Frangó

Endereço: Largo da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168 , Freguesia do O - São Paulo , SP - Brasil - 02925-040

Telefone:

(11) 3932-...

Clique para ver

Famoso pelas coxinhas e pelo enorme cardápio de cervejas, o Frangó fica perto de uma pracinha na Freguesia do Ó e está em atividade há mais de 25 anos. Foi construído em um antigo casarão do século XIX e hoje em dia atrai pessoas de muitos lugares de São Paulo e do Brasil. 

Preço por pessoa

Site oficial
frangobar.com.br
Bom para
Cerveja, Happy hour, Encontros românticos, Paquerar

Primeira opinião
Felipe Fonseca
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Ter.
11h - 23:59
Qua.
11h - 23:59
Qui.
11h - 23:59
Sex.
11h - 2h
Sáb.
11h - 2h
Dom.
11h - 20h


Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Mesas ao ar livre
  • Inaugurado em 1987


Como chegar
Favorito
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/frango-4
Notas específicas:
Ambiente
(155)
Comida
(153)
Atendimento
(153)
Custo-benefício
(143)
Público
(144)
Bebida
(144)
Dicas
No verão chegue cedo para pegar uma mesa na rua
Rodrigo M.
A casa não tem estacionamento, mas é tranquilo parar o carro nas proximidades.
Soraia M.
A dica é você chegar cedo e ir com a namorada(o) ou com os amigos
Zéppa D.
Nos finais de semana o bar é muito solicitado, então procure chegar cedo ou se seu grupo for grande faça reserva
Rodrigo M.
Caso queira um bom lugar a mesa, é bom chegar mais cedo.
Verônica C.
Ver mais
Opiniões
Local bacana! Atendimento simpatico! coxinha realmente muito boa!
Poreeeem..... nao me senti muito bem quando eles me pediram rg para pegar uma caipirinha! Isso mesmo r.g! Tenho 22anos! Pois e! Na hora nao disse nada... mais depois fui conversar com o gerente sobre aquela situação. Segundo ele o frangó foi condenado a pagar 30mil de multa. Por uma jovem de menor que estava com bebida alcoólica! :O .
Tirando isso.. o Bar e show!
Não sei se porque eu fui com muuuuita expectativa em conhecer o Frangó e provar a tradicional coxinha, eu não achei nada de sensacional a coxinha de lá. Já conheci lugares melhores neste quesito #prontofalei

Fomos em um sábado à noite e estava bem lotado. Acabamos encontrando uma mesa vaga na frente da casa: sim, é uma casa, pequena até, mas que vive cheia de gente. A localização do Frangó é super bacana por ficar em frente à Igreja Matriz da Freguesia do Ó, parece que você está em uma cidade pequena. Como o restaurante/bar é também simples, acaba tornando o ambiente mais familiar.

Pedimos as tradicionais coxinhas e...bem... Uma porção com 06 - 08 coxinhas chegou e lá fomos nós para a decepção. Juro, não achei nada de mais! Mesmo! Coxinha normal, com massa crocante como deve ser e bem recheada. Mas, considerar a melhor (ou uma das melhores) achei exagerado.

O que chama a atenção mesmo lá e que vale à pena é a extensa (e bota extensa) carta de cervejas do mundo inteiro. Um cardápio de várias páginas apenas com isso. E não são caras - preço normal para uma cerveja importada, algumas boas você consegue por R$ 15.

O atendimento foi bem mais ou menos: demorado e confuso. Já vi reclamações em relação a isso,então vale um toque pra melhorar.

Enfim, valeu a experiência mas não seria um lugar que eu morreria de vontade de voltar.
O que mais me chamou atenção no Frangó foi o cardápio de cervejas super completo e extenso. Para quem gosta de cerveja trapista, recomendo a Archel. Achei melhor que a Leffe.

O lugar é bem cheio. Fui num domingo a noite e todas as mesas estavam ocupadas. Esperamos uns 20 minutos para sentar.

Provei a famosa coxinha da casa. Sinceramente achei que a fama é maior do que o sabor.

O atendimento também é um pouco confuso. Demora muito para trazer os pedidos e no meu caso esqueceram de uma cerveja que havia pedido.

Estacionar na rua é impossível. Você precisará parar o carro nos estacionamentos da praça.
O Frangó era um dos meus bares preferidos há alguns anos. Depois de hoje, nunca mais volto.

Antes eu atravessava a cidade para ir lá. Ambiente gostoso, cervejas diferentes a preços aceitáveis e boas porções, com destaque para a coxinha.

O tempo foi passando, dizem que o antigo dono morreu, os herdeiros começaram a tocar o negócio e, enfim, o Frangó foi piorando. Os preços eram reajustados a cada 3 meses (sem exagero), a porção de coxinha que há não mais do que 2 ou 3 anos custava 19 reais, agora bate nos 30.

Hoje ocorreu a gota d'água. Uma amiga minha que não ia lá há tempos disse que gostaria de voltar, combinamos de ir ao Frangó esse domingo. Chegamos lá 19h20, as mesas do lado de fora lotadas, estávamos entrando para ver se havia lugar do lado de dentro quando um senhor careca nos "barrou", dizendo "boa noite, pois não?", com certo ar de superioridade. Demos boa noite e pedimos 3 lugares, no que ele responde "estamos fechados". Eu olhei pra ele, pras mesas em volta cheias e disse "fechados?". Ele "sim, fechamos às sete". Tudo bem, erro meu que não tinha visto o novo horário do Frangó, que teoricamente fechava 19h no domingo, sendo que isso não ocorria antigamente.

Só por curiosidade, eu e minha namorada resolvemos entrar no site do Frangó no celular, pra ver se era esse mesmo o horário. Nos surpreendemos ao ver que o horário de fechamento, segundo o site oficial, era 20h. Eram 19h30, e eu fui falar com ele novamente: "Moço, no site do Frangó dizem que vocês fecham 20h, são 19h30 ainda". Ele sem nem olhar pra minha cara disse "É, só que fechamos as 20h em ponto, não daria tempo de vocês serem atendidos". Eu olhei em volta novamente, todas aquelas mesas cheias, e perguntei "Então quando dá 20h, vocês chutam as pessoas daqui, começam a retirar pratos pela metade da mesa, copos cheios etc?" Ele, ainda sem olhar "é...". Pedi pra falar com o gerente, o cara apenas respondeu "Ele deu uma saída.".

Apenas disse "vocês acabaram de perder 2 clientes que um dia já adoraram esse lugar, parabéns."

O Frangó atingiu um nível de reconhecimento perante os paulistanos que fez eles perderem a noção do bom senso, a pessoa foi extremamente desrespeitosa, parecia que estava fazendo um favor em me dar satisfação. É um lugar definitivamente riscado da minha vida.
Frangó em duas palavras: cerveja e coxinha.
A coixnha é uma das melhores de sp, é com catupiry, mas o catupiry não é misturado na massa do frango, é separado. Pra quem curte muito catupiry é a melhor de sp.
A carta de cervejas é de cair o queixo, muitas opções, algumas muito caras, outras com preço mais normal. De várias partes do mundo, se vc tem dinheiro pode pedir algum dos menus de degustação que juntam cervejas do mesmo estilo ou vários lotes da mesma cerveja. Para quem curte cervejas importadas vale a visita.
O ambiente é bem espaçoso e todo decorado com temas de cerveja, é interessante, apesar de eu não beber. A coxinha é boa mas já comi melhores. O ambiente estava quente e não ligaram o ar condicionado, o dono deve ser um muquirana, pois além de manter o ar desligado, não ofereceu nem sequer uma água para nós e o maître nem se preocupou conosco é triste ver como ambiente que já têm fama não se esforçam nem um pouco para ter novos clientes.
Terceira e última parada do Coxinha Tour o ovacionado Frangó pra mim foi uma grande decepção, o bar é bacana e fica em um casarão antigo, em plena terça feira estava bem cheio, fomos recebidos por um garçom que já não me pareceu muito simpático, as tudo bem, fomos levados até o porão da casa que eu não sabia que existia, acho que porque é um espaço destinado a grupos maiores, estava cheio e bem abafado, apesar de ser uma noite não muito quente, o ambiente ali não estava muito convidativo a ficar, fomos acomodados em uma grande mesa central e não esperamos quase nada pela famosa coxinha com catupiry que vem pegando fogo. A porção com dez unidades de tamanho razoável custa a facada de R$ 27,00 (como faz diferença ter um nome) e realmente é bem gostosa, mas na minha humilde opinião não é a melhor coxinha de Sampa, já comi melhores e claro odiei a forma como fomos tratados, se a casa não nos queria ali então era melhor não ter topado participar do evento, em todos os lugares nos ofereceram bebidas e lá nem água, parecia que não viam a hora da gente ir embora, olha sou um cara simples e prezo o tratamento então por melhor que seja a comida do lugar se me tratam de qualquer jeito me sinto mal e como não bebo pra mim pouco importa a tão aclamada carta de cervejas, eu vou pra comer mesmo então se não sou bem tratado não costumo voltar, já tinha ido lá uma unica vez e o tratamento foi diferente, achei bem estranho, afinal estávamos ali na qualidade de criticos então ai é que deveriamos ser bem tratados, mas pra quem quer conhecer a famosa casa e não se importar com o atendimento vale a visita pois o lugar é bacana e a comida é mesmo muito boa.
Nosso terceiro e último estabelecimento na edição Freguesia do Ó do Tour da Coxinha.

Neste também tivemos as coxinhas no estilo porção, o valor é de R$ 27,00 para 10 unidades, vendem também a coxinha no tamanho normal, o valor é de R$ 4,80.
Assim que as mini coxinhas chegaram, a vontade era de atacá-las, o cheirinho é sensacional e muito convidativo, rss.
E ao provar, não me frustrou, uma coxinha muito boa, massa seca, um ótimo tempero, tinha um sabor diferenciado, lembrava muito o sabor de galinha caipira, acho q aí está o segredo do sucesso da casa, pois não conheço nenhum outro estabelecimento que faça desse jeito, o recheio muito cremoso, nesta havia o tão aguardado catupiry rsss, mas acho q seria muito melhor se estivesse misturado com o frango, e não somente na parte de baixo, ficou muito separado, parecia uma coxinha meio de frango e meia catupiry hahaha.

O lugar muito bom também, ainda não conhecia, pirmeira impressão que temos, é de um lugar pequeno, mas ao andar um pouco, agente descobre um tipo de sub solo, lembra mtooo aqueles bares antigos de filmes, a decoração é toda focada em marcas de cerveja, seja nos copos guardados em estantes, ou nos diversos quardros, pecou um pouco na temperatura do ambiente, estava muito abafado, parecia não estar ligado os aparelhos de ar condicionado.
Os valores são iguais aos bares da Vl. Olímpia, Vl. Madalena e Itaim Bibi por exemplo.
E o terceiro e ultimo local do 3° Coxinha Tour foi no mega bem falado FrangÓ que aliás, já o conhecia e posso dizer que minha experiência desta vez apesar de ótima, foi abaixo do que eu esperava.
Não vou me focar no local pois já kekantei sobre e recomendo dar uma visitadinha no meu outro review,
A coxinha vem em uma porção com 10 coxinhas de catupiry em tamanho que considero o ideal, elas vem pelando de quente, e sua massa é crocante com bastante recheio, tudo muito bem temperado, enfim deliciosas mas dessa vez, perdeu para a da Estrela da Matriz; Sorry Frangózistas hahahah
A nota chateadora da resenha vem para o atendimento, que não foi legal e quando a Hana do Staff do Kekanto foi encerrar o evento e inclusive agradecer o Frangó, ela foi muito estupidamente proibida de continuar com o seu "discurso". Algo tão rápido e simples que não atrapalharia em nada o funcionamento da casa inclusive vários frequentadores queriam ouvir sobre o Kekanto e não puderam por esse ato de pouca cortesia. Chato mas não tira o mérito do Bar que tem uma carteira de cervejas quase que único no país e uma das melhores coxinhas.
Eu já tenho uma resenha aquino Kekanto sobre o Frangó, mas como esse bar foi uma das paradas do terceiro coxinha tour vou falar dele de novo mas na perspectiva do tour.

Pra começar, nessa visita acabei descobrindo que o Frangó é muito maior do que eu pensava! haha fomos acomodados no subsolo, que eu nem sabia que existia e que é muito grande! Ótimo pra reuniões de grandes grupos. Mas precisa de um ar condicionado ou se ja tem, trocar por um mais potente pois o calo ali era quase insuportável. Toda a decoração segue a temática da parte que eu já conhecia do bar, tudo girando em torno das diversas cervejas que você encontra ali. Acho legal seguir uma temática assim mas achei a decoração desse ambiente quase que exagerada, poluida demais.

Vocês devem estar estranhando minhas míseras 3 estrelinhas pra esse bar tão famoso e com a coxinha tão famosa quanto. Explico: atendimento. Foi o pior atendimento da noite e um dos piores que já presenciei, parecia que não éramos bem vindos. Da outras vezes que fui lá fui bem atendida mas nessa fiquei muito desapontada. Outro fator foi que a coxinha não estava tão boa como eu me lembrava dela.

Mas vamos as coxinhas, estrelas da casa e dessa resenha! São vendidas individualmente ( R$ 4,80) ou em porções de 10 coxinhas por R$27,00. As coxinhas da porção estão mais pra mini coxinhas mas tem um tamanho bom (são maiores que as mini coxinhas dos outros dois estabelecimentos da noite) e vieram pelando de tão quentes. A casquinha veio bem crocante, massa saborosa e recheio com catupiry do jeito que eu gosto. Mas não sei, não estava tão boa como costumava ser ou eu que depois de 3 tours to ficando exigente demais no quesito coxinha hahaha mas não deixa de ser deliciosa e a estrela da noite.
Leva o primeiro lugar da Freguesia com toda certeza!
Exibindo de 99 a 112
Total de opiniões: 291

Nota geral Você conhece o Frangó? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)