Mambo Drinkeria

Estabelecimento fechado

Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 712 , Savassi - Belo Horizonte , MG - Brasil

Categoria:

Bares e Botecos

 
Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)

Bom para
Paquerar

Primeira opinião
Marcela Luz
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Ar condicionado
  • Proibido fumar
  • Comanda individual
  • Wi-fi
  • Couvert artístico: R$10,00 em dias de show
  • Música


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/mambo-drinkeria
Notas específicas:
Ambiente
(15)
Comida
(15)
Público
(14)
Atendimento
(15)
Bebida
(15)
Custo-benefício
(11)
Dicas Ver mais
Opiniões
Mambo Drinkeria
Se voce aprecia um drinque bem preparado este eh os eu lugar. A pequna porta de entrada esconde o tesouro que eh o Mambo Drinkeria , nao se intimide com o estreito corredor que te levara a um pequeno e aconchegante salao prinicipal com algumas mesas e um cantinho especial com sofa que eh perfeito para pequenos grupos. O salao superior eh mais espacoso e tem potencial para receber um grupo maior e ambos possuem bar .
Esta foi a minha segunda vez por la e eu queria conferir um pouco mais sobre o menu de drinques da casa e experimentar algumas das famosas porcoes e posso afirmar que tudo que nos provamos estava maravilhoso. Sou fa de rum e pedi o Zombie e meu marido pediu o Bahama Mama que vieram perfeitos . Estavamos em um pequeno grupo e a galera recomendou a Marguerita de Manga e a de Roma . Eu provei a cerveja artesal da casa que eh bem refrescante e mais incorpada do que a Pilsen comum e tb pedimos a Red Strip , cerveja jamaicana que eu jah conhecia e gosto bastante.
A casa tem uma programacao interessante de musica e dependendo do dia que vc vai pode curtir um som diferente , na quinta-feira a noite era caribenha , mas o Dj deixou a desejar no setor musical , nada que incomodasse pois estavamos tao entretidos em experimentar os fantasticos petiscos e drinques que a musica ficou pra segundo plano .
As porcoes sao inovadoras e fantasticas, pedimos a costelinha agridoce , o sashimi , as batatas que vem acompanhadas com o drinque Sandia , a calabresa , o atum e o rosbife e todos os pratos estavam impressionates e deliciosos ! O Sashimi vem na barca com um molho especial que foi aprovado por todos do grupo e eh forte candidato ao melhor petisco da casa
Os atendentes foram extremamante atenciosos e alem de recomendar a bebida certa para seu gosto e preferencia tb fizeram um drinque especial requisitado por nosso amigo Leo que lhes indicou a receita. Nota 10 para o drinque de Kahlua!
A casa tem um visual diferenciado com um papel de parede psicodelico e atendentes com camisas havaianas , coloridas e descontraidas.
O banheiro eh pequeno , limpo e simples e nao eh dificil encontrar estacionamento proximo .
Eh cobrado R$ 30,00 na entrada que sao revertidos em consumacao !
R. Antônio de Albuquerque, 712 - Savassi
31 - 3658 6660
Mambo, a primeira drinkeria da cidade. Ambiente descolado, com público alternativo, e tudo muito verde – principalmente no andar de cima.

Os drinks são muitos, só que os petiscos chamam a atenção. E claro que fomos direto para as comidas. Poucas opções, mas todas muito criativas e ousadas. É como o povo chama de culinária fusion, que é sem nacionalidade, que mistura tudo, e que nem sempre dá certo.

Fizemos uma grande degustação: 5 pratos diferentes. Como a casa estava cheia e a comida demorava pra chegar, todos os pratos acabavam rápido e o jeito era conter a fome enquanto não vinha o próximo. Uma porção serviria um casal, mas é muito pouco para sete. Neste caso, talvez a finger food não tenha sido mais adequada ao nosso apetite.

Para começar as atividades em grande estilo, o melhor da noite: abacaxis cristalizados cobertos com pasta de gorgonzola gratinada, molho pesto e lascas de amêndoas (R$ 25). Putz, esse é campeão. É gordo, mas é sensacional. O abacaxi não é muito doce e, como ele é cristalizado (e não parece), ele fica firme, o que te ajuda a comer sem fazer bagunça. E o gorgonzola casa perfeitamente com a fruta. Pra fechar, o pesto e a amêndoa complementam muito bem, marcando presença no sabor.

O segundo prato veio com charutos de pão folha, com roast beef ao vinagrete de ervas, com aioli, champignon e gergelim (R$ 25). Aí cabe a explicação: se você morde a carne, ela vem toda e fica só o pão e o creme de alho (que é o tal aioli). O champignon é daqueles de conserva, que não acrescenta muito. Entre todos os pratos, esse foi o que menos agradou. De toda forma, não fez feio.

Depois disso, vieram as batatas baby salteadas ao curry, com cobertura de creme de milho, flocos de bacon e cebolinha (R$ 20). São duas batatinhas por espeto e quem tiver mais destreza consegue comer sem fazer bagunça. De cara, o cheiro do curry, que é uma delícia, te engana no primeiro momento. Como ele não é forte, os sabores da batata, do creme de milho, o bacon crocante e a cebolinha ficam bem equilibrados.

Continuando a saga, o próximo pedido da mesa foram as costelinhas de porco defumadas ao molho barbecue de pimenta biquinho com licor de cachaça, cobertas com farofa de nachos crocantes (R$ 25). Para quem gosta de costelinhas, só uma palavra: sensacional! O molho era bem picante, mas o ardor da pimenta combina com a carne. Abrindo um parênteses aqui: na hora de pagar a conta, a moça do caixa perguntou se comemos bem e sugerimos que essa porção acompanhasse uma cesta de pães, pois sobra muito molho, que cairia bem demais com um pãozinho. Ela disse que eles têm dificuldade de encontrar um pão bom, que dure mais tempo, mas completou que a próxima vez era só pedir que eles mandavam uma porção de Pringles de acompanhamento. Uma ótima ideia, que será aceita na próxima ida!

A última porção da noite foram as fatias de calabresa fritas com requeijão rapa de tacho gratinado e chutney de goiabada (R$ 20). No primeiro momento, o chutney gerou uma certa dúvida, mas quando provamos junto com a linguiça e o requeijão fica muito gostoso. Houve quem discordasse – talvez por ser muito diferente –, mas a maioria aprovou. Como não poderia ser diferente também, o chutney era picante.

A lamentar somente o fato da porção de coração de galinha com bacon (e mais alguns outros ingredientes), que comemos da primeira vez que fomos, não fazer parte do cardápio fixo da casa. Era bom demais e merecia seu espaço no cardápio. Um bom concorrente do abacaxi.

O Mambo é um lugar que tem tudo para durar em BH, porque a proposta é diferente, a comida é boa e quem gosta de drink aprova as opções (mesmo com preço salgado). Tomara que a moda passe e o Mambo fique, pois é uma casa bem legal de se conhecer.

http://2byfood.wordpress.com
Fiquei louca para conhecer a Mambo depois que li a opinião da Daniela Miranda. Quando a Laura Brice resolveu agitar a turma para conhecer o lugar não tive dúvidas, topei na hora!

Que lugar mais gostoso!!! O papel de parede deixa o ambiente totalmete diferente de qualquer outro em BH, combina demais com a logo e com o clima do lugar, acertaram em cheio.

São dois andares, em cima o salão tem mais mesas e dependendo do dia da semana acontecem shows de música ao vivo. Em baixo o ambiente é mais íntimo, muito bom pra bater papo com os amigos, ideal também para casais!

O cardápio é uma perdição! Teria que ir lá muitas vezes para experimentar todos os drinks e enjoar da comida que é simplesmente deliciosa! Os pratos são super criativos, com combinações bem exóticas. Provamos quase todos. Gostei de tudo! A calabresa com requeijão e castanha do pará é um sonho! O atum com doritos e pepino também é um dos meus favoritos. O legal é que os pratos são servidos com vários petiscos individuais, se você for com bastante gente como foi o nosso caso dá pra experimentar vários. Cada um pede um e divide com o resto da mesa, tudo de bom!

Como o nome diz o forte da casa em teoria são os drinks (na verdade gostei foi de tudo). São inúmeras combinações! E se você quiser algo que não está no cardápio ele providenciam! O Leo pegou a receita de um drink na internet e o garçom tratou de providenciar!

O atendimento é muito bom, muito acima da média do que encontramos por aí! Ponto super positivo para o lugar.

Depois da primeira experiência retornei recentemente ao Mambo e confirmei minha primeira impressão. Tudo de bom! Novamente pedimos drinks e petiscos e petiscos variados, foi uma noite extremamente agradável.
Novo. Estiloso. Diferente de todos os outros. Singelamente 'bacanérrimo'. Para o Bocca Piccola este bar confirma uma tendência em BH: a do purpose bar. Um bar com finalidade, propósito e vocação para ser alternativamente descolado. O Mambo é muito mais que salsa, merengue e portunhol. Muito pero mambo!

A cozinha inventiva do chef Henrique Kiki apresenta gostosuras que precisam ser provadas e repetidas. Autoria marcante. Nessa primeira visita optamos pelas gorgoletas: abacaxi cristalizado, coberto por uma pasta de gorgonzola gratinada no maçarico, fatias de amêndoas fincadas e um pesto de textura suave. Especialíssimo. Mas, não é unanimidade.

Antes de escolher seu prato vale pedir indicações ao chef Kiki – que dá umas voltinhas simpáticas pelo salão -, ou à equipe de atendimento. Sugerimos seguir as orientações do cardápio para harmonizar as bebidas com os variados pratos.

O bartender, que se chama Brasil, preparou uma carta de bebidas muito adequada ao local. Drinks calientes, variados, charmosos. Piscos, maracujá, pimentas, vodkas e inúmeras outras opções. Não é beber por beber. Ele faz cada gole ser uma pequena experiência de sabor. My precious!

A seleção musical é tudo de bom. Up geral. No último sábado, segundo o João Veloso, a espera foi de uma hora. Qualquer dia desses nós vamos encarar de novo.
Tem dias que você sai de casa e simplesmente não está no clima de tomar cerveja ou qualquer bebida simplista para início de conversa... E aí você roda, roda, roda e acaba sentando em um lugar qualquer e afogando sua vontade em uma caipirinha ou algo tão batido quanto. Se você se identificou com isso e ainda não conhece a Mambo não sabe o que está perdendo...

Sempre que passava pela Antônio de Albuquerque e via aquela plaquinha super charmosa da Mambo imaginava um milhão de coisas. Escola de dança, espaço de artes, qualquer coisa menos uma drinkeria. Conheci a casa faz pouco tempo durante a comemoração do aniversário de uma amiga e desde então me coço para voltar.

Quando você chega na porta é recebido por um segurança que obviamente pede sua carteira de identidade para que você possa entrar no paraíso dos Bons Drink e te entrega sua comanda que é individual e tem espaço suficiente nela para que as marcações te levem ao coma alcoólico umas 3 vezes. Caminhando pelo corredor de azulejos decorados e luz baixa o charme do lugar já te domina. Dentro da casa o primeiro andar é bem pequeno e tem apenas umas 7 mesas no máximo. O bar domina o visual com todas as opções de bebidas e a técnica dos bartenders que enche os olhos. Até aqueles suportes iluminados de vodka e tequila que nas boates só servem como decoração coxinha e brindes de fornecedor ali ganham outro significado, apresentando apenas marcas TOP de linha. Como nossa mesa estava nesse primeiro salão, não cheguei a conhecer o segundo andar, mas é ali que fiquei sabendo acontecem de vez em quando os shows ao vivo de músicas típicas, não só mambo, mas também samba e outras temáticas que a casa adota.

Abrindo o cardápio você vai encontrar os drinques separados por Shots ou Drinks e por tipo de bebida. Rum, Tequila, Vodka, Gin, Cachaça tudo que você quiser estará ali das maneiras tradicionais ou das mais exóticas possíveis. Até o Pisco que provei pela primeira vez lá no INKA está presente e dá ótimos drinks! Quer mais? Algo que não está ali? Pode pedir... Sai na hora. E aí vai uma dica... No dia em que fui, ouvindo conversas cruzadas entre uma mesa e o bartender, descobri que a casa tem um drink secreto que não consta no cardápio e parece ser a especialidade. O bartender prepara na sua frente e te entrega. Não tomei, mas morri de curiosidade.

Para comer a casa trabalha com comidinhas no estilo finger food. Nada de garfos e facas, no máximo um palitinho e os sabores... AHHH! Os sabores... Experimente a Spice Papas e o petisco de linguiça calabresa que não me lembro o nome agora! Deliciosos... Os temperos são fantásticos e fogem completamente do lugar comum! E agora vai a novidade que descobri pelo site deles. A casa agora também serve uma variedade de Sanduíche para os famintos... Olha aí a descrição:

"O sanduíche, criação do chef “Kiki”, possui três camadas. Além do hambúrguer de picanha, a salada acompanha um molho de guacaiole, que é o tradicional guacamole mexicano com aiole (maionese verde). Tem ainda o gueras, um molho de frango desfiado com cheddar, catupiry e páprica picante, acompanhado de queijo prato grelhado."

Deu água na boca né... e para completar nada de fritas... NACHOS! O preço: R$ 18,00. Dá pra acreditar? EU QUERO!!! E preciso voltar lá...

Os drinques estão na faixa de R$ 7,00 a R$ 15,00 mais ou menos e valem cada centavo! Se você é um amante da cerveja e do chopp, não se preocupe, suas opções estão garantidas também com rótulos especiais como Murphys! Casa para todos os bons bebedores...
É um excelente lugar para se tomar "uns bons drink"!
O ambiente é muito bacana, com a decoração inspirada na Art Nouveau da década de 30. A casa possui dois andares, sendo que no segundo acontecem alguns shows. Se estiver lotado, não se preocupe, você consegue ouvir o show do primeiro andar.

Os pratos são todos muito bonitos (alem de saborosos) e vem separados em porções que facilitam na hora de comer (não precisa encher a mesa com pratos e talheres).

Existe um cardápio gigante de drinks, todos (que eu experimentei) são muito bons e se você estiver na dúvida, o garçom faz uma consultoria com você.
Não sei, mas observando todas as opiniões aqui eu posso dizer "NÃO TIVE SORTE".

Fui lá no último sábado com uma turma comemorar o aniversário de uma amiga e o atendimento estava sofrível!!!

Pedimos logo de entrada as tais costelinhas com molho barbecue e sei lá mais o que e alguns drinks, cerveja e refri. As bebidas demoraram horrores a chegar, sem levar em consideração que vimos o nosso prato correndo o salão, subindo e descendo escada enquanto eles procuravam de qual mesa era (só fomos achados porque nos identificamos).

Não sei se sou muito fresca, mas as costelinhas vieram em pedaços grandes cheios de molho (extremamente apimentado) e ao pedirmos pratos e talheres para comer informaram-nos que não era o esquema da casa, mas se quisermos poderia trazer um, e foi exatamente o que aconteceu nos trouxe 01 faca e 01 garfo.

Pedimos na sequência um prato de coxinhas da asa de frango e batatas baby salteadas ao curry que estavam igualmente apimentados e as batatas cruas com um tempero que não parecia curry, parecia mais fondor!!!

Por fim, pedimos os charutos de pão folha, com roast beef que eu não achei a miníma graça!!!

Os drinks que pedimos estavam deliciosos, mas havia uma grande confusão, pois quem trazia não sabia de quem era e também não sabia o nome, chegando inclusive a confundir a mesa...

A música estava totalmente desregulada, ora muito alta, ora muito baixa. Não entendiamos uma palavra do que o cara cantava.

Saldo da noite:
* Gastamos muuuuuuuuitos guardanapos para limparmos a melequeira de molho das mãos (isso porque as tais porções finger food não era tão pequena assim e vinham ensopadas de molho);
* A comida ou era muuuuuuito condimentada ou era sem graça;
* A casa não está preparada para a ausência de um garçom (a explicação pela zona no atendimento foi a ausência de um garçom);
* Os garçons que existem (ou que foram ajudar a suprir a ausência) não conhecem o cardápio e não tem treinamento nenhum;
* Não existe esquema nenhum para saber o que é de qual mesa e muito menos o que estão servindo;
O lugar certo pra experimentar todos os drinks do mundo e se no cardápio faltar algum, você pede e o barman faz na hora. O espaço é lindo, decoração impecável e as opções musicais sempre acertam. E a comida então? Hum, deu até vontade. Pratos com ótima apresentação e sabores deliciosos. O único problema é a conta que sempre vem meio salgada e por isso não é um lugar para se ir sempre, mas SUPER vale uma economia básica e uma ida de vez em quando. E, claro, se você não estiver bebendo nem tem graça, porque ir na Mambo e não beber nem um dos milhares drinks é um crime.

via iPhone

Se você é ima pessoa que gosta tomar uns drinks então este lugar se chama Mambo Drinkeria. Ele fica localizado na Savassi e a entrada fica entre um estacionamento e uma loja.
Como aquela região teve vários lugares para estacionar removidos pela BHtrans fica difícil achar algum lugar para estacionar, mas com sorte dá para encontrar vaga na porta. Ou estacione ao lado no estacionamento .
Fui conhecer o Mambo com amigos e fiquei surpreso com o ambiente que este proporciona.
Com sofás, mesas e cadeiras espalhados pelos dois pavimentos a casa costuma ficar bem cheia. Optamos pelos sofás do primeiro pavimento. Lá 5 pessoas sentam confortavelmente.
Ao abrir o Cardápio a quantidade de petiscos e Drinks deixam as pessoas em dúvidas. Eis que os garçons perguntam se querem alguma sugestão de acordo com o gosto dos clientes. E quando não há a opção de drink na casa eles podem simplesmente criar para você! O perigo é você ficar bebendo os deliciosos drinks (desde R$15 - R$30) a noite toda e a conta ficar uma fortuna.
Lá existe um banheiro que fica atrás de uma porta que quando está fechada fica difícil achar. O banheiro é para Homens e mulheres e estes ficam lado a lado e somente as portas e as divisórias das privadas dividem eles. E o engraçado é que muitas pessoas não entendem nada e entram em qualquer casinha... Lembre-se o da direita é para as Mujeres e o da esquerda para os Hombres.
Como estávamos em um grupo grande deu para experimentar todos os pratos e ainda experimentar vários drinks.
O meu prato favorito foi o de Costelinha.
E o meu drink favorito foi o Triple trouble que o Kekanteiro Breno pediu pois É uma bomba (Jack Daniels, Guinness, e JÄGERMEISTER )
Nas duas vezes que fui o atendimento foi excelente!
Drinks gostosos, comida gostosa, atendimento excelente, e comanda individual. Não tem como não gostar do Mambo Drinkeria.

Só acho que alguns drinks deveriam custar menos. E não cobrar consumação, pois todo mundo sempre consome de qualquer maneira.
Dica: É melhor ir com um grupo de 6-8 pessoas para poder experimentar todos os petiscos e ainda sobrar dinheiro para os drinks.
Conheci este lugar logo que inaugurou. Quem vê de fora não bota muita fé, pois só tem uma portinha micro entre dois outros estabelecimentos.

Mas quando a gente entra, se surpreende. São dois andares, o segundo é mais bacana. Dá uma zonzeirinha ficar olhando pra decoração da parede, você fica bêbado até sem beber.

As bebidas de lá são ótimas, o preço é compatível com o de outras drinkerias. Se estiver na dúvida sobre o que beber, pode pedir pro garçon que ele te ajuda. Você fala do que gosta e ele faz um drink especial pra você.

A comida é divina, embora eu tenha achado os pratos um pouco caros devido à pouca quantidade das porções.

A musiquinha ambiente é toda harmônica com o lugar. Bem animada. Gostei muito e é um lugar que quero muito voltar em breve.
O lugar É MEGA descolado, aconchegante e sem frescuras.Super jovem e atual.A casa fica bem escondidinha,ali na Savassi.É uma A“portinha” bem discreta que dá em um corredor que parece longo,mas é só impressão mesmo. A decoração é bem fofa,uma mistura de retrô com o coisas bem brasileiras,e os drinkes são divinos.
Há uma degustação harmonizada com amoras,que é simplesmente divino!.As comidinhas entram na linha finger food,o que é bem bacana.Os drinks são uma ótima pedida para um happy hour com os amigos.Há uma boa carta de cervejas também.

São dois ambientes,um para namorar,mais aconchegante e um para badalar com os amigos,já mais iluminado.
Se você é chocólatra como eu,ou estiver de TPM,não deixe de provar o brigatô,São quatro brigadeiros de chocolate branco recheados.DI-VI-NO!
Ótima opção para aqueles dias em que você quer fazer alguma coisa diferente, beber e comer algo mais elaborado e aproveitar um clima bem charmoso junto com os amigos, mesmo que isso custe um pouco mais caro.
A atração principal do bar são os drinks, como o nome já diz. Eles fazem drink de todos os tipos para todos os gostos. É difícil escolher um entre as inúmeras opções do cardápio, mas os garçons estão sempre dispostos a te indicar alguns drinks de acordo com o seu gosto.

Os pratos tabém valem muito a pena. São super criativos, com combinações surpreendentes, bonitos e em porções fáceis de comer.

Outro ponto alto é o ambiente. É tudo bem decorado e muito bonito, que dá um clima bem mais elegante à sua noite. Muito bom para curtir com amigos ou casal, ouvir uma boa música, comer e beber bem.

Para ir lá, é bom estar disposto a gastar um pouco mais. Os preços variam, mas cada drink custa cerca de 20 reais.
A Mambo drinkeria tem um abiente super agradável, bem descolado, ótimo pra ir com amigos, paquerar, ou ir antes da balada. Os drinks são ótimos e super variados, com várias opções de cervejas também para quem não curte muto os destilados.

Os petiscos também são mito bons, eu recomendo a costelinha com molho picante!

Cobra apenas consumação!

Para quem tem muitos amigos, o local permite realização de aniverssários no andar de cima, onde você pode reservar todo o andar!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 20

Nota geral Você conhece o Mambo Drinkeria? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)