Republic - The Bar

Estabelecimento fechado

Endereço: Rua Mourato Coelho, 1285 , Vila Madalena - São Paulo , SP - Brasil

Categoria:

Bares e Pubs

  | Rank: 1284º de 1309
Preço por pessoa

Bom para
Happy hour, Cerveja, Drinques, Paquerar

Primeira opinião
James Salinas
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Ar condicionado
  • Aceita reservas
  • 80 lugares
  • Proibido fumar
  • Comanda individual
  • Couvert artístico
  • Música: Banda ao vivo/ som ambiente


Salvar lugar
Como chegar
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Baixe o app
  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/republic-the-bar
Notas específicas:
Ambiente
(22)
Comida
(23)
Público
(22)
Atendimento
(23)
Bebida
(23)
Custo-benefício
(18)
Dicas
O apple martini é muito bom
James S.
Peça a caipirinha de lima da pérsia e você não se arrependerá, dou minha palavra!
Wiliam K.
Lanche Stones
Junior A.
Tem promoção double Chopp às quinta-feiras.
Sandra G.
Peça o drink Etoille
Alessandra C.
Ver mais
Opiniões
Conheci o Republic – The Bar na última segunda-feira, véspera de feriado da Proclamação da República.
Cheguei no bar perto das 21h30, e as únicas mesas ocupadas eram as do pessoal (galerinha Kekanto & companhia). O bar só foi ficar cheio na hora em que a banda começou a tocar, lá pelas 23h (acho – é difícil dizer!).
Abri a noite com uma Stella Artois (long neck, R$ 7). Às 22h começava o momento de double caipirinha e double mojito – às 22h01 já estávamos pedindo as nossas! Começamos por uma caipiroska de morango, que estava bem docinha e pouco alcóolica. Depois veio uma de frutas vermelhas, muito boa e já mais “calibrada”. Por fim, mais uma de morango, que pedimos “caprichada” – e ela realmente veio. Cabe dizer que, quando você pede double, as duas vêm juntas – vale bastante a pena dividir com alguém. As duas pedidas juntas devem ter o mesmo álcool, mas não precisam ser da mesma fruta. Ah, sim: o preço da caipirinha é R$ 16, um tanto quanto caro para um momento sem double (ainda mais para a quantidade apresentada).
Quanto às comidas: comi um tanto da porção de batatas fritas e um bolinho de aipim com carne seca. (Aliás, devo estar devendo pra alguém. Dri?) As batatas não eram as melhores que já comi da vida, mas não comprometiam; o bolinho estava muito bom, bem sequinho. Mas podia ter mais carne seca.
O serviço deixou um pouco a desejar – como disse o Rafael, algumas vezes tínhamos que “caçar” o garçom. Mas nada que comprometesse a noite, não.
O banheiro estava bem limpo nas duas vezes em que fui. Ele tem apenas uma cabine, mas isso não se mostrou um problema (eu, pelo menos, não vi fila!).
Apesar de não ter visto o serviço de valet quando cheguei (não havia nenhuma placa na frente), descobri que ele custa R$ 18.
No geral, gostei do lugar. Só achei careiro!
Ótimo lugar pra farrear com os amigos, curtir com o namorado, arranjar um ou comemorar o aniversário!
Sempre com bandas muito boas, tocando rock/pop que agitam bastante o público.
Na parte de trás tem um segundo espaço mais calmo para jogar bilhar, dardos ou petiscar uma boa comida.
Tem uma boa carta de bebidas mas que podem ser um pouco caras.
Público de 20 e poucos anos ou mais.
Comecei muito bem no primeiro evento do Kekanto, o Republic The Bar foi uma ótima escolha!

Quando cheguei ao local, fui muito bem recebida por todos kekanteiros. O ambiente também colaborou para que eu me sentisse à vontade durante toda a noite. Conversei com amigos, conheci pessoas novas...

Me encantei muito com o bar, que é todo decorado com tema inglês; achei lindos os quadros que estavam atrás do balcão (eram caricaturas de grandes bandas inglesas). Decidi começar pelas bebidas e pedi uma caipirosca de limão (R$ 16,00) que, além de ser ótima, naquela noite foi double . Os lanches eram absurdamente grandes e apetitosos, todos eram acompanhados por batata frita. A única coisa que me desapontou foram as coxinhas (R$ 21,50 a porção): a aparência era ótima, mas ao comer percebi que, além de não ter catupiry como estava descrita no cardápio, tinha um gosto de velha, azeda, algo do tipo. Finalizei com uma cerveja (Stella, R$ 7,00), que também era em dobro.

Adorei conhecer novas pessoas, num lugar tão descontraído e versátil. Pretendo voltar mais vezes.
Esta noite fui conhecer o republic bar com vários amigos e foi uma bela festa.
Não chega a ser um Pub, mas a decoração é totalmente inglesa, com caricaturas dos mitos musicais do país e flâmulas de times de futebol.
O Bar tem comanda individual e cobra R$ 10,00 a entrada após as 20hs.

O chopp da casa é próprio, artesanal e Pilsen. Achei que faltou um pouco de densidade na espuma mas o sabor estava bom, bem lupulado. Depois fiquei com os clássicos Ingleses Guiness e Abbot Ale.Todas as cervejas importadas são em latão e custam o mesmo valor, R$ 17,00.
As porções da casa são boas e todas muito sequinhas. Provamos a polenta e os bolinhos de mandioca com carne seca, as Elizabeth’s Dried Meat Balls indicadas pela Jana. Achei a porção farta e bem sequinha, mas para mim a carne seca estava sem sabor.
A banda que estava tocando era boa, bem estilo garagem. Escutamos de Britney Spears a Green Day hahaha mas foi bem legal. Como lugar é pequeno a banda fica muito perto das mesas e a integração de todos é inevitável.
Gostei muito do lugar, do ambiente e do atendimento. Aliás o único garçom que fez milagres do bar lotado foi ótimo, mas o bar comporta pelo menos mais uma pessoa no salão.
Já tinha cruzado com a casa algumas vezes, mas confesso que ela nunca me conquistou o suficiente pra me fazer entrar. Foi bom ter tido a oportunidade de conhecê-la, enfim, ao participar do 11º evento do Kekanto. A galera me disse que o ambiente sofreu uma espécie de repaginada antes de o bar mudar de nome, invocando a fama do Republic Pub, na Rua Delfina – não muito distante de lá.

Ficou aquela cara de: o que será que é isto? Um pub ou um barzinho? Não sei dizer. O ambiente é claro (até achei que um pouquinho mais escuro cairia melhor), limpo, com pôsteres que remetem a bandas de rock inglesas. Há bandeiras do Reino Unido e Inglaterra na parede.

É um bar bem devassado. Não há como passar por ali e não reparar no que a galera faz lá dentro. De um lado fica um palco, onde na noite de quinta em que eu estive rolava um músico até muito bom cantando alguns clássicos na guitarra. O volume bem ok permitia ao mesmo tempo acompanhar as músicas e conversar com os amigos.

A equipe da casa foi bastante atenciosa e me sugeriu provar o chope de lá, um artesanal pilsner de uma cervejaria de São Paulo. Para mim foi o ponto alto do bar. Bom chope, desses que se tem prazer de beber por toda noite. Certa hora até que arrisquei uma long-neck de Stela Artois – mas a temperatura não estava das melhores. Voltei para o chope e nele fiquei.

Teria dispensado certamente uma primeira porção que pedi com uns amigos de um bolinho de mandioca (no Rio é costume tratar como aipim) com carne seca. Um troço horrendo, que além de ser uma das coisas mais oleosas e mal fritas que comi nos últimos tempos não tinha gosto de nada e passava longe de ser recheada com algo que se assemelhe a carne seca.

Junto ao maldito também solicitamos uma porção de coxinha de frango. O que posso dizer, depois de provar a do Frangó e a do Veloso, qualquer coisa mais ou menos fica bem ruim. Chegou a ser até humilhação.

Ficamos desconfiados e com medo de seguir provando os comes da casa, mas após avistar outro parceiro devorando com vontade um enorme e belo sanduba, decidimos que aquela seria a nossa última pedida. Desta vez acertamos em cheio ao solicitar o Republic Club (peito de peru, mussarela, bacon, alface americana, tomate e maionese no pão de forma).

É um troço enorme! Quatro fatias gordas de pão de forma lotadas dos complementos descritos acima e mais uma montanha de fritas muito bem preparadas e crocantes. Bom sanduíche. Foi um alívio e compensou, em parte, o fracasso dos petiscos.

Com tantos lugares para conhecer em São Paulo, não sei se eu voltaria ao Republic - The Bar, mas se em outra vez, com certeza me concentrarei no chope da casa, que é bom, e pedir direto um sanduíche que alimenta bem até três pessoas.

Recomendo que a equipe do bar revise os petiscos, pois estavam realmente ruins. Apesar dos deslizes, achei o bar bom. Sem os petiscos, seria ainda melhor.
Mais uma rica experiência em um evento Kekanto. Ambiente muito agradável, atendimento ligeiro e gentil.

Cheguei as 20:00 em uma quinta-feira. O local estava tranquilo e com poucas pessoas, predominavam o Staff do Kekanto e alguns convidados.

O garçom prontamente me disponibilizou o cardápio e explicou sobre as opções Double da noite. Depois de analisar todo o cardápio, optei pelo Chopp da casa (6,50). Pode-se escolher o Double de Choop em uma única caneca ou uma de cada vez. O Chopp Muito gostoso e refrescante.

Depois de conversas e mais conversas com a galerinha sempre alegre, e bem disposta, achei interessante um Drink - burrito - que minha amiga Míria estava apreciando, logo pedi igual e rapidamente me foi servido. Muito saboroso, e agradável aos olhos, decorado com folhas de hortelã. Achei que perdia o sabor rapidamente, pois o gelo ia derretendo e diluindo o sabor. Esse drink também vinha como Double 16,00.

Depois de mais conversar compartilhei com a Míria uma porção de coxinhas de frango com catupiry, pequeninas, e não surpreenderam em sabor. A porção vem com 10 unidades (18,00).

O atendimento é atencioso, gentil e ligeiro.

O ambiente com iluminação agradável, e decoração de muito bom gosto. Todas as janelas proporcionando vista para a rua, é uma característica predominante.

Ao fechar a conta, tive apenas um contratempo, pois haviam marcado erroneamente 2 porções de coxinha. Eventualidade que foi prontamente corrigida pela moça gentil do caixa.

Gostei muito de ter conhecido o local, e curtido mais uma noite bem agradável com o pessoal do Kekanto.

Recomento muito bem.
Acabei de chegar do evento do Kekanto.Adorei todo mundo,me diverti demais!!!! O lugar é bem legal,com música ao vivo.A idéia da bebida em dobro é ótima..srsrsr. No quesito porções pedi os elogiados bolinhos de macaxeira co carne seca ,mas achei que os anéis de cebol,a estavam melhores...Acho que deveriam prestar mais atenção a limpeza do banheiro.De resto tudo maravilhoso!!!
O bar é bem bonito, bem decorado com caricaturas de bandas e figuras da música. Bandeiras, quadros e cores que nos lembram a adorável Inglaterra. O piso é todo xadrez branco e preto que dá um efeito legal na decoração. A construção fica numa esquina e tem janelas em toda a volta. O que nos deixou ver a melancólica chuva de primavera cair lá fora enquanto nos divertíamos conversando e ouvindo a banda tocar.
Falando em banda... Juliana Murari e banda... eles pareciam que estavam mais a fim de beber e curtir do que tocar. O som era legal, mas a Juliana precisa tirar aquela saia que parece de ir pra igreja e vestir uma mini saia jeans ou shortinho com uma meia furada a la Rock N Roll e precisa encarnar mais na música. De resto ela manda bem. Os outros integrantes pareciam mais encarnados no rock, além de gatinhos...kkk
As caipirinhas deixaram bem a desejar. Puro açúcar com pouco sabor de fruta e pouco álcool. A porção de batatinhas fritas estava tenebrosa. Dura. Parecia coisa re frita. (Aeee André Leiras... é assim que fala?!?!? rsss). Já os bolinhos de mandioca com carne seca achei bem gostosos. Bem sequinhos, sabor suave, carne macia...
A casa possui apenas dois banheiros, um masculino e um feminino. São pequenos e pouco confortáveis. E, no meio da noite já estavam com aquela enorme pilha de papéis sujos no cesto. Algo que, pra mim, queima bem o filme da casa. Pior que batatinhas que voltam para a frigideira...
Havia poucos garçons circulando pelas mesas. Acho que apenas um. Deixando o atendimento bem demorado. Mas era educado. no balcão não tive problemas, nem para pedir nem para pagar.
E o melhor da festa foi estar entre amigos. Para todos os momentos...
O Republic The Bar está no coração da Vila Madalena, entre as ruas Wisard e Mourato Coelho, seu espaço é todo envidraçado, sendo assim, é possível verificar da rua mesmo se a casa está animada ou às moscas.

Casa de tamanho razoável para um bar, apenas o palco para shows é muito pequeno, a banda não consegue se movimentar. Nesta noite ouvimos o som de " JULIANA MURARI E BANDA " que tocava um som pop/rock, não era nada excepcional, mas conseguiu entreter todos que ali estavam, desde o início até o fim.
As mulheres não pagavam couvert artístico de R$ 10,00 neste dia, apenas os homens e após às 20:00.

A promoção de double drink é muito interessante, começa cedo e acaba relativamente tarde ( para um dia de semana), variando o tipo de bebida, conforme o horário.

O atendimento é muito bom, desde a entrada, sendo gentilmente recepcionada pelo hostess até a eficiência dos garçons, que não demoravam para trazer as bebidas solicitadas.
A primeira caipirosca que chegou, estava meio fraca, não sei se o motivo foi "economizar" no double.
Quando solicitamos a segunda, já "alertamos" que a anterior estava fraca...ehehheee...ficamos felizes com o resultado :)

A porção de bolinhos de mandioca com carne seca, estava saborosa, com boa apresentação e bem feitinha.

Gostei bastante da casa, certamente a companhia super animada da galera Kekanto, agregou muito mais valor à experiência de conhecer o Republic !
Fomos conhecer o Republic The Bar, inaugurado em abril deste ano, fica na Vila Madalena, onde antes era um famoso boteco, o sujinho.
Um dos pontos fortes da casa, a decoração é toda inspirada nos pubs londrinos com posters de bandas e cachecóis de times ingleses. Além de um enorme telão para os dias de jogos. Em alguns dias da semana o bar tem música ao vivo.
No cardápio encontramos lanches, aperitivos, drinks, cervejas nacionais e importadas
Para petiscar pedimos uma porção chamada Elizabeth’s Dried Meat Balls, que são 10 unidades de bolinho de mandioca com carne seca (R$ 19,50). Muito gostoso, a melhor pedida da noite.
Experimentamos também a Chicken’s Party, 10 mini coxinhas, mas surpreendeu por não ser pequena (R$ 17,50). Serve 4 pessoas tranquilamente
Para beber pedimos um balde de heineken long neck, são 6 garrafas pelo preço de 5. Cada unidade sai por R$ 7,00. Além de Heineken a casa tem muitas outras cervejas premium e importadas, e também o chope Republic Pint, que é da casa.
O Republic trabalha com comandas individuais, do jeito que achamos que todas deveriam ser!
Outro destaque fica por conta das promoções de happy hour (apenas quartas e quintas feira), que a cada horário oferece uma vantagem diferente.
Das 18:00h às 21:30h: Double Long Necks (Bohemia ou Heineken);
Das 21:30h às 22:30h: Double Caipirinha;
Das 22:30h às 23:30h: Double Chope Republic.
O atendimento no Republic é perfeito, os garçons foram simpáticos e prestativos do início ao fim. Adoramos!!!
Fui apenas duas vezes no Republic the bar, a filial do Republic Pub com mais cara de barzinho.
A decoração da casa fica por conta de bandeiras e ícones da Inglaterra. Um visual bem bonito e diferenciado. Atrás do balcão do bar há três quadros com caricaturas de grandes bandas (como The Beatles e The Rolling Stones).
O bar é acolhedor tanto para uma noite de final de semana como para noites de jogos de futebol com alguns televisores espalhados pelo ambiente.
Na minha primeira visita (dia de semana) o atendimento foi melhor que na segunda visita (final de semana), mas em minha opinião não deixa a desejar.
Eles produzem o próprio chope, que experimentei e acabei gostando. Mas as bebidas na casa tem um preço um pouco salgado. Por isso é sempre bom ficar atento para promoções, como um balde de 6 heinekens longneck pelo preço de 5.
O fator comanda individual ajuda bastante, já que evita que a conta seja dividida injustamente.
Geralmente há música ao vivo, por isso há cobrança de entrada. É sempre bom escutar um som ao vivo enquanto se bebe uma cerveja gelada!
As porções no geral são boas, com destaque para o aperitivo Elizabeth's Dried Meat Balls (bolinhos de mandioca com carne seca), bem agradáveis.
No geral a casa é muito agradável!
Acho que a galera falou e disse sobre o Republic The Bar. É legal, o atendimento é bacana, a música é ótima, e os sanduíches arrasam!
Eu comi o Stone's Sandwich, que era de filé mignon com queijo prato e bacon e estava simplesmente sensacional! Eu voltaria só por causa deste sanduba que, junto com a caipirinha de lima da pérsia e a galera do Kekanto, foi o ponto alto da noite.

Ponto muito negativo para as coxinhas: provei e não conseguir comer porque o frango estava com gosto de velho. Adoro comer bobagens e jamais recusaria uma coxinha se ela estivesse minimamente gostosa, mas a do Republic estava um fiasco.

A galera do bar é muito atenciosa e merece o retorno do público pelos sandubas. Eu volto com certeza!
Na véspera de feriado tive a oprotunidade de conecher o Republic da Mourato Coelho, até então só conhecia a unidade da Delfino, estivemos lá para comemorar o aniversário da nossa amiga Jana, e contou com a presença de uma parte da galera do Kekanto em mais uma baladinha pré-feriado.
A carta não oferece muita opção em cerveja, Xingu, Stella Atois, Heinekken, Bohemia Premium são algimas das opções, inicialmente, pedi uma Bohemia Long Neck ($6,00) e depois pedimos um balde com 6 garrafas de Heinekken ($32,00), enquanto aguardávamos ansiosos a banda que animaria a casa horas depois, a casa também oferece uma única opção de choppe fabricado por eles, que provei e gostei. Tomei também uma espécie de licor que ficam armazenados em barris de metal no balcão e é servido num tubo de ensaio, tem um gosto levemente amargo que lembra gosto de bebidas aromatizadas com ervas, muito bom e interessante ver a galera circulando pelo salão com o tubo de ensaio na mão.
Para beliscar pedimos uma porção de bolinho de macaxeira com carne-seca, e estava uma delícia: sequinho e o recheio, perfeito, e combinou bem com uma molho de maionese e ervas que fora servido e harmonizou melhor ainda com a cervejinha que tomávamos, as meninas pediram também uma porção de fritas, que pelos comentários não agradou muito.
Após às 22 horas a casa começou a lotar, e a banda começou a tocar pra valer e se deu início a promoção de Caipirinha e Mojito Double, a caipirinha custava $16,00, e o mojito, se não me engano saia por $19,00, às 22 horas em ponto, a bendita pontualidade britânica, as meninas pediram uma caipirinha de morango, que confesso não gostei nada, lembrava gosto de danoninho, mas elas adoraram, decidi pedir uma de limão, ou melhor duas, já que eles trazem as duas, assim, logo de cara, gostei, mas acho que poderia ser um pouquinho mais forte.
O legal da casa é a animação, e claro a banda, que tocou vários sucessos, desde Rolling Stones a Paralamas do Sucesso, passando por alguns sucessos "bregas", claro que a pedido da galera, mas que àquela altura da noite, fizeram o maoir sucesso com direito a coro e dancinha, e a festa rolou até quase 3 da matina, e nos deixou com um gostinho de quero mais.
A casa aceitas quase todos os cartões de débito e crédito e cobra $10,00 de courvet artístico.

Ponto forte: O banheiro,que é muito limpo e organizado, só tem um problema: o fato de ser individual ocasiona uma filinha na porta.

Ponto fraco: O alto preço das bebidas que é um pouco mais inflacionado que na maioria dos pubs e bares da região, e deve-se controlar para que na hora de ir ao caixa não deixe tudo que tem na carteira.

E o fato de não haver crevejas de 600 ml, que nos obriga a pedir as long necks, que além de caras, não dão nem pro bico.
Demorei bastante para escrever, a Poli andou roubando a minha alma por algumas semanas (11 matérias é um desculpa convincente?). Vamos lá!

Primeiro de tudo, sou um pouco suspeito para falar sobre pubs porque realmente adoro. Cheguei com a Yasmim cedo (viemos direto da usp), dessa vez não erramos o lugar e viemos no gêmeo certo! Apesar de ser menor que o irmão, foi perfeito para o número de participantes e mesmo indo embora cedo, curti cada segundo lá dentro.

O primeiro ponto positivo que aponto foi o atendimento: foram todos muito simpáticos e rápidos, merecem cada elogio. Todos sabiam que a casa estava fechada para o evento, foram cordiais em nos servir e acredito que entenderam a importância das nossas opiniões. O lugar era pequeno se comparado a outros estabelecimentos, mas em nenhum momento deixou de ser suficiente para todos os presentes, dado que o evento foi estrategicamente alocado numa quinta feira. A decoração unia várias bandeiras de times ingleses e caricaturas de vários artistas, como o U2 e os Beatles.

Para comer, pedi um hambúrguer de picanha maravilhosamente grande, que está nas fotos do Kekanto (esqueci o ipod). Simplesmente delicioso! A Yasmim pegou um beirute e infelizmente não conseguiu comer tudo sozinha, o pessoal da minha república ajudou.

Peguei uma caipirinha de lima da pérsia que estava excelente (a Yasmim pediu a de limão e não gostou, surrupiou a minha) e uma água para aliviar o "lanchão". O crédito de 50$ supriu certinho as necessidades.

Fiquei feliz com a presença de várias pessoas conhecidas (fico com saudade dado que vejo a maioria apenas uma vez por mês) e de poder curtir - mesmo indo embora cedo - uma boa noite num lugar bacana. Recomendado!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 28

Nota geral Você conhece o Republic - The Bar? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)