Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Santa Tereza Paes e Doces ?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Santa Tereza Paes e Doces

Santa Tereza Paes e Doces

Praça Doutor João Mendes, 150
- São Paulo , SP - 01001-000

Telefone: 11 3101-3105 | 3101-5667

Preço por pessoa:

$$ (Médio padrão)

Categoria:
Doceria
Ranking: #20 de 748
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Outras formas:
Horário de funcionamento:
Seg. a Dom.: 6h às 22h
Primeira opinião por:
Débora Cheruti
Detalhes:
Acesso para deficientes
Ar condicionado
Metrô/trem próximo: Sé (194 m)

Quer receber ofertas do Santa Tereza Paes e Doces ?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
2 estrelas
0
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(13)
Comida
(14)
Bebida
(11)
Custo-benefício
(13)
Atendimento
(13)
Mostrar:
Dicas  (19)
margarita
Vá com fome para experimentar de tudo um pouco
margarita
Caio Braz
A coxa creme deles é pedida obrigatória!
Caio B.
New Ping
É possível trocar meia porção de arroz por batata frita
New P.
Classificar por:
Opiniões   (28)
 
A Santa Tereza é uma padoca perto do meu trampo que ostenta o título de mais antiga de São Paulo, não sei se de fato ela é a mais antiga, mas é uma padaria bonita, bem organizadinha, com quadros pela parede em que a temática é a São Paulo antiga que são bem interessantes, existem dois ambientes e até um elevador charmosinho, Santa Tereza ampliou o conceito de padaria (como de certa forma é uma tendência) e também é restaurante, seus carros-chefes são a afamada Canja de Galinha, a Coxa-Creme ( uma coxa de galinha envolta em massa de coxinha, gostosa e que vale uma refeição, porque pesa bem no estômago), não é carro-chefe, mas vale a pena conferir também a pizza "Viva a Noite", se é que ainda fazem (hoje as coisas mudam muito rápido se você não é um habitué).
Para finalizar há uma história bizarra que dá um toque curioso à essa padoca tão tradicional: O dono, um "portuga" das antigas, chegou a ser internado pelos próprios filhos como incapaz, para que esses saciassem sua sanha pela grana da família, mas o caso ganhou notoriedade e parece que o bom português foi salvo desse ardil ( não sei bem ao certo se teve mesmo esse final feliz), enfim quem está no comando agora já são outros elementos com outras histórias, bizarras ou não. É isso!
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Happy hour, Paquerar, Relaxar, Experiências gastronômicas, Assistir esportes
 
Muito legal essa padaria! Minha amiga já tinha ido lá e gostado, então me levou pra conhecer.
A padaria tem dois andares, e olhando de fora, você não dá nada.
O térreo é a parte da padaria mesmo, onde há doces, pães etc. O andar de cima, funciona um restaurante, onde dá pra fazer um happy hour legal. O ambiente de cima tem uma decoração muito bonita :)
Resolvi pedir um lanche de bauru (R$ 6,90), uma caipirinha de saquê (R$ 10,90) e um milk shake de chocolate (R$ 6,90), tudo estava muito bom.
O atendimento é muito bom, os garçons são muito prestativos.
Bom para: Experiências gastronômicas, Casais, Famílias, Ir com amigos, Ir sozinho, Happy hour
 
a verdadeira coxinha!Feita com a coxa do frango,massa correta e a casca não é engordurada,mas consistente.
 
A Santa Tereza é uma padoca perto do meu trampo que ostenta o título de mais antiga de São Paulo, não sei se de fato ela é a mais antiga, mas é uma padaria bonita, bem organizadinha, com quadros pela parede em que a temática é a São Paulo antiga que são bem interessantes, existem dois ambientes e até um elevador charmosinho, Santa Tereza ampliou o conceito de padaria (como de certa forma é uma tendência) e também é restaurante, seus carros-chefes são a afamada Canja de Galinha, a Coxa-Creme ( uma coxa de galinha envolta em massa de coxinha, gostosa e que vale uma refeição, porque pesa bem no estômago), não é carro-chefe, mas vale a pena conferir também a pizza "Viva a Noite", se é que ainda fazem (hoje as coisas mudam muito rápido se você não é um habitué).
Para finalizar há uma história bizarra que dá um toque curioso à essa padoca tão tradicional: O dono, um "portuga" das antigas, chegou a ser internado pelos próprios filhos como incapaz, para que esses saciassem sua sanha pela grana da família, mas o caso ganhou notoriedade e parece que o bom português foi salvo desse ardil ( não sei bem ao certo se teve mesmo esse final feliz), enfim quem está no comando agora já são outros elementos com outras histórias, bizarras ou não. É isso!
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Happy hour, Paquerar, Relaxar, Experiências gastronômicas, Assistir esportes
 
Padaria mais famosa do velho centro da cidade, situada na praça João Mendes, que na época da inauguração da padaria se chamava Santa Tereza, que acabou por emprestar o nome ao estabelecimento, inaugurada na 1ª metade do século retrassado, na década de 1870, famosa por seus vários tipos de pães e pela coxa-creme ($4,50 a unidade) mais famosa e mais gostosa do centro. No local encontrará desde estudantes até advogados do Fórum que fica nas proximidades, a padaria está situada num casarão antigo, tendo 02 andares, no andar inferior fica a padaria e seus deliciosos pães e bolos, a famosa vitrine de doces e é o local onde pode tomar um delicioso expresso ou um suco natural das frutas expostas num balcão, destaque para os deliciosos e imensos salgados $2,90 a unidade,a esfiha de carne é muito bem recheada com carne muito bem temperada, além do delicioso lanche de pernil, é de dar água na boca, e os saborosos mini salgados e mini docinhos que são vendidos por quilo e as pizzas que também são muito bem feitas e os lanches, uhumm saborosos, destaque para o Bélgica (15,90) com rosbife e muçarela de búfala, de tão grande é servido no prato;já no andar superiorfunciona até às 15 horas um elegante restaurante, com chão de taco e quadros com fotos antigas da cidade espalhados pela parede, serve pratos que numa boa da para dividir para 02 pessoas, quando eu e alguns amigos estivemos lá pela última vez, pedimos uma salada gigante que vinha de tudo: palmito, tomate seco, alface, presunto, só não me recordo o nome desta salada e de prato principal pedimos filé de pescada ao molho de alcaparras $22,90, com direito a 03 guarnições, e tomamos um delicioso vinho branco, muito bom. Os chapeiros são todos muito divertidos e são verdadeiros mestres na arte de fazer lanches, a casa fica sempre lotada e um lugarzinho no balcãopode ser disputado dependendo do horário,parada obrigatória para quem esta pela região.
Dica: Aproveite nesta época do ano, a padaria serve muitas guloseimas julinas: quentão, vinho quente, bolo de mandioca, arroz doce e outros e as cestas de
Bom para: Almoçar, Tomar café-da-manhã
 
Pingado e pão na chata, o verdadeiro “café paulista”.

Foi esse conceito que me motivou saber onde estaria 'o melhor pingado', aqui em São Paulo. Depois de ler vários “artigos” sobre Pingado, soube que o *genuíno estava na Padaria Santa Tereza.

Cheguei lá com minha irmã em um sábado pela manhã .

Bom atendimento, ambiente tranquilo. Era aproximadamente 9:30. Logo pedi um pingado e um pão na chapa. Minha irmã pediu um bolo e suco de laranja.

Eu esperava o pingado num como americano, mas este veio em uma xicara média. Estava muito bom e agradável.

Saber que a padaria serve aquele café, a mais de 100 anos, parece que dá um sabor diferente. Use a imaginação e sinta a São Paulo antiga.

Ultimamente fiquei sabendo que lá também tem uma Coxa Creme, que é uma das mais populares, (ou a mais popular) de São Paulo. Ainda não tive a oportunidade de ir prova-la, mas muito em breve voltarei.

Bom para: Tomar café-da-manhã, conversar.
Dica: Pingado e pão na chapa
Bom para: Gastar pouco
 
Como sempre, a famosa coxa creme de lá é grande e com uma casquinha crocante e sequinha. É uma baita coxa de frango.
A padaria além disso serve pratos diversos, tem um balcão de pães, outro de salgados, sanduiches, cachorro quente, etc.
 
Ótimas pizzas e lanches. Serviço rápido para quem quer comer algo gostoso e ser servido logo.
Dica: Peça a coxa de frango creme.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Happy hour, Ponto turístico
 
Padaria/restaurante bem escondido no centro de São Paulo, quem não conhece, passa na frente e nem precebe a padaria, muito menos o restaurante.

O local tem dois andares, sendo a padaria no térreo e um restaurante excelente no andar de cima, porém a escada para o restaurante pode passar despercebida.

O ambiente do restaurante é muito bom, remetendo à épocas mais antigas da cidade de São Paulo, inclusive os móveis.

O atendimento é rápido e muito bom, você nunca fica esperando um garçom quando precisa.

A variedade do cárdápio é boa, com todos os pratos bem explicados no menu, inclusive quantas pessoas servem! A comida é muito boa, vale a pena!

A conta é por meio de comandas indíviduais, portanto você tem que ir até o caixa pagar a conta depois da refeição.
Dica: A coxa creme deles é pedida obrigatória!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias, Jantar, Almoçar
 
Esse é realmente um lugar que pode receber várias classificações. Com PFs, sopas, pizzas e massas é um restaurante. Com salgados, pães e bolos, uma padaria. Com a variedade de bebidas, importadas e não, bar. E ainda conta com alguns produtos de mercearia, como salgadinhos, bolachas...

O lugar conta com dois andares. A padaria fica no primeiro andar e todas as cadeiras são no balcão. Existe há mais de 40 anos e manteve bem o estilo.

Infelizmente, no dia que eu fui os salgados que pedimos estavam muito secos. E foram muitas tentativas de chamar a atenção dos atendentes até que um respondesse. Isso porque o lugar não estava cheio.

Vale a pena a visita pelo histórico e dar uma olhada nos quadros com fotos antigas da cidade.
 
A Padaria é a melhor opção para quem está nas imediações e quer fazer uma refeição rápida sentado no balcão.

Minha sugestão são as pizzas que estão sempre fresquinhas e deliciosa.

Gosto muito da padaria, mas infelizmente os atendentes do balão sempre estão muito mal humorados, algo pra mim, não combina com estabelecimento comercial.
 
A padaria mais antiga da cidade – inaugurada em 1872 – resolveu estimular a interação com seu público promovendo um concurso de receitas entre os clientes. A vencedora teve a honra de ver seu prato incluído no cardápio.
Eram três os finalistas. A primeira receita que provamos foi uma bruscheta tradicional. Bem-feita, sem dúvida, mas aquém das outras duas concorrentes.

O segundo prato foi um bacalhau com natas na cumbuca – foi apresentado na cumbuca e transferido em seguida para o prato. Receita das mais interessantes, com uma boa mistura de ingredientes. Chegou com um certo excesso de sal, é verdade, mas nada grave. Recebeu a maioria dos votos do júri popular, formado por pessoas que acompanharam o evento.

Por último, fomos servidos da Porção do Amor Perfeito, feita à base de carne seca bem temperada e acompanhada por mandioca, que por um probleminha precisou ser substituída por polenta. Ótima na apresentação e no sabor, foi eleita com cinco dos seis votos do júri, incluindo os nossos.

A autora da receita, dona Meire Eliana Ferrari de Mello, levou pra casa um trófeu, uma cesta de produtos da padaria, além de um avental de chef.

Foi uma tarde das mais agradáveis para nós e só temos a agradecer aos organizadores pelo convite.

Quem passa à frente da padaria Santa Tereza talvez não faça ideia de que além do ambiente simples do piso térreo, o espaço conta com um restaurante muito bem ambientado no andar superior. O cardápio inclui boa variedade de pratos à base de carne, frango e peixe. Bom local para uma refeição tranquila em meio ao burburinho da região da Sé.

Brincando de Chef – www.brincandodechef.com.br
 
Ótima padaria no Centro, boa opção. Atrás da catedral da Sé, na praça João Mendes.

Grande e espaçosa, com mesas e ampla bancada, serve almoço, lanches, pães, doces e tudo mais de padaria. É daquelas padarias que adoro, bem organizadas, bonitas, com comida boa.

Só achei os preços meio caros. Um simples filé de frango custa R$25 aqui. Meio sem noção. Acabei nem comendo e pedi só um salgado mesmo - tava duro, confesso! Aliás, os salgados são bons.

O atendimento é mediano. Vale a pena vir aqui de vez em quando - se seu vale-refeição suportar!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias, Ir sozinho, Almoçar
 
Tenho sorte de trabalhar próximo à padaria mais antiga de SP.
De sexta feira, no happy hour fica lotado, advogados, juízes, e pessoas que trabalham na região.
Tem um pão francês muito bom, coxa creme gostosa e que vale uma refeição, canja de galinha deliciosa, filé à parmegiana muito bem servido e gostoso, tudo à preço razoáveis.
Gosto tb do torresmo deles, crocante e cortado em pequenos pedaços, ficando mais fácil de comer sem quebrar os dentes...rs..
Há uma variedade de pizzas servidas no balcão, com massa fininha e com boa cobertura.
Tem a opção do restaurante que fica no andar superior, e é bem decorado com detalhes que nos remete à nostalgia de SP dos tempos antigos.
Ao contrário de algumas opiniões dos kekanteiros, acho o atendimento deles bom.
Estou para experimentar o hamburguer deles, pois, no cardápio cita que é de fabricação caseira. Se for na mesma linha das quitutes citadas não me decepcionarei.
Dica: Vá com fome para experimentar de tudo um pouco
Bom para: Ir com amigos, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Experiências gastronômicas
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 28

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
31
Seus check-ins aqui
0