Marcel

Endereço: Rua da Consolação, 3555 , Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 3064-30...

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Francês

  | Rank: 15º de 92
Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)
Bom para
Casais, Jantar
Horário de funcionamento
Seg.
12h - 14:30 e 19h - 23:59
Ter.
12h - 14:30 e 19h - 23:59
Qua.
12h - 14:30 e 19h - 23:59
Qui.
12h - 14:30 e 19h - 23:59
Sex.
12h - 14:30 e 19h - 23:59
Sáb.
19h - 23:59
Dom.
12:30 - 16h e 19h - 23h

Formas de pagamento
Crédito:
Débito:
cash, credit card, debit card
Primeira opinião
Alice Singer
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Aceita reservas
  • Mesas ao ar livre
  • Estacionamento

Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro
  • Reservar mesa (grátis)

http://br.kekanto.com/como-chegar/marcel
Notas específicas:
Ambiente
(5)
Comida
(5)
Atendimento
(5)
Bebida
(5)
Custo-benefício
(4)
Dicas
Suflês recém-vindo
Alice S.
O Marcel é bem mais gourmet que o Le Bistro Marcel, acho que ambos pertecem a um mesmo dono, mas o Le bistro tem pratos mais clássicos da culinária francesa.
Fah &.
Colcar vigilantes e latoes de lixo
marcelo m.
Opiniões
Fomos pelo Restorando. Menu especial com entrada (slada do chef, excelente), prato principal (entrecôrte de mignon e suflê de gruyére, bons pratos) e sobremesa (suflê de banana e Profiterole com calda de chocolate, bons). Não consumimos bebida alcoólica. Conta + vallet: 180 reais. Gostamos do jantar de niver de casamento, mas talvez não voltaremos, já que temos muitas opções legais de bom custoxbenefício em sampa.
Sempre recomendo esse restaurante: o pratos são impecáveis!
Obviamente os suflês são o carro chefe, com uma variedade que nunca vi igual! São feitos na hora e chegam a mesa recém saídos do forno.. perfeitos!
Uma vez pedi o de brie, champignons e alho poró.. o de camarão é sensacional também!
As sobremesas não ficam atrás, recomendo o creme brulée. da proxima vez pretendo pedir um suflê doce..
O ambiente é clássico e o atendimento é excelente!
(opinião de uma visita no Restaurant Week)

Fomos conhecer o famoso Marcel, com a certeza de que aquele seria o ponto alto da nossa primeira semana de Restaurant Week. Pensando só na comida, realmente foi. Mas infelizmente, demos azar. Essa é a única forma de explicar o que aconteceu conosco lá.

Havíamos feito a reserva dois dias antes. Ao chegar na casa, o maitre nos disse que não encontrou nossa reserva. Um outro cliente passava pelo mesmo problema. De qualquer forma, ele disse para aguardarmos um pouco, pois ia arrumar uma mesa para a gente. Sim, ele arrumou a mesa, mas com certeza era a pior mesa da casa. Num canto, ao lado da entrada da cozinha, na passagem de todos os garçons, meio afastada do salão principal. Desta forma, todos os garçons ficavam sempre de costas para a gente, o que tornou o serviço bem complicado. Sem contar o passa-passa de funcionários e o barulho da cozinha e do caixa na nossa orelha durante todo o jantar. Sem exageiros, lembrou bastante uma cantina italiana.

Sentamos, pedimos uma água e ficamos esperando para que nos atendessem e trouxessem o cardápio. Esperamos, esperamos, esperamos 20 minutos. Cansamos e conseguimos chamar o garçom: 'Você pode trazer o cardápio, por favor?'.

Bom, pedimos pelo menu do Restaurant Week. Falando um pouco da comida que, sim, esta era impecável, tivemos:

Entrada, brandade de bacalhau e palmito pupunha, presunto cru e vinagrete de azeitonas pretas. Delicioso. Pratos principais, uma truta, emulsão de alho porró com pétalas de abobrinha chamuscadas. O outro foi um suflê de gruyère, macio, perfeito... E de sobremesa, creme brulée de maracujá.

Enfim, comida impecável. Mas o serviço não foi condizente. Claro que eu já estava bem brava e reparando em qualquer picuinha para botar defeito, mas eles erraram até a ordem dos garfos na mesa.

Fiquei com vontade de voltar ainda neste Restaurant Week, pra ver se damos mais sorte numa próxima vez. Espero que eles leiam os cartõezinhos de sugestões, nos quais escrevemos um texto enorme, e tenham o bom senso de abolir aquela mesa do mapa do restaurante.

NOTA: Eles não só leram os cartões de sugestão, como nos mandaram um e-mail, lamentando o ocorrido e nos convidando para ir à casa novamente. Agradecemos a atenção do Marcel, e ficamos muito felizes por termos confirmado nossa tese: demos azar.
Já tinha lido maravilhas sobre o Marcel e queria comemorar meu aniversário de casamento num lugar diferente. O Marcel foi o escolhido.

Já aviso que o restaurante fica no térreo do Hotel Quality, na rua da consolação, 3555 - Jardins, próximo da av. Estados Unidos.

Como foi a primeira visita, ficamos rodando um tempão sem achar o restaurante, que tem um letreiro bem escondido.

Uma graça o lugar. Decoração sofisticada e contemporânea.

Já passavam das 22h de uma sexta feita e o restaurante estava lotada, tivemos que esperar uns dez minutinhos por uma mesa para dois.

No cardápio, muita coisa boa de encher os olhos assim como os precinhos levemente salgadinhos.

O couvert muito simples: torradas, azeite, manteiga e um potinho de patê de fígado. O patê estava bem gostoso.

Pedi Polvo confitado com pimentão doce, e purê de batatas no azeite de oliva.
A apresentação do prato era linda. Um tentáculo imenso de polvo, lindamente decorado com rodelas perfeitamente redondas de pimentão doce, que pensava ser cenoura.

De longe já se via pratos de alta gastronomia, o polvo estava simplesmente perfeito, a carne saborosa e muito muito macia, de desmanchar na boca, as rodelas de pimentão tão lindas que dava pena de comer.

O grego foi de carré de cordeiro urugauaio assado em ervas do jardim, reduçnao de vinho, com legumes salteados. O nome já era trés chic, o prato então nem se fala. Provei um pedacinho e a carne do cordeiro suculenta e suave, maravilhosa.

Pena que as fotos não ficaram muito boas, porque o ambiente é bem escuro.
Os pratos são bem gourmets, nada de pratão, eram pequenos mas para um jantar já estava de bom tamanho, mas não vá com muita fome lá.

De sobremesa, pegamos dois souflées, o meu de chocolate meio amargo Valhrona, delicioso, leve e fofo, e o chocolate bem intenso, com sorvete de creme.

O do grego era um souflée de cupuaçu com sorvete de creme. Os souflés estavam maravilhosos e como demoram para serem feitos, já deve ser pedido com antecedência, junto com o prato principal.

Adorei meu jantar de aniversário de casamento. Ambiente legal, comida excelente. Valeu o passeio.
A casa, infelizmente, optou por não fazer reservas para o almoço de domingo, o que nos obrigou a encarar uma espera de pouco mais de uma hora.
Quando foram servidas as entradas, concluímos que valeu a pena esperar. Estava ótima a Sopa Fria de Abobrinha e Alho Poró.

Melhor ainda a salada de folhas com lascas de parmesão de alta qualidade e um delicioso vinagrete de mel de engenho.

A carta de bebidas privilegia os drinks e carece de variedade de cervejas – só tinha Bohemia e Heineken. Entre os vinhos em garrafa, poucas opções para o nosso bolso… minha solução foi pedir uma taça do chileno Terra Andina Pinot Noir (R$ 13,90), enquanto a Débora ficou no suco de laranja (R$ 4,90).

Eram três as opções de pratos principais, por essa razão (e só por ela) descartamos a Truta ao Pesto de Rúcula e Castanha-do-Pará com Legumes à provençal. Ficamos com o Suflê, prato clássico do restaurante, apresentado em uma versão com batatas confitadas, linguiça e cebola roxa, que não consta do cardápio regular. Muito bom e com excelente custo-benefício, já que no menu habitual nenhum suflê custa menos do que R$ 31.

Pedimos também Medalhão de Filet Mignon ao Molho de Mostarda Escura com Batatas Rústicas, e entendemos a razão deste ter sido, de longe, o prato mais pedido entre os frequentadores: estava absolutamente excelente!

Os sorvetes artesanais de tapioca e chocolate, servidos como opção única de sobremesa, até caíram bem naquela tarde de forte calor, mas sentimos falta de doces mais elaboradas.

Brincando de Chef – www.brincandodechef.com.br
Primeira opinião do lugar
No SPRW do nao passado eu visitei o restaurante mais bem avaliado no evento: o Marcel. Fomos conferir e de fato o Raphael Despirite entendeu o espírito do Restaurant Week - os pratos estavam perfeitos e as porções eram generosíssimas (muito diferente da maioria dos restaurantes que participam do evento). O atendimento estava um pouco atrapalhado, afinal o restaurante não está acostumado com o alto número de visitas, nem por isso fomos mal atendidos. A espera foi de 30 minutos e o mâitre e os garçons foram muito gentis durante toda a refeição.
A sopa de tomate e cenoura com pó de azeitonas estava meio sem graça. Quando li o cardápio, esperava uma sopa com sabor forte, talvez um pouco apimentada, mas foi o contrário, era bem leve e com sabor sutil. Já a salada estava deliciosa - o vinagrete de mel contrastava perfeitamente com o salgado do grana padano e as nozes davam o toque final. Não senti gosto de gengibre (que era um dos ingredientes do molho), mas também não fez falta.
Provei o soufflé de espinafre com gruyere, carro chefe da casa - delicioso, porém um pouco enjoativo para comer inteiro. Enfim, fica a dica pros próximos, mas não deixem de provar o super leve e cremoso soufflé!
A sobremesa - Profiteroles ao Chocolate, estava gostosa mas não de cair o queixo. A porção também era bem grande, e dava muito bem pra dividi-la.
Exibindo de 1 a 9
Total de opiniões: 9

Nota geral Você conhece o Marcel? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)