Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Centro Politécnico - Universidade Federal do Paraná?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Centro Politécnico - Universidade Federal do Paraná

Centro Politécnico - Universidade Federal do Paraná

Rodovia BR , 116
Jardim das Américas - Curitiba , PR - 81530-001

Telefone: 41 3360-5000


Categoria:
Faculdades e Universidades
Ranking: #10 de 35
Primeira opinião por:
Washington Cesar ...
Detalhes:
Acesso para deficientes
Wi-fi
Estacionamento

Quer receber ofertas do Centro Politécnico - Universidade Federal do Paraná?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
4 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
0
Notas específicas:
Custo-benefício
(2)
Atendimento
(1)
Dicas  (2)
Washington Cesar Takeuchi
Se você for homem e resolver usar um dos mictórios, não dê descarga! É algo que ninguém faz, pois sabe-se lá que coisas ancestrais podem voltar em cima de você! Soube de uma pessoa que deu descarga e nunca mais foi vista!!
Washington C.
Classificar por:
Opiniões   (3)
 
Primeiro projeto de grande porte de Rubens Meister, o Centro Politécnico da UFPR, foi inspirado no Illinois Institute of Technology em Chicago. O conjunto de edificações adotou semelhante proposta de implantação dos blocos dentro do espírito funcionalista. A qualidade tectônica da construção do conjunto dos edifícios realça a qualidade do projeto, cinqüenta anos após a sua concepção. O edifício principal da administração, com cinco pavimentos, se destaca no conjunto arquitetônico. A disposição em lâmina, a estrutura independente, as esquadrias moduladas e o pavimento térreo, com amplo espaço livre e recuado em relação ao balanço do corpo do edifício, estão as principais características do Movimento Moderno. Nesse edifício no andar térreo, encontra-se mais um belíssimo mural em azulejos de Poty.
Dali é possível acessar o restante dos prédios (inclusive a biblioteca), onde estudam principalmente o pessoal de Arquitetura e das Engenharias.
Passei 6 anos da minha vida no Centro Politécnico, principalmente no bloquinho da Elétrica, ao lado do complexo principal. Almoçava no RU (conhecido na época como Lavoisier, pois nada se perde, tudo se transforma) e fazia prova na câmara de gás (mesma sala em que fiz vestibular). Fazer as fotos do politécnico foi revisitar o meu passado. Circulei pelos corredores, vi as fotos perto da biblioteca e tudo continua igual (um pouco mais deteriorado), o que achei ótimo. Foi bom rever um local de tantas amizades, alegrias, festa e ao mesmo tempo, tensão pelas provas e trabalhos. Acho que o Politécnico tem cara de campus universitário mesmo, lá você efetivamente sente-se na UFPR.
Dica: Se você for homem e resolver usar um dos mictórios, não dê descarga! É algo que ninguém faz, pois sabe-se lá que coisas ancestrais podem voltar em cima de você! Soube de uma pessoa que deu descarga e nunca mais foi vista!!
 
Primeiro projeto de grande porte de Rubens Meister, o Centro Politécnico da UFPR, foi inspirado no Illinois Institute of Technology em Chicago. O conjunto de edificações adotou semelhante proposta de implantação dos blocos dentro do espírito funcionalista. A qualidade tectônica da construção do conjunto dos edifícios realça a qualidade do projeto, cinqüenta anos após a sua concepção. O edifício principal da administração, com cinco pavimentos, se destaca no conjunto arquitetônico. A disposição em lâmina, a estrutura independente, as esquadrias moduladas e o pavimento térreo, com amplo espaço livre e recuado em relação ao balanço do corpo do edifício, estão as principais características do Movimento Moderno. Nesse edifício no andar térreo, encontra-se mais um belíssimo mural em azulejos de Poty.
Dali é possível acessar o restante dos prédios (inclusive a biblioteca), onde estudam principalmente o pessoal de Arquitetura e das Engenharias.
Passei 6 anos da minha vida no Centro Politécnico, principalmente no bloquinho da Elétrica, ao lado do complexo principal. Almoçava no RU (conhecido na época como Lavoisier, pois nada se perde, tudo se transforma) e fazia prova na câmara de gás (mesma sala em que fiz vestibular). Fazer as fotos do politécnico foi revisitar o meu passado. Circulei pelos corredores, vi as fotos perto da biblioteca e tudo continua igual (um pouco mais deteriorado), o que achei ótimo. Foi bom rever um local de tantas amizades, alegrias, festa e ao mesmo tempo, tensão pelas provas e trabalhos. Acho que o Politécnico tem cara de campus universitário mesmo, lá você efetivamente sente-se na UFPR.
Dica: Se você for homem e resolver usar um dos mictórios, não dê descarga! É algo que ninguém faz, pois sabe-se lá que coisas ancestrais podem voltar em cima de você! Soube de uma pessoa que deu descarga e nunca mais foi vista!!

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
11
Seus check-ins aqui
0