MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

Endereço: Av Paulista, 1578 , Bela Vista - São Paulo , SP - Brasil - 01310-200

Telefone:

(11) 3251-...

Clique para ver
Categoria:

Museu de Arte

  | Rank: 2º de 9
Bom para
Famílias, Ir sozinho

Primeira opinião
Nathália Monteiro...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Ter.
10h - 18h
Qua.
10h - 18h
Qui.
10h - 20h
Sex.
10h - 18h
Sáb.
10h - 18h
Dom.
10h - 18h


Detalhes
  • Ar condicionado
  • Proibido fumar
  • Visita monitorada
  • Wi-fi
  • Ingresso: R$15,00


Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro
  • Guia Turístico

http://br.kekanto.com/como-chegar/masp-museu-de-arte-de-sao-paulo-assis-chateaubriand
Notas específicas:
Atendimento
(131)
Custo-benefício
(74)
Ambiente
(124)
Dicas
Convênio com CAR PARK Estacionamentos – Alameda Casa Branca, 41
Martin
Durante as terças feiras a entrada é mais barata apesar de ser mais cheio, vale a pena
Leo S.
Chegue cedo, compre as entradas e dê uma volta na feirinha de antiguidades (aos finais de semana)
Fabio M.
Bom também pra quem trabalha ou faz faculdade na areá artistica
Igor P.
O restaurante é uma excelente opção para depois do tour
Alexandre S.
Ver mais
Opiniões
Estive há poucos dias atrás no famoso MASP ( Museu de Arte de São Paulo ), que fica na Estação Trianon-Masp, Av Paulista, 1578, sendo que já deve ser a terceira ou quarta vez que fui lá.

Levei minha irmã mais nova, pois esta nunca tinha ido e ela gostou bastante. Foi numa quarta-feira e o ingresso integral custava R$15,00 ( você paga e pode visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita ), mas como somos ambas estudantes, pagamos R$7,00 ( meia-entrada, que também é válida para professores e aposentados acima de 60 anos com apresentação de documento ). Vale lembrar que o MASP fica fechado na Segunda-feira, e de Terça-feira, a entrada é gratuita o dia todo.

Sobre filas, geralmente tem uma filinha sim. Mas eu nunca esperei mais de 15 minutos para entrar, é um processo realmente rápido.

As exposições atuais são as seguintes ( principais ):
1º andar: "A Inusitada Coleção De Sylvio Perlstein"
2º andar: "O TRIUNFO DO DETALHE (E DEPOIS, NADA)"
1º subsolo do MASP: " Cidades Invisíveis"

No 1º andar, as obras do artista Sylvio Perlstein me lembram uma mistura de conceitos de Dadaísmo e pop-art. Minha irmã não entendeu a maioria das obras, e expliquei pra ela que a arte, nem sempre é para ser compreendida, e sim apreciada.

Eu e ela gostamos mais da exposição do 2º andar, pois os quadros exibidos ali eram sensacionais. Bem, sou suspeita pra falar, pois amo Renascentismo, amo pinturas à óleo, mas realmente, é de tirar o fôlego e encher os olhos aquelas obras.

Além destas, há outras mini-exposições em cada um desses andares, e eu gostaria muito de discorrer sobre todas elas porém o meu texto aqui ficaria muito extenso. Mas caso queiram saber, vejam esse link: http://masp.art.br/masp2010/exposicoes_emcartaz.php

Ah, e uma coisa...não é permitido tirar fotos das obras em exposição. Em outras palavras, foto ali dentro nem pensar. Caso você tente bater alguma foto, um guarda educadamente, dirá para você não fazer isso.

Vale lembrar que o MASP tem também um restaurante, o "Restaurante UNI", que fica no segundo-subsolo e fica aberto de segunda à sexta das 11h30 às 15h. Sábados e domingos das 12h às 16h. Já fui lá e é muito bom.

Já do lado de fora, embaixo do MASP, principalmente nos finais de semana, há feirinhas de artesanatos e venda de raridades. Muito interessante pra quem aprecia esse tipo de coisa, mas tente não ligar para o cheiro de "erva" que paira no local, é normal isso lá.
Também, há enormes painéis de foto ao ar livre, e dessa vez, a temática é a biodiversidade amazônica e batemos algumas fotos, ali fora pode.

O MASP como um todo, é muito bonito e não é à toa que se tornou um dos principais cartões postais de SP, por isso recomendo muito a visita.
O maior e melhor museu do Brasil e um dos maiores e melhores da América.
Lá você encontra obras famosas e dos mais renomados artistas, com exposições itinerantes e com acervo fixo.
Quem vai a São Paulo, é uma parada obrigatória, cultura, beleza e história, tudo no mesmo lugar.
Normalmente tem que pagar entrada (estudante paga meia entrada e tem dias que é de graça), mas vale a pena, pois são obras únicas!
A entrada do museu e sua arquitetura já são uma obra de arte.
Amo! Amo! Amo! O MASP!

Precisa dizer por que? Este museu é simplesmente lindo! Começando por fora, pela sua bela forma arquitetônica que é única e inigualável! Depois por dentro: Sempre há uma ótima exposição em cartaz lá, além do acervo do MASP que é a coisa mais linda!!!
Dias de terça a entrada é grátis, o que além dos dias de fim de semana fazem com que o museu fique um pouco mais cheio, mas nada que incomode a visita.

Toda vez que vou a Sampa dou um pulo no MASP por que vale muito a pena! :D
Quer conhecer um local incrível em São Paulo? Vá até o MASP!
Sempre me perguntei porque aqueles quadros famosos tinham tanto valor no mercado internacional. Achava estranho, não havia beleza até realmente conhecer o que estava além daquela arte pintada nos quadros.
Conheci a história de alguns artistas como Picasso, Van Gogh, Paul Cézanne, entre outros e eles eram excelentes pintores! A época em que viveram, não buscavam perfeição nos traços de rostos, natureza e sim, conceito, uma forma diferente de representar aquilo que era retratado em sua obra. É claro que, caso fosse solicitado uma pintura de um rosto com perfeição, eles o faziam.
Cada época era representado de uma forma diferente. Houve a época do cubismo, expressionismo, surrealismo entre outros e isso é representado no MASP.
Para ser um local completo, poderia passar mais informações de cada artista, seus objetivos e um pouco da sua história como pessoa. Alguns filmes sobre artes você encontra na locadora 2001 vídeo. Amplie seus conhecimentos sobre artes e design. Às terças-feiras a entrada é gratuita, aproveite!
Na Avenida Paulista no Vão de Masp - Museu de Arte de São Paulo, nos finais de semana sempre tem uma grande feirinha, lá podemos encontrar de tudo, desde comida, artesanato, bijuterias, entres outros mimos para comprar para sua casa ou levar de lembranças para os amigos. Um ótimo lugar para ver e participar do cotidiano de São Paulo.
Situado na Avenida Paulista o MASP é um dos mais importantes museus da cidade, possui um acervo permanente com obras importantes de Degas, Rafael, Bellini, Portinari, Brecheret entre outros, além do acervo permanente, é sempre palco de grandes eventos, atualmente abriga a X Bienal de Arquitetura de São Paulo que termina no dia 24 de novembro. O museu oferece cursos muito interessantes de fotografia e história da arte, possui uma excelente biblioteca de história da arte, com espaço para pesquisa e leitura, oferece visitas guiadas, possui restaurante, enfim, é um ótimo passeio cultural.
O MASP tem um um bom acervo, com nomes da escola italiana como Rafael e Ticiano, espanhola, como Goya e francesa, como Renoir, Monet, Cézanne, Van Gogh e a minha paixão Modigliani haha. A américa latina fica representada por Diego Rivera, Siqueiros, Portinari e Anita Malfatti, dentre muitos outros nomes e países.

Mas mesmo pra quem não liga pra esse acervo de peso (alguém não liga?!), vale a visita pelo prédio! Construção icônica em São Paulo, projeto de Lina Bo Bardi, virou ponto turístico da cidade, mas merece ser visitado por todos!

Além disso o espaço recebe muitas exposições itinerantes de peso, como foi a de Caravaggio em 2012.
Eu curto o MASP! Ele fica na Paulista, e dá pra chegar através do metrô Trianon-Masp.
O museu é grande, e sempre tem exposições bem legais. A entrada custa R$ 15,00, mas nas terças, o ingresso é gratuito!
O mais legal é a história da arquitetura: ele foi construído desse jeito, por exigência dos donos do terreno, que pediram para que não tampassem a vista do vale da Avenida Paulista. Quem passa por lá, nem sabe o porquê, e quando fiquei sabendo, achei bem interessante.
É um bom passeio pela Paulista, recomendo!
Instituição particular sem fins lucrativos, o museu foi fundado em 1947, por iniciativa do paraibano Assis Chateaubriand. Ao longo de sua história, notabilizou-se por uma série de iniciativas importantes no campo da museologia e da formação artística, bem como por sua forte atuação didática. Foi também um dos primeiros espaços museológicos do continente a atuar com perfil de centro cultural, bem como o primeiro museu do país a acolher as tendências artísticas surgidas após a Segunda Guerra Mundial.
O MASP possui a mais importante e abrangente coleção de arte europeia da América Latina e de todo o hemisfério sul, em que se notabilizam sobretudo os consistentes conjuntos referentes às escolas italiana e francesa. Possui também extensa seção de arte brasileira e pequenos conjuntos de arte africana e asiática, artes decorativas, peças arqueológicas etc., totalizando aproximadamente 8 mil peças. O acervo é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O museu também abriga uma das maiores bibliotecas especializadas em arte do país.
O Masp é uma instituição sem fins lucrativos, o que não significa que seus brindes, revistas, desenhos, agendas devam ser baratos, longe disso, afinal manter um museu desse porte precisa de muito dinheiro. Sem fins lucrativos significa que não existe dono para retirar os lucros ou superáviti do resultado financeiro. A arte precisa ser preservada para purificar e engrandecer nossa alma.
Respira-se arte e história e uma das exposições em cartaz desde o junho, mostra de Lucien Freud, neto de Sigmund Freud, com gravuras, pinturas e fotos do artista em seu ateliê. Curadoria de Richard Riley e Delphine Allier, com a colaboração de Teixeira Coelho.
O MASP dispensa comentário. É visita obrigatória para moradores e turistas que passam por São Paulo. Inaugurado em 1968 com a visita da Rainha Elizabeth II, possui o acervo mais considerável da América Latina. Inclusive, é tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional ( IPHAN) desde 1969.

Assim como o Museu do Louvre, guarda desde coleção da Antiguidade greco-romana até a arte contemporânea.

É fácil perder a noção de tempo quando você visita o local.

Foi idealizado pelo empresário e jornalista Assis Chateaubriand e Pietro Maria Bardi, jornalista e crítico de arte italiano.

É destino favorito de gringos, sobretudo, americanos e europeus.
Já fui diversas vezes ao MASP, gosto muito dele e do que ele representa dentro do ambiente cultural e artístico paulista, porém só não dou 5 estrelas, porque acredito que ainda falta algo para ele ser um Museu TOP. Acredito que se investissem mais no Museu e se movimentassem mais a parte de exposições e além disso adicionasse uma parte de souvenires com apelos turísticos mais bacana o MASP iria dar aquela melhorada que falta a ele.

O MASP tem as obras fixas que são lindas e destaco algumas do Diego Rivera, que foi marido de Frida Khalo e um grande muralista e artista. Entre outras obras lindíssimas. E vira e mexe tem alguma exposição legal. Uma das mais legais foi a do Vik Muniz.

Na entrada existe todo um cuidado para entrar e as bolsas são revistadas e não é permitido fotografar lá dentro. Mas de qualquer maneira o lado de fora rende ótimas fotos, sem falar que no vão livre tem uma feira de artesanato aos fins de semana e eu já vi uma exposição de esculturas no vão livre também.
Passear pela paulista e se deparar com o MASP, já virou rotina de muitos paulistas, porém, nem todos conhecem o museu de arte.
Como sou apaixonado por arte, arquitetura e cultura, ir para o MASP se tornou uma rotina mensal, tendo sempre uma exposição de arregalar os olhos!
O museu funciona de terça à domingo, das 10h até as 18h, e apenas de quinta-feira vai até as 20h.
Atualmente, o MASP está contando com 4 exposições, que podem ser vistas pelo site masp.art.br, pelo menos para mim, a mais bonita é a de " PASSAGENS POR PARIS - ARTE MODERNA NA CAPITAL DO SÉCULO XIX" que está sem tempo de se encerrar ainda, e vale a passada para as pessoas que gostam de história, na exposição "DEUSES E MADONAS - A ARTE DO SAGRADO", no qual é retratado alguns quadros com temas da cultura ocidental.

O MASP, com certeza, é um lugar que, não só todo turista deve conhecer, mas como todo paulista deveria ir pelo menos, 1 vez ao ano !!! Os bilhetes de entrada são extremamente baratos, o inteiro custa 15 reais, e estudante, idosos e menores de 10 anos, pagam 7 reais !!!
O maps é top quando o assunto é arte. E não só isso, ele também é ponto turistico e possui uma feirinha nos finais de semana com muita coisa legal. Mas o predio em si é uma obra, sendo algo "suspenso", liberando a vista para o outro lado. Dizem que a arquitetura dele é assim porque antigamente, antes de construirem aquele tanto de predios que da pra ver ali do MASP, era uma vista linda, totalmente ampla e rica. Infelizmente já não temos mais essa visão, mas a arquitetura ficou como algo sensacional e histórico...com certeza histórico!!!

E as exposições que são realizadas no masp são todas fodas, muitas vezes com peças originais de outros museus para cá, e com entrada franca ao terças!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 413

Nota geral Você conhece o MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)