Robin Des Bois

Endereço: Rua Capote Valente, 86 , Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 3063-27...

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Francês

  | Rank: 14º de 92
Preço por pessoa
$$$$ (De R$26 até R$50)
Bom para
Encontros românticos
Horário de funcionamento
Seg.
19h - 0h
Ter.
19h - 0h
Qua.
19h - 0h
Qui.
19h - 0h
Sex.
19h - 2h
Sáb.
12h - 2h
Dom.
12h - 23h

Redes sociais
robindesboissp
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:
cash, credit card, debit card
Primeira opinião
Claudio Kawano
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Área para fumantes
  • Wi-fi
  • Estacionamento

Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Contato
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/robin-des-bois
Notas específicas:
Ambiente
(8)
Comida
(8)
Atendimento
(8)
Bebida
(7)
Custo-benefício
(8)
Dicas
Entre no site para ver o cardápio, tem não só as opções mas também os preços!
Paula T.
Faça reserva, principalmente sexta e sabado a noite
Pedro S.
Não fazem reserva pelo telefone e no site do restô tem o cardápio e preços.
Mayara Y.
Frutos do mar
Vanessa F.
Opiniões
O Robin de Bois já foi meu restaurante-delícia. Aquele que você vai pra sentar e ficar algum tempo com os amigos, conversando e bebendo um bom vinho. O tartare de salmão é incrível, e meu prato predileto, o medalhão de filé mignon com molho dijon é um sonho.

Desencantei no dia em que, assim que meu prato chegou, vi um fio de cabelo em arco decorando o topo do risoto. Chamei o garçom, que disse não ter visto nada. Bom, claro que ele não viu, porque ele ficou na frente da janela que jogava a luz no prato... Assim que se reposicionou, percebeu que havia mesmo uma coisa errada com o prato e, muito educadamente, levou o prato de volta pra cozinha e trouxe um novo. Pelo menos disse que era outro, e eu prefiro acreditar...

São acidentes, coisas que acontecem, tanto que comi e paguei normalmente o meu prato, mas nunca mais voltei a casa. Às vezes me bate uma saudade, uma vontade de voltar lá e comer outro medalhão, além de experimentar um atrativo deles, que é o prato com mexilhões, mas não tive mais coragem.

Pra quem não é fresco, vá de olhos fechados, porque esse foi o único "probleminha" que tive. A comida é deliciosa, o atendimento é ótimo, e só o preço que te deixa bem triste no final. Mas o que importa é a barriga cheia, e de boa comida, não é mesmo? Vale conhecer. Mas atentem se não há uma decoração diferente no prato, ok?
Pra quem gosta de culinária francesa ou não, esse restaurante vale a pena.

Ambiente intimista e romântico, acredito que seja melhor para ir em casal, mas não exclusivamente.

Quando fui, estava tocando uma Bjork básica, muito gostoso.

Dos pratos: não sou uma grande conhecedora da culinária francesa, mas no cardápio vem tudo bem explicado e o garçom também ajuda.

Pedi um filé mignon ao molho de shitake e shimeji e purê de mandioquinha: delicioso. O filé no ponto, molho dando um saborzinho a mais e o purê bem encorpado e temperadinho.

O Pedro pediu um cassoulet, prato típico. É uma espécie de purê com carne de porco, carne de pato, batata e mais algumas coisas. DELICIOSO! Acho que gostei mais desse do que meu próprio prato hehehe.

Entrada: um mix de queijos com pedacinhos de pão italiano para molhar. Simples e gostoso.

Sobremesa: pedi o clássico Creme Brulée. Crostinha por fora e cremoso por dentro. Na medida!
A cozinha francesa é caracterizada por usar ingredientes simples de forma requintada. É baseada em pato, filé mignon, foie gras, legumes, tomate, batata, peixes de água doce, frutos do mar e bastante manteiga, vinho branco, ervas e especiarias pra temperar. Sou completamente devota desta culinária e não perco a oportunidade de conhecer mais um restaurante francês.

Ultimamente, visitei o Robin des Bois em Pinheiros. Esta foi uma bela indicação de um amigo tão guloso quanto eu. Indicação dele é lei, uma vez que me apresentou os lugares que mais frequento atualmente.

Este bistrô é filial de uma casa homônima localizada em Nova Iorque. O cardápio oferece os pratos clássicos (como Croque Monsieur, Filé mignon com mostarda Dijon) e outros mais contemporâneos inspirados na culinária francesa agregado ao sabor cosmopolita.

O Robin é um pouco diferente dos franceses que já visitei: o salão é maior (mas, claro, é tipicamente dividido em 3 ambientes), clima rústico e, infelizmente, não tinha Edith Piaf como trilha sonora. Mas este lance da música foi um mero detalhe pois todo o “resto” compensou. Atendimento muito bom somado a belíssimos pratos e um bom vinho só pode resultar em uma noite incrível.

Através de um blog amigo, vi que os mariscos eram o carro chefe. Então, o Hilton pediu o Marisco com leite de coco e curry guarnecido de batatas fritas. Harmonização bem interessante, estava divino. O molusco era cozido no vapor, o que proporcionou uma consistência cremosa (e não borrachuda). Era picante, quente e revigorante. Veio em charmosas panelinhas de ferro e acompanhado de uma cestinha de pães para “xuxar” no molhinho que sobrava na panela.

Já eu não resisto a um magret de pato e realmente não me arrependi do meu pedido. O pato (no ponto certo, ou seja, quase crú) acompanhava um saboroso e consistente molho de framboesa, ratatouille (famosa receita francesa) e gratin de batatas que estava um espetáculo a parte.

Como sobremesa, pedimos o Brulée (já comi melhores) e o Mil folhas de morango com sorvete de gengibre. Este sim, surpreendeu e emocionou! rs

Pra quem gosta ou quer conhecer a culinária francesa, recomendo demais este lugar. E garanto que é bastante comida sim! hehehehe
É um restaurante francês diferente, foge do convencional e agrada bastante.. É mais rústico e sem tantas formalidades!
Ótimo para ir com amigos, familia ou em casal..
Para começar peça a tábua de frios: deliciosa e farta.. agrada a qualquer um!
Como prato principal pedi o frango recheado de farofa de abobrinha.. mas não fui mto feliz na minha escolha pq estava um pouco seco..
Quero ir novamente para provar o tartar
Finalmente, fui conhecer o bistrô Robin des Bois!!! Ao contrário da maioria dos bistrôs, que normalmente tem um clima mais romântico, este tem um clima bem despojado, ideal para juntar os amigos, sabe??? Ele está mais para um bistrô medieval do que para um bistrô francês hehehehhe. E quem ficou se perguntado o porque do medieval, é pela decoração!!! O Robin des Bois, que é uma filial do restaurante de Nova York, abriu há 3 anos em Pinheiros (bem do lado da Maria Brigadeiro) e eu, realmente, nunca tinha ouvido nada sobre ele. O garçom me explicou que é esse o objetivo mesmo, fazer sucesso pelo boca a boca, tanto que eles não fazem nenhuma divulgação e na fachada não tem nome e nenhuma indicação que ali é um restaurante.

Normalmente são os mesmos clientes que vão e eles acabam levando novos clientes. Todos que trabalham lá são bem jovens e super atenciosos, dão explicação e dicas sobre os pratos ou conversam sobre política, jogo de futebol, etc etc etc. É esse clima bem informal que a casa quer mesmo. Eu adorei!!! Com certeza, devo fazer parte dos habitués em breve hehehehhehe. Super recomendo!!! Fica a dica pessoal
Ah! Na parte de cima, eles tem um espaço para quem quiser comemorar o aniversário ou qualquer outro evento.
Tudo que já escreveram aqui antes de mim sobre o serviço, ambiente e decoração serem muito bons comprovei ontem (07/02/2013), gostei muito e os pratos estavam deliciosos.

Recomendo:
1) Medalhão de filet mignon com molho dijon e gratin de batatas e

2) Filet recheado com brie, molho de ervas finas e purê de mandioquinha com roquefort
(prá quem, como eu, não curte roquefort, aviso que é muito suave, ficou deliciosa a combinação com o purê)

Sobremesa: Creme Brulée, muito bom!
O Robin Des Bois é um local bem versátil.
O cardápio vai desde opções variadas de pestiscos, para o happy hour com os colegas do trabalho; passando por hamburgueres caprichados para matar a fome com amigos; até pratos mais sofisticados de carnes, aves e massas para um jantarzinho agradável.

O ambiente tem uma meia luz convidativa para datas românticas, mas que não chega a ser inapropriado ou incômodo para momentos mais descontraídos.

O atendimento é exemplar.

Aproveitei o restaurantweek para conhecer o local. Proveie o Fricassé de galinha d’Angola com molho roquefort e purê de batata doce, estava bom , mas um pouco enjoativo para o meu paladar. Já a entrada (steak tartar) e a sobremesa (provei ambas) estavam perfeitas.
Primeira opinião do lugar
Excelente bistrô com 03 ambientes super agradáveis!!! Um no andar de cima parecido com o ambiente de baixo, lembrando bem os restaurantes franceses com toque retrô e outro em frente ao bar, mais aberto, cheio de plantas...Um dos poucos restaurantes franceses onde os pratos são realmente bem servidos e deliciosos!!! E outro ponto importante é que os preços são justos e vale a pena conhecer!!! Atendimento excelente, muito atenciosos e rápidos!!! Para quem gosta de pato, o patê campagne é uma boa pedida para iniciar!!! O escalope de filet mignon com mandioquinha, roquefort, shimeji e shitake é excelente!!! O medalhão de filet ao roquefort também é muito bom!!! De sobremesa, o crepe de frutas vermelhas com sorvete de creme é simplesmente fantástico!!! Vale a pena conhecer!!!
Um restaurante aconchegante e com decoração interessante. Fui uma vez somente com o meu namorado e fomos muito bem servidos. Vários garçons sempre prontos a atender e bem preparados .
O restaurante tem três ambientes. O salão que fiquei (que fica logo na parte da frente do restaurante) tem poucos lugares. Como fui num domingo logo cedo, ainda tinham alguns lugares vagos. Mas recomendo que reservem antes para ficarem sem lugar.

O cardápio não tem muitas opções de prato o que, em contra partida, faz o prato ser servido mais rapidamente. Os pratos são bem servidos mas, para aqueles que querem economizar, esse restaurante não é uma boa opção.

Quando fui tinham desde casais a famílias e amigos. É um bom lugar para qualquer uma dessas ocasiões.
O Robin é muito bom, com cardapio variado de tendencia francesa, mas abrasileirado, como o crepe de chocolate com sorvete de paçoca. Os risotos sao deliciosos e os medalhões ao ponto. Eu gosto muito do medalhão com pimenta verde e batata gratinada. Para ir a dois e começar uma história....Em tempo, o Robin não cobra rolha, portanto leve sua garrafa e bom proveito!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 17

Nota geral Você conhece o Robin Des Bois? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)