MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

Endereço: Av Paulista, 1578 , Bela Vista - São Paulo , SP - Brasil - 01310-200

Telefone:

(11) 3251-...

Clique para ver
Categoria:

Museus

  |   3º melhor em Museus de São Paulo   3º melhor em Museus de São Paulo
Bom para
Famílias, Ir sozinho

Primeira opinião
Nathália Monteiro...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Ter.
10h - 18h
Qua.
10h - 18h
Qui.
10h - 20h
Sex.
10h - 18h
Sáb.
10h - 18h
Dom.
10h - 18h


Detalhes
  • Ar condicionado
  • Proibido fumar
  • Visita monitorada
  • Wi-fi
  • Ingresso: R$15,00

 Informações Conferidas em Out/2014


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/masp-museu-de-arte-de-sao-paulo-assis-chateaubriand
Notas específicas:
Ambiente
(123)
Atendimento
(145)
Custo-benefício
(94)
Dicas Ver mais
Opiniões
Instituição particular sem fins lucrativos, o museu foi fundado em 1947, por iniciativa do paraibano Assis Chateaubriand. Ao longo de sua história, notabilizou-se por uma série de iniciativas importantes no campo da museologia e da formação artística, bem como por sua forte atuação didática. Foi também um dos primeiros espaços museológicos do continente a atuar com perfil de centro cultural, bem como o primeiro museu do país a acolher as tendências artísticas surgidas após a Segunda Guerra Mundial.
O MASP possui a mais importante e abrangente coleção de arte europeia da América Latina e de todo o hemisfério sul, em que se notabilizam sobretudo os consistentes conjuntos referentes às escolas italiana e francesa. Possui também extensa seção de arte brasileira e pequenos conjuntos de arte africana e asiática, artes decorativas, peças arqueológicas etc., totalizando aproximadamente 8 mil peças. O acervo é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O museu também abriga uma das maiores bibliotecas especializadas em arte do país.
O maior e melhor museu do Brasil e um dos maiores e melhores da América.
Lá você encontra obras famosas e dos mais renomados artistas, com exposições itinerantes e com acervo fixo.
Quem vai a São Paulo, é uma parada obrigatória, cultura, beleza e história, tudo no mesmo lugar.
Normalmente tem que pagar entrada (estudante paga meia entrada e tem dias que é de graça), mas vale a pena, pois são obras únicas!
A entrada do museu e sua arquitetura já são uma obra de arte.
O maps é top quando o assunto é arte. E não só isso, ele também é ponto turistico e possui uma feirinha nos finais de semana com muita coisa legal. Mas o predio em si é uma obra, sendo algo "suspenso", liberando a vista para o outro lado. Dizem que a arquitetura dele é assim porque antigamente, antes de construirem aquele tanto de predios que da pra ver ali do MASP, era uma vista linda, totalmente ampla e rica. Infelizmente já não temos mais essa visão, mas a arquitetura ficou como algo sensacional e histórico...com certeza histórico!!!

E as exposições que são realizadas no masp são todas fodas, muitas vezes com peças originais de outros museus para cá, e com entrada franca ao terças!
O Masp é um contrassenso. Apesar de seu acervo louvável, agora querem elitizá-lo ainda mais aumentando seu ingresso para tapar buracos financeiros, quando deveriam buscar parcerias público-privadas para evitar essa medida drástica em uma cidade já tão sitiada socialmente.

Mas parece que seus gestores não pensam assim. Além disso, estive no Masp após às 18h em um dia de semana e fui informado de que o Museu já não estava mais aberto à visitação aquele horário (pásmem!). Para quem abrem o museu então? Para meia dúzia de pessoas? Um museu desse porte na maior cidade da América Latina deveria estar aberto 24h para abarcar um público amplo e interessado, mas que não pode estar lá no horário conveniente aos seus funcionários. É o cúmulo do pensamento-tupiniquim-obsoleto não oferecer infra-estrutura adequada a um local de difusão das artes tão relevante.

Vamos repensar a relação público-museu, pessoal do Masp? Fechar às 18h e aumentar taxa de ingresso estão na contra-mão das medidas coerentes com a história do Masp. Fim!
Amo! Amo! Amo! O MASP!

Precisa dizer por que? Este museu é simplesmente lindo! Começando por fora, pela sua bela forma arquitetônica que é única e inigualável! Depois por dentro: Sempre há uma ótima exposição em cartaz lá, além do acervo do MASP que é a coisa mais linda!!!
Dias de terça a entrada é grátis, o que além dos dias de fim de semana fazem com que o museu fique um pouco mais cheio, mas nada que incomode a visita.

Toda vez que vou a Sampa dou um pulo no MASP por que vale muito a pena! :D
O MASP é muito mais do que um dos mais conhecidos cartões postais da nossa pauliceia. Pra mim é a marca do movimento democrático por ser o ponto de encontro das tão famosas manifestações da Av. Paulista, que além de abrigar os protestos, passeatas e manifestações é um museu que abriga um acervo muito rico de pinturas e obras plásticas.

Seu design é futurista sustentado por quatro grandes pilares que deixam o centro do edifício "flutuando", marca da consagrada engenharia paulistana.
Lugar ideal pra passar uma tarde, principalmente pra quem vem conhecer a nossa metrópole de pedra pra primeira vez.
Já fui ao MASP por diversas vezes, mas minha última visita foi nessa semana, quando fui conferir a exposição "Do coração da África".
Comecei a visita pelo segundo andar, onde ficam expostas algumas obras fixas e clássicas, as quais eu já conhecia. Depois fui ao primeiro andar, onde está rolando uma exposição fotográfica bem interessante, cujo objetivo é mostrar faces diversas de algumas cidades.
Após conferir a exposição fotográfica, fui ao subsolo conferir a " Do coração da África", que é composta basicamente por estatuas e objetos de origem africana.
Também no subsolo, estava rolando exposição das grandes obras de Schnabel, um artista bem curioso.
Recomendo que os moradores de São Paulo façam visitas periódicas, para não perderem as exposições legais que rolam por lá.
Dica: de terça-feira a entrada é free!
Situado na Avenida Paulista o MASP é um dos mais importantes museus da cidade, possui um acervo permanente com obras importantes de Degas, Rafael, Bellini, Portinari, Brecheret entre outros, além do acervo permanente, é sempre palco de grandes eventos, atualmente abriga a X Bienal de Arquitetura de São Paulo que termina no dia 24 de novembro. O museu oferece cursos muito interessantes de fotografia e história da arte, possui uma excelente biblioteca de história da arte, com espaço para pesquisa e leitura, oferece visitas guiadas, possui restaurante, enfim, é um ótimo passeio cultural.
Se vc não tem nada contra quem fuma um cigarro diferente, desses ainda não legalizados aqui no Brasil, não vai se incomodar com a recepção ao local. A galera usa o "vão do MASP" para reunir um pessoal alternativo, assim como a arte colocada logo acima dele. Apreciadores de arte moderna tem um prato cheio nos andares do prédio, começando pela própria apreciação da estrutura do prédio. Cuidado ao anoitecer, outras criaturas obscuras, como Michês(!) podem tomar vida lá. rs
O MASP tem um um bom acervo, com nomes da escola italiana como Rafael e Ticiano, espanhola, como Goya e francesa, como Renoir, Monet, Cézanne, Van Gogh e a minha paixão Modigliani haha. A américa latina fica representada por Diego Rivera, Siqueiros, Portinari e Anita Malfatti, dentre muitos outros nomes e países.

Mas mesmo pra quem não liga pra esse acervo de peso (alguém não liga?!), vale a visita pelo prédio! Construção icônica em São Paulo, projeto de Lina Bo Bardi, virou ponto turístico da cidade, mas merece ser visitado por todos!

Além disso o espaço recebe muitas exposições itinerantes de peso, como foi a de Caravaggio em 2012.
Eu curto o MASP! Ele fica na Paulista, e dá pra chegar através do metrô Trianon-Masp.
O museu é grande, e sempre tem exposições bem legais. A entrada custa R$ 15,00, mas nas terças, o ingresso é gratuito!
O mais legal é a história da arquitetura: ele foi construído desse jeito, por exigência dos donos do terreno, que pediram para que não tampassem a vista do vale da Avenida Paulista. Quem passa por lá, nem sabe o porquê, e quando fiquei sabendo, achei bem interessante.
É um bom passeio pela Paulista, recomendo!
Quer conhecer um local incrível em São Paulo? Vá até o MASP!
Sempre me perguntei porque aqueles quadros famosos tinham tanto valor no mercado internacional. Achava estranho, não havia beleza até realmente conhecer o que estava além daquela arte pintada nos quadros.
Conheci a história de alguns artistas como Picasso, Van Gogh, Paul Cézanne, entre outros e eles eram excelentes pintores! A época em que viveram, não buscavam perfeição nos traços de rostos, natureza e sim, conceito, uma forma diferente de representar aquilo que era retratado em sua obra. É claro que, caso fosse solicitado uma pintura de um rosto com perfeição, eles o faziam.
Cada época era representado de uma forma diferente. Houve a época do cubismo, expressionismo, surrealismo entre outros e isso é representado no MASP.
Para ser um local completo, poderia passar mais informações de cada artista, seus objetivos e um pouco da sua história como pessoa. Alguns filmes sobre artes você encontra na locadora 2001 vídeo. Amplie seus conhecimentos sobre artes e design. Às terças-feiras a entrada é gratuita, aproveite!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 446

Nota geral Você conhece o MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)