Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Museu Nacional Honestino Guimarães?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Museu Nacional Honestino Guimarães

Museu Nacional Honestino Guimarães

Setor Cultural Sul, 2 - Esplanada dos Ministérios
Brasília , DF - 70310-000

Telefone: 61 3325-6101

Preço por pessoa:

$$ (De R$15 até R$25)

Categoria:
Museu
Ranking: #1 de 10
Horário de funcionamento:
Seg.: Fechado
Ter. a Dom.: 9h às 18:30
Primeira opinião por:
Thais Helena
Detalhes:
Acesso para deficientes
Ar condicionado
Inaugurado em 2006
Visita monitorada
Metrô/trem próximo: Central (633 m)

Quer receber ofertas do Museu Nacional Honestino Guimarães?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas específicas:
Ambiente
(18)
Atendimento
(16)
Custo-benefício
(7)
Dicas  (18)
Luis Fernando
Se tiver sol, leve guarda chuva; se tiver chuva, leve-o também.
Luis F.
Thais Helena
Procurar no Google as projeções na cúpula!
Thais H.
Classificar por:
Opiniões   (86)
 
É uma das obras arquitetônicas que mais gostei, achei futurista. Estive numa visita guiada, muito instrutiva, quando havia a exposição "À sua saúde", conheci todo o complexo, de cima a baixo além do anexo, que tem subsolo. A estrutura toda é grandiosa e na parte de baixo há um auditório, mas a acústica não é muito boa. O museu localiza-se numa ampla praça de concreto que possui alguns lagos circulares e próximo da Biblioteca nacional.
Não encontrei locais muito próximos para almoçar.
Dica: Há um pequeno estacionamento gratuito na parte de trás
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Ponto turístico
 
Eu acho tão difícil falar dos monumentos de Brasília e isso acontece porque não vou muito . #confissão

Antes o Museu era, pra mim, um ponto de encontro com meus amigos, um lugar para escutar músicas da cidade (do lado de fora). Nunca tinha entrado. Achava lindo, mas neca de entrar. Um absurdo, né?

Pois bem, tenho uma irmã de 11 anos que estava louca para conhecer o Museu e lá fomos nós. Peguei um ônibus com ela e fomos até a rodoviária. De lá seguimos andando até o Museu. (É bem perto e a maneira mais fácil de chegar). Era sábado e estava muito quente. Assim que entramos no lugar, sentimos uma paz e ar fresco. Heheh

Gratuito, com exposições e onde você deixa seu nome, valorizando o patrimônio da cidade. Foi uma experiência incrível. O lugar proporciona isso! No dia, tinha 2 exposições, não lembro de quem, mas sei que a do térreo era uma coisa meio abstrata e a do piso superior era contando a vida do Gil. Sim, do Gilberto Gil. Maravilhosa! Contava toda a história dele e todos os discos estavam disponíveis para escutar ali mesmo. Uma delícia. Tinha uma parte interativa, que minha irmã adorou. Muita cultura linda.

Saímos de lá renovadas. Eu conseguia ver o brilho no olho da minha irmã e espero que ela seja melhor do que eu, mais interessada. Hahaha
Dica: vá =)
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Ir sozinho, Ponto turístico
 
Inaugurado em 15 de Dezembro de 2006, o Museu Nacional de Brasília veio para somar beleza na capital com sua forma especial projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, no mesmo dia em que o arquiteto completou seus 99 anos de idade.O Museu Nacional está localizado na Esplanada dos Ministérios, no “coração do Brasil”, entre a Biblioteca Nacional e a Catedral de Brasília.
Bom para: Famílias, Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Ponto turístico
 
É uma das obras arquitetônicas que mais gostei, achei futurista. Estive numa visita guiada, muito instrutiva, quando havia a exposição "À sua saúde", conheci todo o complexo, de cima a baixo além do anexo, que tem subsolo. A estrutura toda é grandiosa e na parte de baixo há um auditório, mas a acústica não é muito boa. O museu localiza-se numa ampla praça de concreto que possui alguns lagos circulares e próximo da Biblioteca nacional.
Não encontrei locais muito próximos para almoçar.
Dica: Há um pequeno estacionamento gratuito na parte de trás
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Ponto turístico
 
Fui recentemente a um seminário no auditório do museu e gostei muito do que vi. O espaço é grande, com uma boa acústica e visibilidade do palco a partir de qualquer ponto em que você sente. Dessa vez posso afirmar que nosso amigo Niemeyer deu uma bola dentro, não privilegiando só a questão estética... Agora, se vc quiser conhecer o museu, tem aquela rampa enorme para subir... mas até que é divertido!
 
Como praticamente toda obra de Niemeyer, tem curvas e formas geométricas (no caso, a enorme cúpula branca que mais parece um iglu mesmo) que parecem flutuar na paisagem. O grande pátio (sem uma árvore sequer, o que torna insuportável ficar ali sob o sol, mas aqui é o conceito que importa, não é mesmo?) tem um pequeno lago no concreto (sujo e mal cuidado por sinal). Suba a rampa e curta as exposições e o espaço interno, que pessoalmente acho mais interessante que o externo. A programação está em: http://www.museus.gov.br/.
Bom para: Ir com amigos, Ir sozinho, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ponto turístico
 
Apesar de nao ter sido construido ha muito tempo (pelo menos nao em relação aos outros monumentos da cidade), o museu já virou cartão postal e foi mais uma grande aquisiçao para a nossa cidade. è uma obra bem bacana e diferenciada que foi feita em bom uso da arquitetura moderna. Mas o melhor nao é isso, ele nao se trata de um museu com exposições fixas, ou seja, de tempos em tempos você pode visitar as mais diversas exposições dos mais variados artistas e vertentes. Nao parando por ai, o museu tambem possui areas internas destinadas a palestras e outros tipos de apresentaões como canto, danças, folclore..., já no espaço externo, atividades regionais estao sempre fervendo, você pode se deparar com exposições variadas ou com os famosos shows que ali ocorrem, alguns eventos sao menores com artistas regionais enquanto outros sao imensos com bandas e artistas famosos de todo o Brasil, e algumas vezes, do exterior. Então fica a dica, fique sempre atento a programção cultural e aproveite pois os eventos sediados no museu sao nota 10 e com certeza voce irá se divertir.
 
Uma cúpula enorme, toda branca, no centro da capital federal e que tem como pano de fundo para um céu espetacular. Perto da Catedral e da Biblioteca Nacional, ele compõe bem a cena da arquitetura da cidade. Mas, quando o museu foi construído, confesso que o achei um tanto quanto esquisito... aquela coisa "brancona" lá no meio da Esplanada... sei lá. Até que a figura foi ficando cada vez mais familiar, apesar de ainda achar aquele branco esquisito, ainda mais numa terra empoeirada como o cerrado.

O acesso ao Museu é feito por uma rampa. Dentro ele é enorme, com mais algumas rampas que dão acesso a parte superior. Há sempre exposições muito interessantes e com entrada gratuita. Quadros, peças, monumentos, vale muito a pena!

Dentro também é bem bonito, brnaquinho, com uma iluminação bacana. E sempre que ando por ali ficando imaginando se eles abrissem aquele espaço todo para uma festa. Ia ser DEMAIS. Claro que não vão e nem devem, mas seria bem legal.

Indico a visita para quem mora em Brasília e ainda não foi e para quem vem visitar a cidade também. É bonito, interessante e de graça.
Luis Fernando:
Poderia ser mais interessante. Eu sempre achei esse monumento muito do sem graça. Já estamos cansados de tanto cimento aqui, ali... ...desculpem-me a sinceridade, mas faltou um paisagismo por ali.
Fui lá apenas uma vez para levar uns parentes do RIO, mas até o momento não tive vontade de voltar, não porque não goste muito de arte, mas por não ter mais nenhuma opção, senão a de caminhar vários metros no cimentão para chegar até a entrada.
Sem invejar ou querer imitar, poderia nos apresentar mais opções como se tem em Fortaleza no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura - http://www.dragaodomar.org.br/index.php
Por lá temos várias opções inclusive alguns barzinhos, cafeteria, teatro e dança ao vivo e outras atrações. É um local com bastante opção.
Acho mesmo que aqui, a maioria dos monumentos não são muito funcionais. Por que montar arenas de volley no centro da Capital para destruir o gramado? Por que não valorizar o nosso Parque da Cidade com este tipo de evento, penso que tem muito mais sentido. E por aí vai... ...imaginem o que será do nosso estádio de futebol?
Conteúdo inválido
 
Bom bom dia eu tambem gosto de visitar o museu nacional honestino guimarães ,o musica ´e mas bonito por fora do que por dentro , mas vale apena conferir ,,,,,,,, é um molumento historico lindo lindo , sempre é bom visitar esses molumento aqui em
brasilia ,,,, vomos la
 
Ótimo Lugar, aonde sempre jovens se reúnem, um bom ambiente, e bem fácil de chegar com o transporte publico, vale muito apena colar la. sempre tem batalha de MC, campeonatos de skate entre outros.perto da rodoviaria.
 
O Museu Nacional Honestino Guimarães é um local incrivel,de fácil acesso, gratuito, as esposições são sempre impactantes e interativas de diversas formas, o espaço é confortavel e ao redor do local ocorre festivais e movimentos em prol da cultura muito importantes para a cidade, como: a Jam do Museu, ponto de encontro de varios dançarinos profissionais e os não profissionais para socializar, compartilhar conhecimento e dançar mais e mais. Entretanto o Museu não esta sendo valorizado da forma que deveria, devido a falta de divulgação de seus projetos e o desinteresse da população.

 
O Museu Nacional, ou Museu Honestino Guimarães tem forma de cúpula, todo branco, e uma grande rampa leva para dentro do mesmo e passa por fora. É muito legal passar por fora do museu pela passarela. Dentro do museu, há um grande mezanino suspenso, e mais rampas/passarelas que interligam os pisos. O museu fica localizado na Esplanada dos Ministérios.

Junto ao museu existe a Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola, que não visitei. Ambos foram concebidos pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurados no dia 15 de dezembro de 2006, no aniversário de 99 anos de idade do arquiteto.

O museu tem uma área de 14,5 mil metros quadrados e foi inaugurado com uma exposição sobre a obra de Niemeyer: Niemeyer & Niemeyer e Brasília – Património da Humanidade.

O museu e a biblioteca formam o Complexo Cultural da República João Herculino.

A cúpula mede 25 m de raio, a base 32,6 m de raio e ela tem 26,25 m de altura. Seu interior é dividido em quatro pavimentos: subsolo, piso térreo, piso superior para exposições e mezanino. No piso superior, com acesso independente por meio de duas rampas, está a grande área de exposições com um vão inteiramente livre de 3.203,19 m², exclusivamente destinado a realizações de mostras.

Acima deste vão está o mezanino, que é uma plataforma de 719,63m² e a ele estão ligadas as rampas e elevadores provenientes do expositivo, mais a plataforma de carga e a escadaria de serviço. No piso térreo encontra-se uma das entradas principais do prédio que dá acesso ao auditório maior (700 lugares) e a outro menor (85 lugares). Ainda neste espaço encontra-se a Galeria do térreo que recebe exposições de pequeno porte.

Várias vezes ao ano a cúpula serve de tela para projeções de luzes, como na copa, natal, aniversário de Brasília etc. Fica muito bonita!

Endereço: Setor Cultural Sul, lote 2, próximo à Rodoviária do Plano Piloto - Zona 0.
Horário de visitação: Terça-feira a domingo, das 9h às 18h30.
Telefones: (61) 3325-5220 e 3325-6410 (61) 3325-5220
Fax: (61) 3325-5220
E-mail: museunacional@gmail.com


Dados de http://www.sc.df.gov.br
Dica: Procurar no Google as projeções na cúpula!
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Gastar pouco
 
O museu é lindo, lindo, lindo! Aquela cúpula branca, fazendo contraste com o céu azul e um espelho d'água à frente rendeu fotos magníficas - uma delas está aqui nesta resenha. As curvas do Museu quebram as formas quadradas do Palácio do Planalto e a Esplanada dos Ministérios. Além disso,ocupa uma área que antigamente era vazia. Dizem que muitas pessoas reclamaram quando o construíram, pois tirava a vista da morada do Presidente e governantes. Mas, sinceramente, acho bem melhor assim!

Porém, acredito que o espaço interno (e até externo) é muito mal aproveitado. Sei que faz parte do projeto arquitetônico do local ter estes "espaços em branco". Porém, é muito concreto para pouca "cor". Só o corredor que leva até os toaletes é um imenso paredão que poderia ser usado para outras exposições - até de maior renome.

A visitação é gratuita e pode ser guiada. E o passeio vale para conhecer ainda mais a arquitetura de Niemeyer. É um cartão postal que merece ser visitado para tirar várias fotos! Bem turista, ahm?
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Gastar pouco
 
Espaço idealizado com a mais pura boa intenção, porém, a falta de investimentos e um certo descaso por parte do GDF o transformou num elefante branco desbotando sob o lindo céu azul de Brasília. Esse ambiente merecia um bom investimento, além de ser melhor administrado e explorado.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 86

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Eventos que aconteceram aqui

Check-ins

Total de check-ins
22
Seus check-ins aqui
0