Restaurante Boca de Galinha

Endereço: Rua Almeida Brandão, 90 - CEP: 40717460 , Plataforma - Salvador , BA - Brasil - 40421-120

Telefone:

71 3398-12...

Clique para ver
Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)

Bom para
Famílias, Encontros românticos, Experiências gastronômicas

Primeira opinião
janine figueiredo
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Aceita reservas
  • Mesas ao ar livre
  • Proibido fumar
  • Menu executivo


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/restaurante-boca-de-galinha-3
Notas específicas:
Ambiente
(31)
Comida
(31)
Atendimento
(29)
Bebida
(28)
Custo-benefício
(28)
Dicas Ver mais
Opiniões
Quem gostaria que as horas de domingo demorassem de passar, a ponto de vc aproveitar bastante sem pressas do dia acabar?
Então te sugiro um belo passeio que fiz e nunca esqueci, recomendo.
Pegue um bus Ribeira vá até o fim de linha do bairro da Ribeira, se dirija até o embarque da travessia a barco ou lancha c/ destino ao bairro de Plataforma. Custa barato menos de 5,00 reais por pessoa, leva + ou - 10 min cada travessia ida e volta.
A paisagem natural da baia de Todos os Santos vai te revitalizar e vc vai se sentir um ponto no universo cercado por águas....É muito bom.
E os funcionários tem o cuidado na hora do embarque e desembarque, afim de evitar acidenta no percurso da travessia e na subida e descida ao barco. Outra alternativa de chegada ao local é via rodovia suburbana "bus" ou ainda via estação de trem.
Chegando lá no bairro de Plataforma você pergunta _ onde fica o Restaurante Boca de Galinha? Você atravessa a rua e pronto chegou !!!! Ao chegar nesta rua vc subirá umas escadas e verá o nome do Restaurante Boca de Galinha. Para ser mais exata fica na rua da estação, 58, plataforma, tel 3398-1232 mas não tem errada é só vc seguir o fluxo dos pedestres.
Para entrar vc deve chegar cedo, por volta das 10:45h ou 11h, isso mesmo, a demanda é muito grande de turistas no recinto tão procurado, muita gente dentro (consumindo) e fora (aguardando chamar) p/ dentro do estabelecimento.
Funciona nos dias de sextas-feiras, sábados e domingos "só".
O acesso a parte interna é feita com anotação dos nomes das pessoas q estão a espera por lugares de acordo c/ número de pessoas que iram sentar na mesa p/ consumir. Após a anotação desta lista, que só fica na posse do dono do Restaurante Boca de Galinha, que "ele" mesmo vai chamar pelo nome, assim que surgir mesa com números de cadeiras esperadas.
Vc entra, eles vão te oferecer um "cardápio" na verdade é 1 caderninho escrito a mão de caneta com os produtos e preços oferecidos naquele momento da consulta.
Vc pode apreciar a paisagem contextualizada entre os bairros da ribeira e plataforma, vc pode ver a imensidão do mar lá de dentro do restaurante p/ fora, através das aberturas dos janelões, vc ainda sentando também vai ouvir o barulho do trem sinalizando próxima parada no terminal de plataforma, a impressão é que estamos em cima do trilho do trem e flutuando sobre o mar. É muito genial esta experiência de momento lúdico c/ tanto cenário natural e informação visual agradável.
Diante de tanta anestesia emocional *chocante* com o paisagismo natural, vc até esquece que foi ali p/ almoçar. Vc finalmente, faz seu pedido, pela caderneta manual, muito simples _porque eles só colocam o que no momento p/ servir e o produto e fresco_ nós escolhemos de entrada peixes fritos com molho tártaro e limão.
O prato principal escolhemos moqueca de peixe robalo c/ camarão, porção: de arroz, feijão tropeiro, carurú, vatapá acompanhando. É tudo muito divino, saboroso, cheiroso, apetitoso, porcões generosas de camarões e peixes, são pratos fartos. P/ beber pedimos refrigerantes e cerveja. Aí é só alegria e muito apego a carne....e viva a gula c/ qualidade, então chega a nossa mesa um tacho de barro fervendo- c/ a moqueca de robalo misturada c/ camarões, *BORBULHANTES*, isso mesmo fervendo por minutos e cheirosa...só restava o que? comer é claro.....hummmm!!! que sabor delicioso, textura no ponto, me senti uma rainha kkkk.
Acreditem vocês, é o melhor que tem na terra baiana !!!! este singelo lugar escondido na suburbana de Salvador, a princípio você não dá nada pela aparência do local, mas o contexto geral, pelo amor de Deus é show de bola, impressionante a culinária do Boca de galinha *apelido dado pelos amigos p/ o dono* e de sua esposa que também ajuda preparar os pratos deliciosos.
Os preços dos pratos variam em média 55,00, a cerveja e o refrigerante tb são respeitosos servidos bem gelados.
P/ finalizar o evento pagamos em espécie *não aceita cartões* só dinheiro.
Ao pagar ele vai lá dentro e trás uma caixa cheia de balinhas, muitos bombons e manda as pessoas meterem a mão e pegarem as porções que quiserem de balas "mesmo quem não é criança entra na brincadeiras" e todos saem de lá satisfeito pela qualidade da comida, saciado literalmente, abobado pelo cenário lúdico.
Ai se o dia não acabasse. Na volta fomos na Sorveteria da Ribeira. Ventilação e iluminação natural. Atendimento personalizado c/ próprio dono. Tudo show e de dá água na boca. Vá vc tb e depois me conte sua experiência.
Situado entre os bairros de São joão do brito e Plataforma, o Local que inicialmente era uma garagem de casa residencial, serve uma deliciosa culinária baiana, por ser indicada da VEJA SALVADOR os preços aumentaram bem mais do que quando estava no anonimato rs. não tem estacionamento e é de difícil localização
Restaurante muito simples, cardápio escrito em um pequeno caderno, poucas opções de pratos e poucos lugares... Porque vou em um restaurante assim??? Porque a comida é maravilhosaaaaa.... Aquele peixe frito de entrada... A moqueca minha gente... Um tempero bom, bem servido. O dono "Boca" tá sempre por lá, super atencioso.
A vista é um capítulo a parte, fantástica... Já a localização é bem humilde .
Chegando na Ribeira atravesse de lancha ou de barco. É rapidinho.
Vele a visita e a degustação.
O local é muito simples, mas é bastante alegre, movimentado e tem uma vista da Ribeira incrível. Espaço arejado com ventiladores, que não dão conta do calor de maneira satisfatória. Banheiros muito pequenos. Chega-se através de barcaça, que sai do terminal marítimo defronte à sorveteria do Ribeira (passagem a R$2,00 - ida e volta) ou por estrada (Google Maps dá o trajeto). Os pratos, todos à base de peixes e camarões, são fartos, bem elaborados e podem, em alguns casos, ser servidos em meia porção (foi nosso caso, e sobrou comida). Cerveja, refrigerantes e vinho são as opções de bebida, e também, para quem aprecia, a cachaça com caju. O único senão é o fato de não trabalharem com cartões de débito e crédito. Pagamento só em dinheiro.
O lugar é disputadíssimo apesar de ser um restaurante muito simples, tem uma vista maravilhosa da Bahia de todos os Santos. De entrada, peixes agulhinhas fritos (R$10). em porções bem servidas, as cervejas bem geladinhas Skol 600ml.
moquecas de camarão bem preparada e vem com os acompanhamentos de arroz, feijão fradinho, caruru e vatapá.
Tudo muito bom só o atendimento que é meio lento
Fui a primeira e última vez nesse restaurante e (sei que muitos vão discordar) odiei! Fui almoçar num domingo e estava lotado. Até aí tudo bem! Esperei mais de duas horas até que vagou uma mesa lá dentro (até aí tudo bem também, apesar do desgaste). Mas aí, quando sentamos e pedimos uma cerveja, fui tentar colocar no copo e junto com o líquido desceu um caldo preto. Quando tirei a garrafa do porta vi que estava imunda (vejam a foto)! Imaginem o nojo. Quando a comida chegou estava sem sabor nenhum. Sinceramente, não gostei nem um pouco da experiência frustrante! Sem falar dos funcionários que demoravam muito pra levar qualquer coisa que você pedia... A demanda é alta? Precisa contratar mais funcionários...
Só vai lá quem conhece, e quem conhece se apaixona pela vista e pela comida. O melhor caminho para chegar até o restaurante do Boca, que oferece saborosos pratos com frutos do mar, é indo pela Ribeira. Ao chegar no fim de linha da Ribeira - você pega uma embarcação, que custa R$ 1,00 . Durante a travessia você vai se deslumbrando com a beleza gratuita da Baía de Todos os Santos. Caso não queira fazer esse caminho você pode pegar um trem, na estação da calçada e desembarcar em Plataforma. O cardápio é feito a mão grande, um caderno e os pratos e preços escritos a caneta. Não aceita chegue e o pagamento é a vista. A moqueca escolhida é preparada na hora. O restaurante é uma empresa familiar, a esposa do dono e os filhos também trabalham com Boca que é o dono do restaurante.
Na melhor das hipóteses, parece uma tentativa de protagonismo para tentar readquirir a credibilidade perdida com os seus dramáticos erros do primeiro momento da crise mundial. Explicitou a terrível arrogância que envolve o sistema financeiro internacional, que se apropriou do poder político dos Estados e está estressando o sistema democrático.
Quando nos informa que "as iniciativas tomadas recentemente por líderes europeus podem ser insuficientes para atacar problemas sistêmicos da área do euro"-, se não que os interesses que representa estão acima das leis e dos interesses dos cidadãos de cada país. E que as soluções democráticas que exigem tempo, habilidade e paciência são um estorvo?
Mas realmente apesar de tudo este é um dos melhores lugar que eu já fui...
Excelente, todas as opções de comida. O dono, "boca de galinha" é muito agradável e o ambiente tb é bonito. Só que ele deveria ampliar, pq quando eu fui tive que ficar do lado de fora, no sol, comendo tiragosto de um peixinho até ter vaga disponível dentro do bar. O restante é maravilhoso! Vale a pena voltar lá. Se não fosse distante... Mas mesmo assim, vale a pena.
Uma das melhores comídas típicas de Salvador está aqui no restaurante Boca de Galinha. Localizado no subúrbio de Salvador, conta com uma vista de encher os olhos. A cerveja é gelada e as moquecas saborosissimas..Vale a pena almoçar a dois ou em familia. Não esqueça de passar na cesta de balas e chocolates que ficam á disposição dos clientes na saída.
É simplesmente o melhor restaurante de comida baiana da cidade, sem contar com a vista do local! As moquecas são divinas e outro diferencial é que entre os acompanhamentos vem o feijão fradinho com quiabo, que combina perfeitamente com o prato.
Como chegar:
Um caminho lindo para se chegar ao restaurante é saindo do cais da Ribeira. Os barcos saem a toda hora, e leva até o outro extremo da Baía, (lindo passeio) onde fica o restaurante. Custa uns 2,00 reais, e leva muito a pena. Chegando lá, sobe-se uma escada e vira a direita.
O outro é de carro mesmo. Pode ser mais prático, mas não tão lindo!
Preço:
Média de 70,00 reais a moqueca (dá para três a quatro pessoas)
É o típico, bom, bonito e barato! Amo!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 55

Nota geral Você conhece o Restaurante Boca de Galinha? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)