Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Obá Restaurante?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
Obá Restaurante

Obá Restaurante

Rua Melo Alves, 205
Jardim Paulista - São Paulo , SP

Telefone: 11 3086-4774

Nossa casa colorida, aconchegante e cheia de detalhes nos Jardins é o lugar ideal para curtir a boa mesa na companhia dos amigos. Nos inspiramos na culinária autêntica do México, Brasil, Itália e Tailândia para harmonizar no cardápio o tempero original de seus pratos clássicos.  Ver mais


Preço por pessoa:

$$ (Médio padrão)

Categoria:
Comidas e Bebidas
Site oficial:
obarestaurante.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Outras formas:
Horário de funcionamento:
Seg.: Fechado
Ter. a Qui.: 12h às 15h e 19h às 23:30
Sex.: 12h às 15h e 20h às 0:30
Sab.: 13h às 16:30 e 20h às 0:30
Dom.: 13h às 16:30
Primeira opinião por:
Claudio Kawano
Detalhes:
Ar condicionado
Aceita reservas
Mesas ao ar livre
Wi-fi
Menu executivo: R$ 21,90 a R$ 32,90
Estacionamento
Metrô/trem próximo: Clínicas (628 m)

Quer receber ofertas do Obá Restaurante?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas específicas:
Ambiente
(25)
Comida
(24)
Atendimento
(25)
Bebida
(24)
Custo-benefício
(25)
Mostrar:
Dicas  (22)
Claudia Midori
Não peça a mesa do lado de fora, próxima da cozinha, o cheiro de gordura é horrível!
Claudia M.
Claudia Midori
Não recomendo a mesa que fica próxima da cozinha, você pode sair com cheiro de fritura
Claudia M.
Leib
Tente chegar cedo nos finais de semana, a espera no segundo andar, um pouco mais tarde, é grande.
Leib
Classificar por:
Opiniões   (41)
 
Não vou falar do restaurante Obá, mas sim de sua "Cozinha de Calçada", se é que eu possa chamar assim. E por que eu estou chamando de cozinha para calçada? É óbvio meu caro Wattson, o Obá é adepto da Comida de Rua... =)

Sempre, na ÚLTIMA QUINTA-FEIRA DO MÊS (deixei em letras garrafais para que ninguém se confunda e depois diga que minha resenha estava dúbia), o Obá Restaurante serve as famosas TOSTADAS NA CALÇADA.

Para quem está acostumado ao cardápio variado de comida brasileira, mexicana, tailandesa e italiana, em um ambiente altamente decorado, com gastos dispendiosos mas, que valem muito a pena, confesso, esta opção pode parecer não agradar. Se foi isso o que você achou, meu caro Wattson, você está redondamente enganado!

Nem sempre aquele ambiente formal, com serviço de garçom, a aparência de ambiente elitizado agrada ao público. A aposta do Obá Restaurante, eu achei muito boa pois, uma vez por mês atraem um público que normalmente não frequentaria o restaurante e acaba por ir aos poucos seduzindo-os para conhecer outros pratos diferenciados, uma vez que apenas as Tostadas são servidas logo alí, na calçada.

Gostou da informalidade? Quer ir conhecer? Então reserve a última quinta-feira do mês para ir até a Rua Melo Alves, 205, Jardim Paulista (e torça para que não chova! hehehe).
Dica: Tostada de carne, apenas R$ 12,00 (isso aí, doze conto véi!). ;)
Bom para: Comida rápida
 
Tive o prazer de conhecer o Hugo, um dos donos desse restaurante delicioso em um evento da Casa Cor e claro, por tudo o que ele me contou sobre a casa, não poderia deixar de aceitar o seu convite de conhecer o lugar.
O Obá é uma grande mistura de sabores, o Hugo é mexicano então no cardápio claro, existem receitas daquele país, mas nada com cara tec-mex, pratos muito bem feitos como um poquito de cada (guacamole, salsa e cevite), preceitas bem brasileiras como o caldinho de feijão e até orientais como o pad thai, enfim, lá vc vai fazer uma verdadeira viagem gastronômica.
O restaurante é muito bonito, em uma casa de dois andares com uma decoração aconchegante com peças de artesanato brasileiro, vc vai sentir-se em casa.
Dica: Aceitam reservas para aniversários e pequenos eventos.
 
Aproveitando o cardápio do Restaurant Week, fui conhecer o Obá.

Pedi, na janta, fui de Tostaditas de camarones a la diabla (tortilhas crocantes de milho montadas com abacate e camarões salteados com pimenta chipotle, defumada e adocicada, tradicional do México). Achei bem gostoso e bem no estilo mexicano. Comeria mais desses.

Como prato principal, pedi o Geng massaman Kaek (cordeiro macio e batatas em curry tailandês aromatizado com canela e cardamomo, levemente apimentado, servido com arroz jasmine e relish de pepino). Não gostei tanto do cordeiro, mas o arroz estava gostoso, dava pra sentir o leite de coco e não ficar enjoativo.

De sobremesa Empanadas de abóbora com especiarias e chocolate quente mexicano. Achei gostoso, mas não pediria de novo. Pra mim não passou de uma bolacha com doce de abóbora por dentro.

O que eu gostei mesmo foi do ambiente e do atendimento. O lugar à meia luz dá um ar intimista e as mesas e cadeiras são muito bem arrumadinhas e confortáveis. O atendimento foi bem simpático, o garçom tirou bem as nossas dúvidas e na hora de pagar, o bom humor e simpatia da moça conta bastante.

A bebida é cara. Pedi um suco de abacaxi com hortelã por R$8,50. Pra mim não vale tudo isso. Peça um refri mesmo.
Bom para: Casais, Jantar, Almoçar
Hana Czeresnia Taragona:
ai, eu sou louca pra que essas tostaditas voltem pro cardápio... me apaixonei por elas.. haha quem sabe no festival de Iemanjá em janeiro?? eles sempre colocam pratos que tem a ver com o mar, talvez elas voltem!!! :D :D :D
Conteúdo inválido
 
Dos diversos restaurantes de São Paulo que sempre quis conhecer, o Obá esteve presente em todas as listas que fizemos. A idéia de um restaurante que propõe literalmente uma comida dos 4 cantos do mundo é no mínimo curioso.
Aproveitei que o Obá está no Grubster, um site de reservas promocionais em restaurantes e fiz uma reserva para aproveitar a oportunidade.

O restaurante oferece pratos Brasileiros, Mexicanos, Italianos e Tailandeses, um mistura difícil de visualizar. Na verdade as culinárias não se misturam, você pode pedir um prato Tailandês e outra pessoa um Mexicano, servidos na mesma mesa.

Logo na entrada, oferecem uma carta de aperitivos, drinks e petiscos. Me informaram que a casa não trabalha com couvert para as pessoas terem liberdade para pedir dentre os petiscos, o que quiser.

Os drinks estavam na faixa de 18 reais e provei uma margarita clássica muito bem feita e bem servida em uma taça grande de martini.

De entrada pedi o que chamam de "para indecisos ou curiosos"... tudo a ver comigo, o mais curioso de todos, sempre. É uma combinação de 3 bolinhos que também são oferecidos em porções individuais (R$22,50). O Chizze de parmesão tomate e ervas que estava bem suave, um Bolinho de barreado muito bom e o Garri pup de curry thai de frango estava divino.

Acompanhavam dois molhos de pimenta, um nacional tradicional que era bom e o molho thai de pimenta que era excelente, comi todas as pimentas de dois potinhos desse molho durante a refeição de tão bom que estava.

O restaurante é muito gostoso com um ambiente bem decorado e aconchegante, ideal para uma reunião de amigos ou jantar romântico. Fiquei admirando a decoração enquanto escolhia que parte do mundo iria provar do cardápio. Já tinha visto o cardápio no site do Obá, mas vários pratos não estavam na internet, como as entradas que provei e o prato que escolhi.
Estava muito propenso a pedir algo Thai mas acabei comendo um prato tipico do Pará.

Pedi um arroz de jambú com filé de peixe ao molho de graviola e castanhas do pará sensacional, na faixa dos 50 reais o prato. Coloquei várias pimentas junto do arroz para dar uma picância a mais e achei ótimo. O Molho de graviola também me surpreendeu, adocicado mas não enjoativo, estava bem gostoso. Pena que não rolou um peixe do norte e o prato veio com o já manjado Saint Peter, irmão quase gêmeo da Tilápia.

Não costumo fotografar banheiros mas este estava muito legal...

Quadros mexicanos e pinturas feitas diretamente na parede faziam deste um ambiente bem alegre. Tudo muito criativo e de bom gosto.

Antes de sair, um minuto admirando as várias Virgens de Quadalupe penduradas na entrada do restaurante que conseguiu equilibrar em sua decoração elementos dos 4 países de sua proposta gastronômica.

Agora preciso voltar para provar um prato Tailandês pois fiquei com muita vontade. O restaurante é muito bom, com um serviço bem atencioso e que merece outras visitas para explorar melhor o cardápio.
Bom para: Casais, Jantar, Vinho
 
Estive no Obá já faz algum tempo, e aproveitei o cardápio do Restaurant Week para voltar. O evento também havia chamado minha atenção nas primeiras edições, mas não retornava há tempos, pois achava que alguns restaurantes serviam porções muito reduzidas e acabava não compensando.

O Obá tem um ambiente alegre e bem colorido, com paredes em cores fortes, almofadas estampadas e mesas de madeira (fotos). O cardápio conta com opções de culinária regional, e também mexicana, tailandesa e indiana. Portanto, a comida é bem condimentada, sendo muitos pratos apimentados. Na chegada, por volta de 12:30, o restaurante tinha pouco movimento, mas depois ficou cheio. Sobre o cardápio de almoço do RW (R$31,90):

Entrada: pedi almôndegas de carne com molho de iogurte (foto) e estavam deliciosas. Eram bem crocantes, por dentro molhadinhas, com alguns pedaços de castanha. O molho de iogurte ficou ótimo para quebrar o sabor salgado dos bolinhos.

Prato: pedi o curry de frango e abobrinha, com arroz de jasmim e relish de pepino (foto). Minha impressão na chegada do prato foi "cade o resto?" hahaha mas no fim não tenho do que reclamar, pois com entrada, prato e sobremesa, acabei saindo satisfeita. O curry estava muito bom mas era bem picante, se não for fã de pimenta, passe longe dele. Não gosto de pepino, mas o relish deu um toque interessante ao prato. A outra opção (mais bem servida) eram os taquinhos para montar na hora, com carne de porco desfiada, pasta de feijão, cebola e temperos. As massas dos taquinhos (5) vem quentes num fofo saquinho de pano (foto) e são macias e mais semelhantes à massa de uma quesadilla (e não duras e crocantes como normalmente são os tacos). Provei da opção e estava muito boa também.

Sobremesa: pedimos bolinho de estudante (de tapioca e canela) com sorvete de côco e estava maravilhoso (foto)! Sou um pouco suspeita pois amo bolinho de estudante, mas o de lá estava realmente bom, e combinou bem com o sorvete.

Para quem vê o RW como uma oportunidade de gastar menos em locais mais caros, o almoço do Obá não compensa durante a semana, pois a casa serve pratos executivos no mesmo valor. Por outro lado, para quem aproveita os cardápios especiais para provar pratos diferentes, recomendo a ida ao Obá nessa edição, pois estava tudo ótimo.
 
Estive ontem no Obá. Muito bom o restaurante ainda mais quando você tem o grubster para não pesar tanto no bolso. A entrada de camarão empanado com curry verde estava excelente, porem a de bolinhos que vem três tipos de bolinhos, na verdade um era bolinho e os outros dois eram pasteizinhos de diferentes recheios, gostamos apenas de um. Os outros tinham pouco recheio e meio sem gracinha.
Os pratos que pedimos estavam muito bons. Como eu e minha namorada gostamos de pimenta pedimos uns apimentadinhos, lá você pode ver o nível de pimenta que vem marcado no cardápio, varia de 0 a 4 pimentinhas, o que pedimos era nível 3. Ela pediu um mix de frutos do mar que vem lula camarão e mexilhões com curry e arroz muito bem servido. Eu pedi uns filezinhos com molho apimentado com arroz e aquele feijão preto mexicano que esqueci o nome cada um servido em uma combuqinha separado, muito bom.

O atendimento também foi excelente e muito atencioso, inclusive um dos sócios veio falar com a gente perguntando se estava tudo ok. A presença dos donos realmente faz a diferença.
 
Dentro do Obá me sinto em casa. Ponto.

Tudo lá dentro te faz sentir como se você estivesse na sala da casa de um amigo querido, que além de tudo é ótimo com design de interiores e cozinha maravilhas!! Haha

Brincadeiras à parte, é aquele restaurante que é impossível de se cansar, eles tem tantos festivais diferentes, cada vez trazendo chefs novos de vários cantos do mundo e do Brasil pra darem seu toque tradicional ao cardápio, que mesmo frequentando a casa uma vez por semana durante um ano inteiro você consegue provar pratos completamente diferentes todas as vezes.

Fora que os donos são umas graças e estão sempre no salão de olho em tudo ;)

E tem o espaço do bar lá em cima, com uma varandinha delícia e sofázinhos gostosos. Fiz meu aniversário lá esse ano e foi demais!
Dica: Bolinho de Barreado! Kao Pad! E Bolinho de Estudante! E Calamares Manches! Ai, pede tudo...
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Jantar, Almoçar, Drinques, Reuniões de negócios, Realizar eventos pessoais, Paquerar, Relaxar, Experiências gastronômicas
 
O Obá tem pratos brasileiros, tailandeses e mexicanos. Os brasileiros e tailandeses merecem quatro estrelas. Os mexicanos merecem cinco, são espetaculares. Principalmente quando acontece algum festival por lá e eles trazem um chef do México. Na última vez que fui lá, comi um prato que estava num desses festivais e ficou no cardápio, uma almôndega com molho de tomate. Parece um prato bobo, mas estava sensacional: tanto a carne quanto o molho (bem picante) estavam sensacionais. Pra acompanhar, arroz branco e uma pasta feijão com aquele tempero que só os mexicanos preparam (nem vou tentar explicar, só comendo pra saber). Tudo isso junto com uma ótima frozen margarita.
Dica: Aposte nos pratos mexicanos
 
Conhecemos o Obá na 7º Edição do Restaurant Week. O ambiente é bem agradável, colorido e alegre sugerindo um clima caseiro. Algumas obras populares brasileiras enfeitam o restaurante.

Na época do evento eles trabalham com o cardápio reduzido com o intuito de focar nos pratos escolhidos para o SPRW. Isto ajuda bastante no atendimento, ao contrário de outros restaurantes que não dão muita importância para as pessoas que visitam os restaurantes buscando os pratos servidos no evento.

O cardápio foi inspirado nas culinárias do México, Brasil, Tailândia e Itália mesclando seus sabores. Como entrada, a Denise escolheu o Burrito de Frijoles ao estilo do norte do México que consistia em uma tortilla de trigo recheada de feijão refrito, acompanha de guacamole e salsa.

O frijoles (pasta de feijão) estava bem saboroso, levemente apimentado. Combinado com o sabor do guacamole e da salsa resultou em uma mistura de sabores bem agradável.

Eu, a Carol e a Virgínia escolhemos o Enroladinho Mar e Terra da Jôse preparado com um refogadinho de siri envolto em um rolinho de banana da terra acompanhado com uma saladinha verde.

Esta entrada mostrou um sabor mais adocicado, resultado da banana da terra que envolvia a carne de siri. Mas estava equilibrado e saboroso. A saladinha que na verdade era uma folha de alface roxa não fez muita diferença.

Passando para os pratos principais, a Denise escolheu as Enchiladas de Cordeiro que eram tacos de tortilla de milho recheados de carne de cordeiro e batatas, banhados em salsa de tomate levemente apimentada, alface e cebola.

As enchiladas estavam bem recheadas com a carne desfiada de cordeiro, que apresentou um sabor suave. Fez uma harmoniosa combinação com o molho levemente apimentado. A Denise ficou receosa ao escolher o prato com carne de cordeiro, mas se mostrou satisfeita com a escolha.

O Picadinho de Tilápia foi minha escolha e das outras garotas.

O picadinho foi apresentado em um molho leve e suave. Simples, mas saboroso. Acompanhava pirão e farinha. O pirão estava gostoso porém a Carol não gostou muito pois tinha bastante coentro (não é o tempero favorito dela). A farinha parecia grãos de quinoa. O conjunto agradou bastante mas gostei mais do prato da Denise pois prefiro sabores mais fortes.

Chegando nas sobremesas, uma das opções foi o Pão de ló de castanha da amazônia com geléia de manga e sorvete de creme.

Inicialmente aparentava ser apenas um pedaço de bolo mas surpreendeu por ser muito saboroso, macio e úmido. Fez uma ótima combinação com o sorvete de creme e o sabor marcante da geléia de manga.

A outra opção foi o Mousse mexicano de chocolate e creme, com bolachinhas crocantes e amêndoas. De sabor bem suave aparentava ser um creme de chocolate com chantilly. Apesar de saboroso, o sabor do pão de ló surpreendeu mais.

O atendimento foi atencioso e os pratos foram servidos rapidamente. É um restaurante que vale a pena conhecer e esperamos voltar para experimentar os demais pratos do cardápio.
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar, Almoçar
 
Já era pela terceira ou quarta vez que ia ao restaurante Obá, onde recordo bons momentos de conversas, com muitas risadas e boa companhia. O lugar é simples e oferece aquela sensação de calor que nos acolhe como se estivéssemos entrando na casa de alguém para um jantar. Ali, sempre gosto de escolher pelo deck. Falando nisso desde pequena eu tinha o gosto de comer a céu aberto, seja café ou jantar, em parques ou até na minha varanda de apartamento improvisada com mesinha e cadeiras de boteco. A culinária do Obá é inspirada em quatro países, sendo eles Brasil, México, Itália e Tailândia

De entrada, fomos de Tacos de carnitas, que vinham com os ingredientes desmontados, para que nós mesmos montássemos os nossos próprios tacos. Divertido e gostoso. (preciso dizer que adoro guacamole!!) Pra falar a verdade, até comer todos os tacos de entrada, eu já fiquei metade satisfeita. Mas, não sei por qual razão, eu consigo comer mais sem me sentir tão estufada quando como por lá.
 
Um dos pratos principais foi de um festival que estava acontecendo na época, mas eu admito não lembrar do tema e por isso até vou arriscar que pode ter sido um tema amazônico. ^^;
Caldeirada de Tucunaré, com arroz e pirão. Bem suave…simples e caseiro. Mas nada que um punhadindo de sal que estava sob mesa não poderia ter acentuado.
 
Para o outro prato optei pelo chu chii pla, um dos carros-chefe. É um peixe envolto em folha de bananeira e assado, com um molho de leite de coco e curry vermelho, arroz de jasmim e relish de pepino. Já havia pedido e gostado antes, o João quis experimentar, mas não foi dessa vez que o prato mereceu. =( O robalo estava passado demais, um tantinho seco – motivo pelo qual nem Jõao, que entende muito mais de peixe do que eu, havia reconhecido pelo gosto. Quando nos disseram qual peixe era, nos entreolhamos e, indiferentes, continuamos comendo.
 
Gente, não me lembro do preço dos pratos, mas deu em torno de 65 a 85 para cada um…. mas é um lugarzinho gostoso….bom pra ir com alguns poucos amigos e papear e planejar vontades a noite toda…..
 
Oba Obá

A liquidação de restaurantes São Paulo Restaurant Week 2008 acabou deixando alguns desgostos, como retratou o Braun Café sobre a Risotteria Alessandro Segato, mas algumas surpresas boas como o Obá Restaurante, um espaço charmoso e colorido nos Jardins.

O atendimento foi muito simpático e eficiente, sem distinção para clientes atraídos pelo desconto. Outro ponto positivo foi a criatividade na elaboração do cardápio promocional sem deixar de lado as características do restaurante, que faz um mix de cozinha brasileira, mexicana e oriental. Nada de servir spaghetti só para entrar na promoção.

Após um pouco de espera com um casal de amigos no aconchegante andar superior fomos para a mesa. O menu promocional era apresentado logo na primeira página do cardápio. Mais uma estrelinha no caderno. A Folha fez uma avaliação de 14 participantes da Restaurant Week e um dos pontos avaliados era a recomendação do cardápio especial. Muitos estabelecimentos não passaram no teste.

Entre as opções de entrada do Obá fiquei com as Chimichangas (burritos dourados recheados de pernil, com salsa de abacaxi). O molho de abacaxi deu um toque muito especial aos rolinhos bem saborosos. Adorei. A Ciça foi mais light e escolheu o lindo e leve Rolinho thai de manga com vegetais frescos enrolados em massa de arroz, com molho picante ao lado.

Nos pratos principais, a sensação eram os “Tacos de tinga de pollo faça seus taquitos como no méxico, com carne de frango desfiada num molho de tomate e pimenta chipotle, frijoles refritos, guacamole e creme azedo, de chupar os dedos”, como dizia o cardápio. Ao lado das cumbuquinhas e da panelinha com os ingredientes, as massinhas do taco vinham dentro de uma bolsinha térmica para não esfriarem. Um primor. O sabor não ficou atrás a apresentação.

Para variar, ou melhor, testar o trivial, escolhi o “Lagarto saudoso como na casa da vovó, recheado de legumes, acompanhado de purê de mandioquinha e finalizado com um molhinho feito com o fundo da panela”. Minha avó vai ficar brava, mas o lagarto do Obá, derretendo de tão macio, superou o dela. E o purê de madioquinha estava no ponto.

E ainda tem a sobremesa. A Ciça matou minha curiosidade escolhendo o Khao tom pad (bolinho thai de banana e arroz ao coco cozido no vapor na folha de bananeira), que era bem suave, insinuando um manjar de coco. Eu resolvi me enrolar mesmo em um perfeito bolo de rolo com sorvete de creme. Uma delícia.

Para acompanhar o almoço, algumas Bohemias long neck, ótimo bate-papo e um cafezinho fechando a tarde com chave de ouro. Dei uma espiada no cardápio da casa e tudo parece ótimo, até a muqueca vegetariana de palmito. Oba, tem volta.

(Post publicado originalmente no blog Braun Café em 6 de setembro de 2008)
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Jantar, Almoçar, Vegetarianos, Famílias
 
Fui no Obá na edição 2014 do Restaurant Week e gostei muito.
O ambiente é lindo e muito aconchegante, parece que você está dentro de uma casa e a iluminação é bem baixinha, deixando um ambiente bem intimista.
Eles tem comidas de diversas etnias, pratos exóticos e todos saborosos e muito bem preparados. Possuem sucos e coquetéis também diferente do que estamos acostumados e valem a pena serem pedidos.
 
Semana passada fui tomar um banho de chuva em Sampa. Entre uma tempestade e outra, consultei o meu guru, o Riq, que falou muito bem do Obá, um restaurante charmosíssimo que une o melhor da gastronomia de rua de países como Itália, Brasil, Tailândia e México.Por via das dúvidas, fiz reserva e mandei bem, porque tava cheio. Pra provar que o paulista não se deprime com qualquer chuvinha e sai pra rua mesmo (ao contrário do gaúcho).

Mas falando do ambiente, curti as cores quentes e os detalhes decorativos que pareciam terem sido colhidos de diversas viagens ao redor do mundo.Pra abrir o apetite, pedi a aplaudida caipira de melancia com gengibre. Digo “aplaudida” porque, além do Riq, todo mundo que fala no Obá cita esse drink. Adorei, muito bom mesmo.Mas como estava de barriga vazia, tomei uma só e em seguida não resisti ao ver essa imagem. Pô, Coca-Cola de garrafinha é jogar baixo!

Não há sabor como esse.Aí, de entrada, pedi uma porção de bolinhos e pastéizinhos que não me lembro a “raça” deles agora. Sei que os pastéis redondinhos eram de camarão (eu acho), os triangulares de queijo (90% de certeza), e os bolinhos eram de aipim (se não me engano). Agora, uma coisa que eu tenho certeza absoluta é que a pimenta que vinha à mesa é de levar pra casa de tão boa.Daí, passo seguinte, me atirei num peixe chamado Chu Chii Pla, assado na folha de bananeira, com leite de côco e curry vermelho. Bem exótico e diferente.

Gostei bastante.Pra fechar em grande estilo, uma tapioca de banana com doce de leite, sorvete de creme e canela. Comeria todos os dias da minha vida.Ao final, paguei exatos 100 reais e fiquei supercurioso pra voltar e provar outras delícias do Obá. Tomara que eu consiga não repetir nada que pedi dessa vez pra sentir o tempero mexicano, por exemplo!
 
(opinião também de uma visita de Restaurant Week)
No último Restaurant Week eu conheci o Obá. Não me lembro mais do prato que pedi, mas o que ficou na memória era a lembrança de um bom restaurante, com bons pratos. Por isso, quando um grupo de amigos me chamou para ir lá, não pensei duas vezes. Mesmo queimando uma noite do evento com um restaurante repetido, aceitei o convite e fui animada.


Cheguei lá cansada do trabalho, do calor e do metrô. Pedi uma cervejinha e logo meu humor já se transformou. O ambiente do restaurante é lindo, cheio de estampas, meias-luzes, florzinhas, enfeitinhos regionais. Lindo mesmo!
O garçom, meio frenético, meio perdido, chegou rapidinho para anotar o nosso pedido. Escolhi a entradinha chamada Tostada de pollo pibil. Como o próprio site oficial da Restaurant Week explica, se trata de uma porção de frango desfiado assado com semente de urucum e cítricos, sobre uma tortilla crocante de milho com frijoles refritos, finalizado com escabeche de cebola. As entradas do cardápio do Obá, tanto esta quanto a outra opção, são preparadas para se comer com as mãos. Então, larguei mão da educação francesa e deixei até escorrer o molhinho pelo braço e pelo canto da boca. Além da diversão, o prato estava ótimo, bem latino.


Terminada a entrada, passamos para a escolha do prato principal. Dentre as duas opções do cardápio montado para o evento, não tive que pensar muito para decidir pelo Ragu de cordeiro, afinal, adoro carne de cordeiro. Esperei salivando. Quando o prato chegou, decepção. O ragu estava com uma textura esquisita, muito mole e meio aguado. A polenta que acompanhava estava também muito rala, quase uma sopa. Tive que fazer força pra não deixar muito no prato, mas mesmo assim, desisti bem antes do que o meu apetite normalmente permite. Adminto minha frescura com a textura dos alimentos, muito mais do que com o sabor em si. Por isso, o prato foi pra mim um verdadeiro suplício.


Finalmente veio a sobremesa. Chocólatra assumida, pedi a opção da mousse de chocolate com gostinho de cachaça e castanha do pará, coberto por uma calda de maracujá. Quando o prato chegou, achei que fosse amostra grátis, mas logo que pus na boca entendi as dimensões diminutas do quitute. Acredito que se tratava da sobremesa mais intensamente achocolatada que já experimentei. Em poucas colheradas já quase não podia respirar, meus dentes reclamaram e eu parti pra água.


A noite terminou assim, sem gostinho de quero mais. Mas, independente da experência grastronômica frustrada no Obá, tive um noite ótima, com companhias queridas e lindo ambiente.
Bom para: Casais, Jantar
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 41

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
37
Seus check-ins aqui
0