O Pote Restaurante

Endereço: Rua Joaquim Antunes, 224 , Pinheiros - São Paulo , SP - Brasil - 05415-000

Telefone:

(11) 3068-...

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Contemporâneo

  | Rank: 35º de 127

O Pote apresenta um ambiente jovem e despojado. A combinação de um menu variado de ótima qualidade, drinks e clima descontraído tornam o local perfeito para todas as ocasiões - do almoço de negócios a uma noite com os amigos. Com projeto do premiado escritório de arquitetura Ito Ventura, O Pote o...  Ver mais

Primeira opinião
Tatiana Campêlo e...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
12h - 15:30 e 19:30 - 23:59
Ter.
12h - 15:30 e 19:30 - 23:59
Qua.
12h - 15:30 e 19:30 - 23:59
Qui.
12h - 15:30 e 19:30 - 23:59
Sex.
12h - 15:30 e 19:30 - 1h
Sáb.
12:30 - 1h
Dom.
12:30 - 17h


Detalhes
  • Aceita reservas
  • Mesas ao ar livre
  • Área para fumantes
  • Wi-fi
  • Couvert
  • Estacionamento


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/o-pote-do-rei-restaurante
Notas específicas:
Ambiente
(3)
Comida
(3)
Atendimento
(3)
Bebida
(3)
Custo-benefício
(2)
Dicas
Opiniões
Pra quem não sabe, tá rolando o Petisca Sampa http://www.petiscabrasil.com.br/sampa/site/
até dia 13 de novembro, acho!!! :D E aí conheci O Pote porque ele é um dos que está participando!! E com uns petiscos deliciosos!!!

Fomos bem atendidas de cara, o gerente foi muito simpático e, como o lugar estava vazio, brincou que tinha reservado o salão todo do fundo pra gente ;) o que foi ótimo, porque o salão é lindo e tem teto removível. A noite estava linda, e a iluminação do lugar é super delicada. Deve ser uma delícia ir lá num jantar romântico, curtir um aniversário de namoro ou um primeiro encontro :)

Os garçons foram todos umas graças, a comida estava ótima, o drink que acompanhava os petiscos era super refrescante e gostoso. Ficamos lá por umas 2 horas e meia e até teríamos ficado mais tempo, se não fosse uma quarta-feira. O ambiente é muuito aconchegante!!

Voltarei mais vezes pra conhecer o resto do cardápio com certeza!!! :)
Fui com duas amigas lá nO Pote para aproveitar o Petisca Sampa num 'girls night out'. O lugar é adorável. Atendimento impecável!

Chegamos cedo e fomos muito bem recebidas, o salão é grande e espaçoso, e fica ainda mais com o teto retrátil. O tempo estava lindo então a noite e a refeição ficou muito agradável ao sereno.

Muito romântico e sofisticado, perfeito para ir em casal.
A comida é muito saborosa, ainda que eu tenha comido apenas petiscos e a sobremesa. O Drink que acompanhou os petiscos era muito refrescante. E o doce... ai ai... DELICIOSO!
Estive no restaurante na terça-feira dia 18/03/2014.

Atendimento horrível. Éramos o único grupo no restaurante. Não tinha nem a desculpa de estar lotado. O garçom trouxe todos os pratos menos o meu. Depois explicou que o prato tinha caído no chão. Para completar, após todos já terem jantado meu prato chegou. Surpresa: não foi o lombo de cordeiro que eu havia pedido. Era outra coisa. O garçom não sugeriu trocar, eu estava morrendo de fome e fiquei numa posição horrível com toda a mesa. Acabei ficando com o prato.

Não bastasse isso, o garçom que veio retirar os pratos derrubou meu celular no chão, danificando-o.

Além de tudo (e para coroação da minha experiência) por algum motivo eles não podiam emitir a nota fiscal. Falaram que era o "sistema". Sempre uma desculpa.

O gerente "da noite" não teve nem a pachorra de me pedir desculpas. Somente falou que "desculpas não adiantariam". Pegou meu telefone e ficou de me ligar no outro dia mas óbvio que não o fez.

Decepcionante. Muito abaixo do que eu esperava. Arrependi muito de ter levado meus amigos ao restaurante.

Enviada do meu iPad

via Android

Acabei entrando no restaurante como segunda opção, o alvo era o Mani, mas parecia fila do SUS, o lugar tem 3 ambientes, uma varanda na entrada com algumas mesas, um salão fechado no meio e um jardim de inverno nos fundos que estava lotado, o ambiente do meio estava abafado e optamos pela varanda, o garçom nos atendeu muito bem até chegar um grupo de fumantes e termos que nos mudar.
Pedi um pargo com spaghetti ao pesto, olhando para o prato me arrependi, mas ao experimentar.... foi ótimo, estava muito bom, minha mulher pediu um filet e também gostou muito.
Recomendo, o conjunto foi muito bom.
O bacalhau à Moura Encantada é o grande hit d´O Pote do Rei. Para a Páscoa, o prato principal não poderia ser outro peixe.

O chef William Ribeiro apresenta sua nova criação, o Bacalhau a vácuo com espuma de salsa e coentro, purê de grão-de-bico e farofa de pão, que traz o grão-de-bico, a salsa e o coentro, ingredientes muito tradicionais em Portugal, mais farofa de pão, que traz uma crocancia que já virou uma de suas marcas registradas. O menu, que foi servido pelo valor de R$ 130 de quarta a domingo tanto no almoço como no jantar, inclui uma entrada, uma sobremesa e um prato principal para o cliente escolher entre duas opções.

A segunda sugestão, a minha escolha para fugir do tradicinal bacalhau, foi o também típico Arroz de Pato, que William prepara com lascas de coxa de pato confit com aroma de poivre vert, uma pimenta verde, e geléia de laranja. Completam o cardápio a entrada Quenelle de queijo de cabra com figo fresco flambado em vinho do Porto e saladinha de rúcula, em que o tradicional vinho do Porto serve de base para flambar o figo fresco, fruta tão presente nas datas festivas, e a sobremesa Semifredo de chocolate (60% de cacau) com calda de chocolate e farofa de castanha portuguesa e flor de sal, uma fatia de sorvete com farofa de castanha portuguesa, outro item típico do país, e o toque da flor de sal.
Aproveitei o Restaurant Week para visitar o restaurante do William Ribeiro, eleito o chef revelação na última Veja SP Comer e Beber. O O Pote do Rei fica na Joaquim Antunes e tem a fachada rosa pink (não era assim quando abriu). O ambiente bem iluminado é super agradável e lindo. O restaurante estava lotado e quase todas as mesas eram só de mulheres (inclusive a minha). Aceitamos o couvert, que veio com pãezinhos quentíssimos e uma focaccia deliciosa servidos dentro de uma caixa de vinho (charmosíssimo).
A entrada do menu era uma salada de folhas verdes com crocante de focaccia e vinagrete de limão siciliano. A focaccia, mais uma vez, foi o diferencial. O vinagrete de limão siciliano era imperceptível, mas o molho estava gostoso.
Pedi a espetada de frango com curry de manga e abacaxi acompanhado de couscous marroquino. Estava tudo delicioso, o frango bem saboroso e macio e o molho acrescentava um sabor mais acentuado (mas não apimentado).
Minha amiga pediu o Bacalhau com natas, que estava saboroso, mas para a infelicidade dela, o pedaço veio premiado com 6 espinhas enormes. Reclamamos com o chef, que estava caminhando pelo salão para ver se os clientes estavam satisfeitos, e ele nos explicou que a demanda nessas semanas era muito grande, e que por isso, ficava inviável limpar todas as postas de bacalhau. Ele foi sincero e bem simpático, mas eu acho que se ele mesmo sabe que é inviável fazer esse prato para tantas pessoas, não faça! Simplesmente escolha outro ingrediente que não causará desconforto nos clientes.
A sobremesa era sorvete de coco artesanal com ovos moles e farofa de coco queimado, que estava tão bom, que eu esqueci de tirar foto!

Pra quem tiver a oportunidade, eu acho que o O Pote do Rei é umas das melhores opções nessa edição do Restaurant Week.
Continuando, para acompanhar os pratos pedimos um Rey de los Andes Merlot 2009

Meu pai pediu um o nosso peixe do dia, que no caso era a pescada branca, (grelhado sobre base de caldeirada com arroz malandrinho de frutos do mar e açafrão)

A Anne pediu um rigatone caprese (com mozzarella de búfala e tomate cereja marinado, folhas de rúcula e pão crocante). Achei um prato básico, mas muito bem elaborado, o molho temperado na medida certa

O Bruno, minha mãe e a Juli pediram o mesmo prato, o Medalhão de Filé Mignon em crosta (ao molho demi-glace com gateau de mandioquinha e queijo brie)
Na minha opinião o destaque do prato é o gateau, que é excelente! Muito saboroso, adorei!!

A Mafer pediu o entrecôte ao molho de mostarda e ervas (com batatinhas fritas), que é um bom prato, e bem feito, mas para mim ficou ofuscado pelo que eu pedi. Ossobuco de vitela (assado lentamente na madrugada, com polenta cremosa)

Muito bom, achei esse prato excelente, a maciez do ossobuco estava impressionante!

Tive o privilégio de tirar uma foto com o chef William Ribeiro (chef revelação Veja São Paulo-2010/2011). Que me contou que eles colocam o ossobuco para cozinhar, em fogo baixo, na madrugada anterior, e fica a noite inteira cozinhando, por isso ele fica tão bom! Parabéns para o chef!

Meu pai pediu a sobremesa mais diferente, abacaxi grelhado ao rum e açúcar mascavo, calda de mango chutney e sorvete de coco, gostei!

A Juli pediu marquise de chocolate (60% cacau) com calda de maracujá e flor de sal. Não foi a minha favorita, prefiro chocalate mais ao leite

E a Anne pediu um um creme-brûlée, que estava bem saboroso, mas não no ponto, estava muito líquido, precisava estar mais consistente

Licor de amêndoa, que não gostei muito, acompanhando o cafezinho
Até antes de conhecermos, eu havia passado na frente algumas vezes, cheguei a conhecer a casa, mas acabava escolhendo entre outras opções de restaurantes que se encontravam na mesma rua. A Joaquim Antunes parece acolher cada vez mais restaurantes e alguns podem ter percebido que já cheguei a postar outros restaurantes no mesmo endereço, sendo eles de muito boa recomendação.
Foi quando a Beth me ligou e combinamos um almoço por lá. Quando cheguei, tive uma segunda impressão do lugar, dessa vez no claro do dia: mais vivaz, visível e acolhedor.

O restaurante foi inaugurado em agosto desse ano e adota a culinária mediterrânea. Não havia procurado indicações anteriores, nem cheguei a ter muitas expectativas, além de ainda ser um restaurante jovem. Sexta-feira, fomos de almoço executivo, que consistia de saladinha como entrada, uma sugestão do dia e sobremesa por R$37,00.
O couvert (Pães e grissinis, patê de berinjela, manteiga, sal e azeite)

A saladinha bem dosada no tempero

A Beth escolheu o Bacalhau à Bráz. Ela gostou, mas pelo que me lembro o cheiro do ovo prevalecia e ela não chegou a comer tudo. Provei um pouco, nada mal.

O meu prato era o Nhoque de queijo de cabra e espinafre, com um molhinho fresco de tomates e mini torradinhas. Gostei bastante do meu prato e veio numa proporção ideal. Comeria de novo agora.

De sobremesa, gateau de chocolate branco. Pelo que parecia ser, eram duas fatias de pão de ló recheadas com ganache de chocolate branco, ziguezagueadas com uma calda de chocolate e polvilhadas com açúcar de confeiteiro. Não curti tanto. O pão de ló estava duro.

No final das contas, eu gostei desse restaurante e voltaria novamente, para provar outros pratos. Depois do nhoque, algo me cativou.
Primeira opinião do lugar
Confesso que levei um susto quando cheguei no restaurante O Pote do Rei e me deparei com esta fachada pink. Mas ao entrar no restaurante, você sente que o ambiente é descontraído, e você logo se sente em casa

O restaurante tem um deck na entrada. Uma espécie de pátio coberto nos fundos, onde fica o oyster bar. A espera e o bar estão no corredor. E o salão principal

No salão principal, o detaque fica para o enorme painel publicitário, que fica mudando de cores e desenhos, entre eles pink, azul, painel florido. Achei a idéia muito interessante e divertida

Pedimos um Casa Lapostolle Merlot 2008. O couvert. Berinjela, azeite extra-virgem, flor-de-sal e manteiga. Com focaccia, grissini e pão toscano, adorei esse último

De entrada, pasteizinhos de carne de chouriço português (com ovo de codorna e azeitonas verdes)

Mas boa pedida mesmo foi o crostini de brie (com tomate cereja assado em balsâmico e mel ao azeite de trufas). Delicioso!!

A continuação fica pra o próximo post
Outro dia fui conhecer o restaurante O Pote do Rei. Apesar de ter gostado do local e da comida, não acho que foi um restaurante marcante!!! Tipo, atendimento maravilhoso, comida espetacular, ambiente nunca visto antes, etc etc. Pra mim ficou a impressão de “mais um restaurante de comida contemporânea de São Paulo”. Mesmo a decoração sendo bem jovial, achei o público do restaurante mais formal. O preço também não é um grande atrativo. De qualquer maneira, vale a visita.

Nota geral Você conhece o O Pote Restaurante? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)