neste meio tempo dá pra fazer um lanchinho, cochilar mais um pouco ou o que eu recomendo é comer alguma coisa e garantir seu lugar no santuário porque geralmente lota.
Uma dica valiosissima é fazer a visita á imagem da Padroeira antes da missa, pois vc encontrará menos fila e muvuca.
Ao chegar na igreja procure estar nas capelas que é um lugar menos lotado e mais trânquilo pra se ficar.(se eu não me engano existe a capela de São José e a da Eucaristia e a da sagrada Família).

Agora falando um pouco sobre estrutura da igreja, por conta da visita do papa Bento XVI a básilica vem passando por uma grande reforma, o que tem a deixado ainda mais bonita para receber os peregrinos.O teto atualmente foi trocado e está na cor azul para representar o manto de Nossa Senhora (*.*).

Para passear depois de ter ido a missa há algumas atrações bem intressantes:

Igreja Antiga: Da igreja nova para igreja velha existe uma passarela de corrimão azul que dá acesso efetivo a cidade de Aparecida e a igreja velha.
A primeira igreja de N.S.Aparecida. que é linda e vale a pena visitar

sala das promessas e das velas: A sala das promessas é muito interessante, pois contém os objetos de devoção dos fiéis que deixam um objeto em forma de agradecimento. inclusive, muitos famoso s deixaram algum pertence lá.
A sala das velas é o velário do santuário e vc pode acender sua vela pequeninha ou aquelas enormes.

Na parte "subterrânea" do santuário, há padaria, banheiros, bazar, a sala de promessas, livraria com exemplares católicos.

Cruzeiro: Um passeio muito bacana, onde no final nos encontramos na parte mais alta da cidade e podemos observá-la do alto. O cruzeiro foi reformado e conta com as estações da via sacra e é algo muito bacana para se fazer as reflexões. Ao chegar lá em cima, contamos com barraquinhas que vendem algo para comer, a cruz e a vista da cidade de Aparecida.

feira popular: Esse é o camelô de Aparecida. Mil e uma opções de tudo que vc imaginar, mas é bom ir com disposição, ficar de olho (se possível evite levar) as crianças e idosos pois o espaço é apertado, lotado e geralmente muito quente.
Esta feira é muito grande, e eu nunca consegui dar a volta nela toda. o que eu indico se vc não tem muita prática, vá em um corredor e volte pelo mesmo, para vc não se perder.

Shopping: O shopping de Aparecida tem mil e uma coisas também,mas num espaço mais organizado e as vezes dependendo do produto, um pouco mais caro. Lá também há a praça de alimentação da igreja e conta com muitas opções, que ficam abertas desde as 3h da manhã até o final da tarde.
Lá é aconselhável a levar as crianças e idosos, pois é mais aberto, organizado e para os pequeninos tem o aquário e um parque de diversões pra criançada brincar.

Há do outro lado, um lugar onde é próximo dos ônibus, que se eu não me engano, são as estações relacionadas a sagrada família que é lindo de viver!!! Há estátua em tamanho real que compõe cada cena. Um espaço muito bacana pra ser visitado.

Além do mais, a cidade oferece uma série de hotéis e pousadas para acomodar os visitantes que pretendem estar mais de um dia lá. O próprio santuário tem seu hotel próprio, que oferece traslado para a igreja e vice versa.

Um lugar para ir com a família, para agradecer, pedir, rezar e estar junto que vale a pena.

Dica: Ao ir na feira popular, o santuário, tem um trenzinho que serve de transporte de um lado da igreja a feira. vale super a pena!. Atenção com crianças, idosos e se mantenha com crachá!!!
 
Tenho várias histórias da minha infância neste santuário, gosto muito de lembrar dos bons momentos aqui. Fui muitas vezes quando criança com toda minha família, que é muito católica. Além das celebrações, aproveitávamos também os museus, o comércio, etc.

Nosso roteiro geralmente incluía chegar bem cedo para a missa: a igreja é enorme, tão grande que é possível vê-la nitidamente da Rodovia Presidente Dutra. Por dentro, é uma das catedrais mais lindas mundo, com certeza. O altar fica no centro, então é fácil se perder pois todos os setores onde os fiéis se sentam ão parecidos. Há várias imagens, lugares para acender velas enormes e fazer preces. Ao fundo, bem no alto, fica a imagem original de Nossa Senhora Aparecida, e embaixo, vários peregrinos seguem a fila para visitá-la e tirar fotos.

Do lado de fora a grandiosidade continua. Tem a sala das promessas, com muitas fotografias, velas e objetos depositados em forma de agradecimento e/ou prece, há lojinhas e o acesso para a Igreja Velha, que é uma longa ponte. Nessa parte, ficam as feiras com comércio que lembra a 25 de março, restaurantes não tão confiáveis e os acessos para o restante da cidade de Aparecida.

Há alguns bons anos, na área do santuário foi construído algo como o "shopping dos romeiros": uma espécie de shopping mesmo, bem popular com inúmero artigos, os mesmos vendido nas feirinhas, porém de uma maneira mais segura. No centro, fica a praça de alimentação, sempre lotada mas um pouco melhor do que os restaurantes de rua.

Tenho saudades de passear por lá, não somente pela fé mas também para relembrar os bons momentos. O santuário possui estacionamento pago, mas que é mais seguro que deixar os veículos na rua. É preciso tomar cuidado com crianças e idosos, pois é fácil se perder na multidão e há muitos degraus, propícios para quedas.
Dica: Evitar frequentar em épocas de festas religiosas: páscoa, dia da padroeira e natal
 
Já fui infinitas vezes ao Santuário de Aparecida. Meus pais, muito devotos da santa (tanto que o meu segundo nome é Aparecida, em homenagem a padroeira), sempre fizeram questão de me levar até lá.
A basílica é gigantesca, muito bonita, ventilada e sempre lotada. Várias entradas , estacionamento enorme.
Por uma das entradas da basílica há a imagem original de Aparecida, que é aberta a visitação, mas que fica em certa altura protegida por um vidro a prova de balas (isso depois que um visitante destruiu a imagem, deixando-a em pedacinhos, sendo necessário um trabalho árduo de restauração para reconstituí-la)
No local há ainda diversos lugares interessantes, até mesmo para quem não é católico.
Um lugar que me fascina e me arrepia é a Sala dos Milagres (ou Sala das Promessas), local que tem o teto e as paredes revestidos por fotografias e diversos objetos deixados pelos fiéis como uma forma de agradecimento pelas graças alcançadas. Lá é possível ver através de fotos, cartas, entre outros, diversas histórias de fé. Uma das vezes em que fui, estava havendo uma exposição com pinturas das santas padroeiras de vários países. Pinturas lindas!
Há também um museu onde se pode conhecer a história da santa; um observatório de onde se tem uma vista linda dos arredores; há a Passarela da Fé, que faz ligação da Basílica com a ‘Igreja Velha’ , uma igrejinha dessas de cidades do interior, mas que é uma gracinha. E ao entrar nela, repare no chão embaixo da porta, logo na escadaria. Lá tem uma marca de ferradura de cavalo, que conta-se, foi um dos primeiros milagres de Nossa Senhora Aparecida, quando um cavaleiro viajante vendo a fé das pessoas no local, começou a caçoar de tudo aquilo e disse que iria entrar com cavalo e tudo dentro da igreja, mas ao tentar, seu cavalo ficou com a pata presa na pedra da escada e caiu no chão, derrubando o cavaleiro, que se arrependeu, pedindo perdão à santa. Sempre adorei esta história!
E para quem curte umas comprinhas, além de haver uma feira ENORME na rua, em frente de um dos vários estacionamentos de lá, há também em anexo a Basílica Nova, um shopping que vende de tudo, desde produtos católicos até as bugigangas que são encontradas aqui em SP nos bairros do Brás e da 25 de Março.
Tem uma praça de alimentação bem grande, mas que pelo grande fluxo, não é lá essas coisas. Está sempre lotada e suja.
Enfim, deixando de lado a religião, é um lugar bem interessante e cheio de histórias ,que vale a pena conhecer!

Se puder vá durante a semana! Prefira os meses com temperaturas mais amenas, porque no verão o calor é muito forte. Evite também os feriados católicos, como Páscoa, Domingo de Ramos e Dia da Padroeira, porque a cidade vira uma muvuca sem igual. Ah, e bote cracházinho de identificação nas suas crianças, com seu nome e celular!! Já vi muita criança perdida dos pais por lá!
:
A CADA ANO, A BASILICA FICA MAIS BONITA... DE SUA OPINIAO TAMBEM SOBRE A FEIRA DE APARECIDA... PROCURE
Conteúdo inválido
 
O Santuário de Nossa Senhora Aparecida é algo que vi ano a ano e que vem se desenvolvendo junto comigo.
Há 22 anos consecutivos visito o santuário. E cada vez ele está maior, melhor e mais bonito.
Como vou com caravanas vou comentar minha experiência lá.

Sempre vamos dia 7 de setembro, que é a caravana dos trabalhadores, então, chegamos bem cedo por volta de 3h, 3:30h da manhã. Dependendo do dia da semana as missas começam 5:30(domingo) 6:30(sábado) e 7h( de seg a sex). Então neste meio tempo dá pra fazer um lanchinho, cochilar mais um pouco ou o que eu recomendo é comer alguma coisa e garantir seu lugar no santuário porque geralmente lota.
Uma dica valiosissima é fazer a visita á imagem da Padroeira antes da missa, pois vc encontrará menos fila e muvuca.
Ao chegar na igreja procure estar nas capelas que é um lugar menos lotado e mais trânquilo pra se ficar.(se eu não me engano existe a capela de São José e a da Eucaristia e a da sagrada Família).

Agora falando um pouco sobre estrutura da igreja, por conta da visita do papa Bento XVI a básilica vem passando por uma grande reforma, o que tem a deixado ainda mais bonita para receber os peregrinos.O teto atualmente foi trocado e está na cor azul para representar o manto de Nossa Senhora (*.*).

Para passear depois de ter ido a missa há algumas atrações bem intressantes:

Igreja Antiga: Da igreja nova para igreja velha existe uma passarela de corrimão azul que dá acesso efetivo a cidade de Aparecida e a igreja velha.
A primeira igreja de N.S.Aparecida. que é linda e vale a pena visitar

sala das promessas e das velas: A sala das promessas é muito interessante, pois contém os objetos de devoção dos fiéis que deixam um objeto em forma de agradecimento. inclusive, muitos famoso s deixaram algum pertence lá.
A sala das velas é o velário do santuário e vc pode acender sua vela pequeninha ou aquelas enormes.

Na parte "subterrânea" do santuário, há padaria, banheiros, bazar, a sala de promessas, livraria com exemplares católicos.

Cruzeiro: Um passeio muito bacana, onde no final nos encontramos na parte mais alta da cidade e podemos observá-la do alto. O cruzeiro foi reformado e conta com as estações da via sacra e é algo muito bacana para se fazer as reflexões. Ao chegar lá em cima, contamos com barraquinhas que vendem algo para comer, a cruz e a vista da cidade de Aparecida.

feira popular: Esse é o camelô de Aparecida. Mil e uma opções de tudo que vc imaginar, mas é bom ir com disposição, ficar de olho (se possível evite levar) as crianças e idosos pois o espaço é apertado, lotado e geralmente muito quente.
Esta feira é muito grande, e eu nunca consegui dar a volta nela toda. o que eu indico se vc não tem muita prática, vá em um corredor e volte pelo mesmo, para vc não se perder.

Shopping: O shopping de Aparecida tem mil e uma coisas também,mas num espaço mais organizado e as vezes dependendo do produto, um pouco mais caro. Lá também há a praça de alimentação da igreja e conta com muitas opções, que ficam abertas desde as 3h da manhã até o final da tarde.
Lá é aconselhável a levar as crianças e idosos, pois é mais aberto, organizado e para os pequeninos tem o aquário e um parque de diversões pra criançada brincar.

Há do outro lado, um lugar onde é próximo dos ônibus, que se eu não me engano, são as estações relacionadas a sagrada família que é lindo de viver!!! Há estátua em tamanho real que compõe cada cena. Um espaço muito bacana pra ser visitado.

Além do mais, a cidade oferece uma série de hotéis e pousadas para acomodar os visitantes que pretendem estar mais de um dia lá. O próprio santuário tem seu hotel próprio, que oferece traslado para a igreja e vice versa.

Um lugar para ir com a família, para agradecer, pedir, rezar e estar junto que vale a pena.

Dica: Ao ir na feira popular, o santuário, tem um trenzinho que serve de transporte de um lado da igreja a feira. vale super a pena!. Atenção com crianças, idosos e se mantenha com crachá!!!
 
A Basílica de Nossa Senhora Aparecida é muito bonita, piso, quadros, santos, esculturas, etc.
Também tem lanchonetes e lojas que vendem santinhos, quadros, medalhas, oratórios, etc....
 
Um lugar maravilhoso. Independentemente de religião.

Um santuário imenso, muito grande mesmo. E tem um museu ao lado da basílica que vale muito a pena conferir.

Não se espante com a quantidade de gente. Vem peregrinos e romeiros do Brasil inteiro.
Dica: Cuidado com pequenos furtos.
 
Eu todo ano faço uma visita e venho acompanhando o crescimento da cidade, que na realidade falta uma infraestrutura melhor não só em matéria de limpeza, como um lugar decente para comer, no mais a cidade é linda com varias pontos para se visitar, o morro do presépio, morro do cruzeiro, Morro do Mirante de Nossa Senhora Aparecida, elevador panorâmico, Porto Itaguaçu (onde encontraram a imagem), Basílica Velha e a Basílica nova que é um espetáculo a parte. A feira é enorme com uma grande variedade de lembranças, num bom preço.
Em um dia fica impossível percorrer todos os pontos da cidade, pois é muito cansativo, mas é uma cidade linda e eu recomendo um visita.
Fernanda Nunes:
Clovis, tudo bem? [mensagem off]: ta sabendo do evento kekanto de outubro? olha só :http://br.kekanto.com/evento/1225-evento-kekanto-rio-de-janeiro-noz-dois-cafe Se anima participar? Bora kekantar :)
Conteúdo inválido
 
Estive em Aparecida em novembro de 2008. Fui em uma excursão saindo da cidade de Passos - MG. Chegamos pelas últimas horas da noite e nos hospedamos em um hotel chamado Glória, perto da Basílica Velha.

O hotel deixa a desejar. Simples e antigo. Rústico e pequeno. No entanto, barato. Mais tarde, tive a impressão de que todos os hotéis da cidade eram assim. Contudo, o Glória tem um ponto positivo: de seu restaurante, tem-se uma vista excelente da Basílica.

Pela manhã fomos conhecer o Santuário. Não dá pra não se impressionar com a grandiosidade. Se a Basílica pode não ter nenhum valor religioso para muitas pessoas, é inquestionável o seu valor arquitetônico. Um templo erguido para louvor a Deus onde a suntuosidade está presente tanto quanto a fé de quem a visita.

Havia milhares de pessoas ali assistindo à missa. A grande maioria sentada, mas, mesmo assim, muitos fiéis em pé. “Tive sorte em não vir aqui no dia de Nossa Senhora Aparecida”, pensei, pois a Basílica fica insuportavelmente lotada nessa data. Em alguns pontos, não é possível ver o padre. Assim, há aparelhos de televisão fixados à parede para que se assista à missa por eles. É muita gente. A multidão de vozes impressiona e emociona.

Após a missa, visitamos as dependências do Santuário. O que mais chama a atenção é a sala dos milagres. Um sem fim de fotografias decora suas paredes e o teto. Cada fotografia mostra o rosto de uma pessoa ou família que alcançou alguma graça vinda da Padroeira. Placas, objetos e peças de roupas outrora pertencentes aos agraciados também adornam a sala. Entre eles, a camisa usada por Ronaldo na conquista do pentacampeonato brasileiro.

Fomos também à torre do relógio. Um elevador enorme (aqui tudo é enorme) nos leva ao 16º andar da Basílica, onde temos uma vista espetacular da cidade, da passarela da fé e do aquário que há logo em frente a ela. Interessante também é o tamanho do estacionamento. Carros e ônibus a perder de vista.

O Aquário em frente à Basílica é bem interessante. Depois de cruzar um corredor repleto de lojas de artigos religiosos chega-se até ele. A entrada é paga, mas o aquário é grande e dá pra ficar um tempão passeando por lá.

Depois de nosso tour pela Basílica e suas dependências, (que demora um bocado) atravessamos a passarela da fé em direção ao hotel. Na outra ponta da passarela está a Basílica Velha, uma Igreja centenas de vezes menor que sua sucessora. Aparentemente, uma Igreja comum, como qualquer outra, contudo, com um valor histórico inestimável. Formam-se filas enormes para entrar nela e conhecê-la.

Para terminar o dia, passeamos pela cidade de Aparecida. Fomos até o cruzeiro, que fica no alto de um morro. Dá pra tirar ótimas fotos do Santuário de lá. Lugar bonito, calmo e rodeado por romeiros rezando. Convidativo a uma oração. Em contrapartida, fica repleto de “vendedores de milagres” trocando orações de N. S. Aparecida por alguma quantia em dinheiro. Quanto mais dinheiro, maior o milagre. Lamentável que uma fé tão bonita como a fé católica tenha que conviver com aproveitadores.

O que mais dá pra fazer numa viagem a Aparecida além de visitar a Basílica? Aí vai uma dica imperdível: Visite a vizinha Guaratinguetá e continue seu tour religioso! Guaratinguetá é a cidade onde nasceu ninguém menos do que Santo Antônio de Sant'Ana Galvão ou simplesmente Frei Galvão, o primeiro Santo brasileiro. De Aparecida a Guaratinguetá, dá até para ir a pé. Optamos por ir de ônibus e pagamos só R$ 1,25. Em menos de 10 minutos estávamos no centro da cidade. Visitamos o museu de Frei Galvão e a casa onde ele morava quando vivo e conhecemos um pouco de sua história.

Após nosso tour pela região mais santa do país, retornamos a nossa cidade com a impressão de que Aparecida é um lugar para encontrar-se. Um lugar para esquecer as intempéries e os tormentos da nossa rotina e nos aproximarmos mais de Deus através da oração. Para voltarmos para nossas casas novos de novo, abençoados por Aquele que “faz nova todas as coisas”.
Dica: Não se limite só a ir à missa. Faça um "tour" pela Basílica.
Enviado
via Android
 
Como outros já disseram aqui, também acho que independentemente de religião o local merece ser visitado.
A grandiosidade da construção é impressionante, merecendo por si só um tanto de contemplação.
Para os que desejarem exercitar sua fé, o lugar é perfeito com uma energia muito boa.

A infraestrutura para os visitantes melhorou muito. O estacionamento é enorme, banheiros grandes e limpos, caixas eletrônicos, uma "feirinha" bem grande para compras e vários locais para alimentação. Me surpreendeu que na praça de alimentação já existem redes de fast food (Bob's e McDonald's) com bom atendimento.
Enfim, o lugar é incrível! Vale uma visita programada e detalhada ou apenas uma pausa para uma parada especial durante uma viagem em que tenha que passar na região.
 
Gostei de todas as opiniões, endosso todas e principalmente a que diz que todos independente da religião devem conhecer o santuário, não tenho palavras pra falar o quanto eu acho especial. é lindo, é gigante, é energizado. Já conheci o santuário de Fátima em Portugal e também é único.
Dica: Saia bem cedo de casa, você vai precisar de muito tempo se quiser conhecer tudo em um único dia.
 
Ponto turístico importante que todos deveriam conhecer! Para quem não sabe é o segundo maior templo católico do mundo, perdendo apenas para o Vaticano.

Apesar de não ser muito ligado a religião, passei com amigos para benzer o carro novo e aproveitar para passar em Santo Antonio do Pinhal (não é caminho, mas é perto). Dá para ver a basílica de longe e no final de semana que fui estava lotado! A entrada lembra até do Hopi Hari: uma imensidão de carros chegando em um estacionamento bem grande.

Lá tudo é gigante, igual em Itu: A Basílica, o estacionamento e até as velas de metro. Tem uma lojinha que vende velas de metro recicladas, velas de sete dias, pedaços do corpo de parafina e tudo isso é usado na Sala dos Milagres: uma sala onde as pessoas acendem velas e fazem pedidos.
 
Imperdível! Não sou carola, mas acho que todo católico deveria visitar Aparecida uma vez na vida. è impressionante. Desde o tamanho da Basílica, gigantesca, até a quantidade de peregrinos que sempre estão por ali, a quantidade de votos religiosos e de agradecimentos por graças alcançadas... é muita informação.
Sem contar que é a padroeira do Brasil, e só por isso já merecia uma visita, nem que fosse apenas para ver de perto a famosa imagem. Esta fica atrás de um vidro e não deve ter mais de 30 centímetros de altura. Mesmo assim impressiona por conta da sua coroa e manto.
O Templo é todo feito em tijolos, com muito pouca decoração.
No subsolo está o relicário/museu e lojinha, além de banheiros e serviços administrativos.

A Basilica fica em uma área igualmente gigantesca, com muito espaço para estacionamento (PAGO), localizada a 70 KM ao norte de SP, em uma estrada boa e bem sinalizada. Da estrada já se vê o santuário e é muito fácil seu acesso.

O que estraga é a cidade... é muito feia e suja.
São centenas, isso mesmo, centenas de pequenos hoteis que recebem os peregrinos. Todos bem sujos e mal cuidados. Assim são também os restaurantes e bares.
Não vi nada bonito ali e não me anima dormir em tal lugar.
Não por conta da gente simples que vai em caravana, mas pelo desrespeito das pessoas que vivem ali deste turismo e que são incapazes de investir em seus negócios.
 
É o maior Santuário que já fui até hoje (visto que ainda não sai do país).
Frequento o Santuário de Nossa Senhora Aparecida desde bem pequenininha, e na minha opinião é lugar obrigatório tanto para brasileiros quanto para estrangeiros.
É um templo enorme e justamente por isso não sei como citar todas as coisas que se tem ali, acho até que mesmo depois de tantas idas à Aparecida, não conheço nem a metade dela.
A Igreja é muito bonita, o altar fica exatamente no centro da igreja e os fiéis se posicionam nos bancos (ou até no chão ou em pé) ao redor do altar.
As missas tem horários certos, só se informar direitinho, acho que acontecem de 2 em 2 horas.
Tem lugar para acender vela, pagar promessas, comprar lembrancinhas e também uma praça de alimentação bem grande.
Recomendo à católicos e não católicos.
 
pois é catolicos, e também para os não catolicos, um local muito bonito, ponto turistico muito bom
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 23

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
36
Seus check-ins aqui
0