Melograno

Endereço: Rua Aspicuelta, 436 , Vila Madalena - São Paulo , SP - Brasil - 05433-011

Telefone:

11 3031 29...

Clique para ver
Categoria:

Bares e Pubs

  | Rank: 31º de 1302

A Melograno é uma cervejaria que oferece mais de 150 tipos de cervejas, além de vinhos e chops.Possui um cardápio com entradas bem elaboradas, como o Crostine de Brie com Mel, algumas pizzas, saladas e vários tipos de sanduíches. 

Preço por pessoa

Site oficial
melograno.com.br
Redes sociais
melogranof

Bom para
Cerveja, Happy hour

Primeira opinião
Bruno Yoshimura
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
18h - 0h
Ter.
18h - 0h
Qua.
18h - 0h
Qui.
18h - 0h
Sex.
18h - 1h
Sáb.
18h - 1h
Dom.
16h - 22h


Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Ar condicionado
  • Aceita reservas
  • Mesas ao ar livre
  • 90 lugares
  • Wi-fi
  • Estacionamento: R$15,00 com valet


Enviar foto
Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/melograno
Notas específicas:
Ambiente
(36)
Comida
(36)
Público
(32)
Atendimento
(36)
Bebida
(35)
Custo-benefício
(31)
Dicas
Participe das degustações que são promovidas dentro do Melograno, para tornar a sua experiência de descobrir novos rótulos de cerveja ainda mais especial
Julio V.
às vezes tem uma musiquinha ao vivo delícia. Vale a pena ligar e perguntar.
Denise B.
Senha WiFi (gratuito): p9x2x5z8 =) Aproveita e faz check-in no Kekanto!
Sheila A.
Cervejas especiais, staff especialista em cervejas, shows
Allan G.
Para comer :Sanduíches de forno Melograno (ragú de cordeiro na cerveja escura e molho de romã)Para Beber : Chope Bamberg de trigo ou a caipirinha de jabuticaba.
Janaina P.
Ver mais
Opiniões
O espaço é uma graça! Mesmo.. A área de tras da varanda, com uma cascata que fica caindo água o tempo todo é uma delicia enquanto você está conversando com os amigos ou curtindo a noite em casal.

A carta de cerveja deles é sensacional, bom mesmo. Tem uma variação sensacional de rótulos, com cerveja de trigo, preta, de todo tipo, além de lindas garrafas e taças. Pedi uma porção de azeitona chilena temperada e uns bolinhos de queijo provolone que estava também, uma super delícia, uma pouco banhado no óleo, mas nada demais.

Eles possuem uma carta de vinho pra quem não é muito chegado a cerveja e outros tipos de destilados, como vodka, cachaça e etc. O espaço é bem limpinho e a área do banheiro com uns espelhos meio retrôs e um diferente do outro me chamou muita a atenção.

O atendimento é ótimo, com uma atenção boa de cada garçom. Você não fica horas com a mão levantada. Um problema é que não tem lugar pra parar e é na Vila Mada, ou seja, inferno pra parar no final de semana.
Nós, kekanteiros Stars, fomos agraciados com um evento exclusivo no mês de fevereiro e o local escolhido foi o Melograno, uma cervejaria pra lá de elegante/divertida na Vila Madalena. No Melograno você não precisa ser um expert em cervejas para frequentar o lugar, pois há profissionais muito bem preparados para orientar e sugerir opções para degustação.

O ambiente é bem aconchegante, decorado com garrafas, quadros, copos e taças que remetem ao clima das cervejas. O espaço com pequenas mesas é ótimo para casais e grupos pequenos, onde há música ao vivo. Ao fundo da casa, há mesas grandes que comportam muitas pessoas e são mais próximas à cozinha que prepara os quitutes.

De entrada, degustamos crostinis de brie com mel harmonizando com chopp Bamberg Weiss (produzido em Votorantim, SP). O chopp é bem leve e quase não é possível sentir o teor alcoólico da bebida. Como prato principal tivemos os bolinhos de mortadela com Arcobrau Schloss Hell. Se não tivessem falado jamais imaginaria que fossem feitos de mortadela, de tão leves que são os bolinhos. Já a cerveja foi a minha preferida da noite, possui um leve toque de mel e cereais, uma delícia! Na sobremesa experimentamos brownie com sorvete de creme com Therezopolis Dunkel (cerveja escura produzida em Teresópolis, RJ). Apesar de não curtir muito cervejas escuras, esta caiu muito bem com o brownie e no final deixou um gostinho muito bom na boca, algo bem parecido com café.

O cardápio é lindo, bem organizado e juntamente com a ótima orientação dos someliers é possível experimentar o que há de melhor no estabelecimento. Os preços das cervejas são altos, mas que valem muito a pena por se tratar de um local exclusivo.
Dessa vez deu tudo certo e consegui ir ao evento para Stars do Kekanto! E o lugar escolhido para esse encontro foi o Empório de Cervejas Melograno.
Da estação Vila Madalena do metrô, na Av. Heitor Penteado, há umas 3 linhas de ônibus que passam bem pertinho ou na própria rua Aspicuelta. Peguei o ônibus Itaim e 10 minutos depois estava lá! Para quem vai de carro, tem um estacionamento bem na frente do Melograno.
O bar tem um ambiente gostoso e a turma do Kekanto ficou na parte de trás do bar, que devido à forte chuva, estava com o teto fechado. O banheiro feminino é bem bonitinho, tem as paredes pintadas de rosa! :)
A degustação de cervejas começou com o chopp Bamberg Weiss harmonizado com crostini de brie e mel. Realmente combinou bem! Ao beber o chopp, senti no finalzinho um gosto de tubaina e mais tarde o sommelier disse que tinha um pouco tutti frutti, então senti certo! rs
A segunda degustação foi da cerveja Arcobrau Schloss Hell harmonizada com bolinho de mortadela. Foi a combinação que mais gostei! Uma cerveja leve e gostosa!
Já a terceira foi uma harmonização com sobremesa. Nos foi servido um brownie com sorvete de creme harmonizando com Therezopolis Dunkel, uma cerveja escura bem gostosa, sem ser amarga. Gostei!
O sommelier mandou bem nas explicações e o atendimento por parte dos garçons também foi muito bom.
Terminada a degustação, pedimos outras cervejas como a Guiness (500 ml - R$ 18,50) e a espanhola Estrela Galícia (300 ml - R$ 7,00) e para petiscar fomos de Filé Aperitivo (R$ 31,00).
Gostamos muito das cervejas, mas a comida foi apenas regular. Temos nossas dúvidas se o filé aperitivo era de mignon mesmo conforme escrito no cardápio e o molho que o acompanhava não estava muito gostoso. O brownie servido na degustação não poderia ser chamado de brownie, pq não era. Era um bolo de chocolate simples.
Eu não gostava de cerveja.
Sério.
Juro que to falando sério.

No máximo naquele calor de 35 graus na praia eu topava umazinha ou duas, mas só porque não tem como resistir, né?

Mas aí eu comecei a namorar um "cervejófilo" e tudo mudou. Porque daí eu aprendi que existem cervejas boas nesse mundo. E aprendi que tem lugares em sp em que você consegue experimentá-las.

O Melograno é um desses lugares!

Fora isso, acho o ambiente agradabilíssimo. Só não curto as vezes quando tem banda ao vivo e o volume do som fica insuportável. Do tipo que você tem que gritar pra conversar com quem ta do teu lado. Mas fora isso, tudo ok!!

Curto pra ir com a galera, pegar uma mesona redonda com 7 pessoas e ir dividindo várias porçõezinhas enquanto degustamos cervejas gostosas :) E ficar lá hooooras batendo papo.

Geralmente é lotadão, mas vai em dia de semana e chega cedo que você senta fácil!!
Fomos conhecer este bar num evento para Stars,e logo na entrada já dá para perceber que ele está num nível acima dos outros bares da Vila Madalena.Tem mesas logo na entrada,um ambiente onde pode-se escutar uma boa MPB e um salão ao fundo,onde ficamos,muito bom para turmas.O Sommelier foi muito atencioso em nos explicar as harmonizações dos pratos com as cervejas,e o serviço dos garçons em geral foi muito bom. A harmonização que mais me chamou a atenção foi a Therezopolis Dunkel com o brownie.Nunca achei que fosse tomar cerveja comendo doce.Ficou muito interessante!Para quem gosta de cervejas é um lugar obrigatório.Ahh e de quebra ainda ganhei uma Colorado Quattro feita especialmente para comemorar os quatro anos do bar.Volto com certeza.
Estive no Melograno no sábado a noite. Comprei um Groupon e fui utilizá-lo. O lugar é (ou estava, segundo a garçonete), apertado. Ficamos numa mesa para dois próximo a parede e praticamente não havia espaço para nos mexermos. O atendimento foi bem demorado mas quando ocorrida a garçonete (Deia) era atenciosa. Vale a pena experimentar o bolinho de feijoada e a costela (desmanchando). As bebidas demoraram um pouco para vir mas o chopp estava na temperatura certa. Boa carta de cervejas (é conhecido pela grande variedade). Vale a pena conhecer. Tem uma geladeira de sorvetes de cerveja..... da Craft Beer que não pode passar despercebida.
O ambiente supera as expectativas. Bonito, aconchegante, com uma carta de cervejas maravilhosa, uma ótima banda, super animada, enfim... Tem tudo parar ser um lugar excelente! Porém, aconteceram 2 fatores que, digamos, "quebraram o clima": Primeiro, o atendimento foi bem lento. Tudo bem que era domingo, mas o bar estava bem vazio, então a demora chamou a atenção de todos... Segundo, na hora de pagar a conta, tinha consumo a mais na minha comanda. (Muito a mais, diga-se de passagem). Fui avisar uma mulher que estava no caixa e, para minha surpresa, ela foi bem grossa: "Se não é seu, alguém passou na sua comanda. Alguém vai ter que pagar, né". Fiquei olhando incrédula... ela não quis nem se dar ao trabalho de averiguar a situação. Preferiu me "acusar" logo de cara. Tive que chamar a aniversariante para resolver a situação... Um outro homem, muito mais simpático, se prontificou a chamar o garçom que nos atendeu e imediatamente o erro foi descoberto. Paguei o valor correto e fui embora. Acho que essa situação é totalmente desnecessária... E o pior é que o erro foi deles, e eu não ouvi um único pedido de desculpas. Aliás, me entregaram a nova conta como se estivessem fazendo um favor para mim!!!
Enfim, espero que esse tenha sido um erro pontual.
Segundo o site do estabelecimento, o nome é em homenagem ao pé de romã (melograno no idioma italiano) que se encontra no quintal da casa e que eu, distraído, não deixei marcado na minha memória e nem na minha câmera de celular. Tá bom, confesso: meus pais tinham pés de romãs em casa lá no Rio Grande do Sul, mas não lembro como eram!

É um bar que me deixou extremamente à vontade e que eu enfrentaria com prazer todo o desafio logístico que eu costumo encarar toda vez que eu tenho que ir na Vila Madalena. No Melograno você encontra um ambiente que atende desde aquelas pessoas que querem um ambiente mais despojado quanto aqueles que querem sofisticação.

Ao chegar, encontra-se um deck semi-coberto na entrada com mesas e cadeiras que deixam você em contato com a rua. O ambiente seguinte é uma loja em que você pode comprar cervejas entre mais de 160 opões e marcas vindos de várias partes do mundo. Apenas uma porta separa do salão central com uma iluminação bem intimista onde podem ser realizados, inclusive, pocket show (gratuítos!). Se analisarmos apenas o show que eu conferi, posso garantir que é de boa qualidade com a vocalista interagindo elegantemente entre as mesas onde estão os clientes.

Mas o melhor está no último ambiente ao ar livre com mesas redondas feitas em mosaico. Mas se chover, não se preocupe que o teto é móvel e daí o ambiente fica coberto. Mas evite sentar nas mesas perto dos banheiros que mesmo fechado, goteiras bem generosas rondam aquela área.

Qualquer pessoa se empolgaria com degustações ou harmonizações de vinhos ou cervejas. Menos eu. Explico o porquê: acredito que quando eu fui feito, esqueceram de me colocar dois itens de série bússola e papilas gustativas para álcool. Incrível como eu não consigo diferenciar diferentes tipos de vinhos e cervejas. Então o Evento para Stars do Kekanto no último dia 26 de fevereiro de 2013 foi uma oportunidade de ter um "bê-a-bá" de como apreciar e aprender com uma harmonização de cervejas.

Os someliers foram fundamentais para explicar qual a lógica de umas cervejas combinarem com determinados alimentos durante a harmonização. Surpresa: não é que tinha mesmo a ver uma coisa com a outra? Me senti uma criança descobrindo sabores ontem. De entrada nos serviram um chopp Bamberg Weiss acompanhado de crostine de brie com mel. Já de prato principal experimentei uma Arcobrau Schloss Hell com um delicioso popular e fino ao mesmo tempo bolinho de mortadela. "Popular e fino"... escrevi uma heresia? E de sobremesa veio uma Therezopolis Dunkel acompanhado de um brownie (estranho, não sei descrever) com sorvete de creme e pedacinhos de morango.

Depois da harmonização, sabe como é, bebe mais uma cerveja e outra e a fome acaba visitando a gente de novo. Experimentei um filé mignon aperitivo que tinha um tempero bem acentuado acompanhado por fatias de pão. Foi tranquilo. E logo em seguida, dividi com uma amiga um famoso "panini" tão recomendado daqui. Optamos por um chamado Corleoni, que vem com filé mignon, mussarela e vinagrete. Saí satisfeito e o valor cobrado foi de R$27,50. Há sugestões em cada prato de quais cervejas combinam com cada item do cardápio.

Outra coisa importante de dizer que o lugar cumpre requisitos básicos de acessibilidade para cadeirantes, por exemplo, tendo rampa de acesso e banheiro misto adaptado no salão principal. Falando em banheiros, é preciso cruzar o quintal dos fundos para acessar os toaletes (separados em masculino e feminino). Dou nota dez para os banheiros com sensor de luz, excelente conservação, decoração (não tirei fotos aqui porque não considero de bom tom particularmente) e dosador de sabonete.

Recomendo... o melhor de tudo foi aprender a primeira lição de que cerveja não é tudo igual. Agora querer me cobrar que eu fale em amargor, carbonatação... bom, aí é já querer demais. Esperem quando eu chegar em um nível intermediário.
Atendimento excelente, atencioso. Ficamos na dúvida entre qual dos ambientes nos sentaríamos: mesa na varanda ao lado da calçada, no balcão de chopes (tentação!), no salão interno ou no jardim descoberto nos fundos. Há também um mezanino reservado. Escolhermos tomar as cervejas gourmet sob ESTRELAS e LUAR: sentamos no jardim! Pra variar, detestamos os preços de estacionamentos na Vila Madalena, problema de vários bairros descolados de Sampa!
Voltarei ao Melograno em breve! Feijoada no domingão, com direito a passeio pela Vila Madá
Um bar de cervejas especiais na Aspicuelta! Thanks God! Assim, saímos do circuito tradicional de bares muito similares da famosa rua da Vila Madalena e corremos para algo bem mais diferenciado: o Melograno.

O bar é e dividido em quatro ambientes: um deck externo (não recomendado para os dias de chuva, por motivos óbvios); um salão menor na entrada, próximo à estante com várias cervejas especiais; outro salão maior, onde geralmente você pode assistir a shows de jazz, rock e MPB de excelente qualidade; além do deck aos fundos, coberto, com mesas maiores e excelente para um evento particular.

A carta de cervejas é muito grande e para diferentes bolsos. Se quiser beber no bar, consegue algumas a partir de R$ 15. Mas dou destaque à Colorado, uma cerveja do próprio Melograno, tipo stout que leva um leve sabor de rapadura na composição (mais brasileira, impossível). Custa mais ou menos R$ 59 e faz parte da tradição da casa: todos os anos eles lançam uma cerveja especial.

Pra comer, eu sugiro o panini Corleoni (R$ 27,50), com filet mignon, mussarela e vinagrete. Nossa, é grande e delicioso! A mussarela mais parece um creme e o vinagrete dá um gostinho especial. Serve duas pessoas tranquilamente.

Observação especial ao atendimento: todos muitos solícitos e simpáticos. Eu não entendo nada de cerveja, só entendo de beber, e lá aprendi muito. Até porque uma das minhas experiências no Melograno foi num evento Kekanto, no qual fizemos uma degustação e harmonização de pratos. Aliás, não só para o Kekanto eles fazem isso: conversem lá com o Sidnei pois sempre realizam eventos-degustação caso se interesse.

Mas, para dar um exemplo de como funciona a degustação, checa aí o que foi servido - tudo acompanhado pelo beer sommelier:

- Como entrada, um crostini de brie com mel harmonizado com chopp Bambeg Weiss (prove o chope e o crostini separados; depois, coma um pedaço de crostini e um gole pequeno de cerveja ao mesmo tempo e irá sentir um terceiro sabor: eis a magia da harmonização!)

- O principal foi um bolinho de mortadela harmonizando com Arcobrau Schloss Hell (como a cerveja é mais refrescante, neste caso você não sente - nem deve - o terceiro sabor)

- A sobremesa ficou por conta do brownie com sorvete de creme harmonizando com Therezopolis Dunkel (jura? nunca imaginei que cerveja combinasse com brownie e sorvete!)

Enfim, um bar bem diferente dos tradicionais da Aspicuelta, pra quem gosta de apreciar uma boa cerveja e excelentes petiscos! ;-)

PS: Não saia de lá sem dar uma olhada no shampoo de cerveja. Siiim! É super cheiroso e tem um leve aroma de malte.
Fui no evento dos stars do kekanto, e me surpreendi com o local.
Ficamos no salão dos fundos, com plantas e um teto retrátil, muito gostoso, bem decorado.
Fomos muito bem atendidos, as cervejas e os acompanhamentos muito interessantes. Conforme o Lucas, " de entrada nos serviram um chopp Bamberg Weiss acompanhado de crostine de brie com mel. Depois, provei a Arcobrau Schloss Hell com bolinho de mortadela. E de sobremesa veio uma Therezopolis Dunkel que parece um chope escuro que harmonizou com o brownie com sorvete de creme e pedacinhos de morango. "
Como já li alguém escrever, repito: Finalmente um lugar com cervejas boas na Vila MAdalena!

O Melograno é um dos lugares intimistas mais bacanas da Vila Madalena. Conta com uma quantidade grande de cervejas e variações diversas de combinações: harmonizações com comidas, singles e menu degustação de bebidas.

Já experimentei na casa o ritual de harmonização no 2º Evento Stars Kekanto de São Paulo, que contou com:

1) Entrada: crostini de brie com mel harmonizando com chopp Bamberg Weiss, meu tipo favorito de combinação com cerveja, já que apesar de mais doce ser meu segundo tipo favorito de cerveja (Weiss beer).

2) Principal: bolinho de mortadela harmonizando com Arcobrau Schloss Hell, gosto pois a Arcobrau é bem forte e saborosa, entretanto não sou grande fã de Larger beer em si.

3) Sobremesa: brownie com sorvete de creme harmonizando com Therezopolis Dunkel, minha combinação menos querida, já que não gosto de cervejas escuras, exceto se for um chopp tipo Guiness que tem muita cremosidade ajudando no paladar e no sabor da composição.

A execução dos rituais é sempre muito legal, pois gosto muito da história das cervejas e de testar meu paladar aguçando triangulações e diversas formas de conhecer novas experimentações.

Também experimentei a versão single, bebendo algumas cervejas avulsas:

1) Liefmans Fruitesse: uma cerveja extremamente doce e frutada, parece um refrigerante com álcool, recomendada para quem curte bebidas muito doces.(20$)

2) Scheider Tap 5 Hopfenweisse: O melhor custo benefício da noite, uma Schneider Weisse herbal bem saborosa e de espuma cheirosa, simples e satisfatória (39$).

3) Brooklyn Sorachi Ace: cerveja de rolha e de cor dourada é uma saison que usa lúpulo de origem japonesa, o Sorachi Ace, tem um sabor bem seco, quase de um espumante e tive a impressão de ter um paladar "azedo", possui levedura de champanhe o que a torna bem espumosa. Média satisfação com ela. É de fato uma cerveja globalizada, lúpulo japonês, levedo europeu e fabricação americana, Brooklyn NY. (59$)

A casa possuí dois tipos de escolhas, pelo cardápio ou pela prateleira com as cervejas expostas, prefiro a segunda alternativa, pois casas com muitas cervejas sempre ficam sem alguma no estoque e antes de me frustar escolhendo alguma que não esteja disponível, prefiro escolher no olho, uma ótima alternativa que não existe na maioria dos Pub's, por exemplo.

Os preços das bebidas são um pouco mais altos do que dos Pub's, mas as comidas tem valores mais vantajosos, já que também o formato da casa oferece outras regalias, como os shows sempre interessantes que acontecem no local. Já vi banda de Jazz instalada na casa e show de MPB, muito bom.

A parte externa é uma boa para quem não quiser ficar no show ou estiver a fim de fazer um evento pessoal, cabe umas 35 pessoas sentadas.

O atendimento da casa é especializado nas cervejas, todos os funcionários entendem bastante das cervejas da carta e fazem boas sugestões, além de contarem um pouco da história de cada uma e de estarem preparados para sugerir harmonizações com comidas.

Enfim, um dos lugares mais gostosos entre a mesmice da Vila Madalena.


Pensa num lugar aconchegante. Pensou? Então você está em frente ao Melograno.
Um empório de cervejas pequeno e sofisticado no coração da Vila Madalena (bem na Aspicuelta). O atendimento é fino, a decoração é primorosa e o espaço tem o tamanho ideal pra ser agradável (não é grande para não comprometer a qualidade do atendimento, mas não é pequeno a ponto de ser sufocante).
Tem algumas mesas internas (cabem umas 20 pessoas) e um belíssimo pátio com teto retrátil, com paisagismo e iluminação muito graciosos.
Na ocasião que estive lá, houve uma harmonização de cervejas. Veja só que interessante: o sommelier de cerveja chega com um tipo de cerveja e um prato que combina com ela. Aí ele explica algumas particularidades tanto do prato quanto da cerveja, e você aprecia a combinação. Foram três no total:

1) Entrada: crostini de brie com mel harmonizando com chopp Bamberg Weiss. Esse disseram que a cerveja tinha notas de banana, mas eu, que sou muito má entendedora no assunto, não percebi. O crostini estava divino!!

2) Principal: bolinho de mortadela harmonizando com Arcobrau Schloss Hell. Essa combinação é mais típica de boteco, pois a cerveja era mais leve e com mais "drinkabilidade", como disse o sommelier. Achei a combinação meio lugar comum, mas tá valendo pela experiência.

3) Sobremesa: brownie com sorvete de creme harmonizando com Therezopolis Dunkel. Essa foi legal! Achei bem inusitado combinar chocolate, sorvete e cerveja, mas eles conversam muitíssimo bem.

Também experimentei o drink que leva o nome da casa, e achei bem docinho e refrescante.
No fim da noite, depois de tantas cervejas, recomendo pegar um táxi, já que muitas são bem fortes e é melhor não facilitar com a Lei Seca!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 56

Nota geral Você conhece o Melograno? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)