Praça da Sé

Endereço: Praça da Sé, S/N , - São Paulo , SP - Brasil - 01001-000

Telefone:

11 3104-91...

Clique para ver
Categoria:

Praça

  | Rank: 8º de 59
Bom para
Gastar pouco
cash
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Animais permitidos

Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/praca-da-se-4
Notas específicas:
Ambiente
(24)
Atendimento
(9)
Custo-benefício
(6)
Dicas
Recomento fazer um passeio acompanhado, e permanecer alerta, pois é o local onde se encontram a maioria dos oportunistas. ;)
Dener F.
Aproveite para conhecer o Páteo do Colégio logo abaixo.
Afonso W.
Pare para olhar a Praça.
Tata A.
Cuidado com os pertences. Não ande com bolsa pendurada a tiracolo...
Katiene O.
Vale a pena ir ,
Aline C.
Ver mais
Opiniões
Sou paulista.... E tenho certeza disso quando estou na Praça da Sé. Adoro passar por entre as grandes palmeiras... algo que parece meio incongruente no centro de São Paulo...
Gosto de ver as pessoas cantando, outros pregando, outros vendendo... Mas não gosto de ver as pessoas tristes, que usam drogas, que estão sem um teto. E muito menos os "espertinhos" que ficam à espreita dos desavisados.
Não tem como estar em São Paulo e conhecer a Praça da Sé.... é obritatório... Mas, infelizmente, a menos que se esteja em mais de uma pessoa, não é um lugar interessante para se tirar fotos, graças à insegurança.
Em tempo, o comércio não é o que há de melhor na Praça...
Seriam 5 Estrelas, mas a segurança me faz dar apenas 3.
Na primeira vez que fui conhecer a praça da Sé avistei a catedral achei muito linda,mas morri de medo de ser assaltada pois começaram a chegar uma turma de uns 3 rapazes na minha direção estavam com cara de dopados com andar estranho,mas graças a Deus neste mesmo instante apareceu uma dupla de guardas acho que isso fez com que eles se afastassem ,mas que me deu um frio na barriga deu ,pois vc ve também muitos mendigos perambulando por lá,e lá não dá para facilitar tem que ir com uma roupa simples sem jóias ,o mais discreto possível e se for com uma bolsa que não tenha problema de roubarem ou senão cuidem bem dela ,se der leve só dinheiro na bolsa da calça ou casaco e que não seja muito ou cartao,apesar de agora sempre ter uma Van estacionado proximo dali,pra qualquer eventualidade ir falar com eles.É uma linda praça pena que se ve muitas crianças de rua ,mendigos ,pessoas fumando maconha e não tão nem aí .Toda vez que passo por lá passo rapidinho pra sair de lá,ou evito passar nessa praça,por medo......
Inspirada pela frase de Abraham Lincoln começo minha resenha sobre a Praça da Sé. "Do povo, pelo povo e para o povo"! Não podemos discordar que a praça é do povo, mais popular impossível. Quem passa por ali a qualquer hora do dia a verá sempre cheia. A praça acolhe a todos: os que trabalham e passam por ali apressadamente, os que procuram a paz na Catedral da Sé, os fanáticos religiosos que ficam na porta gritando que o mundo vai acabar, os espertalhões e seus jogos de enganação, moradores de rua, turistas, pessoas que querem se divertir na Virada Cultural, mendigos e infratores. Quer maior diversidade que essa?

Pelo povo? Ainda estamos engatinhando. Mas a praça já recebeu manifestantes que lutam por suas causas e por uma cidade melhor (Diretas Já, Não são só 20 centavos, entre outras). Quando tivermos desenvolvido melhor a ideia de consciência política talvez esse aspecto se acentue um pouco mais. Povo pra rua!

Para o povo. A fizeram para o bem do povo? Prefiro pensar que sim. Mas já foi bastante criticada, primeiro por fornecer boa estrutura (chafariz e boa vegetação) para os moradores de rua ficarem (?). Segundo por tirarem as vantagens que os moradores de rua tinham! Em 2006 a praça passou por reformas que dificultaram um pouco a vida dos moradores de rua. Bom... expulsar e esconder é mais fácil do que tentar resolver realmente o problema social. Muitos governantes pensam assim! :/ Precisa de policiamento constante e limpeza meticulosa! Afinal, quem não quer e gosta de local limpo e seguro?

O marco zero da cidade está ali. Comércio abundante, comida boa e comida duvidosa também estão ali, dividindo a atenção dos esfomeados transeuntes! É bela sob alguns aspectos e feia sob outros. É perigosa? Também. Não vá com itens que possam chamar atenção, infelizmente você poderá ficar sem eles. Carregue o mínimo possível com você. É uma praça que conta um pouco a vida do paulistano através dos anos e merece toda a nossa atenção! :)
Fazia muito tempo que não passava por lá, mas recentemente dei uma passadinha na Sé.

A praça fica na frente da catedral ela é bastante ampla e muito bonita, tem algumas estátuas em bronzes de evangelizadores cristãos.

Estava reformando parte da praça. Ela estava mais limpinha e sem o cheiro de urina que tinha há alguns anos atrás.

Sempre teve mendigos, porém na minha última passagem você literalmente conseguia tropeçar neles, também aumentou bastante barraquinhas de comercio informal.
Fui andando da feira da Liberdade até a praça da Sé e quanto mais andava, mais a coisa ia ficando tensa no meio da rua. Mas, não sei se era por causa da copa, mas vi muito policiamento no meio da rua e muitos turistas circulando, achei um pouco "tranquilo" (entre aspas porque mesmo assim ,ainda era um pouco tenso.) Havia muitos pedintes e gente estranha o.O'

Mas quando você chega no entorno da praça e da catedral, mais da catedral, tudo vale a pena. A catedral é uma obra monumental e imponente. Por dentro é mais grandiosa e linda ainda. A praça também é muito bonita, mas a sensação de insegurança ainda lhe deixa um pouco incomodado, pois lá é onde se concentram os pedintes.

Mas é um passeio muito bom de se fazer, principalmente se for em grupos grande, pois no entorno, existem muito prédios bonitos e bons locais para fazer compras, mas muuito cuidado nos pertences.

Ainda deu tempo de tirar a selfie do medo haha
Para quem não conhece São Paulo, a Sé é um ponto turístico devido à sua catedral e ao fácil acesso à 25 de março e ao bairro da Liberdade.
Para quem é da cidade, a Sé é vista como um ponto sujo e feio, que concentra muitas empresas e o Poupatempo, só.
Para mim, a Sé vai um pouco além e chega à Rua Barão de Paranapiacaba. Sim, este é o principal motivo que me faz querer ir à praça da Sé.
A rua em questão é mais conhecida como Rua do ouro e para quem não conhece as lojas e prédios locais, não imagina os tesouros que esconde, rs.
Por conta das placas de "Compro e vendo ouro", logo se imagina que estas lojas só vendem produtos de baixa qualidade e em sua maioria comprados de outras pessoas.
Na verdade, quem faz a rua ganhar esta fama, são grandes lojas (Como a Rommanel), que vendem não só ouro, mas folheados, pratas e aço, tudo de ótima qualidade, design bonito e a preços baixos, se comparados aos shoppings.
Quem ainda não teve curiosidade, aproveita e próxima visita à sé e faça um tour pelas lojas da rua do ouro, isto aqui é o paraíso.
A Praça da Sé é o marco zero da cidade de São Paulo e um dos lugares mais lindos da região central. Mesmo às vezes estando suja e mal cuidada, lá é um dos lugares que me fazem sentir cada vez mais como parte da cidade.

Entristece muito ver pessoas de rua, principalmente idosos e crianças, perambulando pela praça. Infeliz essa realidade não se limita só ao centro e só a São Paulo; espero muito que um dia essas pessoas possam ter uma vida digna como todos nós merecemos ter.

Voltando à praça, é um ótimo ponto de referência quando se quer passear pelo centro, pois é próxima do metrô, do bairro da Liberdade, Anhangabaú, Largo do São Francisco e até da Luz (se você estiver disposto andar um pouquinho mais). A Catedral da Sé é um charme à parte: enorme e encantadora, sempre que a visito me sinto uma turista que entra pela primeira vez na igreja.

Acho que falta um pouco mais de cuidado por parte do governo e dos usuários do local. A Praça da Sé, assim como todo o centro, deve ter sua história preservada...o ambiente ali conta muito mais do que a gente possa imaginar.
Esse local me traz uma tristeza imensa. Apesar de ser arquitetonicamente rico, ao mesmo tempo é pobre, pois há muitos mendigos esquecidos por ali. Se a prefeitura pensasse um pouco mais nas pessoas, e também um pouco mais no turismo, esse local teria um potencial bem maior. É o marco zero da cidade.
Além dos mendigos que vivem por ali, há também alguns pastores querendo te converter para o Cristianismo, e algumas pessoas brisadas falando sozinhas. Não recomendo um passeio noturno por ali, seria loucura demais. Tem uma estátua na praça, e em frente, fica a Catedral da Sé.
A estação mais próxima é a Sé.

via Android

O Marco Zero encontra-se em frente a catedral metropolitana, no corredor entre as palmeiras imperiais. A partir desse marco contam-se às numerações das vias públicas da cidade, sendo o lado direito os números pares e a esquerda os ímpares, assim como às rodovias que partem da cidade.
Local de manifestações artísticas, culturais, musicais e políticas; talvez sua pior fotografia seja a maciça concentração de mendigos e viciados em drogas, principalmente crianças.
Essas presenças indesejáveis não permitem que possamos apreciar a beleza do local e seu entorno, o local é muito movimentado, mas o maior movimento se encontra em seu subsolo, a estação do Metrô Praça da Sé uma das estações mais movimentadas do sistema metroviario da cidade.
É uma praça enorme e muito bonita. É uma pena que não seja tão bem cuidada quanto poderia. Tem várias árvores, plantas de pequeno porte, fontes, monumentos, banquinhos... A estação Sé do metrô, ponto de transferência das linhas azul e vermelha, fica embaixo dela.

É nela que fica a Catedral da Sé, uma igreja. A Praça da Sé também é o marco zero da cidade e um dos principais pontos de encontro para manifestações populares. Também é, nos dias úteis, uma das maiores concentrações de roupa social da cidade devido à proximidade do Tribunal de Justiça e da sede da OAB. Para todos os lados é possível ver escarpins, saias lápis, camisas de manga longa e gravatas.

Tenho uma recordação muito doce dela, pois foi nela que começou a primeira saída fotográfica do primeiro curso de fotografia que fiz. E havia certamente muito o que fotografar.

Há muitos moradores de rua por lá, mas não costumam ser perigosos. Em geral, estão alcoolizados e fragilizados demais para oferecer perigo. Mas recomendo cautela com os menores infratores, pois tendem a ser violentos. Durante a noite, é melhor ir em grupo.
Este lugar é de certo fantastico!

Por mais que você passe por la, inúmeras vezes, sempre haverá um novo ângulo a ser descoberto pelo teu olhar.

Além de toda arquitetura linda da Catedral da Sé, os prédios históricos, ao redor, acrescentam o charme da Praça mais famosa de SP, nosso cartão postal!

Assim como toda praça que se preze, há também aquelas básicas aprentacoes musicais, revelando a forte cultura do nosso povo, ou a fé dos "pastores" que pregam por la! Rs...

Ah, e há ainda os moradores da praça, que na sua maioria, não atacam as pessoas. Mas há alguns que aproveitam da distração do povo para furtar bolsas,celular..etc. Então todo cuidado é válido.

Enfim, semelhanças e diferenças à parte, a Praça da Sé é um lugar singular em SP. Tem ainda o março zero da cidade, bem no seu centro. Tem estátuas que eu nem sei de quem são, tem palcos/decorações (montados em ocasiões especiais).. E tem até mesmo um lago! Você já reparou?!

Caso não, olhe na foto que eu tirei lá! Não é lindo?

Todos esses elementos compõem o cenário da Sé, que não a toa é um dos nossos cartões postais. Desfrute teu olhar quando passar por la!

A praça da Sé tinha tudo para ser um lugar melhor, ela é o marco zero da cidade de SP e é conhecida por ser o antigo centro da cidade, com várias construções antigas e históricas , com destaque para a Catedral da Sé. É um ponto turístico pra lá de perigoso.

Porém o lugar vive cheio de pessoas marginalizadas pela sociedade e é um tanto quanto perigoso, sem falar no mal cheiro que aquele lugar tem. Muitas pessoas vivem ali, na rua sem qualquer cuidado com a higiene e limpeza, apesar de existirem albergues muitas pessoas acabam preferindo ás ruas geralmente por conta de algum vício.

Uma realidade muito triste e acho que a praça da Sé tem essa coisa dual e sua beleza decadente e abandona reflete isso.
A Praça da Sé causa mixed emotions em mim. Ela é muito bonita, aberta, cheia de esculturas, jardins e coqueiros, mas é muito mal frequentada. Não sei ao certo o que pensar sobre ela haha

Por ser próximo ao marco zero da cidade, é próximo a diversos prédios oficiais e históricos (como o Pateo do Colegio, Catedral da Sé, PoupaTempo, etc.).

Apesar de ser um ponto obrigatório para turistas, recomendo o dobro de atenção. Não dê bandeira e não dê trela para os pedintes - que são muitos. Passear lá de noite pode ser uma ideia não tão boa, fique de olhos bem abertos!
A praça da Sé é o marco de São Paulo, quem nunca ouviu falar dela, ouvi muito e na época que fui era criança ainda, mas esses dias tive o prazer de voltar lá, a arquitetura da Catedral é linda nunca me canso de admirá-la.

Apesar de ser bem movimentada por ser o centro, mas fui bem tranquila que agora existe uma base fixa da PM, a única coisa que fiquei triste é pelo ar de abandono por ser um dos pontos turísticos de SP.

Mas mesmo assim vale a pena conhecer :)
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 41

Nota geral Você conhece o Praça da Sé? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)