Fogo de Chão - Vila Olímpia

Endereço: Av dos Bandeirantes, 538 , Itaim Bibi - São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 5505-07...

Clique para ver
Categoria:

Churrascarias

  | Rank: 10º de 327

A rede Fogo de Chão nasceu em 1975, na cidade de Porto Alegre (RS). O restaurante, que oferece o tradicional churrasco gaúcho, é uma das churrascarias mais famosas do Brasil. 

Site oficial
fogodechao.com.br
Redes sociais
fogodechaobr

Bom para
Famílias, Reuniões de negócios, Vinho, Comer muito

Primeira opinião
Fernando O.
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
12h - 16h e 18h - 23:59
Ter.
12h - 16h
Qua.
12h - 16h
Qui.
12h - 16h
Sex.
12h - 16h
Sáb.
12h - 23:59
Dom.
12h - 22:30

Aberto aos feriados das 12h às 22h30.

Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Inaugurado em 2003
  • 360 lugares
  • Wi-fi
  • Estacionamento: R$ 9 com manobrista.


Como chegar
Favorito
Reservar mesa
Sou dono
Escrever opinião

Reportar problema
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/fogo-de-chao-vila-olimpia
Notas específicas:
Ambiente
(20)
Comida
(20)
Atendimento
(19)
Bebida
(18)
Custo-benefício
(16)
Dicas Ver mais
Opiniões
Não sou muito de churrasco, mas sem dúvida não tem como não comer bem nessa churrascaria.
Fui com uma galera do escritório para a uma confraternização e todos adoraram a escolha.
As carnes são realmente muito saborosa e tem para todos os gostos, os garçons muito bem educados e treinados e as sobremesas estavam divinas.
O preço acho alto já que não sou muito fã de rodízio por comer pouco, mas com certeza para quem gosta é uma boa opção para comemorações especiais.
Valor R$ 110,00 por pessoa só o rodizio, contando com sobremesa em média R$ 27,00, mas bebida e porcentagem em torno de R$ 170 à 200 por pessoa. (isso se a bebida não for vinhos ou algo mais requintado).
Então, é churrascaria pra gringo ver...Até quem é gaúcho (meu pai, por exemplo) quer conhecer. Garçons vestidos com bombacha, uma vitrine (literalmente) com os espetos de churrasco assando no chão (à moda gaúcha), e até uma espécie de "cartilha" bilíngue mostrando a que se refere cada tipo de corte (por exemplo, onde fica a maminha). Gringo adora!

Há também um buffet com queijos, salames, saladas e outros tipos de frios - super variado. Os garçons apenas servem a carne se a sinalização existente na mesa estiver positiva. Aí, evita aquela chatice de te incomodarem o tempo inteiro. A qualidade das carnes também é boa.

Mas você gasta bastante comendo lá...é um restaurante alto padrão, sabe como é. Não é muito estilo de lugar mas se você gosta de churrasco é uma opção. Bom, você também vê aquela caricatura do gaúcho, vestido a caráter, se te interessa. That's all!
Uma das melhores Churrascarias, fui duas vezes, uma com fornecedor e outra com a galera do trabalho... Trabalhava na Cardoso de Mello a 2 quarteirões... Por coincidência entrei em um bar em Chapecó - SC e conversando com o dono do bar descobri que ele tinha trabalhado nessa Churrascaria... Muito legal!! Coincidências da vida!!
Na minha opinião a melhor churrascaria de São Paulo!
O buffet é farto e há muita variedade de saladas, tudo muito saboroso e requintado! Há muitos frios e queijos deliciosos também!
As carnes são sensacionais.. principalmente a costeleta de cordeiro! Estava tão macia por dentro e tostadinha por fora que repeti várias vezes..
Os pratos quentes são trazidos a mesa.. destaque para a batata frita em lâminas, sequinha e crocante! Há também os pratos tradicionais como farofa, arroz carreteiro, onion rings.. tudo uma delícia!
As sobremesas são deliciosas! Destaque para o creme de papaia com cassis que vem geladinho, na textura ideal, com um biscoito de amêndoas crocante!
"Causando" na Fogo de Chão

Depois de três longos anos planejando, cumprimos a tão esperada promessa de conhecer a churrascaria Fogo de Chão.

Eleita detentora do melhor churrasco de São Paulo pela Veja, Gula, entre outras, e sempre muito bem cotada no meio gourmet, a Fogo de Chão tem como proposta a fidelidade ao autêntico churrasco gaúcho. Com cinco unidades no Brasil e oito nos Estados Unidos, a churrascaria agrada muito aos turistas estrangeiros, especialmente os da terra do Tio San.

A decoração é exuberante (inclusive com carpete no chão, coisa que nunca tínhamos visto em outros restaurantes!), os garçons vestem trajes típicos e há uma imensa adega cercando toda a área do salão principal.

Por R$ 65, o rodízio oferece picanha, bife ancho, fraldinha e diversos outros cortes nobres. A carne é gostosa, mas nada de espetacular. Achamos, inclusive, que em alguns cortes faltava sal.
A mesa de saladas é básica, apenas um pouco mais “arrumadinha”, o que a faz parecer luxuosa.

A caipirinha, bebida mais apreciada pelos “gringos”, é servida em copo pequeno e sua versão com saquê sai pela bagatela de R$ 19.

Um fato curioso foi prestar um pouco de atenção nas pessoas presentes e ver que a grande maioria parecia estar uniformizada: vestidos e jóias para as mulheres; calça, camisa (ou pólo) e mocacim para os homens. Em seus pratos também não se via a tradicional fartura da comida brasileira.
O almoço foi bom, mas já comi em churrascarias mais simples, inclusive na região Sul, com preços muito menores e qualidade igual ou superior a apresentada pela Fogo de Chão.
Mas não pense você que tivemos um almoço indigesto, ao contrário, ele foi muito divertido! É que logo na chegada à churrascaria, o Fernando não conseguiu disfarçar a ansiedade de finalmente estar ali e “causou” (como ele mesmo costuma dizer”) uma cena muito engraçada, um verdadeiro “mico”, usando a linguagem popular. No saguão de entrada há uma mesa com alguns sofás e em um deles estavam sentadas duas moças, que petiscavam castanhas servidas especialmente para elas. Quando o Fernando entrou, a primeira coisa que fez, antes mesmo de cumprimentar o garçom, foi ir direto ao pote de castanhas para pegar algumas. Gentil, como sempre, ainda fez questão de me oferecer! Foi aí que os elegantes e refinados garçons da churrascaria caíram no riso, mas nem assim o ladrão de castanhas percebeu o motivo de tamanha alegria.
Isso me rendeu uma ótima história para contar pros netos, além da oportunidade de rir durante o almoço um tanto quanto sem sal.
Na hora de ir embora, a conta chegou com duas drágeas de chocolate de menta. Na saída, um daqueles garçons risonhos trouxe um punhado dessas drágeas e entregou para o Fernando. Acho que essa foi a forma que ele encontrou de evitar mais um furto e precisar chamar os seguranças…
E aí que tudo isso me lembrou aquele comercial da Master Card: caipirinha de saquê, R$ 19. Rodízio por pessoa, R$ 65. Causar dentro da churrascaria preferida da elite paulistana, não tem preço!

Brincando de Chef – www.brincandodechef.com.br
Indo contra muitas revistas, acredito que seja impossível São Paulo não ter churrascaria melhor que essa...

O almoço de casamento da minha irmã foi servido lá e tenho a certeza de que não agradou tudo o que prometeu (e sei bem que a brincadeira não ficou barata).

Pra começar:

Pedi quatro vezes seguidas para que trocassem meus talheres por estarem sujos. Sem papo furado!

A variedade de carne é grande, mas não é a melhor que já comi...

O atendimento e o ambiente não tem mesmo o que tirar ou pôr.

Acabei me entupindo de Mignon ao alho (esse sim é o melhor) e de uma sobremesa de chocolate que acompanhava uma pequena taça de vinho Porto...
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 38

Nota geral Você conhece o Fogo de Chão - Vila Olímpia? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)