Paris 6 Bistrô

Endereço: Rua Haddock Lobo , 1240 , Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil - 01414-002

Telefone:

11 3085-15...

Clique para ver

Um bistrô parisiense em plena São Paulo. Cardápio temático, decoração acolhedora, o lugar ideal para trazer os amigos e família. 

Preço por pessoa

Site oficial
paris6.com.br
Redes sociais
Paris6.com.br

Bom para
Encontros românticos, Vinho, Drinques, Happy hour

Primeira opinião
Arly Cravo
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
0h - 23:59
Ter.
0h - 23:59
Qua.
0h - 23:59
Qui.
0h - 23:59
Sex.
0h - 23:59
Sáb.
0h - 23:59
Dom.
0h - 23:59


Detalhes
  • Ar condicionado
  • Aceita reservas
  • Mesas ao ar livre
  • Inaugurado em 2006
  • Ponto turístico
  • Proibido fumar
  • Wi-fi: Acesso Grátis 24h por dia!!
  • Couvert
  • Menu executivo: R$ 39,00
  • Música
  • Estacionamento: pago e com manobrista


Como chegar
Favorito
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/paris-6-bistro
Notas específicas:
Ambiente
(81)
Comida
(83)
Atendimento
(82)
Custo-benefício
(81)
Bebida
(75)
Dicas Ver mais
Opiniões
O lugar é realmente muito bonito, remetendo a bistrôs franceses, com meia luz vindo dos candelabros no teto. A comida também é deliciosa, muito bem feita (um primor!), com tanta opção que se perde facilmente no cardápio.

Na porta, se vê que é super badalado, o lugar do momento: lotado, inclusive nas segundas-feiras, com filas de espera. Portanto, o conselho é chegar antes das 20hs - se quiser um lugar.

Bom, o atendimento, apesar de atencioso, é disperso e é uma dificuldade se locomover no lugar, com tantas mesas e garçons para tão pouco espaço. Ir ao banheiro é uma verdadeira aventura (e os garçons não dão licença, tem-se que abrir caminho na marra, com cuidado para não derrubar qualquer coisa pelas mesas no caminho).

O cardápio poderia ser mais enxuto e simples, pois há opções demais e em cada uma há uma história do porquê aquele prato está no cardápio e misturado a isso, de maneira confusa, do que se trata aquele prato (saber o que tem em cada um é difícil: além do texto todo misturado, a letra é pequena e mal se consegue ler com a baixa luz do ambiente).

Não é lá muito barato, mas não é um absurdo de caro, em vista da comida ser muito gostosa e bem-feita. Ou seja, tem um bom custo-benefício.

Valeu pela comida, mas não muito pela experiência. Talvez eu volte quando estiver um pouco menos "hypado".
Ambiente lindo e bem badalado, fator que pode ser bom ou ruim, dependendo do que você busca. É bom ir preparado para esperar bastante, pois mesmo sendo 24 horas, o local está sempre bem lotado e a fila tende a ser bastante desorganizada.

Para mim, o grande problema é esse, a longa espera. Não é difícil estar lá fora esperando por mais de uma hora e, de repente, ver um famoso chegar e sentar confortavelmente, sem esperar um minuto sequer.

A comida eu classifico como regular, por isso, talvez, não justifique o martírio da espera, mas as sobremesas são fantásticas e uma bela experiência para nossos olhos e paladar. Por isso, para os doceiros, vale a pena conhecer.
Depois de muito tempo querendo conhecer o tão falado estabelecimento, surgiu a oportunidade para comemorar o aniversário da minha esposa.

O lugar é bem pequeno, mas aconchegante, não consegui contar, mas acho que tem no máximo 20 mesas.

Não sei se foi sorte, mas chegamos por volta das 20:30 em uma terça-feira e conseguimos lugares muito rápido, furando uma longa fila, por conta de sermos os únicos que necessitavam apenas de 2 lugares.

Experimentei os medalhões de filé ao molho gorgonzola e batata gratinada (Bruno Mazzeo) e minha esposa pediu nhoque recheado de brie gratinado aos 4 queijos (Marina Ruy Barbosa) . Os 2 pratos estavam fantásticos, tanto no sabor quanto na apresentação e, apesar do conceito da culinária ser francês, ambos muito bem servidos.

A carta de vinhos é excelente, mas falta uma carta de cervejas boa, porque o lugar disponibiliza poucos rótulos, o que acaba frustrando os apreciadores da boa bebida. As únicas opções que chamaram atenção foram as Leffes (Blond e Brune) e a Franziskaner Hefe-Weissbier (ótima opção de trigo).

O atendimento foi excelente, do início ao fim e, para o aniversariante, eles oferecem um mimo, a famosa sobremesa Crème brûlée de Nutella com picolé de chocolate e morango. Claro, tem que apresentar o documento para comprovar.

A conta ficou em aproximadamente R$240, incluindo os 10%. Achei os preços condizentes com a fama e qualidade dos pratos, o que me assustou foi o preço do serviço de valet, que cobra R$25.
Com decoração descolada e celebridades presentes nos nomes dos pratos e nas fotos espalhadas pelo salão (até pessoalmente, às vezes), o Paris 6 é badaladíssimo graças à sua ótima localização e ao fato de funcionar 24 h.
Agora, cominda boa... lá não tem! O cardápio extenso é recheado de boas ideias que decepcionam quando chegam à mesa. Meu tartare de salmão estava extremamente ácido, com excesso de limão.
Para completar o desgosto, o famoso grand gâteau caiu como uma pedra; a massa pesada é um insulto ao delicioso picolé mergulhado nela.
Por fim, com todo aquele movimento, os garçons são apressadinhos e muitas vezes mau humorados.
Cheguei naquela expectativa e pra minha surpresa não era nada daquilo que esperava.

Como tava na correria, com uma reunião às 14h, preferi adiantar meu almoço pra 12h pra poder chegar com calma. Além disso, fui sozinha, e esse já foi um dos fatos que me incomodou demais. Todos, todos mesmo, os garçons do salão fizeram questão de perguntar se eu esperava alguém, mesmo após eu ter pedido mesa pra 1, e mesmo depois de já ter pedido o cardápio pro primeiro que havia me perguntado. Convenhamos, que almoçar sozinha já é uma situação nada confortável, e tendo alguém perguntando, a cada 10 segundos, se você está esperando alguém, não ajuda!

Como outros já explicaram em outras resenhas, o cardápio é bem cansativo. Legal a ideia de criar pratos baseados nos pedidos dos seus amigos famosos, mas daí começar a explicar quando, porque, como, em cada um deles, você acaba desistindo de ler até o final.

Como era hora de executivo, acabei pedindo uma das opções, por 39R$ (+ 6R$ por uma sobremesa). Pedi um frango empanado no gergelim com arroz integral com amêndoas e legumes, que veio acompanhado de uma salada de folhas com frutas da estação que fazia parte do executivo. Na teoria parece perfeito e delicioso, mas na prática.... O prato veio bonito e tal, mas só de olhar sabia que o frango não seria gostoso, só pelo tamanho. Era um peito de frango gigante, ou seja, pra estar completamente cozido, o tempo de cozimento seria mais que o necessário para deixá-lo seco e sem gosto. E realmente, ao mastigar, parecia que estava comendo palha, além de seco, estava sem tempero. Os legumes, ao contrário, estavam duros, porque estavam quase crus (e também não temperados). O arroz foi quem conseguiu levantar um pouco a dignidade do prato, mas não conseguiu salvar! Não sei se dei falta de sorte ou se é uma constante do restaurante entregar pratos insossos.

Mas falando do restaurante do geral, a decoração é bem feita, com paredes de cores quentes, lustres bonitos, diversos espelhos nas paredes, armários bonitos com as taças à mostra, etc. Me senti bem confortável em um lugar bem aconchegante. A música ambiente francesa também conferiu todo um charme.

Além disso, acho interessante a proposta de ficar aberto 24h. E como eles incentivam a cultura, deixando em cada mesa propaganda de peças de teatro e exposições.

via iPhone

Bom, pra abrir com chave de ouro minha volta ao Kekanto, nada melhor q escrever uma opinião.
Semana do aniversario, merece um lugar especial.
Escolhi este bistro, para jantar com pessoas especiais.

O local é bem aconchegante, porém no dia achei o ar um pouco frio, mas nada que estragasse a ocasião.
Pedimos de entrada canapés de filé mignon com mostarda dijon, e lula a dore com molho tartar, estava uma delicia. Como pra principal fui d "Jessica Alves" gostei, mas não achei nada demais.
Provei um pouco do "Rodrigo Faro", na próxima diria "hj sim Faro" ..... Kkkkk
O molho era maravilhoso, pode até ser comum um bife a parmegiana, mas eles deram um toque, delicia.
Para finalizar, a sobremesa, q como jah não cabia muita coisa, dividimos um creme brule com doce de leite, sorvete dileto e mil folhas, estava divino, na próxima com certeza irei para provar uma sobremesa inteira.

Em resumo, o lugar eh muito bem decorado, e os funcionários bem educados e atenciosos. O cardápio eh imenso e dificulta a escolha. Os pratos principais, não achei "ooooo que delicia" e pelo custo benefício, acho q não vale a pena.
As entradas e a SOBREMESA! Hmmmmm essas sim, comeria de novo!
O Paris 6 é um bistrô muito gostoso, tem uma decoração muito bonita, aconchegante e romântica, ótimo para um jantarzinho romântico sem precisar gastar os tubos pois sempre tem uma promoção bacana. Atendimento simpático e vc vai se divertir com os nomes dos pratos que são nomes de celebridades como o creme brulé que chama Tiago Abravanel.
Pra quem estiver no Rio, também tem uma unidade do Paris 6 por lá.
Fator decisivo: Fui comemorar meus 3 anos de namoro, e como os horários do meu companheiro são bem complicados, o fato de o Paris 6 ser 24hs pesou pra caramba na decisão. Restaurantes charmosos temos vários em SP, mas 24hs é difícil. A localização também ajuda muito!

Decoração: charmosa, acolhedora, luzes na medida certa, mesinhas pequenas, mas muito confortáveis. Paredes charmosas... Não tem o que colocar defeito.

Comida: Por eu ser vegetariana minhas opções sempre reduzem drasticamente, mas na primeira vez que fui, fiquei contente em ver um crepe vegetariano acompanhado de batatas rústicas deliciosas por um preço amigável. O crepe em si não era tão saboroso, mas como meu namorado pediu um prato que ele amou, fiquei bem contente com a primeira visita. Na segunda vez que fui comi um risoto de cogumelos esse sim foi para comer de joelhos, estava super saboroso, quentinho e servido em uma panelinha que manteve a temperatura por mais tempo. Tomei o vinho da casa e achei bem ok, nada maravilhoso, mas bem servida, um preço competitivo e gostosinho. A sobremesa... pedi o famoso Grand Gateau Paloma Bernardi, nada de mais. Normal, a apresentação é bonita, mas o gosto...

Atendimento: Nas duas vezes que fui, não pude reclamar nadica de nada. Todos os garçons foram impecáveis, amigáveis, generosos e sempre de bom humor (dei muita sorte).

Ponto chato: a espera na madrugada. Mas esperar o que de ir em um restaurante super famoso e um dos únicos abertos as 3h da manhã? Não posso ser injusta também.

No geral: gosto de lá, pelo ambiente e para ir em ocasiões especiais vale a pena.
Já ouvi falar muito do Paris 6 (principalmente do grand gateau) e resolvi experimentar. Quando chegamos tava bem cheio, mas não demorou muito a espera. O lugar é muito legal, muito estiloso.
Pedimos direto os pratos principais, eu pedi medalhões de filé ao molho gorgonzola e batata gratin e meu namorado pediu peito de pato em fatias ao molho de frutas vermelhas e purê de batata boroa. Muuuito, mas muito bom mesmo! Os dois pratos. Depois pedimos a sobremesa, eu pedi o grand gateau chocolat ao picolé diletto de chocolate italiano, creme de nutella ao leite condensado e morangos picados com avelãs granulados (coisa de Deus) e meu namorado pediu o grand gateau de kit kat, que é novidade por lá.
Sério, eu gostei muito de lá! Veio tudo ótimo, sem reclamação nenhuma. A comida é muito boa e vem na medida certa, sem exageros. A sobremesa é um caso a parte, uma delícia!
Vale a pena conhecer o lugar.
Meu namorado me levou ao Paris 6 para nosso aniversário de namoro. Como eu morei na Bélgica um tempo, e estava com saudades de comer algumas das coisas que eu costumava por lá e não existem (ou pelo menos não conheço) restaurantes belgas em São Paulo, ele procurou algum lugar que tivesse um prato que eu gostava muito, o steak tartare, feito com carne moída crua, dada as similaridades entre a culinária francesa e belga, o Paris 6 foi a escolha!

O restaurante é ótimo! O ambiente é super agradável, a decoração é linda, imitando até uma imitação de uma ruela francesa para as mesinhas "externas".

Os pratos são super saborosos, e das especialidades francesas eles tem mais de uma variação. Entre crepes, omeletes e quiches entre outros pratos não tão "franceses", escolhemos pratos que eu já conhecia e gostava, pegamos uma entradinha de vol-au-vent, e depois um dos steak tartare e um coquelet au vin. Todos ótimos! De sobremesa pedimos um dos clássicos crème brulé! Uhmmmn mas eles também possuem diversos tipos de petit gateau!

O restaurante não é barato, mas possui a possibilidade de fazer reserva pelo Grubster, o que dá 30% de desconto no valor total da conta! Vale a pena para comer uma culinária diferente! Ou para ir em algum tipo de celebração!
Detalhe: é 24h!
É o típíco restaurante que você sabe que é bom, mas espera tanto, mas tanto que, por mais que seja fantástico, o fator surpresa não existirá. Levamos nossa mãe no Dia das Mães e foi bem bacana. O clima realmente intimista do local, o isolamento acústico e a decoração são maravilhosos. Garçons bons e atenciosos e cardápio com muitas, mas muitas opções mesmo. Os pratos levam suas "à moda" de acordo com nome de celebridades em geral. Embora seja um bistrô, o bife à parmegiana a Rodrigo Faro é GIGANTE. Vem bastante mesmo, além de fritas e arroz. Comi um omelete, nada demais, mas era bom. O prato principal foi um galeto ao molho de vinho também, bom, mas nada de fantástico. A conta deu 350 reais para três pessoas. De qualquer forma, vale a pena pela experiência, com certeza! P.S. os pães de entrada são maravilhosos.... dá vontade de ficar só neles.... E as sobremesas, você sai chateado por não conseguir comer todas hehe
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 165

Nota geral Você conhece o Paris 6 Bistrô? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)