Hospital Alvorada

Endereço: Av Ibirapuera, 1942 , Moema - São Paulo , SP - Brasil - 04028-001

Telefone:

11 5053-75...

Clique para ver
Categoria:

Hospitais

  | Rank: 45º de 173
Primeira opinião
Gisele Finatti Ba...
Horário de funcionamento
Seg.
0h - 23:59
Ter.
0h - 23:59
Qua.
0h - 23:59
Qui.
0h - 23:59
Sex.
0h - 23:59
Sáb.
0h - 23:59
Dom.
0h - 23:59



Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Pedir orçamento
* Por favor, preencha seu nome
* Por favor, preencha seu email válido
* Por favor, descreva seu pedido de orçamento

http://br.kekanto.com/como-chegar/hospital-alvorada
Notas específicas:
Ambiente
(4)
Atendimento
(8)
Custo-benefício
(4)
Dicas
Opiniões
Fui acompanhante numa "visita" ao hospital e achei ok apesar da grande espera mesmo sem muitos pacientes a serem atendidos.

O estrutura é sofrida para pessoas que estejam de cadeiras de rodas, um ponto lamentável do hospital. Tive que empurrar a cadeira de uma pessoa que estava impossibilitada de andar e simplesmente achei uma mega falta de noção não estar funcionando a entrada com rampa onde o carro entra direto na porta do PS, a portaria que tive de entrar é uma super estreita para a acessibilidade de cadeirantes e que conta com pelo menos 1 metrô de piso de pedra o que torna quase impossível para um cadeirante subir sozinho a rampa, já que além do impulso precisa de força para sair das pedras...lamentável.

O atendimento em compensação foi muito prestativo, ágil e educado na recepção, o corpo médico por exemplo não foi tão eficiente, deixando de pedir uma ressonância quando era desejável e absurdamente blasé ao caso de uma pessoa que não podia pisar no chão por conta de um joelho torcido, o ortopedista em questão só forneceu o atestado de afastamento médico de 1 dia porque foi solicitado, do contrário parecia uma simples "frescura" não sair andando da cadeira de roda sem dores...bizarro!

A infra do prédio é boa, mas na real é só ok, a disposição das salas de espera, corredores e portas eram absurdamente incompatíveis com uma cadeira de rodas passando, por exemplo.
Tive muitas experiências negativas no pronto socorro deste hospital. Entretanto, a parte de internação é OK.

O pronto socorro é incrivelmente cheio; parece que a gestão do hospital decidiu que seria interessante cobrir todos os convênios médicos existentes no planeta, com isso, o pronto socorro é extremamente cheio; a espera para atendimento é de tranquilamente 2 horas.

A parte de internação funciona bem; já acompanhei uma pessoa lá e nisso não tenho o que reclamar.

Acredito que este hospital precisa rever o quadro de funcionários, afinal, acho ótimo atenderem bastantes pessoas, mas que isso seja feito com qualidade, afinal é um hospital particular e as pessoas pagam convênio para tal.
Minha primeira experiência - graças a Deus não na condição de paciente - em um hospital em São Paulo não foi lá essas coisas. No sul, eu tinha em mente que casas de saúde particulares ou que atendessem via planos de saúde tinham atendimento na portaria mais ágil em relação aos demais. Com o Alvorada, aqui em São Paulo, descobri que essa lógica não se aplica por aqui em hospitais que atendem pessoas "gente como a gente" (nem milionárias, nem em petição de miséria).

Acompanhei uma amiga que teve um ataque de asma. Fiquei mais nervoso que a garota pelos mais de trinta minutos de espera entre pegar a senha na entrada e ser chamado para ouvir um "posso ajudar?". Foi por um triz que não sugeri uma simulação de desmaio para ela ser imediatamente atendida, mas seria desonesto demais até mesmo com os outros pacientes que LOTAVAM a sala à espera de atendimento.

Pude ficar no lado dessa minha amiga nos procedimentos iniciais. Fui avisar pelo celular aos meus amigos que ela já estava sendo atendida e fui EDUCADAMENTE convidado pelo segurança para me retirar, pois naquela área não é permitido o uso de celular. Seria desnecessário isso se houvesse alguma sinalização quanto a essa restrição.

Quando eu fiquei sabendo que seria preciso de uma radiografia e outra bateria de exames... pensei: "danou-se!", para não escrever coisa pior. Para minha surpresa, foi tudo muito rápido, feito dentro das dependências do hospital bem aparelhado e minha amiga saiu com tudo em mãos: resultados, medicada e incrivelmente melhor.

Resumo da ópera: este lugar seria melhor avaliado se o processo de triagem de pacientes e encaminhando para atendimento médico fosse bem mais ágil e atencioso.
Estive no Hospital Alvorada e, de forma geral, fui muito bem atendida. Na chegada, mesmo com um quadro de asma, tive que esperar cerca de 30 minutos para fazer o cadastro e mais uns 15 para ser encaminhada para o pré-atendimento. O tempo parece curto se for comparado ao período de espera em grandes hospitais ou ao atendimento feito através do SUS, mas quando se está sem conseguir respirar direito, qualquer tempo é uma eternidade.

Passada esta primeira etapa, só tenho elogios. O hospital é bem equipado, confortável (na medida do possível, né) e todos os profissionais foram atenciosos e prestativos, desde o recepcionista, passando pelos enfermeiros, médico, auxiliares e especialistas em diagnósticos por imagem .

Outro ponto que merece destaque é a agilidade: os procedimentos foram executados rapidamente e em menos de duas horas fui medicada, tirei raio-x, recebi os resultados dos exames e fui liberada. Espero que as pessoas não precisem passar por lá, mas se tiverem algum problema, recomendo o Hospital Alvorada sem sombra de dúvidas!
Primeira opinião do lugar
Um dos piores atendimentos que já vi em termos de saúde, fico imaginando se fosse pelo SUS, a fila já na recepção dá uma boa idéia do que nos aguarda e não adianta dizer que é fim-de-semana, num meio de feirado, com a cidade vazia mais de uma hora e meia apenas para fazer a ficha e passar na triagem é um absurdo, pior ue ninguém se digna a te dar uma informação.depois de uma martírio considerável, o paciente é atendido por um clínico e não adianta ter informado que o caso é para outra especialidade, nem levar esta orientação por escrito de um especialista, ninguém dá a mínima atenção, depois encaminham para a sala de medicação sem questionar se o cidadão é alérgico, se está dirigindo, ou seja uma atitude no mínimo irresponsável...

Nota geral Você conhece o Hospital Alvorada? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)