Praça da Ucrânia

Foto Praça da Ucrânia - Praça - Mercês imagem 1 Foto Praça da Ucrânia - Praça - Curitiba imagem 2

Endereço: Rua Padre Anchieta, 1350 , Mercês - Curitiba , PR - Brasil

Telefone:

(41) 3350-...

Clique para ver
Categoria:

Praça

  | Rank: 9º de 45
cash
Primeira opinião
Fernanda Masselli...

Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/praca-da-ucrania-3
Notas específicas:
Ambiente
(6)
Atendimento
(3)
Custo-benefício
(5)
Dicas
O ponto fraco pode ser estacionar.. Talvez o mais facil seja tentar parar o carro na Rua Padre Anchieta.
Fernanda M.
Waffles doces na barraquinha da belga - uma delícia.
Allana S.
Chegue na feirinha entre 18:30 e 19:30, o melhor horário para comer.
Rubens B.
É difícil achar lugar nas mesas, mas chegando um pouco antes e com uma turma dá para revezar enquanto alguns vão ver as comidas, outras buscam lugares vagos.
Amanda C.
Pierogi e batata suíça
Claudio N.
Opiniões
Praça pequena, mas que ganha vida as sextas feiras com a feirinha. Vale a penha conferir.
A Feira Noturna do Champagnat (como é chamada) oferece 26 barracas de comidas típicas (culinária ucraniana, brasileira, alemã, lanches e bebidas, entre outros) e 13 de frutas, verduras, cereais, massas e laticínios. Já a Feira Orgânica conta com 9 barracas que oferecem frutas, verduras, legumes, sucos e geléias. Há uma lanchonete na praça que vende água, suco, refrigerantes, doces e salgados em geral.
Há playground com escorregador, trepa-trepa e duas gangorras.
Animais de estimação são permitidos no local, mas os donos são responsáveis pelos dejetos.
Não há banheiros públicos. Não há bebedouros.
Acho que não tem como falar dessa praça sem falar da feirinha de sexta, que é só quando ela ganha vida. Durante a semana é uma mortandade, não tem uma alma, mas na sexta, meu deus, é impossivel até de andar. É bem gostoso, a feira tem vaarias opções de comida, o pessoal é bom tambem. Não é muito indicado levar criança, a nao ser que voce encontre um lugar pra sentar (lá no final, no pastel, tem), porque é muito cheio.
Durante os demais dias da semana é uma praça tranquila, pacata em meio a uma região central da cidade. Mas na sexta-feira ela se transforma num ponto de encontro com sabores de todos os lugares do mundo.
Havia tempos que não frequentava esta feira. Só fui uma vez e ainda quando era novinho. Para se ter uma ideia de quanto tempo faz, ainda existia o Colégio Tuiuti, cujo prédio foi destruído por um incêndio há cerca de uns seis, sete anos atrás. No tempo em que a feira funcionava ainda em outra rua, não utilizava o espaço da praça, destinado ao embarque e desembarque dos ônibus expresso (já que na época não existiam os biarticulados).
Enfim, antes que algum kekanteiro aqui me chame de velho (hahahaha), vamos à experiência com a feirinha. Foi sensacional. Saboreei aquele famoso sanduíche de pernil, depois passei para as empanadas bolivianas e terminei com um waffle de banana, coco e amendoim na sobremesa. Tudo muito gostoso.
O legal é que algumas das barracas aceitam cartão de débito, mas são poucas. A maioria ainda trabalha na boa e velha base das feiras: tudo no dinheiro vivo. Ali você também pode comprar pães, frutas, legumes, verduras, coisas bem de feira mesmo. Um dos melhores pontos pra se passear na sexta à noite.
Sexta-feira à noite ocorre talvez a feira noturna mais popular daqui nesta praça, que embora pequena, consegue comportar muita gente.
A feira chamada feira noturna do Champagnat é também conhecida como feira gastronômica da Praça da Ucrânia, que além de comídas típicas estrangeiras, como pierogi, batata suíça, sushi, também tem algumas frutas e hortaliças. O movimento é grande e os bancos, mesas, são disputados.
Tem bom policiamento e muitos taxis. Bom ambiente pra famílias mais cedo e pra moçada mais tarde.
Acho a praça da Ucrânia um ponto ótimo, pertinho do centro. Na sexta-feira acontece a feira de noite e é muito boa! Tem todos os dias de barracas. Tem barraca de grãos, de ervas, de pão, de frutas. E também tem as que você pega a comida para desfrutar ali mesmo na praça. Esses dias inventei de ir por lá. Atravessei a cidade pra chegar na feira e provei várias coisas diferentes entre si. Comecei com espetinhos, dai fui pro tempura e a sobremesa de doces brasileiros. É diferente para sair da rotina de jantar em restaurante.

Nos outros dias, a praça não é muito movimentada. Acho até que, por ali ser um lugar legal, poderia ser melhor aproveitada. Ela acaba sendo apenas mais uma praça de bairro, na minha opinião.

Não sei como é nos outros dias, mas na sexta-feira é bem seguro passear de noite. Muita gente e tem policiamento. Pode andar tranquilo e esquecer da vida pra provar as delícias da comida de barraca.
Pracinha pequena e aparentemente sem graça no encontro da Cândido Hartmann com a Capitão Souza Franco e a Padre Anchieta. Mas a praça é um verdadeiro oásis de verde no meio ao paredão de prédios do Champagnat (Bigorrilho) e só por isso já merece a atenção. Ali o tráfego (Algun dizem que o tráfico também) é intenso, mas mesmo assim pode-se frequenta-la com as crianças para aproveitar a sombra das árvores ou brincar no parquinho ali colocado.
Mas o grande destaque da praça é a feira gastronômica que ali acontece toda noite de sexta feira... Toda a variedade de comidas típicas, tais como as polonesa, italiana, chinesa e japonesa, além de barracas de horti fruti, frios, bolachas e doces. A feira é muito movimentada mesmo e é importante chegar cedo para comer tranquilamente... lá pelas 9 já tem tanta gente que vira mais ponto de encontro, pois o atendimento para comer começa a ficar prejudicado e no fim da feira (Sem trocadilhos) restam apenas os jovens mais delinquentes do bairro que ficam por ali sociabilizando de forma tumultuada, como jovens delinquentes de bairro devem fazer... evite ficar por ali para não se incomodar.
Não é lugar turísitico e não tem nenhum monumento... não perca tempo para visita-la. Mas se for da cidade aproveite ao menos uma vez para conhecer a feirinha, é provavelmente a mais movimentada da cidade.
Primeira opinião do lugar
Para as noites de sexta-feira, uma boa ideia é a feira gastronômica da Praça da Ucrânia. Agrada todos os gostos: pode-se pedir empanadas argentinas, espetinhos, comida japonesa, indiana ou ucraniana, alem de pastel, tapioca, acarajé, pamonha e por ai vai....Alem disso, ainda aproveite para comprar frutas, hortaliças, laticínios, massas alimentícias, frios.

 
Já tinha ouvido falar muito da feirinha (gastronômica) da praça, pois frequento sempre as feiras da Osório que são basicamente constituídas pelas mesmas barraquinhas.
Fui semana passada e adorei, tem menos pessoas mas ainda assim é bem movimentado, tem muitas opções "diferentes" de comidinhas, e há para todos os gostos e bolsos..

Destaco o bolinho de mandioca de uma barraquinha que só vende coisas feitas de aipim, um x-salada feito com alcatra moída (x-porpeta na barraquinha da itália) e como sobremesa os maravilhosos waffles com sorvete da barraquinha da bélgica.

Vá com tempo para sentar nos banquinhos da praça a apreciar o comecinho de noite em Curitiba, enquanto toma uma baita limonada por apenas R$ 3,50.

Nota geral Você conhece o Praça da Ucrânia? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)