Rua 25 de Março

Endereço: Rua 25 de Março , - São Paulo , SP - Brasil

Categoria:

Lojas, Shoppings e Compras

 
Primeira opinião
Marcos Coqs
Horário de funcionamento
Seg.
9h - 17h
Ter.
9h - 17h
Qua.
9h - 17h
Qui.
9h - 17h
Sex.
9h - 17h


Detalhes
  • Inaugurado em 1985
  • Local para comer
  • Estacionamento: muito caro e ruim

 Informações Conferidas em Out/2014


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/rua-25-de-marco
Notas específicas:
Atendimento
(114)
Custo-benefício
(125)
Ambiente
(36)
Limpeza
(7)
Produto/Serviço
(6)
Dicas Ver mais
Opiniões
Essa "rua" conhecida por ser o paraíso das bijous e das tranqueiras que a mulherada adora, anda bem inflacionada viu!
Antigamente com 5 reais, você saía de lá com 10 brincos, 7 pulseiras, 5 aneis, duas bolsas e ainda um negocio de fazer bolinhas de sabão, hoje em dia com isso você nao compra nada. Só passa nervoso. Minha dica: compre pela internet, muitas das lojas já tem os produtos disponíveis nos sites e entregam! Você nao precisa se desgastar e ir até lá.
Mas caso não tenha opção, boa sorte!
Vá de tenis, roupa confortavel, bolsinha pequena, com apenas o necessário e em hipótese nenhuma leve alguém do sexo masculino, eles não tem paciência de entrar nas lojas e vão querer ir embora rapido ou ficar te apressando. Vá com as amigas e ande de mãos dadas, sério! Porque lá é tenso.
As calçadas estão sendo ocupadas pelas barraquinhas, pessoas que vão lá comprar, por gente fazendo artesanato na hora, performances ao vivo, estátuas vivas, decorações natalinas, policiais, moradores de rua, por pessoas MUITO inconvenientes que ficam te assustando com um massageador na cabeça, ou nas costas, pelos irritantes que ficam apitando um negocio que parece choro de bebê, pessoas fazendo bolinhas de sabão na sua cara, empinando pipas e por uns "vendedores" muito muito muiiito estranhos que te puxam e perguntam se você quer comprar camisetas ou relógios importados... Mas mais parece que vão te sequestrar, isso é de fato, muito sinistro. Ou seja, ande pela rua se quiser fugir das muvucas, até porque é uma região muito conhecida por furtos, fique sempre atenta aos seus pertences.
Coma antes, porque lá não tem nenhum lugar atrativo pra comer, com excessão do mc donalds que está sempre hiper mega master lotado, todo o resto parece ser um pouco sujo, na minha opinião.
Leve dinheiro em espécie, porque as barraquinhas não costumam ter maquininha de cartão, e as que tem as vezes cobram uma taxa adicional.

Algumas lojas tem preço mínimo de compras, ou o valor de atacado e varejo dá uma bela variada, por isso é interessante ir com bastante gente, e verificar isso antes de entrar.

As lojas mais legais de lá estão com preços bem salgados, no padrão shopping! Tem que dar uma boa andada para achar coisas custo x beneficio interessante!
Já fui algumas vezes na 25 de março,mas quando vou para São Paulo não gosto de ir lá ainda mais no final de semana que é uma muvuca,muita gente!!!
Só que desta vez não tive escapatória tive que ir comprar umas medalhinhas de santinho redondos e pequenininhos pra colocar como lembrancinha nos bem-casados e outras coisitas mais.
Fui em plena segunda feira achando que ia estar sem muita gente , que engano!!Cheguei quase dez horas o movimento já estava começando ....bom pelo menos não é igual ao fim de semana que as vezes não dá nem para andar direito,tem que cuidar da bolsa ,pois sempre tem algum gatuno de olho ,ir de tenis, chinelo ou rasteirinha confortáveis,roupas leves,passar um protetor solar pois o sol estava de rachar!!!
Para quem adora bijouterias é um ótimo lugar para comprar todos os apetrechos para montar, calçados mais ou menos, brinquedos e e enfeites para casa,eletronicos,para quem gosta de fazer bijouterias tem várias lojas num predio quando desce a ladeira do lado esquerdo,não na rua ,acessórios para festas, para bailes ,casamentos ,bolsas de diversos modelos,fantasias,uma infinidades de lojas de bijouterias,etc.
Tem vários prédios com várias lojas de acessórios e lembranças para quem vai casar,diversos tipos de bijouterias.,enfeites e lembranças para chás de bebes.,lingeries,etc
Eu por incrível que pareça AMO a 25 de Março, porque lá tem de tudo e com um preço extremamente justo.

Vou lá tanto para fazer compras próprias como pra comprar e revender, já que é tão barato e o lucro vem rápido.

Mas evitem vésperas de datas comemorativas, é impossivel andar lá em época de páscoa, natal, dia das crianças, dia dos namorados e afins! Você com certeza já deve ter visto inúmeras reportagens na TV sobre isso! E cuidado com as bolsas, não levem nada nos bolsos, e vá com roupa simples, tênis para andar bastante e mochila, não vai de bolsa porque é mais complicado tomar conta lá! De mochila você carrega ela na frente do corpo e deixa seus pertences em segurança.

Esses dias fui lá para comprar um produto que revendo para uma loja da Vila Mariana e deixei a mochila nas costas, porque sabia que não tinha nada de valor que fosse do alcance, caso alguém tentasse abrir, e não deu outra! Quando resolvi passar a bolsa para frente vi que o primeiro bolso estava totalmente aberto, e ninguém te avisa nada, isso é um problema também. E não foi uma vez, só...já aconteceu em época de natal, por estar lotado, colocarem a mão no meu bolso e tentarem levar um mp3 (faz um tempo já). E ainda gritaram "celular", antes de eu empurrar a mão da mulher e ela sumir na multidão.

Nunca fui roubada, mas já tentaram duas vezes, por isso que digo pra não ir com colar, bolsa, salto e essas coisas. Quanto mais simples você parecer, mais chances de te deixarem em paz! Eu quando vou pareço uma caminhoneira! ahhahahahahaha

Ah, outra dica é em época de volta as aulas...procura comprar os materiais sempre bem antes, porque lojas como armarinhos fernando fica UM I N F E R N O, com mais gente do que a loja permite e filas entre os corredores que te impedem de andar por todos os setores e comprar as coisas direito e com calma.
Bom, a rua 25 de Março dispensa muitos comentários, ja vista em novelas e jornais, ela é um polo comercial de São Paulo, realmente para quem gosta de compras diversas, bons preços e diversidade vale a pena conhecer.
Eletrônicos, Armarinhos, Roupas , lá tem de tudo e mais um pouco, só cuidado ao comprar, verificar bem a mercadoria pois tem de todas as procedências.
Para quem não sabe ela fica pertinho do mercado municipal, então vale a pena fazer as compras e dar uma passadinha no Mercadão.
Eu simplesmente amo a 25 de março. Sou professora e vira e mexe preciso de algumas coisas que uso nas minhas aulas e aqui em Campinas não encontro tudo que quero e preciso. Então, sempre dou um pulo lá na 25. Mesmo gastando com a passagem de ida e volta compensa no final.
Lá é possível encontrar de tudo. E não é exagero quando dizem que encontra-se de tudo.
Pra ir lá é bem tranquilo. Sempre vou de ônibus de Campinas e chegando la só ando de metrô porque é o meio mais fácil e tranquilo de andar em São Paulo, ainda mais caso não conheça a cidade.
Normalmente fico mais na principal, mas andei descobrindo várias lojinhas nas ruas que cortam a 25 e me surpreendi com a variedade de coisas.
Tem as lojas mais famosas, em que você acha tudo que precisa em um lugar só, mas andando um pouco (ou muito) você consegue preços beeeem competitivos, bem baratos mesmo.
Uma dica também é prestar atenção no que você está carregando. Embora haja bastante policiamento na região, não é bom dar bobeira. Eu mesma quase perdi meu celular numa das primeiras vezes que fui. Se não fosse minha mãe ter visto e gritado com o cara pegando meu celular, com certeza ele teria levado. O ideal é ir com uma bolsa transversal que não tenha bolsos dos lados ou na frente, simples, e andar com ela sempre na frente por via das dúvidas.
E tem que andar mesmo, não adianta ir la com o tempo contado porque você acaba perdendo a oportunidade de conhecer todo o comércio e conseguir comprar coisas com preços bons.
Pra comer tem o bom e até que confiável Mc donalds, além é claro do Mercado Municipal que tá bem pertinho. Mas recentemente descobri uma lanchonete árabe lá que é muito boa e com pratos e salgados muito gostosos e de boa procedência, o que não é comum.
Não é legal comer em qualquer lugar por lá, e também , nunca compre água das pessoas que estão vendendo na rua, porque nem sempre é mineral mesmo, a procedência é meio duvidosa.
Ahhh, e nem adianta ir lá pensando que vai andar de boa num lugar vazio. Lá está sempre cheio, não tem jeito. Se você não quer andar na muvuca, evite ir em épocas de festas de fim de ano ou em feriado. Não vai estar vazio, e sim menos cheio
Enfim, se você tem tempo e disposição e precisa fazer compras gastando pouco, a 25 de Março é o lugar certo
A Rua 25 de Março é a rua de comércio popular mais badalada do Brasil, se podemos assim dizer! Fica no centro antigo de SP, com fácil acesso por uma das saídas da estação de metrô São Bento (a que fica na Ladeira Porto Geral).
Na região você pode encontrar de tudo para vender. Desde um simples chocolate no camelô, bijus, bolsas, sapatos, perfumes, fantasias, artigos para artesanato, tecidos, flores artificiais, brinquedos, artigos de papelaria, embalagens, utilidades domésticas, enfim, é um lugar para se comprar todo tipo de produto, com preços bem em conta. O comércio do local também é muito procurado em épocas festivas, como Natal, dia das crianças, carnaval...
Nessas datas, fica até meio impraticável caminhar pelos locais, então se você decidir economizar um tutu e ir, indico três coisas: precaução, fé e paciência. Porque apesar de eu até achar divertido caminhar pela região e ver um monte de badulaques a venda, é extremamente cansativo. Por isso vá com roupas confortáveis.
E fique de olho nas bolsas, carteiras e crianças.
Depois vá no Mercadão, que fica ali pelas redondezas fazer um lanchinho e descansar os pés, rs....
Sou suspeita para falar da 25 de março pois, se tem um lugar que eu odeio mais que tudo em São Paulo esse lugar é a 25 de março, mas vou tentar escrever uma opinião sem sacrificar a coitadinha, afinal, se ela vive lotada de gente é porque coisas boas ela tem! rs

Como boa paulistana que sou já fui várias vezes na 25 de março, às vezes por necessidade mas a maioria para acompanhar alguém.

Bom, na 25 de março você vai encontrar simplesmente de tudo: coisas para decoração da casa, tecidos, roupas de cama mesa e banho, tapetes, fantasias, bijuterias, material escolar, eletrônicos, perfumes, bolsas, brinquedos, enfeites, material de artesanato, lãs, casas àrabes (essas eu adoro), enfim, tudo o que é bugiganga você encontra nesse lugar. Compensa ir? Compensa, se você não ligar para a bagunça e indelicadeza das pessoas e ainda assim conseguir lembrar por que mesmo você foi lá rs.

Para encontrar o que se está procurando, prepare-se para andar, pesquisar preços, qualidade e enfrentar uma multidão de pessoas de todos os cantos do Brasil se espremendo para conseguir entrar nas lojas ou andar na calçada.

A 25 de março também é cheia de camelôs, que vendem produtos mais baratos que nas lojas, e muitas vezes é o mesmo produto.

Na 25 de março você também encontra a famosa loja Armarinhos Fernando que vende de tudo, tudo mesmo, com preços bem atrativos, mas tenha muita paciência se decidir entrar nessa loja.

Na época de natal a 25 de março fica intransitável, e quanto mais se aproxima o natal, mais e mais gente se concentra nesse lugar. As pessoas vão em busca de enfeites, coisas para a decoração da ceia, e principalmente dos presentes que deixaram para a última hora. Próximo do natal as lojas da 25 de março passam a abrir aos domingos também.

Já no mês de janeiro o movimento pode até diminuir um pouco, mas não muito. É a vez das pessoas irem atrás da lista de material escolar, e a economia é boa.

No geral compensa ir na 25 de março, a economia é boa, mas tenha um objetivo para não ficar rodando sem rumo e acabar levando o que não precisa.

Para se chegar na 25 de março, dê preferência para ir de metrô (estação da Luz ou São Bento), pois o trânsito é muito ruim e os estacionamentos são caríssimos. Se for de carro pare em uma estação de trem que tenha estacionamento e termine o percurso até a estação Luz ou São Bento de metrô.
Não sou frequentadora, mas passei um dia de carro por lá no fim do dia, fiz o check-in e levei a Prefeitura, então preciso honrar o meu cargo e escrever uma resenha sobre essa importante rua de compras de São Paulo! ;)
A rua 25 de Março chega a receber diariamente mais de 400.000 pessoas e esse número pode dobrar quando chega a época do Natal! Uau! É muita gente e como não tenho paciência, não a frequento, mas admiro quem vai e garimpa ótimas peças! ;)
Você poderá encontrar por lá lojas de bijouterias, tecidos, artigos esportivos, fantasias, lingeries e muitas outras coisas. Algumas lojas vendem no varejo e outras só por atacado. O preço costuma ser bom, compensando o tumulto.
Há mercadorias falsas e contrabandeadas e se o seu intuito não for comprar esse tipo de mercadoria, fique esperta e desconfie de produtos de grife pela metade do preço! ;)
A Rua 25 de Março nada mais é do que o paraíso para quem quer comprar comprar e comprar! Toda vez que estou em São Paulo, dou uma passadinha por lá, nem que seja pra comprar somente alguma bobagem. E adivinha? Sempre vou sozinha... porque pelo que percebi todos os paulistas já estão bem cansados de andar por lá e nunca ninguém quer ir comigo, haha.

Mas também!! "Caos" é o que define esse lugar! Muita gente, muita sacola batendo em você, muito calor, muito esfrega esfrega, muita gritaria na orelha. Realmente tem que ter paciência. O legal é sempre ir de manhã, quando o clima estiver agradável, e usar roupas confortáveis. Não leve bolsas grandes e nem fique dando bobeira por lá, o legal é levar somente uma bolsinha pequena e andar com ela na transversal, pra não ter dor de cabeça!

O metrô é a sua solução mais prática para chegar até lá. Você pode descer tanto na Estação Luz, quanto na Estação São Bento (uma de suas saídas está localizada na Ladeira Porto Geral, o principal acesso para a 25), ambas na Linha Azul do metrô. Se preferir ir de carro, o lado bom é que se você for comprar muita coisa, você pode ir guardando as sacolas no carro, mas você NÃO VAI ACHAR VAGA NA REGIÃO, haha. Sinto muito!

Lá você vai encontrar simplesmente de tudo: roupas, acessórios, produtos de beleza, lojas de tecido, fantasias, material escolar, lojas de cama, mesa e banho, produtos eletrônicos, brinquedos, enfeites, lojas de artesanato, lã, enfim... TUDO!!! E claro, muitas lojas de chineses e japoneses, que eu particularmente evito, pois eles adoram debochar da sua cara e ficar falando mal de você na língua deles, que é pra te sacanear mesmo!!!!!

Já na rua a quantidade de quiosques e vendedores ambulantes é absurda! Eles querem testar os produtos em você (principalmente as maquininhas de massagem) e se você der moral você não consegue andar em paz, porque a todo momento eles vão tentar te parar.

Uma coisa que me incomoda um pouco na 25 é que são muitas ruas e muitas lojas, então é muito fácil você ficar andando, andando, andando, e simplesmente não ver absolutamente nada. Além do mais, muitas lojas vendem o mesmo produto, mas alguma loja escondidinha é a confiável, e se você não souber, pode acabar sendo passado pra trás. Também tem muita loja boa nas redondezas, e se você não conhecer e não se informar antes, pode passar batido por essas lojas. Então antes de ir tente se informar com alguém que já conheça o local, de uma olhadinha na internet e se informe. Eu as vezes até pergunto para os policiais que ficam por ali, haha!

Boas compras!!!

via iPhone

O Paraíso das compras, ou das bugigangas... Enfim é um lugar onde se encontra de tudo roupas, acessórios, bijuterias, tecidos, objetos de decoração para casa para festa e tudo o mais que você imaginar e caso o que você imaginar não venda, aproveite a oportunidade e va vender, rs afinal tudo o que se oferte nessa rua encontra um comprador. Não sou de ir sempre, mas gosto de ir dar uma passada as vezes o problema é ficar sempre preocupado com sua bolsa p/ ninguém roubar, com pessoas mal educadas e aqueles vendedores ambulantes que querem te forçar a comprar algo e se acham no direito de ficarem te puxando ou testando seus produtos em você sem sua permissão por exemplo aqueles massageadores que passam nas suas costas sem você estar preparado levando um baita susto!
Mas pontos negativos a parte vale a pena dar aquela caçada e comprar algumas coisas legais e com ótimos preços!
Rua famosa pela quantidade de estabelecimentos e camelôs, pelos 15645641 produtos vendidos e preço "imperdível".
Costuma estar repleta de consumidores (e batedores de carteira) que fazem da rua um calçadão e torna o pedestre preferência sobre os carros pelo simples fato de não ter opção.
Para explorar a região é preciso paciência...MUITA paciência, mas pode ser compensada com uma passada no Mercadão de SP que fica logo ali atrás.
Visitar esta rua é um treino mais eficaz que um treinamento ninja pois é necessário aguentar a gritaria, desviar de forma perspicaz das inúmeras sacolas, gerar um escudo para defesa de seus bens e desenvolver olhos de gavião para identificar o que presta e o que não presta.
Programe-se e faça todas as compras do ano em um único dia e não esquecer de nada.
Pois é... uns amam, outros odeiam, mas não dá pra negar que é um aglomerado de lojinhas que comercializam de tudo que você possa imaginar. Tecidos, viés, armarinhos em geral, bijuteria, sapatos, bolsas, decoração, flores, fantasias, óculos... pense em algo que você precisa e é bem provável que você encontre aqui.

O acesso é fácil, metrô, ônibus, até de carro dá pra vir e estacionar por perto (mas o preço do estacionamento é salgado).

Próximo as datas comemorativas o movimento dobra, triplica, chegando a ficar insuportável.
Os preços são convidativos, mas nem tudo só porque é barato é prestável...rs fica a dica.
A Rua 25 de Março é a referência de uma grande região de comércio popular composta por ela e por outras ruas em seu entorno.
A maior parte do comércio local é composta por lojas de rua, entretanto também há várias galerias, algumas especializadas em um tema, como bolsas, por exemplo.
Muitas lojas de roupas, calçados, bolsas e uma infinidade de lojas de produtos eletrônicos. Além das lojas, em alguns pontos também é significativa a presença dos camelôs. Pelo que pude ver, os preços praticados por eles são praticamente os mesmos praticados pelas lojas.
O volume de pessoas que circula pelo local é impressionantemente grande. As calçadas ficam tomadas de gente, tornando difícil caminhar em alguns pontos. Tal movimento ocorre até mesmo dentro de algumas lojas ou galerias, em que chega a ser desconfortável a circulação.
É um bom lugar para compras, mas que deve-se ir disposto a caminhar bastante e sem frescura. Lá podem ser comprados vários tipos de produtos com bom preço, mas não espere um passeio cheio de conforto.
Tenho uma relação de amor e ódio com a Rua 25 de março. Amor pq vc encontra de TU-DO nesta rua! E tudo por um preço mais acessível.E ódio pq esse local vive cheio de gente, é ruim para andar, e vir de carro então, nem pensar... As ruas ficam tomadas pelos pedestres.

Muitas das lojas vendem por atacado com um preço mais em conta e varejo um pouco mais caro e algumas vendem somente por atacado.

Um bom lugar para se comprar bijuterias, artigos para festas, fantasias, tecidos, artigos de artesanato, brinquedos, acessórios para casa, lingerie e moda praia.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 530

Nota geral Você conhece o Rua 25 de Março? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)