Marakuthai

Endereço: Al Itu, 1618 , Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 3062-75...

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Tailandês

  | Rank: 3º de 9

A diversidade de sabores é a marca registrada do restaurante. Existem criações brasileiras, francesas, tailandesas e proposta forte de frutos do mar. 

Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)

Site oficial
marakuthai.com.br
Bom para
Experiências gastronômicas

Primeira opinião
Claudio Kawano
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
20h - 23:59
Ter.
20h - 23:59
Qua.
20h - 23:59
Qui.
12h - 15h e 20h - 23:59
Sex.
12h - 15h e 20h - 1h
Sáb.
13h - 16h e 20h - 1h


Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Wi-fi
  • Estacionamento


Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Contato
  • Cadastro
  • Reservar mesa (grátis)
  • Pedir delivery

http://br.kekanto.com/como-chegar/marakuthai
Notas específicas:
Ambiente
(15)
Comida
(15)
Atendimento
(14)
Bebida
(14)
Custo-benefício
(14)
Dicas
O prato clássico é o Camarões e Lula. Vale a pena!!!
Pedro T.
Tak-Tak (mini-bolinho de cordeiro acompanhado de molho de curry vermelho e de hortelã)
Thiago F.
Opiniões
Restaurante diferente, com decoração exótica e ótimo atendimento. Não é muito grande, mas foi bem dividido.
Apesar do nome, a culinária é contemporânea, com toque Tailandês em alguns pratos.
Provamos o Surim (risoto de arroz de jasmin com frutos do mar), carne de avestruz com cogumelo e lula e camarão ao molho de leite de coco. Estava tudo muito saboroso!
Jantei no Marakuthai após ouvir falar muito deles. Acho muito interessante a fusão da cozinha tailandesa com brasileira. Isso é importante saber antes de ir lá: não é um restaurante tailandes, apesar de ter Pad Thai no menu. Esse foi o prato que provei (R$42). Apesar de não ser muito bem servida em tamanho, o prato é delicioso. O toque brasileiro da chefe Renata Vanzetto resulta em um dos melhores pad thais que já comi. O ambiente também é bacana, uma mistura de restaurante com loha de artesanato e móveis. Recomendo o Marakuthai mas vá preparado pois as porções são reduzidas e o preço é semelhante ao de porções mais fartas.
Fui num casamento aí no Marakuthai com direito a passear numa limo! Serviram uns bolinhos de camarão, uns chips de mandioca, umas comidinhas em copinhos, colher, mas não vi muita coisa diferente, nem muito oriental pro meu paladar.
O ambiente é bem descontraído, diferentes mobílias, mesas, sofás, poltronas, cadeiras, nada iguais, bem retrô.
Bebemos prosecco, vinhos, cervejas, e uns drinques.
O local não é muito grande, nem muito espaçoso.
O restaurante Marakuthai oferece pratos da cozinha contemporânea com inspiração tailandesa. O menu é traz sabores de vários países, como Brasil e França, com um toque tailandês com frutos do mar, coco, gengibre e pimentas. Entre as opções estão o Tak-Tak (mini-bolinho de cordeiro acompanhado de molho de curry vermelho e de hortelã) e o peixe branco empanado com farinha de milho, acompanhado de purê de batata-doce, alho, tomate-cereja e tomiho-limão.
Achei o restaurante no Kekanto e fomos na hora do almoço. A casa tem uma decoração diferente, lembra um pouco os restaurantes das Ilhas Puhket. Deve ser romântico à noite sob luz de velas... pedimos a entrada Mix que vem 2 unidades de khiri khiri, tak tak e coxinha de pato acompanhados com 3 tipos de molho. Adoramos, principalmente o tak tak com molho de hortelã. O tamanho da porção também é ideal para 2 pessoas. Como prato principal pedimos filé mignon ao curry vermelho e cubo de peixe ao curry verde. Altamente recomendo o peixe ao curry verde, é mais picante que o curry vermelho e dá uma sensação mais light. Bebida pedimos um suco natural e uma caipirinha. A conta deu no final R$ 170, é a média dos restaurantes nessa região. Tem outros pratos que gostaria de experimentar e com certeza voltarei. Ah, vale a pena falar que tem o prato executivo que inclui: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 34.
Já fui com minha irmã Claudia no 'Marakuthai' para saborear o menu executivo que a própria casa chama de “almoço festa” (veja postagem sobre esta experiência aqui no blog), mas ontem a noite decidimos jantar lá (eu, meu marido André e minhas irmãs Claudia e Sandra) e não nos arrependemos. Foi um jantar maravilhoso e uma noite encantadora.
Vamos dialogar sobre esta experiência...

GERAL:
O ‘Marakuthai’ é um charme: a decoração é um mimo, muito criativa e composta por artigos garimpados em antiquários e brechós e que, a noite, fica com uma belíssima iluminação a "meia luz". O atendimento é excelente e super simpático e o menu é contemporâneo e com uma pegada ‘thai’ (criado com primor pela excelente Chef Renata Vanzetto).
Tudo lá é uma graça e nos convida a uma noite gostosa e tranqüila.
Foi exatamente isso que tivemos em nosso jantar... e que jantar MARAVILHOSO!
O cardápio pode ser conferido, com os preços e fotos de vários pratos, no site da casa! Eeeeeeee!

SABORES:

Entradas e Bebidas: Para beber: Água mineral com e sem gás [R$3,50], Refrigerante [R$4,00], Caipirinha (vodca) de Tangerina com Pimenta [R$18,00], Caipirinha Caiçara – vodca, gengibre, limão e sorvete de capim limão [R$18,00], Blody Mary [R$22,00], Água Aromatizada - água, hortelã, laranja, limão e pimenta (jarra) [R$10,00]. Entradas... todas maravilhosas e apresentadas de forma bonita e criativa... Para mim: Boteco Chique [R$29,00] – cubos de queijo coalho com melaço de gengibre, castanha de caju puxadas na pimenta caiena e duas coxinhas de pato confitado. Para o André: P.F [R$24,00] – Caldinho de feijão, vinagrete de pimenta biquinho, farofinha, chips de raízes brasileiras, ovo imperfeito (mole) e pão caseiro [serve 2 pessoas]. Para a Sandra: Khiri Khiri [R$24,00] – bolinhos cremosos de camarão com crosta de castanha e molho de pimenta com saquê. Para a Clauda: Salada de Frutas [R$26,00] – camarão com cardamomo, papaia verde, manga e melão temperada com limão, coentro, gengibre, castanha de caju e pimenta biquinho.

Prato Principal: Todos divinos... Ranking de gostosura: 1º lugar: o pedido da Sandra – Camarão e Lula em molho de leite de coco com toque de alho poró, tomate, pimenta e limão, farofa de dendê e arroz de jasmim [R$52,00], 2º lugar: o pedido do André – Tirinhas de Frango em molho de curry amarelo, vagens, arroz de jasmim e cuscuz marroquino [R$31,00], 3º lugar: o meu pedido – Peixe Crocante – pescada amarela empanada com farinha de milho grossa, purê de batata-doce, alho assado, chips de raízes brasileiras, tomate cereja confit e tomilho limão [R$45,00], 4º lugar: Bobó do Marakas – Palmito pupunha com creme de mandioca, leite de coco, tomate, dendê, coentro, arroz de jasmim e crisps de madioquinha [R$38,00]. Tudo DELICIOSO DEMAIS!!!!

Sobremesa: para mim: Havana – Tuille de coco com tartar de banana, doce de leite argentino e sorvete do dia (creme) [R$18,00]... para o André: Petit Gateau de Limão Siciliano – bolinho quente feito de castanha, chocolate branco e limão siciliano com sorvete do dia (Framboesa) [R$17,00]... para a Sandra e para a Claudia: Menu degustação de sobremesa – um misto de várias sobremesas, entre elas: havana, brigadeiro, petit gateau de limão siciliano, saladas de frutas, gateau de bayles [R$50,00 para 2 pessoas]. Tudo divino maravilhoso!!!!

DISSABORES:
1. Nenhum. Gostamos de tudo... tudo mesmo!

GRAN FINALE:
120 reais para cada um no final de toda a comilança nesta noite. Caro, mas valeu muitooooooo a pena!
Os sentimentos ao sairmos de lá: maravilhamento, encanto, memórias boas, aconchego, excelência de degustação... Foi um jantar maravilhoso e uma noite encantadora.
Vale muito a pena ir ao Marakuthai também no jantar! Quer surpreender alguém ou dar um presente a você mesmo: vá lá correndo!!!!
Ponto para a Chef Renata Vanzetto e família!
O restaurante Marakuthai de São Paulo (pois há um também em Ilha Bela) é lindo, no mais autêntico estilo ‘casa da avó’, com quase todos os móveis e decorações vindos de brechós e antiquários. Por exemplo, enfeitando o salão e a grande escada coberta por longos tapetes, há dois manequins antigos de madeira com vestidos ‘do arco da velha’, lustres diferentes e antigos e nichos nas paredes com velas, taças, colares etc... O ambiente geral é mesmo maravilhoso e colorido... ar romântico, autêntico e antiguinho que nos faz sentir bem... em casa! Em geral, há dois pavimentos que servem de salão, ambos com mesas e cadeiras diferentes umas das outras. No salão térreo há o Buffet montado bem em seu centro, onde se concentram as comidinhas do almoço: todas  muito bem cuidadas e respostas constantemente pelo maitre e demais funcionários. Aliás, o serviço foi discretíssimo e cordial. Gostamos de tudo! No dia tocava uma trilha sonora linda e em volume agradabilíssimo, composta por Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Seu Jorge, Vanessa da Mata. Mais um ponto para eles.         

SABORES:Entradas e Bebidas: Água com gás (R$ 3,50)... Servidas em taças com cubos de gelo e rodelas de limão, como gostamos. Eeeeeee!

Prato Principal: Buffet de almoço com Finger Food (comidinhas em pequenas porções – ou, como a palavra sugere, ‘para comer com as mãos’) - (R$39,00, incluso o direito de  servir-se na mesa de sobremesa). Algumas opções do Buffet neste dia eram: Homus com gergelin negro, Frango em pedaços em molho curry amarelo, Peixe ensopado com leite de côco, Maminha no molho curry vermelho, Saladinhas, Guacamole com chips de mandioquinha, Molho de mostarda com canudinho de carpaccio de carne, Abóbora assada, Batata bolinha assada com azeite e ervas, Farofa de cebola, Dois tipos de sopa (uma era de mandioquinha com creme de leite ), Bruscheta de ricota, azeitona preta, tomate e manjericão, Berinjela grelhada com abobrinha e especiarias, Espetinho de melão, presunto cru e manjericão etc. Todas as comidinhas estavam saborosas... realmente uma delicia de almoço!

Sobremesa: Mesa de mini sobremesas (incluso no preço do Buffet de almoço): torta de banana com doce de leite, torta de maçã no copinho, torta de chocolate com damasco no copinho, brigadeiro de colher, abacaxi em calda com gengibre etc. Após a sobremesa, pedimos um café expresso para cada uma (R$5,50). Estava ótimo.

DISSABORES:1.    Nenhum... me senti muito bem neste lugar encantador.

GRAN FINALE:
Havia tempo não ia a um lugar realmente encantador, com comida deliciosa, criativa e farta. Um almoço delicioso em um lugar maravilhoso. Vale a pena mesmo conhecer e estar no Marakuthai! Quero voltar para provar os pratos ‘a la carte’. Neste dia não foi apenas um almoço executivo, mas \'uma experiência gastronômica\' ótima... O legal é provar muitas coisinhas e sabores  diferentes (tanto na mesa principal como na mesa de sobremesa)...é ai que está a \"festa\"! TUDO!!!!!!A conta ficou dentro do esperado: 53 reais para cada uma (Buffet: 39,00 – Água com gás: 3,50 – café: 5,50 -  Serviço: 9,60). Há vallet na porta por 18 reais.Adorei... amei!!!!! O Maracuthai já se tornou um dos meus restaurantes favoritos em São Paulo. Vou voltar sempre!!!!
Deliciosa descoberta

O Marakuthai é uma das boas surpresas entre os 202 participantes da segunda temporada da Restaurant Week 2009, que acaba neste domingo (13). Aberto em junho, o restaurante que funde culinária tailandesa e brasileira já firmou seu trocadilho em Ilha Bela, no litoral Norte de São Paulo, e se revela uma ótima pedida fora da quinzena promocional da RWSP.

De segunda a sábado, das 12h às 15h, o restaurante oferece um menu executivo com entrada, prato principal e sobremesa a R$ 28 por pessoa (praticamente o mesmo valor cobrado durante a Restaurant Week). É uma ótima notícia para quem quiser experimentar as criações da jovem chef Renata Vanzetto, que entrou na cozinha aos 13 e agora completa 21 anos, e de sua mãe, a decoradora Silvia Camargo, responsável pelo ambiente incrível do lugar.

O cardápio tem um upgrade de opções e preços à noite. As entradas variam de R$ 16 a R$ 30 – o Satun (creme de coco com mariscos na concha, lula, alho porró e limão) custa R$ 22. Os principais custam a partir de R$ 36 (Tirinhas de frango em molho de curry amarelo, com ervilha torta, cuscuz marroquino e arroz de jasmim) e as sobremesas começam em R$ 15 (Brujelane – creme brulée de coco com manga e menta). O menu degustação sai por R$ 92.

Estive por lá no sábado (12), por volta de 12h30, com um casal de amigos e, mesmo sem reservas (dei uma ligada antes e cheguei cedo) nos acomodamos muito bem no balcão comunitário do andar superior.

Para acompanhar o almoço pedi uma long neck (R$5) e meus amigos apostaram nas caipirinhas (a casa oferece opções interessantes como lichia, carambola e limão cravo, que estava em falta no sábado). A combinação de lichia com maracujá e hortelã estava uma delícia, embora o maracujá roube a cena. Os preços têm um grau um pouco elevado (R$ 14,80 com cachaça e R$ 16 com vodka ou saquê).

Nas entradinhas (no diminutivo mesmo pelo tamanho das porções), o rolinho de frango com amendoim na folha de arroz, com hortaliças e pimenta doce estava ótimo, assim como o espetinho com três camarões empanados e bem crocantes, acompanhando molho cremoso com cebolinha e gergelim. Para nossa alegria erraram na porção de camarões e ganhamos quatro espetinhos.

Entre as duas opções de pratos principais, deliciosos e muito bem servidos, estavam as tiras de filé mignon com cebola roxa que fizeram um casamento perfeito com o saboroso purê de banana com pedacinhos de castanha de caju, um toque de curry e arroz de jasmim servido em uma cumbuca separada.

O prato de lulas e peixe bem macios em molho de leite de coco com tomate e toque de limão me dá água na boca só de lembrar. Esbaldei-me com o cozido, o arroz de jasmin com gergelim e a farofinha de dendê. Que delícia.

Acho que não deixei muito espaço para a sobremesa, mas adorei o sorvete de creme com calda de doce de leite e banana em crosta de coco ralado. O creme de abacate com raspas de laranja confeitada também é uma boa combinação.

Para espantar a preguiça depois desse banquete pedimos um expresso (R$ 5… caro esse Nespresso) e fechei minha temporada da RWSP contente por conhecer um lugar tão bacana.

(Post publicado originalmente no Braun Café em 13 de setembro de 2010)
Depois que o Ban Kao o Thai Gardens fecharam não sobraram muitas opções Thai. O Marakuthai é uma delas e está sempre cheio 6f a noite. O ideal é ir mais tarde (por volta das 23:30) ou cedo se não quiser ficar esperando. O restaurante é também uma espécie de showroom de decoração (móveis) estilo oriental. No térreo há uma espécie de "decorado" junto a sala de espera, o que deixa as mesas restritas ao 2o andar.

O ambiente é bacaninha. Há um bar ao fundo do salão e as mesas são espladas sob abajours coloridos (vermelhos na maioria dos casos). O salão parece ter sido feito em uma combertura estilo puxadinho (o conhecido andara adicional sobre a laje) da casa. Há apenas um muro baixo e um grade no lado da fachada (ajuda a ventilar o ambiente). A comida é servida em uma tigela de coco pintado, panelinhas, e travessa de madeira, bem típico.

Provamos o menu degustação. São 5 entradas (ceviche de peixe branco com tangerina e limão cravo, banana assada com guacamole, bolinho de cordeiro com molho de menta, bolinho de camarão em crosta de castanha de caju, e uma mini salada de macarrão de arroz com tiras de frango agridoce e hortaliças). Como prato principal, há ~4 opções. Experimentamos o camarão e lula ao leite de coco com alho poró, tomate, pimenta e limão e acompanhado de arroz jasmin e farofa dendê; e o frango com curry amarelo, ervilha torta, cuscuz marroquino e arroz jasmim. Ambos estavam bons e não são muito apimentados. Como sobremesa, ficamos no sorverte com nutella, ferrero rocher, e calda crocante de amendoas; e o creme de iogurte com redução de framboesa e tangerina, blueberries e tuille de macadamia (veja as fotos).

O jantar ficou em ~R$105/pessoa.

Não há muitas opções de estacionamento na rua, mas se tiver tempo e quiser procurar, você acaba achando. Caso contrário há vallet.
Sempre quis ir lá pois ouvia falar muito da chefe Renata Vanzetto,mas foi uma enorme decepção..
Não gostei desse restaurante.. realmente não tive uma boa experiência, talvez se eu tiver coragem volto numa próxima vez para quem sabe mudar de opinião..
Pedi um filet de peixe filhote que veio completamente queimado, servido com um pirão horrível, empelotado e sem gosto algum, ao perguntar para o garçom se o prato era "assim mesmo" rsrsrs.. ele ficou de verificar com gerente e simplesmente sumiu..
Enfim, o atendimento nesse dia também deixou bastante a desejar e a casa nem estava cheia ..
A decoração é super bonitinha.. mas não salva
Nosso desejo por comida tailandesa unido a minha predileção por peixe e frutos do mar nos levou há uns meses atrás no restaurante Marakuthai.

A casa fica na Alameda Itu, 1618 - Jardim Paulistano, pertinho da Rebouças. A primeira casa da jovem chef Renata Vanzetto foi aberta em Ilha Bela e em pouco tempo já fez sucesso entre os críticos e gourmets de plantão.

Visitamos num sábado de maio a filial de São Paulo, já que o restaurante não abre aos domingos e a primeira coisa que nos chamou atenção foi a decoração do lugar, bem alegre, tudo colorido de estilo oriental e ao mesmo tempo riponga. Difícil descrever daí ser mais fácil ver as fotos que tiramos.

Conta com 2 ambientes bem pequenos, um no térreo e outro no andar de cima. Ficamos no térreo e almoçar lá nos deu a impressão de estarmos almoçando na cada de um amigo. São pouquissimas mesas e conta ainda com uma mini sala de estar para espera.

Aos sábados, o restaurante serve um buffet com algumas especialidades da casa. Adorei a comida. Pratos feitos com muito capricho e com sabor bem original. O que mais me surpreendeu é que ao mesmo tempo que estávamos degustando uma comida bem gourmet com misturas inusitadas de sabores, a cada garfada, também sentia um sabor de comida caseira, leve e suculenta, daquelas que a gente só come da casa da mamãe.

No buffet tinha um guisado de maminha delicioso e um aliche no molho suave de leite de côco, algumas entradinhas como brusqueta com tomate cereja e queijo de cabra, uns patezinhos de mandioquinha com nachos, copinhos com saladinha com bifum e um espetinho de presunto de parma com melão. Tava tudo muito bom mas não comi exatamente o que eu queria.

Explico: tinha vários pratos que li no cardápio que eu queria provar mas o buffet não tinha os principais pratos da casa. Vai ter que ficar pra uma próxima visita.

Uma coisa nós não gostamos: das mesas. Apesar de diferentes, era bem difícil de entrar e sair delas, parecia que a gente estava naqueles carrinhos de parque de diversoes. O grego que é grandão, teve mais dificuldade ainda.

Pedimos de sobremesa, o The Best, que consiste numa taça com 2 bolas de sorvete de creme com calda de nutella, pedacinhos de ferrero rocher e crocante de amendoas. Estava bom mas esperava mais da sobremesa.

Tirando o problema das mesas, gostamos muito do resrtaurante. Achei o ambiente bem legal e a comida excelente. Fica a dica.
Esse é um restaurante muita bacana, a sua localização é privilegiada, fica no meio do Jardins. A chef de cozinha Renata Vanzetto abriu o primeiro Marakuthai em Ilha Bela, onde foi super elogiado, e depois trouxe para São Paulo. Pra quem procura um restaurante com clima romântico, vale a pena ir lá.

Entrando você já se depara com um ambiente muito agradável. Eu sempre costumo escolher uma mesa no segundo andar, é mais reservado. O atendimento também é super discreto, porém eficiente. No segundo andar tem um balcão para aqueles que não querem comer e apenas querem tomar um drink. O carro chefe do restaurante, são os frutos do mar. Eu sempre opto pelo prato Camarões e Lula, explicando melhor com é o prato, segue as ingredientes: camarão e lula com molho de leite coco e um toque de alho-porró, tomate, pimenta e limão e acompanha um delicioso arroz jazmin e farofa dendê, o preço é de R$ 52 e serve bem uma pessoa. E para beber vou de um bom vinho branco. Pronto você vai comer com um rei!

Esse é um restaurante daqueles que você precisa ir para conferir a excelente comida. Eu fui e já repeti várias vezes rsss : )
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 20

Nota geral Você conhece o Marakuthai? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)