Rong He

Endereço: Rua da Glória, 622 , Liberdade - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 3208-05...

Clique para ver
Preço por pessoa

Site oficial
ronghe.com.br
Bom para
Famílias, Experiências gastronômicas

Primeira opinião
Fernando O.
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
11:30 - 22:30
Ter.
11:30 - 23h
Qua.
11:30 - 23h
Qui.
11:30 - 23h
Sex.
11:30 - 23h
Sáb.
11:30 - 22:30
Dom.
11:30 - 22:30


Detalhes
  • Ar condicionado
  • Estacionamento: Convênio preço fixo para 2 hrs


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/hong-he-2
Notas específicas:
Ambiente
(50)
Comida
(50)
Atendimento
(50)
Bebida
(42)
Custo-benefício
(48)
Dicas
Chegar cedo, ou ter paciência para esperar uma hora de fila, pelo menos, para conseguir uma mesa. depois, conseguir que um garçom atenda a mesa(muitas mesas e poucos garçons).
Rodrigo T.
Existe uma alface com molho de ostra incrivel, acho que é cozinho mal passado no vapor pois chega crocante!!!
marino k.
Macarrão apimentado com frutos do mar e guiza de porco grelhado
Ralph G.
Vá em turma e divida vários pratos
Pedro S.
Vá em grupo pois as porções são bem servidas.
Malu M.
Ver mais
Opiniões
Nem sei porque ainda não fiz minha resenha deste estabelecimento cujo yakissoba ao estilo chines é mais gostoso de São Paulo, o guioza frito é ótimo, assim como o Pastel recheado c/ cebolinha silvestre e camarão e o Macarrão apimentado com frutos do mar (camarão, lula seca, marisco, carne suína desfiada) um ensopado muito gostoso, levemente apimentado.
massa esticada em caracóis prensada ac/ de mel e açucar é gostoso, e a massa também é preparada pelo chefe, só que bem fininha, tipo macarrão cabelo de anjo.
Os pratos com macarrão que o cozinheiro produz, são fáceis de identificar, sempre acompanha uma tesoura para corta-lo para não engasgar enquanto consome o mesmo, acho a massa um tanto pesada, talvez a farinha utilizada, não sei.
Depois que o restaurante chines (não lembro do nome) que ficava na avenida Iraí, próximo ao shopping ibirapuera que tinha o melhor guioza fechou, ficamos órfãos até a abertura do Rong He, que dispõe de vários preparos e recheios, enfim, uma delícia.
Minha filha adora fungos um cogumelo que vem acompanhado de ervilhas e finas tiras de cenoura, que fica gostoso consumido com arroz branco.
Somente esta unidade disponibiliza delivery, a unidade que fica mais próximo da minha residência no Paraíso serve apenas para viagem.
Minha mulher prefere o sabor da matriz que mesmo sendo mais distante prefere esta unidade, e também é muito ruim de estacionar na rua Tutóia.
A socialização ocorre quase de imediato, porque a maioria das mesas são compartilhadas e os garçons sabem descrever o conteúdo dos pratos digamos, polêmicos, o chá de jasmim é cortesia.
Fábrica de macarrão e restaurante
Esse é um dos tesouros no bairro da Liberdade e merece ser visitado! :)
Se você está disposto a chegar cedo(antes das 12:00) para não pegar fila, ou disposição para enfrentar filas de até uma hora para entrar, fica a dica: é um restaurante japonês, que serve pratos muito bem servidos(servem de duas a três pessoas tranquilamente) com preços atraentes; por exemplo, pedi um prato de massa com mix de peixes(camarão/lula/etc) que veio muito bem servido e custou cerca de R$ 28,00! Onde comer por esse preço com três pessoas?

O local é pequeno, porém tem uma particularidade bem interessante: tem uma espécie de "vitrine" o qual o chefe da casa faz, de hora em hora, as massas e, no final, literalmente, também "malabarismos " com elas. é muito legal ver a experiência e "destreza" do chef!

Recomendado.
Há tempos o Rong He estava na minha lista de lugares para conhecer e foi no feriado de 1. de maio que fui até lá! E por acaso! rs Tentamos entrar em 2 shoppings para ir ao Outback, mas foi humanamente impossível, realmente shopping é a praia do paulistano. Aí veio a ideia: vamos até a Liberdade e lá a gente acha algum lugar para comer! E foi isso o que fizemos. Passamos na frente do Rong He e a espera não parecia tão grande, afinal passava das 14h30. Estacionamos o carro no estacionamento que fica um pouco a frente do restaurante, pagamos R$ 14,00.
Peguei a senha com a recepcionista que me falou que o tempo de espera era de 1 hora. Beleza! Resolvemos passear pela Liberdade para passar o tempo, como estávamos com muita fome, fizemos um pit stop na Bakery Itiriki, pegamos um salgado e um suco e nos encostamos em um muro do metrô Liberdade e comemos. Resolvemos voltar para o Hong He, nisso já tinha passado 45 minutos, e foi botar o pé na porta do restaurante e chamaram a nossa senha!! :) Que sorte!
Todos os garçons são brasileiros, reparei que apenas o chef de cozinha e a recepcionista/caixa eram chineses. O garçom que nos atendeu era meio avoado, era um adolescente novo na casa. rs Até os outros garçons tiravam sarro dele.
Bom, pedimos uma Original para começar e escolhemos os seguintes pratos: Wan Tun frito de camarão e o macarrão apimentado com frutos do mar. Os pratos demoram uns 15 minutos para chegar à mesa. Enquanto esperava, fui até a vitrine da cozinha olhar a "magia do Chef" ao transformar uma massa em macarrão. Mas calma aí! Não é tão simples assim! Só com o movimento das mãos é que ele transforma a massa em vários fios de macarrão! Impressionante! No final quando algumas pessoas que estavam assistindo bateram palmas para ele, ele retribuiu com um sorrisinho tímido! :)
Olha, eu sabia que as porções eram grandes, mas não esperava tão grandes! rsrs Sério... a porção de Wan Tun veio com uns 35 bolinhos! Estávamos só meu marido e eu. A porção serve tranquilamente 4 pessoas. Em seguida chegou o macarrão apimentado: uma tigela! rs
Então... mãos à obra! rs O Wan Tun é uma delícia! Um bolinho frito com camarão dentro, camarões pequenos, mas inteiros. Muito bem temperado e massa sequinha! O macarrão vem com uma concha para que você pegue o caldo, um pegador para o macarrão e para os demais ingredientes e uma tesoura. Pra que tesoura? Para cortar o macarrão, que é loooongo! rs Muito saboroso, picante sem soltar chamas pela boca. E os frutos do mar estavam muito gostosos, frescos!
Bom, conseguimos comer metade dos pratos, então pedimos para embrulhar para levarmos para casa. Pedimos também um café e a conta.
Ahh para tudo!! A conta foi uma piada!! Só R$ 76,00 por aquilo tudo de comida!! Nosso almoço e janta!
O restaurante está de parabéns! Boa comida e bom preço! Com certeza indico e voltarei mais vezes!
Ahh fiquei sabendo na porta do restaurante que eles fazem delivery aqui no bairro do Ipiranga!! Adorei, peguei um panfleto!
Ahh 2: quando fomos comer à noite, os bolinhos ainda estavam gostosos, não ficaram encharcados de óleo, já o macarrão ficou um pouco mole e chupou o molho. Talvez não seja bom pedir o macarrão no delivery, pois não virá com a mesma consistência do que é servido no restaurante ;)
O restaurante tem uma fachada tão simples e discreta que você passa por ele sem dar qualquer valor! O que é super injusto.

Chegamos por volta das 13h, e esperamos bastante até conseguir uma mesa (para apenas duas pessoas, marido e eu). A fila de espera era enorme! Assim, de antemão, saiba que tudo que dizem é verdade: aos finais de semana chegue cedo, antes das 12h, ou a demora será muito longa!

De qualquer maneira, o tempo de espera serve para uma coisa: apreciar as fotos e ler todas as matérias (jornais e revistas) referentes ao restaurante, além de observar as premiações recebidas pela equipe. Também consegui assistir um pouquinho da apresentação da "arte de fazer macarrão". Uma pena! Queria ter visto mais, só que nos chamaram para ocupar a mesa (e era prioridade, especialmente depois de tanta demora).

Atendimento excelente. Sempre que virava o rosto, tinha lá um garçom para nos atender!

Pedimos de entrada: gyoza a vapor de carne e camarão.

Perfeitas. Massa fina, leve, macia e saborosa.

Para a refeição: yakisoba de frutos do mar.

Gente, simplesmente perfeito. Acho que foi o melhor yakisoba que já comi. A massa é deliciosa (o macarrão também é frito).

Principal característica da comida: a gente percebe que os ingredientes são frescos, novos. Tudo tem aquele gostinho de comida caseira, mas com um toque especial, de profissionalização.

Para beber, pedimos uma cerveja nacional, que estava geladíssima. O objetivo era beber uma cerveja chinesa, mas tava em falta.

Observação importante: o restaurante só aceita dinheiro (ou cartão de débito). Não tivemos problemas porque já sabíamos, mas o senhor da mesa ao lado ficou irritado por não ter sido avisado quando entrou no estabelecimento (Realmente, eles não informam oralmente, mas há aviso logo na entrada)!

Restaurante bem cotado, resolvi dar uma conferida e fiquei muito feliz com o que pude conferir.
Bem arrumado, ao passar pela rua é necessário prestar atenção para não passar despercebido, a fachada é discreta e pequena, mas o restaurante é ótimo, atendimento com garçons que falam português e entendem do cardápio.
Falando em cardápio ele possui algumas varias fotos que ajudam a ilustrar os pratos e ajudar na decisão, mas também não vergonha nenhuma perguntar ao garçom, discretamente o que a mesa ao lado esta degustando, já que era tão bonito o prato(hehehe experiência própria).
Sugestoes e opções nao faltam, mas fomos em uma dupla com os carros chefes da casa o fica a dica, Macarrão apimentado com frutos do mar e o Wan Tun frito, bem sequinho e bem recheado.
E o show da massa? pedindo o Macarrão Apimentado com Frutos do mar o chef faz a apresentação do macarrão, é um show muita habilidade, ver o macarrão se formar na sua frente, ao vivo com muita habilidade do chef, sempre com um ar muito serio, puxa, gira, estica, amassa, passa farinha, estica, gira, puxa, estica e eis que você vê o resultado indo para a panela de agua fervente, ele esbanja habilidade no manuseio da massa e supervisiona todas as preparações da casa, para quem quiser pedir pelo numero é o 83.
Alguns pratos acompanham uma tesoura, o que pode a principio causar estranheza porem há uma explicação muito lógica quando se vê o show de macarrão, é que o macarrão feito com esta técnica resulta em fios bem longos, então o uso da tesoura é recomendado.
Todas as massas são feitas na hora, como havíamos pedido Wan Tun frito, vimos eles fazendo nossa porção ali, na hora, abrindo a massa, recheando, dobrando tudo com muita habilidade, depois instantes na frigideira e eis que sai uma porção muitíssimo generosa de sequinhos pasteizinhos chineses de camarão, o Wan Tun, também vi saírem guioza, pasteis chineses etc.
As porções sao muito, mas muito generosas, em um casal, pedimos um macarrao Apimentado e um Wan Tun frito, comemos muito bem e trouxemos o restante para viagem, e estimo serviria pelo menos mais uma pessoa fartamente.
Viagem, sim eles fazem todos os pratos para viagem, e possuem serviço de entregas.
O Preço é um otimo custo beneficio, nossa refeição com mais duas bebidas( um suco natural e um refrigerante) sairam na Faixa dos R$ 80,00, mas lembrando que serviria facilmente mais uma pessoa que coma bem.

Uma ultima dica é pedir a mesa 18, por que disso voce me perguntaria, é que ela fica de frente para o Show de massa!!!

video do show de massa
http://www.youtube.com/watch?v=JVhQTt27kuo&feature=youtu.be


Eu não passo um inverno sem ir, adooooooooro, a carne apimentada com tofu é um desbunde de boa, yakissoba delicioso, o lámen com frutos do mar é pedida certa todas as vezes, guioza de carne suína é meu preferido e eu faço uma misturinha daquela pimenta boa q fica na mesa com o molho preto azedinho e como com o guioza affffffffffffff q delícia!!!!!
Lugar muito aconchegante, comida deliciosa, preço muito bom e o show do chef que é algo fantástico!!!!
Sabe aquele nojinho natural quando a gente pensa em comida chinesa?
Pode esquecer!

Pelo menos foi o que aconteceu comigo nas quatro vezes que fui na filial do restaurante (na R. Tutóia).
A lula, o guioza,e outras várias entradas são feitos na hora e abrem o apetite para o incrível yakissoba, que, além de enooooorme é delicioso.
O cardápio é imenso e os mais aventureiros podem arriscar em provar esquisitices - que eu passo - ou se deleitar com o tradicional bem feito e bem servido.

Ah, os pãezinhos chineses fritos de sobremesa vem acompanhados de uma piscininha de leite condensado e ó, VALE a espera porque a massa é incrível.

De tirar o chapéu e voltar quantas vezes tiver vontade.
O Rong He é um dos meus restaurantes favoritos na Liberdade.

A comida é muito boa e chega tudo bem rápido! Gosto bastante do Chop Suey e do guio-zá.

Uma das atrações do lugar é o cozinheiro preparando a massa do macarrão. É um show à parte.

A única coisa ruim do Rong He é que ele é pequeno e, por isso, a fila pode ficar enorme, principalmente no almoço de Domingo.

De qualquer forma, é um lugar que todo mundo deveria conhecer =]
Desde que chegamos em São Paulo, o bairro da Liberdade tem sido um dos melhores lugares para passear nos momentos de lazer. A feirinha da liberdade ainda vai virar um post bem bacana...os bazares japoneses, suco de pobá, a Liberdade é nossa Chinatown, um verdadeiro mergulho a cultura a um povo que já representa mais de 10% da população da cidade.
Alguns lugares já são clássicos do bairro e atraem um grande público pela bela mistura de comida boa, barata e em abundância. Estaremos mostrando algumas dessas preciosidades que a liberdade nos oferece.

O Rong He é um destes restaurantes. De fachada singela, é mais um destes lugares que ninguém pararia se não soubesse exatamente para onde está indo. O restaurante abre as 11:30, mas meio dia muitas vezes já tem fila de espera. Esses primeiros clientes em sua grande maioria são chineses e descendentes, que sempre vem em grande quantidade com mesas que normalmente passam dos 10 lugares. Com cardápio em madarim e português o restaurante é especializado em massas mas tem várias iguarias e clássicos da culinária chinesa.

Depois de 1 hora de espera nossa senha foi chamada e nos acomodamos bem no centro do salão. As mesas são bem juntas e privacidade na sua refeição é algo que jamais acontecerá. Para entrar no clima pedi uma cerveja chinesa Tsingtao Beer, fraquinha e sem muita personalidade.

Como as porções são realmente grandes, este é um restaurante para ir em grupos. São tantas as opções que só várias visitas para saciar a vontade, desde clássicos chineses até comidas exóticas. Outro dia que fomos lá comemos uma excelente entrada que era de alface refogado com molho de ostra, maravilhosa. Desta vez resolvemos pedir algo diferente e comemos uma salada de pepino e água viva. Meio avinagrada a salada era como um sunomono com a alga viva que era crocante e saborosa.

Mas o verdadeiro show do restaurante são as massas. Com a cozinha totalmente à mostra por um grande vidro é um espetáculo parar e ver o chef fazendo a massa fina na mão com movimentos rápidos e precisos. Sua perícia é realmente impressionante e só ver esse trabalho já vale a visita ao restaurante.

Inlcusive os guiozas são feitos na hora e de forma totalmente artesanal...

Pedimos duas porções de guiozas que foram para mim, os melhores que já comi na vida. A primeira porção foi de guiozas de camarão no vapor. De uma delicadeza única, estes quiozas eram extremamente leves e foram servido com uma porção de gengibre ralado.

e uma porção de guioza grelhado de carne de porco, sensacional!!!!

Como não poderíamos sair sem comer aquela massa feita na hora e de forma tão competente, pedimos uma opção com carne bovina. O restaurante serve um excelente yakissoba e diversas outras opções de massas frescas, mas a massa feita à mão e ao vivo pelo chef é servida somente como lamen, mas o verdadeiro lamen, nada a ver com miojo ou cup noodles...

Nestes roteiros alternativos muitas vezes aceitam somente dinheiro como forma de pagamento. Neste quesito o Rong He já está se adaptando aos tempos modernos com a opção de pagamento com cartão de débito e a contratação de alguns garçons ocidentais , uma experiência maravilhosa.
Um restaurante de comida chinesa, localizado em um bairro de SP que faz jús a sua origem (LIBERDADE).

Confesso que estava um tanto quanto receoso em ir a este restaurante, pois não sou muito fã da comida chinesa, entretanto esta má impressão deixou de existir logo que cheguei ao restaurante e me sentei em uma mesa de frente para o vidro onde é são realizadas as apresentações.

Um chef chinês realiza a preparação do macarrão de maneira artesanal, se apresentando para todo o publico que aguarda ansioso para comer, literalmente podemos acompanhar o desenrolar da coisa! É uma verdadeira mágica, o cara transforma um bolo de massa em fios de macarrão "iguaizinhos", isso em apenas alguns segundos!

Sem contar o preço dos pratos que são excelentes, muito barato mesmo! Pois todos os pratos servem de 3 há 4 pessoas tranquilamente, por isso não fica caro.

Recomendo comer o yakisoba, muito bom!
O melhor Yakissoba que eu já provei, e olha q eu viajo atras de bons pratos como este. O show ao vivo da preparação da massa para o macarrão é muito om, divertido e com pequenas acrobacias com o macarrão. O atendimento é muito bom. Uma boa dica é chegar cedo, pois o local costuma encher bastante. A comida não tem o costume de demorar para chegar, e um prato de Yakissoba, com o custo de 30 reais, serve duas pessoas tranquilamente e sobra para uma terceira. Eles são muito limpos. E entregam em casa, caso não queira ir até lá. Mas fique atento, só aceitam dinheiro ou cartão de debito.
Fui no Rong He numa quinta-feira de noite e quando cheguei, por volta das 19h10min e o lugar estava vazio. O lugar não é muito grande, mas possui uma boa quantidade de mesas.

Olhando o cardápio, eles oferecem diversos tipos de pratos e o que mais me chamou a atenção foi uma sopa picante. A sopa era constituida por macarrão, alguns frutos do mar e com molho picante. Como sou alérgico à camarão, pedi para tirar e deixar a ardência light. A sopa é incrivelmente saborosa e ela serve tranquilamente 3 pessoas.

Também pedi um bolinho primavera de carne suíno e legumes, mas achei que estáva muito gorduroso, além disso, pedi um chá, que não me lembro um nome, mas estáva muito bom também.

Para finalizar, pedi uma sobremesa que era sagu com melância e estava muito, muito bom mesmo. A única coisa que não foi bom, foi a demora para trazer a sobremesa, mas é justificavél, o lugar estava lotado e isso era umas 21h.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 80

Nota geral Você conhece o Rong He? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)