Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Gelateria Max?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Gelateria Max

Gelateria Max

Av Afonso Delambert Neto, 619
Lagoa da Conceição - Florianópolis , SC - 88062-000

Telefone: (48) 3207-9110

Preço por pessoa:

$ (Econômico)

Categoria:
Sorveteria / Frozen Yogurt
Ranking: #2 de 24
Site oficial:
gelateriamax.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Horário de funcionamento:
Seg. a Sex.: 12:30 às 20h
Sab. e Dom.: 12:30 às 23h
Primeira opinião por:
Rubens Burgel
Detalhes:
Acesso para deficientes

Quer receber ofertas do Gelateria Max?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
3 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(10)
Atendimento
(11)
Bebida
(5)
Custo-benefício
(10)
Comida
(10)
Dicas  (7)
Rubens Burgel
Gianduia, Chocolate amargo, pistache... todos...
Rubens B.
Luis carlos binotto leal
Melhores sabores: pistache e pinguim são mais saborosos do que outros que são mais conhecidos
Luis c.
Manuela Faraco dEça Neves
Experimente o sorvete sem lactose de chocolate amargo, é sensacional!
Manuela F.
Classificar por:
Opiniões   (22)
 
O dia se adiantou com a promessa de muito calor. Decidi convida-la para tomar sorvete. Distraidamente, ela afastou uma mecha de cabelo da testa e sua resposta, um “sim”, que se arrastou por sua garganta até sair me fizeram entender que deveria agir. Repeti: - Vamos tomar um sorvete? E acrescentei: - na Gelateria do Max?”
Assim que “re-ouviu” o convite, seus olhos pareceram retornar a vida e como se estivesse despertando de uma longa hibernação, pulou do sofa e em um segundo estava com a chave do carro na mão e no outro estavamos estacionando em frente a sorveteria com mesinhas no deck. Atravessamos o trânsito até a Lagoa e assim que entramos no ambiente, amplo, simples, branco e imaculado como o uniforme da menina de sorriso facil que atendia no balcão, notei que o local estava repleto de pessoas de todas as idades.Rapidamente, com indisfarçavel ansiedade, fixei os olhos nas opções de potinhos. PP (R$5), P (R$7), M (R$9), G (R$11) ou GG (R$15). Lentamente, mais uma vez, observei ao redor. O local estava docemente cheio e sem dificuldades constatei o porque. O horário. Eram 17h e a placa na parede ao fundo, tendo como contraste uma deslocada maquina de café expresso informava: - Horário: 12h30/20h (sáb. e dom. até 23h) - Cartões: Crédito ou Débito. Minha namorada perguntou: - Qual sabor você vai pedir?. Recorrendo ao meu sotaque italo-florianapolitano, respondi: - RAFFAELLO, de chocolate branco, avelã e coco e, astutamente, sugeri: - Experimente os sorbets. São elaborados à base de água e frutas, a exemplo dos de melão, morango, kiwi ou maçã verde. Notei a indecisão em seus olhos. Continuei: - Com leite integral fresco e nata, o de pistache de Bronte, está entre os melhores sabores. Ao lado é o de baunilha, feito com favas importadas de Madagascar e o outro ao final é de nata mesclado com chocolate ao leite e pasta de avelã. A menina, talvez preocupada com a fila que começava a se formar, olhava para mim, na expectativa de uma decisão. Fechei os olhos e pensei: “O que posso fazer?” mas, falei: - Então...Ela examinou, teatralmente, os potes de sorvetes, passou a mão no queixo, imersa em pensamentos e de repente, movendo-se com assombrosa velocidade, voltou-se para mim e disse: - Um minuto. No instante seguinte, com um brilho nos olhos, falou como se estivesse me passando uma informação codificada: - GG, Madagascar, metade, Bronte, metade. Deck. “Finalmente!”; pensei, tomando o cuidado de não deixar o pensamento ser visto em minha face ou ser ouvido em meus lábios. Repliquei:- Ok!
Fiz os pedidos e no piscar de olhos seguinte, (atendimento rápido e eficiente) estava sentado ao seu lado, saboreando o sorvete artesanal.
Ficamos quietos por um tempo. Sem erguer os olhos, ela quebrou o silêncio. As palavras sairam num tom baixo, mas firme. – Sorvetes irresistíveis: - Quero levar outro para casa. Com a mão no coração confirmei: - OK!
Observei a aproximação de um homem. Senti um frio no coração e uma comichão na parte auditiva, mas fingi estar tranquilo e me mantive imóvel. Comecei a pensar em perguntar algo, mas ele ceifou minha pergunta: - Ola, meu nome é Marcos Henrique. Fui buscar na Itália a fórmula para esses sorvetes.De lá, também trouxe o maquinário e um mestre sorveteiro, que me ensinou os segredos da produção de um cremoso gelato. Aqui na Lagoa, também funciona como café. Servimos o tradicional expresso (R$ 3,00) ou o afogatto, que traz uma bola de sorvete mergulhada na bebida.(R$5,00)
Era o proprietário da sorveteria, fazendo as honras da casa e me fazendo entender o sentido da máquina de café. Agradeci e enquanto ele se afastava, senti a respiração sumir e pensei: - Sei que estou sem cash, mas tenho que me acalmar. Sentindo o coração bater tão forte que parecia querer escapar da gaiola das costelas consegui, ao mesmo tempo que levava a mão direita ao bolso e sentia um estranho volume, ver os números com clareza. Consumo: R$24,00.
Então, como se o destino tivesse decidido por um fim na cena que se desenrolava, percebi que o objeto que eu tocara em meu bolso era o cartão de crédito e meus pensamentos flutuaram para algo que na entrada, eu havia lido: Cartões de Crédito...
Ao entrar no carro, imaginei estar em casa, diminuindo as luzes, colocando uma música romântica, sentado com ela perto da janela, apreciando as luzes da noite e saboreando o Sorbet que delicadamente carregava. Ela deixou o local com a vistosa e colorida placa de “PROIBIDO ESTACIONAR” e minutos depois parava diante do prédio onde morávamos.
Dica: melhores sabores: pistache e pinguim são mais saborosos do que outros que são mais conhecidos
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Happy hour, Realizar eventos pessoais, Relaxar, Experiências gastronômicas, Ponto turístico
Daniel Schenkel:
Ok. ser sucinto ajuda a ir direto no ponto. Mas quando se retrata tantos detalhes fica muito mais interessante. Parabéns pelo belo texto. Me animei em conhecer esse lugar qualquer dia desses!
Conteúdo inválido
 
Depois de uma longa caminhada por toda a extensão da lagoa, e de uma parada para comer, sentia que faltava alguma coisa em minha vida naquele momento, e descobri que era um sorvete. Meu amigo logo me indicou a Gelateria Max, onde são servidos sorvetes artesanais, tipo italiano.

A sorveteria é simples, tem a bancada com os sorvetes, o caixa e algumas mesas. Na mesa ao lado da minha estava acontecendo uma espécie de reunião de negócios, ou seja, o ambiente é bem tranquilo.

Entre tantas opções de sabores, ainda teria que escolher entre as opções de tamanho: R$ 4,00 uma bola; R$ 6,00 duas bolas; R$ 8,00 três bolas... e por aí vai. Ou seja, muito barato, só pelo fato de ser sorvete italiano. Escolhi o de uma bola para poder sentir bem o sabor, sem misturar. A bola era gigante.

O sabor escolhido foi Gelate’amo: sorvete de chocolate com amêndoas e avelãs, e com uma camada de creme de avelãs por cima. Não preciso nem dizer que isso era divino, né? Eu saí daquela sorveteria por um momento e fui para um mundo particular enquanto degustava aquela maravilha. Mas no final fiquei um pouco frustrada, pois comecei a me enjoar do sabor, já que era muito doce, e acabei jogando fora um pouco de creme de avelã no final.

Curiosidade: Este sabor que escolhi é novo, e no mês de julho houve um concurso para escolher seu nome, Gelate’amo foi o nome vencedor. O prêmio para a autora é ganhar 1 litro de sorvete por semana (qualquer sabor) até dezembro. Chato, não?
Bom para: Gastar pouco
idiqines:
Monstro bate Dr Dre Pro, Barato Dr Dre Pro, Monster bate Venda Pro, bate Dr Dre Online, bate o monster Dr Dre Pro Atacado
Conteúdo inválido
 
Excelente opção de sorveteria artesanal, na minha opinião a melhor da cidade. Oferece sabores a base de água e sem lactose. Os preços são um pouquinho salgados, mas a qualidade do sorvete e a variedade de sabores, compensa. Um potinho médio, que é o que geralmente peço, que pode ter a escolha de três sabores, custa R$12,00.
Dica: Experimente o sorvete sem lactose de chocolate amargo, é sensacional!
Bom para: Casais, Famílias, Ir com amigos, Ir sozinho, Ir com crianças, Happy hour, Jantar, Almoçar
 
O dia se adiantou com a promessa de muito calor. Decidi convida-la para tomar sorvete. Distraidamente, ela afastou uma mecha de cabelo da testa e sua resposta, um “sim”, que se arrastou por sua garganta até sair me fizeram entender que deveria agir. Repeti: - Vamos tomar um sorvete? E acrescentei: - na Gelateria do Max?”
Assim que “re-ouviu” o convite, seus olhos pareceram retornar a vida e como se estivesse despertando de uma longa hibernação, pulou do sofa e em um segundo estava com a chave do carro na mão e no outro estavamos estacionando em frente a sorveteria com mesinhas no deck. Atravessamos o trânsito até a Lagoa e assim que entramos no ambiente, amplo, simples, branco e imaculado como o uniforme da menina de sorriso facil que atendia no balcão, notei que o local estava repleto de pessoas de todas as idades.Rapidamente, com indisfarçavel ansiedade, fixei os olhos nas opções de potinhos. PP (R$5), P (R$7), M (R$9), G (R$11) ou GG (R$15). Lentamente, mais uma vez, observei ao redor. O local estava docemente cheio e sem dificuldades constatei o porque. O horário. Eram 17h e a placa na parede ao fundo, tendo como contraste uma deslocada maquina de café expresso informava: - Horário: 12h30/20h (sáb. e dom. até 23h) - Cartões: Crédito ou Débito. Minha namorada perguntou: - Qual sabor você vai pedir?. Recorrendo ao meu sotaque italo-florianapolitano, respondi: - RAFFAELLO, de chocolate branco, avelã e coco e, astutamente, sugeri: - Experimente os sorbets. São elaborados à base de água e frutas, a exemplo dos de melão, morango, kiwi ou maçã verde. Notei a indecisão em seus olhos. Continuei: - Com leite integral fresco e nata, o de pistache de Bronte, está entre os melhores sabores. Ao lado é o de baunilha, feito com favas importadas de Madagascar e o outro ao final é de nata mesclado com chocolate ao leite e pasta de avelã. A menina, talvez preocupada com a fila que começava a se formar, olhava para mim, na expectativa de uma decisão. Fechei os olhos e pensei: “O que posso fazer?” mas, falei: - Então...Ela examinou, teatralmente, os potes de sorvetes, passou a mão no queixo, imersa em pensamentos e de repente, movendo-se com assombrosa velocidade, voltou-se para mim e disse: - Um minuto. No instante seguinte, com um brilho nos olhos, falou como se estivesse me passando uma informação codificada: - GG, Madagascar, metade, Bronte, metade. Deck. “Finalmente!”; pensei, tomando o cuidado de não deixar o pensamento ser visto em minha face ou ser ouvido em meus lábios. Repliquei:- Ok!
Fiz os pedidos e no piscar de olhos seguinte, (atendimento rápido e eficiente) estava sentado ao seu lado, saboreando o sorvete artesanal.
Ficamos quietos por um tempo. Sem erguer os olhos, ela quebrou o silêncio. As palavras sairam num tom baixo, mas firme. – Sorvetes irresistíveis: - Quero levar outro para casa. Com a mão no coração confirmei: - OK!
Observei a aproximação de um homem. Senti um frio no coração e uma comichão na parte auditiva, mas fingi estar tranquilo e me mantive imóvel. Comecei a pensar em perguntar algo, mas ele ceifou minha pergunta: - Ola, meu nome é Marcos Henrique. Fui buscar na Itália a fórmula para esses sorvetes.De lá, também trouxe o maquinário e um mestre sorveteiro, que me ensinou os segredos da produção de um cremoso gelato. Aqui na Lagoa, também funciona como café. Servimos o tradicional expresso (R$ 3,00) ou o afogatto, que traz uma bola de sorvete mergulhada na bebida.(R$5,00)
Era o proprietário da sorveteria, fazendo as honras da casa e me fazendo entender o sentido da máquina de café. Agradeci e enquanto ele se afastava, senti a respiração sumir e pensei: - Sei que estou sem cash, mas tenho que me acalmar. Sentindo o coração bater tão forte que parecia querer escapar da gaiola das costelas consegui, ao mesmo tempo que levava a mão direita ao bolso e sentia um estranho volume, ver os números com clareza. Consumo: R$24,00.
Então, como se o destino tivesse decidido por um fim na cena que se desenrolava, percebi que o objeto que eu tocara em meu bolso era o cartão de crédito e meus pensamentos flutuaram para algo que na entrada, eu havia lido: Cartões de Crédito...
Ao entrar no carro, imaginei estar em casa, diminuindo as luzes, colocando uma música romântica, sentado com ela perto da janela, apreciando as luzes da noite e saboreando o Sorbet que delicadamente carregava. Ela deixou o local com a vistosa e colorida placa de “PROIBIDO ESTACIONAR” e minutos depois parava diante do prédio onde morávamos.
Dica: melhores sabores: pistache e pinguim são mais saborosos do que outros que são mais conhecidos
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Happy hour, Realizar eventos pessoais, Relaxar, Experiências gastronômicas, Ponto turístico
Daniel Schenkel:
Ok. ser sucinto ajuda a ir direto no ponto. Mas quando se retrata tantos detalhes fica muito mais interessante. Parabéns pelo belo texto. Me animei em conhecer esse lugar qualquer dia desses!
Conteúdo inválido
 
Olha, a loja não leva 5 estrelas porque tem uma máquina de café expresso que não funciona... o resto merece nota máxima.
O Sorvete artesanal , tipo italiano, é de alta qualidade, muito cremoso e de excelente sabor, são vários sabores, sendo alguns sabores sem glúten e ouros sem adição de açucar.
A Sorveteria fica bem no centrinho da Lagoa da Conceição, bem no meio da muvuca, em uma loja aconchegante, simples e bem decorada, com um aspecto bastante limpo, com toda a decoração muito nova em estilo clean.
A loja tem várias mesinhas internas, uma salinha com sofazinhos e algumas mesas externas, inviáveis em dias de chuva, mas bombadas nos dias de calor.
É sem dúvida um dos pontos mais concorridos do centrinho depois das cafeterias.
Os dois grandes problemas são a falta de café, já que a máquina deles não funciona... afinal café combina muito com sorvetes. E o estacionamento... ali é complicadíssimo.
O Atendimento é bem cordial e as meninas lhe oferecem degustações sem pressão nem pressa.
Dica: Gianduia, Chocolate amargo, Pistache... todos...
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Gastar pouco
 
A Gelateria do Max possui três unidades espalhadas por Floripa: essa, no centrinho da Lagoa da Conceição, na Av. Beira Mar, e no Shopping Trindade.

Há pouco tempo atrás, a sorveteria da Lagoa era de tamanho reduzido. Como cresceram, possuem agora também o espaço ao lado, que abriga uma área apenas para consumo, com mesas e cadeiras. Para dias quentes, um deque aconchegante, faz darmos pouquísisma importância caso o sorvete derreta entre os dedos...

Cheguei à gelateria e me debrucei sobre o balcão de sorvetes. Com tantos sabores diferentes, fica difícil escolher... O jeito foi provar. A simpática atendente me serviu de umas 3 colherzinhas de sabores diferentes para eu decidir. Pêra, queijo com goiabada, diversas interpretações de chocolate, opções sem lactose, diet e opções para veganos, todos preparados ali... É o paraíso do sorvete!

O primeiro passo é escolher o tamanho do potinho: PP (R$5), P (R$7), M (R$9), G (R$11) ou GG (R$15), ou então levar para viagem.

Escolhi o P, nos sabores chocolate com avelã e Rafaello. Parece pequeno, mas mais que isso seria exagero para mim. Ambos sabores deliciosos, com cremosidade única da Gelateria do Max, que, para mim, possui o melhor sorvete de Florianópolis. Meu favorito do dia foi o de chocolate, muito bom mesmo.

Se tem um doce que faz meu namorado salivar, esse doce é o sorvete. Claudio ama de paixão! Tendo essa informação, sábio é aquele que pensou que ele iria de G ou GG. Colocou no pote G: pinguim (nata, chocolate e creme de avelãs), vinho e leite condensado. Dei umas colheradinhas e destaco o de uva. Geralmente não gosto de sorvetes de uva, pois acho que o gosto é muito artificial, mas, esse de vinho era muito bom e diferente dos que encontramos por aí.

Pagamos 18 reais pelos dois sorvetes.

Era agosto e o clima não era super quente, apesar de ter dado uma tarde de sol, mas o vento imperava. Ficamos impressionados com a movimentação na sorveteria - que durou bastante tempo. Imaginem só quando o verão chegar? Tenho certeza que a fila irá triplicar de tamanho. O que eu tenho a dizer? Vale a pena esperar quietinho por um pote de doçura.
Dica: Sente-se no deque
Bom para: Gastar pouco, Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Relaxar, Famílias
 
Esta gelateria só perde para a Monte Pelmo dos Ingleses. Sorvete maravilhoso. Todos os sabores são ótimos, fica difícil escolher. Atendimento ótimo e preço bem acessível. Muitas opcões de bons sorvetes italianos artesanais.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Almoçar, Happy hour, Realizar eventos pessoais, Relaxar, Experiências gastronômicas, Ponto turístico
 
O melhor sorvete de Florianópolis! Não deixa a desejar em relação aos sorvetes italianos. Melhores sabores: pistache e almanara.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Ir de madrugada, Relaxar
 
Gelatos italianos MARAVILHOSOS! Com diversas opções de sabores de leite e de frutas. Há também opções diet e sem lactose. Possui uma unidade na beiramar e outra na lagoa.
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho
 
Gosto muito, o sorvete é muito gostoso com diversos sabores!
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Famílias, Ir sozinho, Jantar, Almoçar, Realizar eventos pessoais, Relaxar, Experiências gastronômicas
Enviado
via iPhone
 
Muito boa a Gelateria do Max! Sabores diversificados e deliciosos! Os sorvetes são produzidos artesanalmente e são feitos todos os dias, não tem conservantes. o pediatra das minhas sobrinhas foi quem indicou quando eram ainda bebês! O preço é bom pela qualidade que apresenta, bom atendimento, local agradável...o único problema é que acaba viciando e você fica muito exigente, depois de experimenta-lo fica impossível não comparar com os outros sorvetes.
 
Se está com dinheiro e quer um sorvete muito gostoso (porém bem doce), recomendo.
Enviado
via Android
 
Amo sorvete e sou bem rigorosa com sorveterias!! Rsrs Quando viajo, depois dos pratos locais, vou em busca dos sorvetes locais :)

E em Floripa, digo tranquilamente que a Gelateria Max é minha referência!

Os atendentes são sempre simpáticos e parecem fazer questão de que você experimente 'uma lasquinha' de cada sabor para não restar dúvidas na escolha!! Apesar de o meu preferido ever' ser o Pinguim... aproveito a deixa e provo sempre que tem alguma novidade!
A unidade da Beira Mar muitas vezes não tem lugar para sentar, mas as pessoas acabam interagindo na espera e chegam até a dividir a mesa!

Ambiente agradável pede sempre pra voltar!!
(:
Priscila P.:
Gabriella, bora participar do Evento Oficial do Kekanto?? http://br.kekanto.com/evento/1136-evento-kekanto-florianopolis-la-guirlanda-creperia-cultural :D
Conteúdo inválido
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 22

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
7
Seus check-ins aqui
0