Estação da Luz

Endereço: Praça da Luz, 01 , São Paulo , SP - Brasil - 05547-090

Telefone:

0800 055 0...

Clique para ver
Categoria:

Estações de Trem

 

A estação de São Paulo que além de ser a mais antiga, é a mais bonita também. 

Site oficial
cptm.sp.gov.br
Primeira opinião
Natália Porto
Detalhes
  • Acesso para deficientes

 Informações Conferidas em Out/2014


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/estacao-da-luz-2
Notas específicas:
Produto/Serviço
(26)
Limpeza
(18)
Ambiente
(32)
Atendimento
(29)
Custo-benefício
(28)
Dicas Ver mais
Opiniões
Uma estação muito bonita pra quem gosta de história e coisas antigas.

É considerada por muitos Um dos cartões turísticos da cidade de São Paulo, retratando um pouco do passado da terra da garoa.

Ela, diariamente, recebe uma quantidade enorme de passageiros, sendo uma das estações de mais fluxo do sistema ferroviário.

O único infortúnio é que a região dos arredores da estação encontra-se tomada por moradores de rua e usuários de drogas, sendo assim, os números de assaltos e saques são alarmantes, por isso todo cuidado é pouco ao andar por ali, principalmente a noite.
Uma estação muito bonita pra quem gosta de história e coisas antigas.

É considerada por muitos Um dos cartões turísticos da cidade de São Paulo, retratando um pouco do passado da terra da garoa.

Ela, diariamente, recebe uma quantidade enorme de passageiros, sendo uma das estações de mais fluxo do sistema ferroviário.

O único infortúnio é que a região dos arredores da estação encontra-se tomada por moradores de rua e usuários de drogas, sendo assim, os números de assaltos e saques são alarmantes, por isso todo cuidado é pouco ao andar por ali, principalmente a noite.
Fui até a Estação da Luz em 2009, numa das minhas visitas a São Paulo. Passei por ela após conhecer o Museu da Língua Portuguesa. Já tinha ouvido falar que ela foi uma espécie de presente da Inglaterra, visto que possui a mesma arquitetura daquela estação dos filmes do Harry Potter; só não achei a Plataforma 9 ¾...rs, infelizmente. Mesmo assim, tirei uma foto e postei no meu álbum do Face dizendo estar em solo britânico.
Um belo lugar em Sampa para conhecer , uma arquitetura muito bonita lembrando arquitetura Inglesa a mesma remete um LINDA paisagem , sempre muito visitada , e nos dias úteis muito frequentada a estação da luz se torna um dos cartões postais da cidade de São Paulo , possui também um piano , para o músicos que quiseram se arriscar a nos dispor de uma boa música. Infelizmente hoje em dia aos seus redores acaba sendo um pouco perigoso , além das milhares de garotas de programas que ali fazem ponto.
Projetada na estética vitoriana, a Estação da Luz foi construída com matéria-prima trazida da Inglaterra sob a supervisão do engenheiro inglês James ford. A construção foi inspirada na estação australiana Flinders Street Station, em Melbourne.

Em 1946, um incêndio quase destruiu tudo, mas pequenos ajustes foram feitos e a construção foi reerguida e passou, inclusive, a abrigar o Museu da Língua Portuguesa. Do outro lado da rua, fica o Parque da Luz e a Pinacoteca do Estado de São Paulo, que também vale muito a pena conhecer.

Não só aqui, mas em todos os locais muito movimentados da cidade, fique atendo aos seus pertences, pois não é raro haver furtos.
Não é só uma estação de metrô ou trem, é um dos lugares mais lindos de São Paulo, com certeza!
Toda a arquitetura cheia de detalhes, torres colossais e ferros entrelaçados dá a estação outro ar, e como fica no centro, de fora você olha e fica admirando, de dentro parece que em apenas um passo você viajou para outro lugar.

O lugar é tão lindo que é até sugestão pra ensaios fotográficos, claro que com autorização. E o que me chama tanta atenção e com certeza pra outras pessoas, é a semelhança que tem com o Expresso para Hogwarts, um cenário muito conhecido pelos fãs de Harry Potter.
Quando eu estava passeando por São Paulo,não me lembro muito bem de onde eu vinha, mas acho que passei, meio sem querer, pela cracolândia (eu me perdi e minha acompanhante não me ajudou muito) e perto de um museu que a única coisa de que me lembro era do mau cheiro nas redondezas, quando ela me mostrou esta estação e me contou a sua história. Já tem muita história aqui então isso basta: Aberta ao público em 1º de março de 1901, a Estação da Luz ocupa 7,5 mil m² do Jardim da Luz, onde se encontram as estruturas trazidas da Inglaterra que copiam o Big Ben e a abadia de Westminter. Deve ser por isso que tanto se diz que parece algo tirado de um livro de Harry Potter, mas deixe-me dar minhas impressões de turista. O local é LINDO! Contra fotos (sim, fotos), não há argumentos. Essa arquitetura, o material usado, o salão de entrada, as roupas dos funcionários, tudo é muito bem feito. O que me chamou atenção é que lá tem um mapa de todas as linhas de trem e metro da cidade com todas as suas estações e cores bem detalhados (muito bom pra um perdido como eu). Ah, também tinha um piano lá, que de vez em quando vinha algum aventureiro tocar (alguém pode me dizer se já consertaram o piano?), eu achei a ideia de ter um piano lá incrível (eu amo música instrumental). Como estávamos com um pouco de pressa (se perder gasta muito tempo) não pudemos aproveitar muito o local (soube que lá tem um museu, o Museu da Língua Portuguesa, não esqueçam de visitá-lo) e descemos para ir embora. Pra um sábado até que tinha muita gente lá (é o terceiro mais visitado não é?), mas nada que tornasse a viagem desagradável. Pelas fotos que vi, a noite deve ser muito bonito de se ver. A cidade de São Paulo é mesmo linda (sim, eu passei pela cracolândia, mas isso não importa), andei por muitos lugares que não sei o nome (mas lembro pelas fotos) e posso dizer que até viajando me surpreendi com a beleza desse lugar. Experiência única, irretocável!
Em meados de 1993 escrevi uma de minhas músicas preferidas: "Expresso Paranapiacaba".
Preferida sim, não por ser algo complexo ou elaborado, nem por dizer coisas a se pensar e sim pela simplicidade e por conta de uma época inesquecível na qual eu ainda tentava esticar mais um pouquinho minha adolescência. De volta das cachoeiras de Rio Grande da Serra, descemos alguns amigos e eu na Estação da Luz e o refrão não parava de martelar em minha cabeça e eu, desinibido por conta de algumas "canelinhas" cantava alto: "Eu vou pegar esse trem, que acaba em paranapiacaba em paranapiacaba em...". Quando a escrevi por completo, fiz uma reflexão sobre a estação da luz e decidi recitá-la antes da parte cantada. As observações eram das piores, segue o texto:

Expresso Paranapiacaba (introdução)

Estação da luz, por trás de sua bela e a antiga arquitetura sua verdadeira face cotidiana, trevas. A luz que seu nome carrega talvez se esconda no passado e hoje o que reflete é a miséria resultante de injustiças sociais e a brutalidade de seus transeuntes que correm apressados atrás da sobrevivência. Educação respeito ou um simples sorriso de nada valem, talvez alguns até desconhecem essas virtudes. Da ferrovia chegam e saem trens precários lotados e o que se vê o retrato do abandono. Dali um trem parte para o posto cruzando os municípios SP, ABC, M de Mauá. Após algumas estações já não se vê tanta pressa, sobram assentos livres e o ar mais puro da janela se vê belas paisagens de pequenas cidades industriais. Finalmente destino, Rio Grande da Serra Campo Grande Paranapiacaba pequenas e fascinantes, escondem tão lindas paisagens e tudo tão belo e torna-se difícil acreditar que é um vizinho tão próximo à capital.

Gravação !

Mais de dez anos se passaram e na gravação de meu primeiro CD incluí essa música com alguma tristeza. O trem não chegava mais em Paranapiacaba, ia somente até Rio Grande da Serra e a música, desatualizada falava do passado no tempo presente e não havia como modificar, "que acabava em paranapiacaba" ficaria horrível além de matar o trocadilho do refrão que deu origem à música utilizando-se de uma licença poética já que o que se acaba é o percurso.

Dupla alegria !

Alegria 1) Há muito tempo eu não visitava a Estação da Luz e quando estive lá tive uma agradável surpresa ! Minha reflexão (introdução) sobre a Estação da Luz estava totalmente desatualizada. A estação está restaurada, linda por dentro e por fora, um piano foi colocado no saguão para quem quiser tocar e alegrar os ouvidos dos transeuntes que param por um tempo para apreciar a música de um desconhecido qualquer que se aventure a sentar e tocar o que quiser. Até um flash mob em homenagem aos 100 anos de Adoniran rolou lá e ficou lindo ! (confira no vídeo abaixo). Fiquei impressionado ao ver uma foto da Estação no ano de 1903 em um bar que toco e notar que a arquitetura permanece intacta. Igualzinha depois de mais de um século !

https://www.youtube.com/watch?v=LW9-nirDQXY


Alegria 2) Meu refrão não está mais desatualizado !!! A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) inauguraram o roteiro do Expresso Turístico que é um serviço ferroviário inaugurado em 18 de abril de 2009 e pelo menos uma vez por mês um trem de passageiros volta a chegar na vila histórica.

Música: Introdução + Expresso Paranapiacaba: http://www.danielnavarro.com.br/audio.html


Mais informações: www.cptm.sp.gov.br/E_OPERACAO/ExprTur
A Estação da Luz está entre as minhas lembranças mais antigas de São Paulo. E, também, um dos locais onde necessariamente passo quando estou na Cidade.
A Estação é de uma riqueza histórica e social indescritível. Às vezes, gosto de passar por ali e ficar apenas observando os tipos sociais, como as pessoas se comportam, enfim... Outras, analiso a arquitetura e o movimento.
É isso, a Estação da Luz é de uma riqueza só.... Então, porque as três estrelas? Porque no que se refere ao fim a que se destina (integração) a Estação é confusa, mal sinalizada, suja e muito insegura. Além da cena triste do pessoal que usa droga, ainda é uma zona de baixo meretrício.
Todavia, tem um piano velho por lá que um artista ou outro louco se arrisca a dedilhar....
Relendo a resenha, ela me pareceu um pouco confusa... Mas, enfim, não tem como descrever a Estação da Luz sem refletir a confusão que ela nos provoca.
Um importante ponto turístico de SP e também um dos mais bonitos, com certeza, a Estação da Luz é toda inspirada nas estações inglesas. Inclusive boa parte do material utilizado na sua construção foi trazido da Inglaterra. Sua arquitetura é uma beleza. Linda de doer, ainda mais depois de uma boa reforma a qual a mesma foi submetida.
Era essa estação a responsável pelo escoamento de café até o Porto de Santos na época de ouro do grão.
Além de abrigar uma estação de trem e metrô, hoje em dia ela conta com o Museu da Língua Portuguesa, que fica em anexo.
Só acho uma pena a região ser tão marginalizada, o que acho que compromete um pouco a ida da pessoa até o local. Eu mesma tenho um certo receio em andar pelos arredores.
É q estação mais charmosa de toda a CPTM. O prédio histórico dá um ar nostálgico ao ambiente concorrido pelas pessoas nos horários de pico.

O movimento intenso de passageiros entrando e saindo dos trens a cada minuto contrasta com o ambiente vintage da estação. Tem uma torre com relógio, símbolo do início do século XX, a cobertura da parada dos trens também é exuberante, a noite a iluminação é singular e deixa boquiaberto quem observa com mais atenção.

As vezes as nossas correrias de passagens por causa da pressa não nos permite admirar a singularidade da beleza que compõe essa importante peça histórica da cidade de São Paulo.
A Estação da Luz é daqueles lugares que você passa todos os dias e se acostuma, mas, quando para para apreciar sua imponência, percebe que aquele é um dos lugares com grande importância histórica e arquitetônica em São Paulo.

Todos os dias, passa uma infinidade de pessoas, fazendo com que seja uma das estações mais movimentadas - para não dizer insuportavelmente lotadas - da cidade. Ela faz parte de algumas linhas da CPTM e da Linha Amarela do Metrô.

É um local que todas as pessoas deveriam conhecer, pois é um dos cartões postais de São Paulo.
A estação é maravilhosa. Se você quiser apreciá-la melhor, sem ficar no meio da multidão que vai pegar o trem, há uma plataforma suspensa. De lá, você pode ver o movimento dos trens, tirar boas fotos, admirar a construção... A vista externa da construção também é muito bonita, rende ótimas fotos. Aproveite para dar um pulo na Pinacoteca, no Museu da Língua Portuguesa e no Jardim da Luz, logo ao lado.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 203

Nota geral Você conhece o Estação da Luz? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)