NOH Bar e Restaurante

Vídeo do estabelecimento Foto NOH Bar e Restaurante - Uisqueria -  imagem 1 Foto NOH Bar e Restaurante - Uisqueria - São Paulo imagem 2 Foto NOH Bar e Restaurante - Uisqueria imagem 3 Foto NOH Bar e Restaurante -  imagem 4 Cardápio imagem 5
Veja as
116 fotos

Endereço: Rua Bela Cintra, 1709 , Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

(11) 2609-...

Clique para ver
Categoria:

Uisqueria

 

Dentro do conceiro de bar gastronômico, o NOH Bar harmoniza a coquetelaria/mixologia molecular de drinks com a culinária de parrilla a "Sous Vide" com foco em porções para serem compartilhadas. Seus pratos são servidos em formato de degustação, proporcionando experiências comuns e diversas. 

Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)

Site oficial
nohbar.com.br
Redes sociais
nohbar

Bom para
Drinques, Encontros românticos, Paquerar, Ir sozinho

Primeira opinião
Luiz Eduardo Pent...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Ter.
18h - 23:45
Qua.
18h - 23:45
Qui.
18h - 1h
Sex.
18h - 3h
Sáb.
19h - 3h


Detalhes
  • Aceita reservas

 Informações Conferidas em Out/2014


Como chegar
Favorito
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/noh
Notas específicas:
Ambiente
(38)
Comida
(33)
Público
(32)
Atendimento
(37)
Bebida
(37)
Custo-benefício
(34)
Dicas Ver mais
Opiniões
Uma amiga estava com um voucher de promoção para este bar e fomos lá conferir. Ele fica em uma região bem animada de SP, e o espaço é bem convidativo. Decoração show e música eletrônica tocando na altura certa: altinha, mas sem atrapalhar a conversa.
O carro chef são os drinks. Há vários e para todos os gostos. Comecei com o menu degutação com Amarula, onde vêm 5 mini drinks preparados com amarula. Um melhor que o outro. Depois fui de um drink que são pedaços de melancia que passaram por um processo em que a água da fruta é trocada por vodka. Ohhhh. Vale a pena experimentar.
Para comer pedimos 2 combos com petiscos diversos. Gostei muito do quadradinho de queijo coalho com tapioca, mas não gostei muito do bolinho de paella, e também achei que pastel de carne e queijo não combina em nada com a casa.
Uma amiga estava com um voucher de promoção para este bar e fomos lá conferir. Ele fica em uma região bem animada de SP, e o espaço é bem convidativo. Decoração show e música eletrônica tocando na altura certa: altinha, mas sem atrapalhar a conversa.
O carro chef são os drinks. Há vários e para todos os gostos. Comecei com o menu degutação com Amarula, onde vêm 5 mini drinks preparados com amarula. Um melhor que o outro. Depois fui de um drink que são pedaços de melancia que passaram por um processo em que a água da fruta é trocada por vodka. Ohhhh. Vale a pena experimentar.
Para comer pedimos 2 combos com petiscos diversos. Gostei muito do quadradinho de queijo coalho com tapioca, mas não gostei muito do bolinho de paella, e também achei que pastel de carne e queijo não combina em nada com a casa.
Conheci o Noh ontem (13/08/2013) por ocasião do evento do KK. Já havia ouvido falar de lá, das bebidas diferentes que o estabelecimento tem, o que aguçou minha curiosidade.
Chegamos relativamente cedo e o local ainda não estava muito cheio, o q foi legal para poder reparar na decoração do local.
Achei o local bem aconchegante e o pessoal bem atencioso, mas no geral não gostei muito de lá para "balada". Acredito q seja mais agradável como restaurante, até pq, pelo q vi no cardápio e o q pude experimentar, achei bem atrativo.
Na festa do KK serviram uns bolinhos deliciosos, e o q mais me chamou atenção foi um bolinho de queijo gorgonzola que estava maravilhoso. Fomos presenteados com um mini mojito de melancia "injetável" que não achei grande coisa, já q mal senti o gosto da bebida.
Vou fazer minha resenha em tópicos pra ficar mais fácil de explicar meus argumentos.

1- Bebidas : lindas, super bem apresentáveis, porém, caras e com pouco alcóol. Fiquei observando o barman por um tempo fazendo os drinks e percebi q a quantidade de alcool é mínima. Paga-se mais pelo gelo e pela apresentação da bebida do q por ela mesmo. Tomei um drink de amarulla lindo e super saboroso, parecia mais um milk shake, mas quase não senti a amarulla. Depois pedimos um drink com tekila que já dava pra sentir um pouco mais da bebida. em média o valor das bebidas está R$25.

2- Ambiente: ambientes muito pequenos. A casa estava "vazia" e mesmo assim foi difícil se locomover ali dentro. Todo lugar q parávamos estávamos no meio do caminho, de alguma porta ou passagem. Na parte onde ficam os sofás, muito calor, e na parte onde a banda tocou, bem fresquinho. Muitas escadas, o q mais uma vez me faz pensar na locomoção de pessoas com algum tipo de deficiência física.

3- Banheiros: foi uma decepção. A sorte foi q o evento era fechado e não tinha tanta gente. Mas se a casa estivesse lotada, seria um grande problema. Há apenas 1 banheiro, e quando falo 1 banheiro, não é aquele banheiro grande, com várias "casinhas". Era um banheiro mesmo, então imagino q com a casa cheia, seja um inferno a fila.

4- Atendimento: ok, fomos super bem atendidos e recepcionados.

5- Comidas: estavam maravilhosas, super saborosas, fresquinhas e quentinhas (apesar de um pouco oleosas demais). O cardápio é lindo e dá vontade de experimentar várias coisas. Só não gostei muito do cubo de queijo coalho com tapioca, pois achei doce e não gosto de "salgados doces". O bolinho de bacalhau tbm estava saboroso.

6- Ao fazer check-in no Kekanto você recebe uma mensagem te dando 20% de desconto na conta, porém, quando fomos pagar a conta, avisaram que que o desconto é só a partir da próxima visita e tem dois dias específicos para utilizá-lo q não me lembro se terça e quarta.

No geral eu voltaria lá apenas para usar a "função" restaurante e não para ir a noite pra curtir uma balada. Todos os drinks muito caros e com pouco alcool. Sendo assim, gasta-se fácil uns 150 reais por pessoa para beber bem e comer alguma coisinha, fora a entrada, q no nosso caso não foi cobrado.
O NOH foi o escolhido para o evento do KK no mês de agosto. Logo menos vocês entenderão minhas miseráveis duas estrelas.

Logo na entrada, o atendimento foi bom; aliás, neste estabelecimento a única coisa que salva é o atendimento, fui atendida por pessoas muito simpáticas mesmo com a grande quantidade de clientes circulando pelo local.

Os ambientes são variados, tem algo mais reservado, tem espaço para banda e um espaço maior, com mesas e próximo ao bar. O que me deixou irritada é que, mesmo havendo mesas, cadeiras e sofás, a música era alta demais, e era música de balada! Não que eu não curta, mas para conversar era preciso falar alto e bem perto dos amigos para ser ouvida. Definitivamente me senti numa pista de balada com sofás.

Há um cardápio de drinks e um de comidas. O primeiro é grande, bem criativo e ilustrado, e caro! Acho que valem mais pela ornamentação do que pela bebida em si. O segundo, razoável e caro também, mas levando em conta que o carro chefe da casa são os drinks, tudo bem.

Experimentei o drink molecular de melancia, o Mojito NOH. Criativo, gostoso, mas como disse, chama mais atenção pela ornamentação do que pela bebida em si. A Samyra pediu um drink com amarula, se eu não me engano, muito bom, que mais parecia um milk shake. Dos aperitivos o que mais me agradou foi o dadinho de queijo coalho com mel; o bolinho de bacalhau estava mole e praticamente sem bacalhau e o de queijo estava super gorduroso. Nem vi os preços, mas creio que não sejam baratos como todo o resto da casa.

Como alguém mencionou numa resenha, realmente o banheiro é ruim, grande porém só há um masculino e um feminino; considerando o tamanho da casa, são insuficientes. No interior, não apresentava nem um pouco de higiene. Sendo o NOH um ambiente tão requintado, em uma região tão valorizada, peca bastante neste quesito.
Estive ontem no evento kekanto, e provei o drink molecular mojito que veio 2 cubos de melancia com mojito injetado. Deu para sentir o sabor da bebida na fruta, mas não achei nada extraordinário. Os petiscos provados foram o bolinho de bacalhau, bolinho de queijo e o de queijo de coalho com tapioca no mel. Os bolinhos de bacalhau vieram em tamanhos e formatos bem variados, uns destroçados e ultra oleosos. O bolinho de queijo veio com sabores de queijos diferentes, creio que tinha um com recheio de gorgonzola ou o roquefort. Não estava saboroso e alguns estavam hiper duper oleosos. Único item que salvou foi o ambiente, pois até o som precisava melhorar. No quesito ambiente, logo após a entrada, dava para notar o lustre muito bonito, as mesinhas com cadeiras altas de balcão. No andar superior, mais um salão bem aconchegante. Mais um salão com uma janela enorme para a rua, bem despojado. Ambiente 5, bolinho de bacalhau 1, bolinho de queijo 3, atendimento 4, queijo de coalho com tapioca 4.
Demorou mas finalmente fui conhecer o NOH :)

Muito bonito o ambiente!
Ficamos na parte de baixo que é um pouco mais escuro. O ruim foi só pra ler pq sou meio cega rsrsrs..

Começamos com o Mojito NOH que é bem gostoso!
E o trio de entradas "boteco" só por causa dos dadinhos de tapioca. Confesso que fiquei decepcionada com esses dadinhos, pois fui na expectativa de ser parecido com de outro restaurante que já fui e não chegou nem perto..

Depois pedi um drink que não lembro o nome, mas era com champagne e acho que tinha pêra e limão também, docinho do jeito que eu gosto!
E um prato de capelleti de carne com molho vermelho com cogumelos. Outra decepção.. massa meio borrachuda (faltou cozinhar um pouco) e o molho muito ácido.

Por fim pedi o churros que vem com três caldas (chocolate, doce de leite e frutas vermelhas). Nada de mais.. E a calda de doce de leite parecia que estava diluída em leite.

Enfim, vá ao bar sem fome pois a comida foi uma grande decepção.
Mas os drinks são bem legais!
Vale a pena conhecer pelos drinks diferentes!
O NOH foi um dos lugares mais legais que conheci este ano.

O ambiente agradabilíssimo, intimista e a meia luz, com decoração sofisticada e um certo requinte rústico dá um ar descontraído e reconfortante. Até o banheiro, com uma estátua de um Buda indiano é bonito (amplo e bem limpo).

Os drinks e petiscos são divinos: tudo muito bem feito e delicioso. Experimentei diversos drinks moleculares e indico todos: o mojito NOH, feito com cubos de melancia com mojito injetado dentro; um outro drink com vodka injetada em abacaxi, acompanhado de um copinho de rum com creme de limão siciliano; os mini mojitos (uma seleção com 5 mojitos em versão pequena, em ordem crescente de sabor: tradicional, morango, laranja, grapefruit e pimenta) e a Fox Grape, que é um drink à base de vodka com uvas niágara, manjericão e limão.

Fiquei tão animado com o ambiente e com a qualidade dos drinks que prometi a mim mesmo voltar lá outras vezes com a intenção de provar todo o cardápio. O que faltou e que PRECISO conhecer: o Fresh Hot, que é um morango com calda de pimenta injetada dentro, acompanhada de um martini de uva thompson, e o Raiden, uma ampola com uma receita secreta que promete amortecer toda a boca. Além da extensa carta de drinks à base de Amarulla (deixe estes como sobremesa especial).

Para um bar dessa qualidade, até que os drinks não são tão caros (se comparados com outros bares), custando em média uns 23 Reais. O problema é que se fica tão empolgado em querer provar tudo que no fim acaba ficando tudo uma pequena fortuna - e mesmo assim sai-se de lá com um enorme sorriso no rosto.

O atendimento é muito bom: mesmo com o bar lotado, há muitos garçons circulando e sempre dispostos a atendê-lo. Anotam o pedido e em pouco tempo te encontram dentro do bar.

Já entrou no meu TOP3 de bares de São Paulo!
Conheci a casa no evento do KK no dia 13.08.2013. Achei o ambiente bem agradável, tranquilo e aconchegante. Chegamos cedo e a primeira impressão foi boa. Ficamos na área despojada que tem os sofás e curtimos muito, mas claro, cientes que não é o tipo de boteco copo sujo que vamos na maioria das vezes, rs.
Provamos o drink molecular mojito injetado na melancia e estava bom, mas nada impressionante. Talvez porque o gosto que prevalece é o da melancia com o limão e, ao falar em "drink", esperamos um toque de alcóol, rs. Como chegamos cedo e precisamos sair cedo também, provamos dois tipos de petiscos que estavam muito saborosos: bolinho de queijo sobre berinjela e um quadradinho que acredito ser de gorgonzola. Li muito aqui sobre o cubo de tapioca com queijo coalho e mel que me deu vontade de voltar pra provar, rs.
Sobre as bebidas, não pude provar muitas porque ia dirigir, rs, mas PRECISO falar do Rayden! Pedimos por curiosidade, já que era o único drink molecular sem descrição no cardápio. Quando veio o garçom nos deu toda a explicação que é fundamental ser seguida! Confesso que não depositamos muita confiança, principalmente pelo tamanho dele...mas também confesso que é totalmente excelente! Saímos com vontade de perguntar se faziam em garrafa de 1 litro pra viagem, rs.
Apesar das críticas que vi aqui, saímos com uma boa impressão do lugar e pensando em quem queremos levar lá pra conhecer :-)
Esperei minha segunda visita para poder escrever sobre a casa pois acreditei que seria mais clara e objetiva.
Muito bem localizada na Bela Cintra, esse bar/restaurante é fantástico.
Muito bem organizado, com comandas individuais, e espaços bem divididos permitindo um ambiente harmônico e sem conflitos de interesse.
O atendimento é espetacular, não tenho absolutamente nada a reclamar o que é algo bem raro. Desde a recepção até a ajudante do garçom, todos maravilhosos.
O cardápio de drinks vai além do completo, é um show a parte. Com drinks tradicionais, contemporâneos e moleculares. Provei quatro drinks diferentes e tenho que ressaltar o de morango apimentado com uva thompson - divino! O de abacaxi com limão siciliano é outro show a parte. Amei. Os drinks variam numa faixa de R$22,00 a R$30,00.
O cardápio é bem variado e serve de porções apetitosas á serem divididas por um grupo á pratos principais muito bem preparados. Provei o chourizo da casa, que veio no ponto pedido com batatas douradas a perfeição e o melhor arroz integral que já comi na vida! Um espetáculo sem precedentes. Outro prato é o risoto de camarão com anéis de lula empanados, o risoto estava no ponto e consistência corretos e as lulas muito bem executadas. Apresentação impecável.
Os aperitivos variam entre R$25,00 e R$40,00, já os pratos principais entre R$32,00 a R$49,00.
O cardápio de sobremesas não é extenso porem bem executado. Pedi a porção de mini churros acompanhadas de calda de chocolate, doce de leite e calda de frutas vermelhas. Também provei o trio de brigadeiro: tradicional, café e amarula. Todos estavam gostosos e custam em média R$12,00.

No final, custo-benefício fantástico, principalmente quando comparado a casas como applebee´s ou outback que possuem pratos com valor similar.

Para quem procura um lugar para realizar evento, esse é o lugar.

Vallet: R$20,00
Conheci o NOH num evento do Kekanto e apesar de ter achado a proposta do lugar legal, não curti muito a experiencia. O ambiente é lindo! A decoração, os ambientes, tudo muito legal e com cara de lugar phyyyno. O atendimento também foi bom, os garçons foram super atenciosos, explicavam os drinks pra gente na maior boa vontade e os pedidos não demoravam pra vir.
Essa foi a parte boa do evento, a parte não tão boa começa nos cardápios, achei ruim ter um cardápio só pra drinks e outro pras comidas, achei que isso deixa as coisas meio confusas prefiro tudo num cardápio só. E os cardápios em si também são confusos, se não fosse o garçon explicar que o cardapio "abria" de uma outra forma também, talvez eu não notasse metade das opções disponíveis.
No evento tinhamos petiscos a vontade por duas horas e, não sei se por serem cortesia, eu não gostei de quase nenhum dos petiscos! Pra começar que era dificil saber o que era cada um deles, o que eu acredito ser o bolinho de bacalhau estava muito mole e sem sabor, bem ruim. O bolinho de milho estava estranho, tinha umas coisas duras no meio, bem desagradavel de comer e também quase sem sabor. O único petisco que eu gostei foi um quadradinho de queijo coalho (que na verdade eu suspeito que era um quadradinho de tapioca e não de queijo pois o sabor não parecia de queijo coalho) com mel que estva bem feito e bem gostoso! Comi vááários desse hhahah. Outra decepção foi o welcome drink. Apesar de achar interessante a ideia de drinks moleculares e tal que é o carro chefe do bar, o mojito de melancia não me impressionou e não achei gostoso. Com toda certeza não pediria de novo esse drink.
Além das coisas servidas no evento, pedi um drink de amarula (que na verdade parecia mais um milkshake) e esse sim estava delicioso (apesar de pouquissimo alcoolico xD) e meu namorado pediu um outro drink de amarula também, mas o dele com café e amaretto e estava muito bom também, os dois na faixa dos 20 e tantos reais o que não acho barato mas também não foge muito do preço de drinks nos bares do mesmo estilo do NOH. As comidas eram todas carinhas também, pra ir la e realmente comer e beber você vai gastar uma boa grana.
Outro ponto fraco é o banheiro, apesar de bonito e com um buda enorme na entrada, tem apenas uma cabine o que acho pouco pra um bar daquele tamanho. Não sei se tem outros banheiros além do que eu fui, se tiver melhora um pouco a situação XD. Outra coisa que me incomodou foi a musica, muito alta pra um lugar que não pretende ser um bar balada (pelo menos a impressão que eu tenho do lugar é que é um bar pra sentar, tomar uns drinks e comer uns petiscos conversando com os amigos) o que atrapalha na hora de conversar com os amigos.
Apesar da nota baixa que dei pro lugar, voltaria lá em outra oportunidade pra conhecer melhor e talvez melhorar a nota e provar algum dos outros drinks de amarula (AMO amarula e tem vááários no cardápio!)
Esse não é aquele tipo de bar que você vira pros seus amigos e fala: "E aí, vamos tomar umas?". NÃO, definitivamente, não!

O lugar não é tão simples assim, está longe de ser um boteco pra jogar conversa fora (como o Devassa que fica na mesma rua, por exemplo). Então, nesse caso, a melhor pergunta seria "Vamos tomar uns bons drinks?".

São tantos drinks exóticos que eles ganharam um cardápio exclusivo! (Aliás, eu fiquei meio "perdida" com aquele monte de cardápio.)

O drink molecular de cubos de melancia com mojito injetado é gostosinho, mas eu particularmente prefiro coisas líquidas e até por isso resolvi pedir mais alguma bebida.

Fiquei um bom tempo pensando em qual drink escolher, mas depois que decidi, achei que não poderia ter feito escolha melhor: um drink de amarula com "suco" de maracujá! Gente, que delícia!! Ficou com gosto de mousse, bem docinho, mas dava pra sentir o gostinho do álcool. =) Quando ele acabou, eu fiquei até "triste" e a tentação de pedir outro foi grande, ainda mais com o Zulu e o Negão (os barmans) que sempre tinham algum comentário divertido ou alguma proposta de drink tentadora pra fazer.

Aliás, todo staff da casa foi mega simpático. Uma garçonete ou outra tinham a cara mais fechada, mas todas com quem conversei foram atenciosas, inclusive a mulher do caixa (pra quem eu fiquei "devendo" 20 centavos, porque eu estava sem cartão e tive que pagar tudo em dinheiro não-trocado).

Sobre os petiscos, meu Deus... Eu me acabei! Estava tudo super gostoso, o bolinho de bacalhau (que não estava salgado como costumam ser), as bolinhas de queijo, o bolinho de queijo coalho... Aff! E os cubinhos de tapioca com queijo coalho e mel? Gente, que perdição!! Bão demais. Tive que me controlar pra parar de comer... Todos os petiscos estão aprovados! ;)

Mas a ~ryqueza~ do bar não se deve apenas pelos petiscos "chiques" e nem pelos bons drinks, a casa toda é bem sofisticada, com lustres no teto, mezanino e uma espécie de lounge. Fora toda a decoração em si e as mesas no balcão com vista pro bar que também é belíssimo.

No geral, adorei ter conhecido a casa. Não é meu tipo de rolê preferido e nem o tipo de rolê pra fazer todo fim de semana devido a "sofisticação" da casa. Mas com certeza vale a pena conhecer, principalmente se for alguma ocasião especial. =)
Conheci o NOH num dos eventos mensais do Kekanto. Como eu cheguei bem cedo pude conhecer a casa ainda vazia: há vários ambientes e muitos lugares para sentar e tomar uns bons drink com a galera... só não conheci o piso superior.

E mesmo quando o povo começou a chegar eu ainda achei que tinha bastante espaço para sentar ou ficar em pé conversando e fervendo. A decoração é toda étnica e bem bonita, chique e minimalista... O único porém do lugar é apenas 1 banheiro para as trocentas mulheres presentes, inclusive é o mesmo para pessoas com deficiência física... produção, o que é isso??? Definitivamente não dá e repensem essa quantidade, caso contrário um dia acontece um acidente e/ou vexame e vocês serão processados... rs.

Falando sinceramente, achei o drinque cortesia da casa aos kekanteiros muito, mas muito safado: um quadrado de melancia com uma pseudo injeção de algum tipo de álcool em seu interior, o que não significava absolutamente nada, rs. No mais, achei os drinques muitíssimos caros e fiquei na Bohemia long neck: acho que custava 10 mangos... cara também né, vamos combinar...

Todos os petiscos servidos eram bem aprazíveis, exceto aquele quadrado de tapioca meio doce... horroroso para o meu paladar, mas teve gente que pirou o cabeção naquilo... e achei a proposta da fatia do pepino por baixo do bolinho de queijo meio confusa... não sabíamos se era para ser comida ou desprezada. Ah, lembrei: tinha um salgado que parecia uma almôndega com um molho por baixo... a aparência e o aroma não me seduziram nada, pelo contrário... rs.

Fumódromo dentro da própria casa, meio escondidinho... achei alguns ambientes quentes e outros fresquinhos pelo ar condicionado próximo. No geral a casa é boa, mas dificilmente voltaria por vontade própria, a não ser um evento de amigos ou se o Kekanto inventasse outro de novo... hehehe... verdade meu povo, esse que eu fui era o segundo... :-P
O NOH bar é um daqueles lugares que você inventa desculpa pra voltar, seja por um dos eventos que acontecem na casa, seja por fazer um aniversário, levar alguém pra conhecer um lugar sofisticado e bom.

Já fui ao NOH por quase todos os motivos citados acima e um deles foi um evento Kekanto, mas aqui vou mesclar minhas experiências, pois em todas elas o NOH foi 5 estrelas.

A casa é um charme e de ambientes que atendem diversas expectativas dos clientes, quer um bar? Ficar no balcão e puxar papo? Mesa pra casal num lugar mais reservado? Um lounge? Uma mesa externa? Todas essas alternativas existem. A decoração da casa é mista, mas ambiente muito bem, desde um enorme Buda dourado, até um elefante na entrada e uma verdadeira vitrine frente ao bar de drinks, e que drinks, viu?

Os drinks da casa são o carro chefe e o motivo de muitos retornos, afinal bons drinks é coisa pra poucos. E os drinks moleculares? Muito criativos e surpreendentes, nem vale detalhar pra não estragar a surpresa com a casa, e a dica é, leve lá alguém que você quer impressionar, peça pelo amarula storm frozen, o mojito nOH ou o Rayden três das excelentes alternativas que a casa oferece para beber, comer, se apaixonar e na casa voltar :)

O staff é um dos melhores da cidade, mesmo! Atenciosos, simpáticos, gentis e o melhor, resolvem as coisas. Lido frequentemente com as equipes dos tipos mais diversos de estabelecimentos e o do NOH é um dos melhores times que já conheci, tanto como cliente como sendo um outro staff (no caso do evento Kekanto citado).

O cardápio de comidas também é bem resolvido, já provei de quase tudo e tudo foi no mínimo bom (pastel e cesta de carne seca), com outras opções ótimas (bolinho de bacalhau e combo de 3 mini hambúrgueres) e conta até com excelentes (como o dadinho de tapioca com queijo e mel).

Certamente o NOH Bar me verá por lá muitas vezes.
Logo na entrada é possível sentir um clima aconchegante, meia luz, uma estátua de elefante e um excelente atendimento. Os garçons são mega simpáticos.
O local em si é pequeno, na parte de baixo, no corredor da entrada, tem umas mesas para jantar e ao fundo um buda enorme onde atrás ficam os banheiros (que por sinal achei ruim, apenas 1 banheiro com uma porta pesada de ferro, por sorte a casa não estava cheia senão teria fila enorme). Ficamos na parte superior onde tem o bar, conforme foi enchendo começou a ficar muito abafado, o ar condicionado não é bem posicionado para dar vazão para o ambiente todo ou precisaria ter mais.
Fui no evento do Kekanto onde para nos recepcionar ganhamos um drink que chamam de molecular. Um pequeno copo com gelo picado no fundo e 2 cubos de melancia onde é injetado o famoso mojito. Estava super fraquinho o que acabou decepcionando um pouco. sucos, só tinha de pêssego. Como assim? E o básico laranja...
Os petiscos liberados até as 22h. Tinha bolinho de bacalhau (Recheio bem cremoso e o sabor do bacalhau estava bem suave), bolinho de queijo (acho que tinha alecrim e o sabor desse tempero estava bem forte, então não gostei), almondega (estava bom), mas para mim o ápice de gostoso foi o cubo de tapioca com calda de mel, o que era aquilo? Estava delicioso!!! Valeu pela noite...
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 59

Nota geral Você conhece o NOH Bar e Restaurante? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Lugares parecidos




Baixe o app grátis

                          

Veja mais