Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/ferry-boat-de-salvador
Notas específicas:
Ambiente
(11)
Atendimento
(10)
Custo-benefício
(13)
Dicas
Raju!
Alex C.
Precisa melhorar muito!!
Nubi@
Evite ir em dias de festas e feriados, pois as filas ficam gigantes. Se você é do tipo que enjoa fácil com o balanço do mar, leve remedios contra enjoos ou evite ir em dias chuvosos. Mesmo que esteja chovendo em Salvador, leve trajes de banho. E reze!
Ivana .
Denuncie a má qualidade desse serviço e reze!
Laís V.
Ver mais
Opiniões
Infelizmente tenho que começar esta resenha dizendo isto aqui: Ainda tem muito o que melhorar! Sério, a cada dia que passa o serviço parece que consegue piorar mais. Quem já precisou pegar um Ferry Boat, seja para ir à ilha de Itaparica a trabalho ou à passeio, sabe o sofrimento que é ter que ficar por muito tempo nas longas e intermináveis filas.

Se for de carro, em dias de feriados, por exemplo, é certo permanecer por horas no aguardo. Se estiver à pé, a área onde ficam os guichês de venda das passagens permanece sempre lotada, barulhenta e o calor que faz é enorme. Quanto às embarcações, a maioria está sucateada e parecem se arrastar no mar, tornando a travessia mais demorada do que costumava ser tempos atrás. Foi anunciado recentemente a vinda de novos barcos, mais modernos, para aumentar a frota e, aos poucos, substituir a velharia existente. Tomara que dê tudo certo!

Contudo, enquanto as coisas não mudam, por tais razões que faço a travessia de Ferry Boat apenas em casos onde não tem jeito mesmo. Acabo optando, sempre que possível, pelo serviço das lanchas que partem do terminal marítimo do Comércio com destino a Mar Grande.
Reformaram as embarcações,deram uma mão de tinta,aparência melhorou.
No Fast Ivete e Ana Nery, acabaram com a sala VIP, pouco utilizada,ainda não sei se é um avanço ou retrocesso,vamos aguardar.
A travessia ainda é problemática,desorganizada e infelizmente sem o mínimo respeito às pessoas que utilizam esse meio de transporte.
Romperam o contrato com a TWB, mas nada mudou,fora a aparência interna das embarcações, o mesmo que pintar a casa por dentro e continuar sem limpar e bagunçada.
Meio de transporte mais utilizado para quem quer ir para a ilha de itaparica. Atualmente administrado pela internacional marítima ainda não oferece um serviço de qualidade para seus usuários que constantemente enfrentam enormes filas e atrasos de horas para embarcar principalmente em períodos de festividades ou feriados prolongados .
O ferry é um dos motivos para nunca mais ter me arriscado em curtir a ilha em feriados prolongados, pois os navios, com exceção de Ivete Sangalo, são verdadeiras banheiras navegando na Baía.

O atendimento está tão ruim e deficiente que fiquei uma hora e meia na fila de um sábado normal, ou seja, sem estar no meio do feriado. Impressionante que eles não tem nem a boa vontade de achar uma forma de agilizar o atendimento.

No geral, a estrutura continua velha, apesar de algumas pequenas reformas.
Haaa so me lembro dos tempos de ferias da escola quando passa horas na vila pra atravessar naquela epoca era valido o tempo pois sabia que o descanso era certo , mais hoje em dia ficar hora na fila e muito ruim , sem falar nas manutençoes que raramente são feitas , mas a viagem que dura entra 1 a 1:30 e bem tranquila e da pra aproveitar a paisagem !
Acredito que é o pior serviço público de Salvador. Considere que o transporte público soteropolitano é ruim, agora multiplique por 10 e eleve ao cubo, isso é o serviço do Ferry Boat de Salvador. Embarcações antigas, desconfortáveis, costumam quebrar até mesmo durante as travessias, sujas e com atrasos recorrentes. Feriado? O inferno parece um spa comparado aquilo, a fila vai lá na Barão de Cotegipe e parece que não anda nunca. Com a exceção de dois barcos, todos deveriam já estar aposentados em algum estaleiro de desmanche.
O lado dali é que tem um bob's pra tomar milk shake enquanto passar por essa experiência única!
Recentemente precisei usar os serviços do sistema Ferry Boat de Salvador e infelizmente como já era de se esperar foi uma tortura!
Fiquei impressionada como o serviço conseguiu piorar tanto em praticamente todos os aspectos!
Tudo já começa no momento que chegamos ao terminal marítimo. Um aspecto sujo, desleixado, desorganizado, com pintura precisando renovar, sem nenhum atrativo nem mesmo uma mera faixa de sinalização com um "Bem vindo ao terminal marítimo de Salvador", sinceramente nem parece que além de funcional o sistema Ferry também é um ponto turístico!
Como fui em um sábado a tarde pelo menos fila grande não peguei por outro lado todo o resto deixou bastante a desejar.
Inicialmente optei por lanchar antes de passar na catraca uma vez que não sabia o que encontraria na parte interna, assim escolhi uma entre as poucas lanchonetes(da parte externa) para o meu total arrependimento. Lembro de ter visto uma mulher comendo uma coxinha que tinha até um aspecto bom, então para tomar coragem de comprar perguntei se estava boa e ela respondeu: " Sim, esta ótima, uma delícia!" e mais uma vez fiquei convicta de que gosto é algo muuuuuuuuito particular! Misericórdia! Estava totalmente sem gosto, só tinha tamanho e beleza! E o refresco? Gosto de água com açúcar. O atendimento? Uma funcionária super mal humorada arf!!!
Salvando a pátria, para aqueles que não querem se arriscar com lanches de baixa qualidade, na parte interna existe uma franquia da Empada Carioca (mas eu já havia lanchado buááá...). Além disso, possui um senhor vendendo pipoca quentinha com sal e manteiga(o básico) a preço de R$1,00(Inacreditável!).
Ainda na sala de espera para o embarque, deparei com uma multidão de pessoas a maioria em pé pois não existe cadeiras suficientes para todos se acomodarem e muito, muuuito barulho.
Os banheiros? Faltando manutenção, funcionários, limpeza e até papel!
Para piorar, no momento do embarque após todos os carros entrarem, a maioria(inclusive eu) aguardava que fosse aberto o acesso exclusivo para pedestres (aquele corredor que nos leva exatamente ao salão do Ferry) quando de forma inesperada uma porta alternativa se abriu ao fundo e as pessoas correram desesperadamente entrando pelo mesmo acesso dos veículos, subiram aquela apertada escada que leva ao salão do Ferry com o intuito de conseguirem sentar em uma das cadeiras que não são suficientes para todos que embarcam. Acreditem, foi a verdadeira visão do inferno!
Muita gente em pé, outras sentadas no chão, algumas pessoas (aparentemente cadastradas pois usavam uma espécie de colete) vendendo uma coisa ou outra, funcionários do Ferry passava uma vez e nunca vendendo algo para beber e só!
O desembarque? Tão lamentável quanto o embarque! Mais uma vez os pedestres usaram o mesmo caminho dos carros. Como para sair do Ferry o procedimento é o inverso do embarque ou seja, os carros aguardam enquanto os pedestres desembarcam, pense no terror que foi ouvir aqueles mais apressados buzinando sem parar! Acho que aquela passarela exclusiva para o embarque e desembarque dos pedestres hoje serve apenas como enfeite sem função alguma!
Lamentavelmente não recomendo, sugiro que busquem alternativas como a lancha no Comércio ou até mesmo seguir por terra via BR!
O Ferry Boat é uma das formas de se chegar à Ilha de Itaparica, juntamente com as lachas que fazem o trajeto Comércio - Mar-Grande e pela estrada, vindo de Santo Antônio de Jesus. A alguns anos o sistema Ferry Boat foi privatizado para a empresa TWB. Enquanto o serviço era controlado diretamente pelo Estado, o serviço não era bom e recebia diversas críticas, porém, com a privatização, tudo só piorou. os preços foram elevados e conseguiram o impossivel: Piorou ainda mais! Depois disso o sistema sofreu uma interverção, a TWB foi retirada do controle e outra empresa assumiu, e parece que as coisas começaram a melhorar, pois novas embarcações foram adquiridas e começou a regularização os horarios de saida e chegada das embarcações. Esperar pra ver se irá continuar a melhorar gradativamente
Recentemente tive o desprazer de utilizar os serviços do ferry boat e assim como das vezes anteriores tive que passar pelos problemas que são recorde de queixas de todos os usuários desse transporte maritimo , pra começar quebra muito,os navios ficam tanto tempo fazendo conserto e quando volta é pior do que tava,mesmo estes mais novos apresentam problemas,e outra a demanda é altissima e acontece que pra se viajar em um feriado de carnaval por exemplo você tem que chegar as 4 h da manhã no minimo
Este terminal de embarque marítimo fica localizado na cidade baixa, próximo a Feira de São Joaquim.
A infra-estrutura é horrível, e eles não melhoram porque a procura é bastante grande mesmo, afinal milhares de pessoas dependem deste embarque todo dia, seja para trabalhar, para estudar, para viajar para outras cidades, para ir para as praias da Ilha de Itaparica.
Enfim...
Aos finais de semana, feriados e época das férias, a fila é quilométrica, já vi passar do Bonfim por algumas vezes...
O atendimento é quase sempre péssimo!!! Os funcionários deste sistema nem um bom dia, boa tarde, boa noite dão aos clientes, as caras estão sempre amarradas...
Exceto os funcionários dos guichês que sempre dão um sorrisinho, uma saudação, mas vai ver é estratégia né, afinal, é ali que fica o "nosso dinheiro"...
É caro pra caramba para o serviço que presta.
O banheiro é decadente, pequeno, imundo, sem papel higiênico, sem papel toalha, sem sabão líquido, fedido.
Localizado no São Joaquim o ferry boat é terminal marítimo de salvador.
Oferece serviços de 10 embarcações que interligam Salvador a Ilha de Itaparica. O catamarã Morro de São Paulo faz a travessia em 20 minutos e pode ser fretado para passeios por diversos pontos da Baía de Todos os Santos. O sistema ferry-boat conta com duas embarcações "dose dupla" (com capacidade para 90 veículos pequenos), seis convencionais (60 carros pequenos) e um ferry especial com espaço para 170 veículos pequenos e mesmo conforto do catamarã (ar condicionado, poltronas e comissárias de bordo). No local, o passageiro também encontra lanchonetes, bancas de revista e banco 24 horas.
Em dias normais a passagem para passageiros está de R$3,95 e finais de semana e feriados R$5,20.
As resenhas de Ivana e Alex foram bastante completas e já contemplam alguns pontos da minha opinião. Mesmo assim, resolvi escrever aqui pois acredito que o Kekanto também nos possibilita esse espaço para expôr nossas opiniões quando queremos que um serviço melhore. Minha resenha na verdade é quase uma denúncia.

Que os serviços do Ferry são caóticos e que as filas batem records em feriados e finais de semana, isso nós baianos já estamos carecas de saber. Mas nesse último domingo em que tive a infelicidade de usar os serviços da TWB o que já era inaceitável tornou-se surreal.

Era um domingo como outro qualquer, nós chegamos 18:30 no Terminal da Bom Despacho e só conseguimos pegar o ferry das 21:30. Levamos simplesmente 3 horas para embarcar pela fila convencional ('sem hora marcada')!

Somos obrigados a pagar caro para usufruir desse péssimo serviço: no nosso caso foram cerca de R$35,00 na ida e R$51,10 na volta (R$46,00 carro pequeno + R$5,10 de um passageiro).

Se você vai como pedestre, também se prepare: os terminais são sujos e mal cuidados e os funcionários mal humorados atendem muito mal em ambas as modalidades.

Acho um absurdo que prá fazer passeio tão legal que é uma ida à Ilha de Itaparica precisamos ficar reféns dessa empresa desorganizada e abusiva. Salvador precisa urgentemente de um serviço que atenda sua população de maneira digna.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 26

Nota geral Você conhece o Ferry Boat de Salvador? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)