Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Le Jazz?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Le Jazz

Le Jazz

Rua dos Pinheiros, 254
Pinheiros - São Paulo , SP

Telefone: (11) 2359-8141

Preço por pessoa:

$$ (De R$26 até R$50)

Categoria:
Restaurante Francês
Ranking: #6 de 98
Site oficial:
lejazz.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Horário de funcionamento:
Seg.: 12h às 15:30 e 19:30 às 23:30
Ter. a Qui.: 12h às 15:30 e 20h às 0h
Sex.: 12h às 15:30 e 20h às 1h
Sab.: 13h às 16:30 e 20h às 1h
Dom.: 13h às 17h
Primeira opinião por:
Fernando O.
Detalhes:
Estacionamento

Quer receber ofertas do Le Jazz?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(16)
Comida
(16)
Atendimento
(16)
Bebida
(14)
Custo-benefício
(16)
Mostrar:
Dicas  (25)
Eduardo Scarfoni
O lugar é pequeno, a quantidade de pessoas que vai a esse restaurante é absurda então preparasse para esperar.
Eduardo S.
Franco Veludo
Pratos bons com preços em conta ambiente descontraído
Franco V.
Classificar por:
Opiniões   (30)
 
Sempre escutei minha mãe dizer que queria muito ir ao Le Jazz, mas ele sempre estava muito cheio. Mas ontem finalmente conseguimos: numa segunda-feira, lá pelas 12h30, conseguimos uma mesinha para 2 pessoas do lado de fora (para mesa do lado de dentro, teríamos que esperar uns 20-30 minutos).

O lugar é uma gracinha, e hoje posso dizer que realmente tem cara de restaurante francês. Ambiente pequeno, mesas apertadinhas, dessas em que você não privacidade nenhuma – a mesa ao lado com certeza escutará a sua conversa. Mas isso só aumenta o charme do lugar, que ganha ainda mais ares europeus pela quantidade de outras línguas que é possível escutar lá dentro ;)

O cardápio não é muito extenso, mas traz várias opções interessantes. Os pratos principais variam entre R$ 33 e algo perto de R$ 50, até onde posso me recordar. O couvert, composto apenas de pão, manteiga e azeite, sai R$ 7 – mas o pão é muito gostoso, e a manteiga também! Acredito que o preço totalmente vale a pena.

De prato principal, nós duas fomos de Hachis Parmentier: um gratinado de rabada desfiada coberta com purê de batatas e crostas de pão, que acompanha salada verde e picles de pepino (R$ 33). É, para todos os efeitos, um escondidinho de rabada. E meu deus, como é bom! As crostas de pão, bem crocantes e espalhadas, dão um toque especial ao já ótimo prato. A salada verde é bem simples e seu tempero é bem suave e gostoso. E, muito importante: a porção é bem servida! Você não sai rolando de lá, mas sai bem satisfeito (e por várias horas).

Acho necessário dizer que o local é um dos (poucos) restaurantes da cidade que oferece água de cortesia, numa jarrinha bonitinha ;) Só achei estranho que eu tive que pedir por ela quando o garçom perguntou o que gostaríamos de beber. Me pareceu um pouco desonesto ele não ter mencionado a cortesia, sei lá (ou vai ver é só o meu espírito pobre falando).

A nossa única tristeza foi sentar na mesa que fica bem ao lado da porta. Às vezes ela bate e dá a sensação de que tudo vai cair na sua cabeça – de a sua mesa estiver encostada na porta, ela até treme. A sensação não é das melhores, mas dá para relevar, especialmente quando você desencosta a mesa da porta.

Há apenas um toalete feminino (e acho que só um masculino também), mas isso não chega a ser um problema num restaurante que comporta só umas 40 pessoas. Fica nos fundos e estava bem limpo quando fui.

Enfim: tive uma ótima experiência lá! Gastamos R$ 88 para duas pessoas e saímos satisfeitas e felizes. Recomendo a ida – especialmente lá pelas 14h, quando já há mais mesas disponíveis! ;)
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias, Almoçar
 
Desde a inauguração, o Le Jazz vive lotado. Lotado mesmo, com muita gente na calçada tomando vinho e conversando enquanto espera uma mesinha, e não pense que a frequencia é alta apenas nos fins-de-semana não; lá tem fila de espera todos os dias da semana. Esse sucesso não é sem motivos. O Le Jazz é um típico bistrô francês: serve comida de qualidade e com preços mais do que justos. As mesinhas no salão são muito próximas umas das outras, mas isso não deixa o ambiente menos aconchegante. A carta de vinhos não é extensa, mas parece cumprir bem o seu papel, é só reparar que todas as mesas (com raras excessões) estão com taças na mão e garrafas na mesa (eles tem boas opções de meia-garrafa também). A espera é demorada, mas o couvert (pão com manteiga e água em jarrinha) tem um preço camarada (R$ 4,50). O cardápio também é enxuto, tem opções clássicascomo o entrecôte (que agora virou moda), cassoulet ou steak tartare – que estava delicioso.


Pra quem prefere opções mais leves, o cardápio também tem quiches ou sanduíches (o clássico Croque Monsieur e suas variações). Pedi a quiche do dia (queijo de cabra com aspargos e tomate) e estava simplesmente divina.


Os preços são bem justos. Pratos principais custam, em média, R$30 e os sanduíches e quiches, R$ 20. O Le Jazz é, definitivamente, um lugar que quero voltar muitas vezes.
Dica: reserve (em qualquer ocasião)
Bom para: jantar com amigas, bater papo tomando vinho
 
Bom, muito bom. O lugar é pequeno, a quantidade de pessoas que vai a esse restaurante é absurda então preparasse para esperar. Pedi de entrada uma lula muito boa, que recomendo a todos tem uma mistura com ovos inusitada que deu certo. Se for recomendo essa entrada. De prato principal pedi um file com mostarda dijon muito bom. Só fui essa vez a essa restaurante, mas quero voltar muitas vezes.
O atendimento foi correto e atencioso apesar da lotação da casa, mais um ponto positivo.
Va conhecer vale a pena.
Dica: O lugar é pequeno, a quantidade de pessoas que vai a esse restaurante é absurda então preparasse para esperar.
Eduardo Scarfoni:
Quando fui não pedi nenhuma bebida em especial, bom pelo menos esse erro é facilmente corrigido. Ainda não fui conhecer a outra unidade da melo Alves mas já passei algumas vezes em frente e já fica lotada.
Conteúdo inválido
 
Sempre escutei minha mãe dizer que queria muito ir ao Le Jazz, mas ele sempre estava muito cheio. Mas ontem finalmente conseguimos: numa segunda-feira, lá pelas 12h30, conseguimos uma mesinha para 2 pessoas do lado de fora (para mesa do lado de dentro, teríamos que esperar uns 20-30 minutos).

O lugar é uma gracinha, e hoje posso dizer que realmente tem cara de restaurante francês. Ambiente pequeno, mesas apertadinhas, dessas em que você não privacidade nenhuma – a mesa ao lado com certeza escutará a sua conversa. Mas isso só aumenta o charme do lugar, que ganha ainda mais ares europeus pela quantidade de outras línguas que é possível escutar lá dentro ;)

O cardápio não é muito extenso, mas traz várias opções interessantes. Os pratos principais variam entre R$ 33 e algo perto de R$ 50, até onde posso me recordar. O couvert, composto apenas de pão, manteiga e azeite, sai R$ 7 – mas o pão é muito gostoso, e a manteiga também! Acredito que o preço totalmente vale a pena.

De prato principal, nós duas fomos de Hachis Parmentier: um gratinado de rabada desfiada coberta com purê de batatas e crostas de pão, que acompanha salada verde e picles de pepino (R$ 33). É, para todos os efeitos, um escondidinho de rabada. E meu deus, como é bom! As crostas de pão, bem crocantes e espalhadas, dão um toque especial ao já ótimo prato. A salada verde é bem simples e seu tempero é bem suave e gostoso. E, muito importante: a porção é bem servida! Você não sai rolando de lá, mas sai bem satisfeito (e por várias horas).

Acho necessário dizer que o local é um dos (poucos) restaurantes da cidade que oferece água de cortesia, numa jarrinha bonitinha ;) Só achei estranho que eu tive que pedir por ela quando o garçom perguntou o que gostaríamos de beber. Me pareceu um pouco desonesto ele não ter mencionado a cortesia, sei lá (ou vai ver é só o meu espírito pobre falando).

A nossa única tristeza foi sentar na mesa que fica bem ao lado da porta. Às vezes ela bate e dá a sensação de que tudo vai cair na sua cabeça – de a sua mesa estiver encostada na porta, ela até treme. A sensação não é das melhores, mas dá para relevar, especialmente quando você desencosta a mesa da porta.

Há apenas um toalete feminino (e acho que só um masculino também), mas isso não chega a ser um problema num restaurante que comporta só umas 40 pessoas. Fica nos fundos e estava bem limpo quando fui.

Enfim: tive uma ótima experiência lá! Gastamos R$ 88 para duas pessoas e saímos satisfeitas e felizes. Recomendo a ida – especialmente lá pelas 14h, quando já há mais mesas disponíveis! ;)
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias, Almoçar
 
Fui em 17/2/14, uma segunda-feira um pouco chuvosa. ao Le Jazz com a minha namorada. Paramos o carro na frente e, assim que chegamos, fomos informados por um dos garçons, muito simpático (todos lá são), que aguardaríamos de 30 a 40 minutos para sentarmos.
Enquanto esperávamos pela mesa, ficamos no balcão tomando vinho e dividindo uma entrada de tarrine (?) de joelho de porco, muito boa. O ambiente realmente é muito agradável, com uma boa música de fundo e vários quadros de Paris. Por ser bem pequeno, acho que isso faz com que seja muito aconchegante.
Em menos de 30 minutos, já estávamos sentados. Terminamos nossa entrada e pedimos um Steak Tartare e um Filet au Poivre, ambos deliciosos.
Não pedimos sobremesa, porque não aguentávamos mais comer rsrs
Ao todo, a conta deu R$ 220,00, com uma garrafa de vinho de R$ 88,00. Há opções a partir de R$ 60, se não estou enganado. Não achei caro, em São Paulo há lugares onde se gasta muito mais para ter uma noite parecida, ou até inferior, a que tivemos.
Com certeza voltarei, aprovadíssimo.
Bom para: Ir com amigos, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Vinho, Experiências gastronômicas
 
Esse restaurante me trás ótimas recordações. Eu realmente não conhecia a fama desse bistrô francês localizado em pinheiros e me falaram pra ligar pra reservar a mesa. Quando eu liguei já era tarde, me informaram que as reservas tinham acabado e eu teria que esperar na fila de espera, achei estranho, pois não costumo fazer reservas nos restaurantes que vou. Chegando no dia do jantar, eu fui uma hora antes do horário que tinha marcado, e detalhe era uma terça feira chuvosa, mas o restaurante estava lotado e com umas 5 mesas antes da minha.

O garçom foi me tranquilizando, dizendo que várias mesas estavam pedindo a conta, mas o que acontece é que as pessoas gostam tanto do ambiente que se esquecem de ir embora e o lugar é minúsculo. Peguei uma mesinha do lado de fora, na calçada mesmo pedi um vinho. Depois de uma hora aguardando, consegui a tão desejada mesa. Dali pra frente só tive experiências boas. O atendimento é ótimo, a comida é super gostosa e o ambiente se parece muito com os bistrôs parisienses. Eu sou um admirador do Jazz e fiquei admirando as gravuras do Miles Davis. Os banheiros também possuem umas gravuras super bacanas.

O meu pedido foi o famoso steak tartare com salada, e estava uma delícia. E para beber pedimos um Malbec de primeira. Os preços são bem honestos e o serviço é bacana. Aprovado!
Dica: Não deixe de fazer uma reserva com antecedência.
Bom para: Casais, Jantar, Vinho
Enviado
via mobile
 
despretencioso e correto... as opiniões aqui supervalorizam um pouco. Pedi o cote du porc, ótimo e bem servido, e minha esposa pediu o entrecote, que apesar de saboroso, estava bem mais duro que o aceitável. fechamos com créme brulée e tudo bateu 198 reais com uma garrafa de vinho simples (Cotes du Rhone 2009) nada mal. O ambiente é bem gostoso e informal. vale uma visita.
 
Depoir de ler o review da Alice e ficar com água na boca (mas não tanto com as fotos), decidi que queria conhecer o Le Jazz. De fato o lugar é bem concorrido, pois as vezes que passei na frente, quem quisesse conhecê-lo, teria que esperar bastante. Por isso, reservei e deu certo.

Como estive lá há uma semana, já não lembro os nomes dos pratos e até procurei na internet. Aí fica uma dica para o restaurante: já que eles já têm um site, seria bastante útil informar o cardápio!

A casa é relativamente pequena e a meia luz que se tem lá, faz com que o ambiente seja aconchegante. Apesar de lotado, não me incomodei com a proximidade da mesa do lado e nem com o barulho, que não achei ser demais.

O serviço é eficiente, mas não é dos mais simpáticos que já vi. Entretanto não posso dizer que fui mal atendido.

Não pedimos entrada; o pãozinho com manteiga oferecido como couvert (R$5 por pessoa) foi suficiente para estancar a fome que era grande. A "tap water" oferecida na faixa é um gesto simpático e, com isso, resolvemos não pedir bebidas (apesar de termos observado que o cardápio de bebidas parece extenso).

Para comer, a Rita foi de Croque Madame (?), uma espécie de misto quente com ovo frito por cima, bem apetitoso. Eu fui de Brandade de bacalhau, que vem numa cumbuca com bacalhau desfiado, torradas e um creme que não sei descrever. Estava delicioso. Os dois pratos vieram muito bem montados e acompanhados de uma saladinha. Minha "decepção" foi que fiquei com vontade do L'Entrecôte, mas como o garçon me falou que a carne era alta e eu não gosto, mudei meu pedido.

Para sobremesa, escolhemos um waffle que não lembro o nome, mas como não tinha, fomos para o Creme Brulée, que estava bem suave e gostoso.

Levando em consideração o conjunto todo, minha avaliação é que o Le Jazz atendeu à expectativa, mas não superou. Como eu tinha ouvido falar tanto, esperava um atendimento impecável e uma comida de tirar o fôlego. O atendimento foi bom, mas não impecável e a comida estava gostosa, mas não inesquecível. Mas concordo com o Fernando que a proposta de valor é muito boa (R$45 por pessoa) e, no fim das contas, recomendo!

Croque Madame
Dica: Faça reservas!
Bom para: Jantar a dois
Claudio Kawano:
Victor, o único prato que não curti até agora no Le Jazz foi o L'Entrecôte!!! A carne não veio no ponto bom, dura... Os outros são excelentes!!!
Conteúdo inválido
 
Lugar despojado/chique, comida muito boa e preço baixo para São Paulo.
Reserve antes ou vá com paciência, pois a espera é grande, eu já desisti muitas vezes de ficar na espera.
A água é de graça, uma coisa que eu admiro, conceiro de muitos restaurantes europeus.
Não pode deixar de provar as fritas com mexilhões, a minha noiva não gostava de mexilhões antes de experimentar esses.
É um lugar para ir sempre!!!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar, Almoçar, Vinho
Luiz Eduardo Penteado De Luca:
Fui ontem lá, quase disisti de esperar, mas valeu a pena, comi prato que é tipo um escondidinho de rabada, muito bom, a minha noiva pediu uma sopa de cebola, mas eu não gostei muito, a entrada também foi excelente, o ovo mollet e o tutano (este é para quem gosta).
Conteúdo inválido
 
Le Jazz est probablement le restaurant français de São Paulo qui essaye de rester le plus fidèle au style Gastropub de nos brasseries parisiennes. Le but n'est pas de diviser mais d'unir autour d'une cuisine simple et exécutée avec exigence. La conversation court sur plusieurs tables, le vin peut se boire au pichet, on peut manger avec les doigts (hamburger, excellent) ou pas (cassoulet, absolument inmanquable), et les plats sont à un prix de bistrot parisien. Les deux partenaires, brésiliens, sont très jovials et ne manqueront pas de discuter en français avec vous. Comptez 1h30 d'attente quelque soit le soir, qui se passe généralement sur le trottoir devant le resto, à discuter entre convives en dégustant l'assiette de charcuterie.
Dica: Cassoulet (apenas no fds)
Bom para: Ir com amigos, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Vinho, Realizar eventos pessoais, Paquerar, Relaxar
 
Sabe o lugar bom, bonito e barato? É lá. Nas noites de quintas, sextas e sábados, você corre o risco de pegar uma fila de espera de 1 hora. Mas a equipe é tão simpática que consegue driblar o mau humor até dos mais famintos. A carta de vinhos sempre tem uma boa opção de custo benefício e os pratos primam pelo sabor, sem precisar arrancar seus olhos.
Dica: Experimente a terrine de queijo de cabra e legumes na entrada!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar, Vinho, Happy hour
Borbas Azarite:
Eu tive um azar danado! Quando fui, a carta de vinhos estava mega esvaziada! Pedi um tempranillo; não tinha, pedi um outro espanhol; não tinha...até que optei por um francês recomendação da casa. Boa escolha e de fato com um bom custo X benefício
Conteúdo inválido
 
Um dos restaurantes de melhor custo-beneficio na regiao. A comida é muito boa e os precos sao bem justos. Quem quiser água filtrada, voila, nao é cobrada (é como se voce pedisse tap water nos EEUU). De fato, o restaurante parece se preocupar em oferecer Valor aos clientes, o que é muito bacana. O ambiente é simples e pequeno, mas bastante simpático. Chegue cedo.
Dica: Chegue cedo ou reserve
Bom para: Ir a dois`
 
Realmente, este lugar é excelente e o melhor francês de qualidade e com melhor custo-benefício que conheci até agora!!! O único porém, é a espera, mas vale a pena para provar uma comida extremamente saborosa e de excelente bom gosto!!! Experimentem as entradas!!! Escargots são maravilhosos, o ovo empanado com cogumelos e trufas, tartar de atum, todos excelentes!!! Acrescento ainda os pratos tagine de cordeiro, pato, brandade de bacalhau, cassoulet, todos excelentes!!! Ah, e a entrada de queijo camembert empanado com pimenta e mel acompanhado de pão, maravilhoso!!!
Dica: Quem não quiser enfrentar fila, chegue cedo (20:00)!!! Ou reserve!!!
Bom para: Jantar!!!
Enviado
via Android
 
Fui com a cidade vazia, logo após o réveillon, mas mesmo assim havia espera. Sentei nas mesas de fora, então não consegui ouvir a música. Os pratos são razoáveis (experimentei o l'entrecote e o tagine de cordeiro). Pra quem gosta, recomendo o suco de tomate.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 30

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
25
Seus check-ins aqui
0