Hospital Mater Dei

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 2700 , Barro Preto - Belo Horizonte , MG - Brasil - 30140-093

Telefone:

(31) 3339-...

Clique para ver
Site oficial
materdei.com.br
Primeira opinião
Thiago mauricio
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Aberto 24h
  • Acesso para deficientes
  • Ar condicionado
  • Estacionamento


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Pedir orçamento
* Por favor, preencha seu nome
* Por favor, preencha seu email válido
* Por favor, descreva seu pedido de orçamento

http://br.kekanto.com/como-chegar/hospital-mater-dei
Notas específicas:
Ambiente
(7)
Atendimento
(14)
Custo-benefício
(11)
Dicas
Opiniões
Infelizmente frequentei muito este hospital nos últimos anos. Digo isso porque o melhor é não precisar de ir no hospital, não é mesmo? Em todas as minhas urgências e cirurgias fui sempre muito bem atendida e amparada por profissionais qualificados e atenciosos.

Sou uma grande frequentadora do pronto socorro por causa da minha tendência de formar pedras nos rins, e por isso já visitei muito meu médico de madrugada. Já precisei fazer exames de raio x e tomografia e os funcionários sempre foram muito atenciosos, mesmo as quatro da manhã!

Eu,minha mãe e outros familiares já operaram neste hospital e os apartamentos são ótimos, confortáveis e super limpos. As enfermeiras são prestativas e sempre atendem rapidamente aos chamados.

Normalmente o pronto socorro fica lotado, mas isso é a nossa realidade, não é exclusividade do Mater Dei.
Eu acho que eu tenho uma relação muito complicada com esse hospital. Ao mesmo tempo que ele me trouxe felicidades, já me trouxe também bastante tristezas. É um casamento meio de altos e baixos. Mas enfim, a vida não é assim? O hospital Mater Dei é um dos mais luxosos que eu conheço em Belo Horizonte. E foi lá que minha sobrinha linda, Júlia, nasceu. Foi muito bom. O atendimento. Mas foi lá que tive muitas decepções também como no caso de minha mãe estar enfartando e os médicos dizerem que era escoliose e mandar ela pular corda. Já fui bem tratada e também mal tratada, como tomar uma bezetacil com quem não sabia aplicar e me pedir para levantar, sabe lá como, da maca sem nenhum cuidado se eu ia ter problemas, pois essa injeção é muito forte. Doi demais, ainda mais se a pessoa não sabe aplicar. Mas já tive com enfermeiros e médicos que souberam me atender com eficiência e cortesia. Como eu disse esse hospital tem altos e baixos comigo. Mas prefiro pesar positivamente na balança e dizer que ele ainda é considerado na minha opinião como muito bom. Pois já viu né? Saúde no Brasil é sorte. Vamos apostar que tudo dará mais certo que errado. Assim seja, meu Deus.
O hospital possui uma estrutura e atendimento singular. O que me deixa triste são os preços que lá são praticados, mais não por serem caros pois não há como se medir ou estabelecer um valor para a saúde, o que me deixa triste é saber que se faz necessário hospitais particulares quando a saúde é , ou deveria ser,responsabilidade das autoridades publicas e que a maioria da população nunca vai conseguir através do SUS um atendimento se quer genérico ao prestado pelo Mater Dei, afinal de contas "ninguém" vai querer pobre no quarto ao lado do seu quando vc estiver em meio a uma crise de overdose.
O hospital Mater Dei é um dos hospitais mais equipados de Belo Horizonte!
Tem uma estrutura física de fazer inveja.
Mais realmente tem muitas deficiências, e uma delas é estar na estatística de um hospital com um dos maiores índices de infeção hospitalar da história de Belo Horizonte.

Triste isso, não! Tem equipamentos de primeiro mundo. Tecnologia avançadissima e profissionais, que teoricamente teriam que estar entre os melhores.

O que vemos, são pessoas reclamando do atendimento e da forma mercenária como são tratados! Quem tem dinheiro, é bem atendido. Quem tem um convênio mais ou menos, torce para ter alguma sorte. Quem não tem convênio, nem chega na porta do hospital!
A condição para ser atendido no Mater Dei é: ou você tem muito dinheiro ou um bom convênio, pois até a Unimed tem que ser top, se não eles não te atendem!

Acontece todo o tempo...
O hospital está localizado na região sul da cidade, no bairro Santo Agostinho. Próximo a unidade sede da CEMIG e praça da Assembleia, tal como a Assembleia Legislativa.

Conta com uma infraestrutura muito boa em relação a outros hospitais da capital, sendo pra mim a melhor opção em atendimento de urgência e internação.

Além de uma infra estrutura ímpar o centro de saúde conta com profissionais qualificados e especializados em diversas áreas, inclusive cirurgias plásticas específicas e corretivas de urgência.

Costuma ter o pronto socorro bem cheio, nos últimos anos, mas nenhum outro hospital da região escapa dessa sina!

Atende diversos convênios de saúde e, nunca tive problemas na recepção por falta de informação de atendentes, sempre muito prestativas e eficientes.
Meu filho nasceu no Mater Dei, atendimento de primeiro equipe médica, de enfermagem, manutenção e limpeza super atenciosos!
Fiquei no apartamento onde meu baby ficou comigo e recebia de tempo em tempo a visita tanto da equipe de enfermagem quando a médica para saber se estava tudo bem!
As refeições servidas são divinas, como se estivesse em um hotel, muito saborosa! bem diferente do que dizem sobre comida de hospital rs!
Atendimento rápido e eficiente, quando comparado com a média dos hospitais. Não atende sus, unimed nem a maioria dos convênios. Verifique antes de perder seu tempo. Resultados de exames impressos não costumam ser disponibilizados na hora. Isso apenas para casos do pronto socorro. .. agora vou parar de escrever pq isso é tarefa difícil atualmente, por mobilidade limitada nas duas mãos...
Juntamente com o Hospital Dia e Maternidade da Unimed - BH é o único duplamente certificado com a ISO e a ONA (certificação específica de saúde) em BH. Em MG tem mais um em Ipatinga.

A qualidade é ímpar e o atendimento ao paciente também. Para atendimento particular prepare o bolso, todavia, fique tranquilo quanto ao tratamento.

Tem luxos como controle remoto para as persianas das janelas... :-O
Hoje dia 12/04/2014 fui para o hospital fui atendida fis todos exames mas quando recebi alta tive uma enorme decepição notei que furtarão da minha bolsa meus 2 cartão de credito e o seguransa aida me fala que sepre acontece isto no boquis 8 e 9 que não e aprimeira ves que aconteçe isto a adiministração tem que tomar uma providencia se não o hospital perde sua creadibilidade fica adica
Uma característica que vejo no Mater Dei é a seguinte: a equipe especializada (médicos) e a infraestrutura são excelentes, mas a equipe de apoio (enfermeiras e atendentes) precisam melhorar demais. Na minha opinião, isto aplica-se ao pronto atendimento, ultra-som e maternidade, que foram os serviços que utilizei nos últimos anos e sempre observei essa característica.
Hoje retomei mais uma vez ao hospital, dessa vez, para buscar o resultado de exames realizados há 7 dias ( o prazo solicitado pelo hospital para entregar o resultado ).

Conforme o canhoto ainda em meu poder, o funcionamento do setor de resultados é de 8 as 19 horas.

Saí do serviço então, desviei o caminho do caminho de casa peguei um taxi e me encaminhei para o hospital, as 18:50 estava lá solicitando os resultados, ao lado de outros pacientes, mas eis que uma funcionária do hospital nos procura, e nos diz que infelizmente o funcionário do setor de entregas havia se adoentado e o setor estava fechado e que nos poderíamos pegar os resultados a partir de amanhã as 8 horas.

Eu nunca trabalhei com administração hospitalar, não sei se é possível, correto ou aconselhável concentrar esse serviço em apenas uma pessoa, creio que o motivo para isso seja econômico, mas quanto a isso não partirá de mim nenhuma condenação. Porém considero que seja primário o conhecimento imprevistos acontecem, que pessoas ficam doentes (um hospital tem que saber disso) e há que se ter um plano de contingência. Não é que não tinha funcionários no hospital, tanto que tinha uma pra pedir desculpas por não entregar os resultados.

As pessoas fazem exames porque estão doentes, estão em sofrimento, muitas vezes aguardam o resultado de exames para obter diagnósticos, para só depois poderem ser tratados. Considero esse episódio não apenas falta de administração e de gerência, mas verdadeira falta de respeito. Estou profundamente chateado e decepcionado com o Mater Dei.
Pra mim, já foi um dos melhores hospitais de Belo Horizonte. Atualmente, é uma lástima.
Cada vez que vou lá é uma decepção a mais, principalmente se for para o atendimento de pronto-socorro para a pediatria, que é o setor do hospital que mais utilizo.

O transtorno já começa no atendimento inicial (cadastro).Você pega uma senha e fica aguardando ser chamado para o cadastro inicial, o problema é que a ordem de chamada é uma loucura, eles chamam por especialidade e dentro da mesma especialidade não é chamado por ordem de chegada. Realmente não dá pra entender!

Depois que o cadastro é feito o atendimento não demora muito para acontecer, mas não se assuste se você ver pessoas com o número de senha maior que o seu ser chamado primeiro. Infelizmente isso é normal.

Se estiver no setor de pediatria e precisar levar o seu filho(a) ao banheiro, cuidado com o que você pode encontrar. Ontem à noite o banheiro para crianças do sexo feminino estava impossível de ser utilizado. A pia entupida e toda vomitada, chão molhado e papéis espalhados por todos os lados. Pior que banheiro de boteco! Se para um adulto já é nojento, imagine para uma criança! E não foi a primeira vez que vi o banheiro assim, sou seja, é normal o banheiro estar assim.

Ultimamente, toda vez que vou ao Mater Dei a impressão que tenho é a mesma: está pior ou igual ao SUS.
Hoje, em BH, quando preciso de um hospital, eu não penso em outra opção. Um pouco é pela localização que é relativamente perto da minha residência, mas é principalmente pelo atendimento que obtive lá, seja no pronto socorro, seja nas duas vezes em que fiquei internado, seja no acompanhamento posterior que tive desses atendimentos.

É bem verdade, que a diferença de qualidade de atendimento entre o Mater Dei e os demais hospitais de BH, já foi maior, hoje ainda, apesar de a excelência não ser mais a mesma, há boa diferença ainda.

Tem um bom quadro de profissionais, mas que trabalham em outros lugares ou em consultórios próprios como quase todos o profissionais da área médica no Brasil.

Das vezes em que estive internado lá, gostei muito mesmo do atendimento seja das enfermeiras, seja das nutricionistas, fisioterapeutas, cozinheiras e faxineiras, além dos médicos é claro. Uma internação sempre envolve sofrimento, mas a atenção recebida no Mater Dei nessas oportunidades foi muito eficiente em reduzir esse sofrimento.

A comida merece um capítulo a parte pois até perdi o preconceito com "comida de Hospital", nessas oportunidades em que lá estive, e tinha até certo prazer na hora das refeições.

Espero não retornar tão cedo, mas precisando, sei onde ir.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 23

Nota geral Você conhece o Hospital Mater Dei? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)