Feijão De Corda

Endereço: Av Corifeu de Azevedo Marques, 725 , Butantã - São Paulo , SP - Brasil - 05339-001

Telefone:

(11) 3721-...

Clique para ver
Categoria:

Restaurantes Brasileiro

  | Rank: 74º de 369

Restaurante de comida nordestina localizado no Butantã. 

Preço por pessoa

Primeira opinião
Wiliam Kiyoshi Ue...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Horário de funcionamento
Seg.
11h - 0h
Ter.
11h - 0h
Qua.
11h - 0h
Qui.
11h - 0h
Sex.
11h - 1h
Sáb.
11h - 1h
Dom.
11h - 0h


Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Menu executivo
  • Música
  • Estacionamento


Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/feijao-de-corda-18
Notas específicas:
Ambiente
(10)
Comida
(11)
Atendimento
(9)
Bebida
(7)
Custo-benefício
(11)
Dicas
Peça um prato econômico e não tenha vergonha de dividir em 2 pessoas!
Omar A.
Baião de dois!
André T.
Estacionamento com manobrista gratuito!
Luiza M.
Tem estacionamento com manobrista gratuito
Soraia M.
Uma comidinha nordestina
Flavia R.
Opiniões
O Feijão de Corda é um desses lugares que não empolgam, logo de cara, pela localização: fica dentro de um posto de gasolina. Mas ao entrar lá, em vez de dar de cara com aquele restaurantão zoado de posto, você encontra um ambiente bem agradável – a ponto de ser possível esquecer que você está num posto.

Já estive lá duas vezes para almoçar, uma num domingo e outra numa segunda-feira, véspera de feriado. Em nenhuma delas o restaurante estava cheio – mas cabe dizer que no domingo eu fui cedo!

No cardápio, há muitas opções de comida brasileira, especialmente nordestina. Os pratos individuais (com preços entre R$ 13,90 e R$ 15,90) ficam bem indicados no final do cardápio e estão disponíveis apenas no almoço (11h às 16h) de segunda a sexta. Todos os outros pratos são para dividir: apesar de os preços não estarem descritos pelo número de pessoas, e sim por “pequeno” e “grande”, não cometa o erro de achar que você comerá um prato pequeno sozinho. Mesmo.

Da última vez em que estive lá, pedimos um Baião de Dois pequeno (R$ 44) para rachar em duas pessoas. Não deu para sair rolando de lá, mas ficamos bem cheios! Mais comida teria sido exagero – um exagero que com certeza teria acontecido, pois a comida estava muito gostosa! O Baião de Dois, aquele misturadão de arroz, feijão de corda, linguiça e carne seca desfiada, vem ainda com mandioca e mais um pouco de carne por cima. Tudo muito gostoso e muito bem temperadinho =) Da vez anterior em que fui lá, pedimos um Escondidinho grande (R$ 56) e uma porção de feijão de corda para 4 pessoas. Estava muito bom também, e comemos até sair pelo olho!

Para beber, pedimos uma serramalte (R$ 7,80). No mesmo preço há também Original e Bohemia, e mais baratas (de R$ 4,80 a R$ 6,80) há brahma, Skol, Itaipava e Xingu.

O serviço foi bom: nada de muito atencioso, mas funcional. Um diferencial que vejo lá é o estacionamento, que possui manobrista e é de graça. Mandaram bem!

O local possui música ao vivo em alguns dias da semana, sendo que sexta e sábado a música rola a partir das 21h e, no domingo, a partir das 13h. Como sentei do lado de fora (é, tem uma varandinha!) no domingo em que fui, não ouvi muito a música e não posso avaliar.

Para um bolso USPiano, a brincadeira sai meio cara: minha refeição completa de hoje saiu R$ 31,55. Mas poderia sair menos se eu tivesse optado por um prato individual – e ah! é bom dar uma variada de vez em quando! ;)
Com outra unidade também na região do Butantã, essa unidade fica dentro o do Posto BR, quase chegando na Avenida Vital Brasil não é muito grande mas é bem agradável, atendimento simples e excelente comida regional, os melhores pratos que considero são o escondidinho que pode ser individual ou para duas pessoas e o baião de dois, a misturada nordestina que é muito bem feita.
Não é muito barato, mas os pratos são bem servidos e muito bem feitos, vale muito a pena.

Restaurante funcional total. Esqueçe luxo, capricho ou requinte.

O restaurante fica em um posto de gasolina e serve comida nordestina em porções avantajadas (cada porção serve 2 tranquilo). A comida é ok, mas no limite. Experimentei a galinhada: frango assado com arroz e feijão. O ambiente é simples e o atendimento foi um pouco devagar (levantamos e fomos pagar no caixa para não ficar esperando o garçon) pois havia poucos garçons para o número de mesas.

Há estacionamento com manobrista na entrada.
Fui ontem (num sábado) almoçar com os amigos no Feijão de Corda. Eu já conhecia o lugar e sabia que era bom!

E mais uma vez eu gostei da experiência. Dividi um prato grande de Carne de Sol com Mandioca com um deles. Veio tanta comida que até acabou sobrando.

Para acompanhar, o meu suco preferido do local: de cajá. Muito bom!!

O cardápio é bem variado e mesmo para aqueles que não gostam desse tipo de comida, também tem pratos executivos mais "normais".

O ambiente é bem tranquilo, embora o atendimento seja meio lento. Mas nada que chega a irritar.

A minha parte saiu um pouco menos de R$ 30,00, então tem um bom custo-benefício.
Perde pontos por ser insuportavel no calor (tem uns ventiladores que nao ajudam muito e as mesas sao cobertas por toalhas de plastico horriveis) e por estar em um posto de gasolina. Mas a comida nordestina é muito bem servida, e a pimenta caseira no pote gigante de plastico é muito boa. Os garcons sao simpaticos e a cerveja é gelada. Se nao fosse pela estrutura do estabelecimento seria excelente,as de qualquer forma vale muito a pena. Tem estacionamento de graca na porta.
O Feijão De Corda servir o que há de melhor da culinária nordestina.
Oferece um vasto cardápio com todos os pratos, bebidas e sobremesas nordestinas, além de grelhados, peixes, massas, porções e saladas.
O restaurante, que funciona com sistema à la carte, inclui no menu buchada (c/ arroz, feijão de corda e pirão), carne de sol na manteiga com mandioca, cabrito, mocotó com fava, entre outros.
Restaurante que fica dentro de um posto de gasolina. Possui um manobrista na entrada, mas o estacionamento é gratuito.

Como o nome do restaurante sugere, a comida servida é tipicamente brasileira, com vários pratos com feijão de corda, carne de sol, costela, etc. O cardápio e bem variado e também inclue peixes e parmegianas.

Eu optei pela carne de sol, acompanhada de feijão de corda, arroz e mandioca cozida. Havia duas opções, o individual por R$19,00 ou a porção para duas pessoas por R$36,00 (acaba economizando 1 real). Dividi com um amigo a porção para duas pessoas. Uma coisa dá pra dizer com certeza, é muito bem servido. Eu como muito, num nível pedreiro, e mesmo assim tive dificuldade para comer tudo. Na verdade não conseguimos comer tudo. Se você não costuma comer bastante, a porção consegue servir tranquilamente 3 pessoas.

Também achei a comida muito boa, o feijão de corda estava muito bom, a carne de sol também.
Primeira opinião do lugar
15:30, quarta-feira. Fome. Olhei pro meu colega de quarto e perguntei: \"Onde vamos almoçar?\"

Nossa semana de provas acabara de terminar. Estava cansado de comer miojo, nugget e steak (nem no bandejão eu fui, sente o drama). Mas que raios de restaurante está aberto nesse horário?

Lembrei do Feijão de Corda, o restaurante, tipicamente nordestino, que fica no posto de gasolina por onde passo todo santo dia. O Pedro topou a idéia com um pé atrás, receoso de que a comida não fosse boa ou que viesse pouco.

Descemos a ladeira e entramos no restaurante. Casa vazia, previsível para o horário. Sentamos em uma mesa e o garçom nos trouxe o cardápio.

Olhei as sugestões do dia: baião de dois (33$), escondidinho (25$) e arrumadinho (25$). Preços um tanto elevados para um universitário que quer apenas matar a fome. Folheei o cardápio e encontrei preços menores, além dos econômicos pratos executivos (10,90$) escondidos na última página. Achei curioso ter pratos especiais em determinados dias da semana: virado à baiana (19$, na Segunda), bife à rolê (18$, na Terça) e rabada (19$, na Sexta).

Eu e o Pedro optamos respectivamente pela Carne de sol com mandioca e feijão de corda (14$) e Sarapatel (14$). Demorou cerca de 15 minutos e veio em porções generosas. Gostei da comida, considero-a boa e fiquei satisfeito, com uma objeção para o tempero pois achei a carne de sol pouco salgada. O Pedro achou que devia ter pedido o meu prato, pois achou o Sarapatel com gosto de carne de panela, sendo que o fígado estava, na sua opinião, seco e esfarelando na boca.

Reparei nas porções (mandioca, bolinho de abóbora com carne seca, provolone e torresmo, cerca de 15 reais cada) que são servidas aqui, principalmente para a galera que vem assistir jogos de futebol ou curtir um sertanejo ao vivo. Chamo a atenção para as sobremesas típicas, como as frutas em calda (jaca e caju) e mesmo o doce de mamão com coco.

Outras opções como peixes e carnes também estão disponíveis, mas eu os considerei muito caros (25$ para cima).

Há uma boa variedade de bebidas, alcoólicas ou não. Refrigerantes no preço de restaurantes normais e os sucos (4,50$) tem frutas exóticas, como cajá, cacau e umbu. Um cafézinho depois do almoço sai por 2 reais e combina bastante.

O lugar é bem ventilado e você pode se sentar na parte interna ou na varanda. Há tvs em alguns pontos da casa e o que incomoda às vezes é o barulho do posto, suportável.

O Feijão de corda fica aberto de domingo à quinta, das 11 à meia noite e de sexta, sábado e vésperas de feriado das 11 até a uma da madrugada.

Considerei a comida daqui como adequada e simples, satisfez dois universitários famintos. Para quem mora perto, é uma mão na roda. Contudo, garanto que em custo benefício, sou mais o bandejão.
Restaurante estilo pague pouco e encha o bucho. Preço bom e porções gigantes!

Pedi a carne de sol com de feijão de corda, arroz e mandioca cozida. A comida é ok mas como não sou muito fã de tradicionais brasileiras, não dou uma nota muito alta.

O ambiente é esquema restaurante de posto com decorações do sertão, mesas e cadeiras simples. O atendimento foi meio desatento. Tivemos problemas de esquecerem pedidos.

via Android

Uma mão na roda pra quem mora no Butantã e sabe que aqui não tem muitas opções. É um restaurante simples mas a comida é excelente, muito bem servida e os músicos que tocam por lá são bons/razoáveis e tocam em todos os bares da região. Só não dou 5 estrelas porque o serviço é lento.
Costelona de boi de posto tamanho pedreirão!!! Procurando novos lugares para comer perto do escritório encontrei este restaurante nordestino. Ele fica localizado na corifeu dentro de um posto e tem estacionamento com manobrista gratuito.

O menu traz vários pratos nordestinos individuais e para duas pessoas. Escolhi a costela de boi com feijão de corda que estava "apenas" R$ 12,90. O prato é gigantesco e vem com uma saladinha de entrada. A costela tem cara de dura, mas na verdade é bem macia e bem temperada. Custo benefício excelente e acho que duas dessas dá para três pessoas. O único ponto negativo foi o trânsito depois do almoço na corifeu.
O cardápio daqui é bem variado e os preços podem assustar um pouco no começo, com pratos em torno de 30 a 35 reais, mas são em porções para dois. Quase no fim do cardápio, há opções de pratos executivos individuais, a R$12,90 ou R$13,90.

Pedi o filé de peixe (R$13,90), que é um filé de merluza empanado, acompanhando arroz, feijão tradicional ou o feijão de corda (que se parece muito com feijão carreteiro) e saladinha com alface, tomate e cebola.

Salada parecia que já estava feita há muito tempo, o filé estava ótimo, arroz ok e feijão de corda ok. A porção vem em doses cavalares, dá para dividir em dois (ou até três) tranquilamente, o que deixaria o preço extremamente barato.

Os pratos vêm rápido, mas infelizmente parece que esqueceram de pedir o meu. Quando chegou, alguns que estavam comigo já tinham até terminado.

Ambiente bem amplo com mesas boas. Estacionamento com manobrista no local, muito bom.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 18

Nota geral Você conhece o Feijão De Corda? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)