Centro Histórico de Paraty

Endereço: Centro Histórico de Paraty , Paraty , RJ - Brasil

Categoria:

 
Bom para
Gastar pouco
cash
Primeira opinião
Carlos Carvalho

Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Cadastro
  • Ganhe um iPhone

http://br.kekanto.com/como-chegar/centro-historico-de-paraty
Dicas
Mulheres, salto em Paraty não! As ruas são de pedras e é fácil torcer o pé ou escorregar, principalmente quando chove. Usem calçados confortáveis.
Denise D.
Visite as praias de trindade e faça um passeio de jeep pelas trilhas, cachoeiras e alambiques.
Clovis R.
Leve guarda-chuva!, vá com um sapato confortável, as pedras das ruas machucam os pés.
Monique L.
Jantar a Noite no restaurante Taberna (Italiano)
Leandro S.
Ande sem pressa e sem destino curtindo a música
Simone C.
Ver mais
Opiniões
Local interessantíssimo, muitas histórias interessantes. Arquitetura típica da época.
Ruas com calçamento de pedra e caimento para escorrer a água.
Um dos extremos dos caminhos da Estrada Real.
Não deixe de passear de charrete! Parece uma dica boba e infantil, mas os condutores são guias e vão vão mostrando e explicando os pontos turísticos. O passeio dura de 20 à 30 minutos e custa R$20,00 por pessoa.
Outra dica boba e bem óbvia: devido ao calçamento de pedras e seu inclinamento, não é recomendável o uso de salto alto.
O mais tradicional passeio da cidade é o de escuna. Dura cerca de 5 horas e você conhece várias ilhas e praias.
Existem vários restaurantes, mas em geral não são baratos. Preparem-se.
Tive a oportunidade de conhecer Paraty e adorei! O Centro Histórico é um ponto turístico em seu conjunto, com suas casas tradicionais, diversos (ótimos) artistas de rua, pousadas, lojas, restaurantes e bares. Como se não fosse suficiente para motivar a caminhada, ao passear pelas ruas do centro histórico somos embalados por melodias que acompanham a gastronomia do local. O mais interessante é ver o respeito entre os músicos, pois quando um começa a tocar, o do bar ao lado faz sua pausa para que as músicas não se confundam.
A comida é muito boa, embora com um custo ligeiramente elevado, como toda cidade turística.
O caminho é todo de pedras grandes e arredondados. Ir de salto é um crime para os seus pés. Então, deixe aquele scarpin maravilhoso no armário e carregue seu tênis na mala para passear sem desconforto.
Perto dali também saem os passeios de barco que são recomendados. Se estiver de carro, estique um pouco mais e vá às praias e cachoeiras próximas que são maravilhosas.
Impossível ir pra Paraty sem passar no centro histórico seja para ir ao cais, ir aos inúmeros restaurantes ou fazer uma reserva naquela pousada charmosa.
O charme de Paraty se encontra nessas ruas de pedra. Uma a uma posta por escravos, cada uma dessas pedras foram trocadas por quilos de ouro tiradas das Minas Gerais. Em cada canto de Paraty existe história. Em cada pedra que se olha no chão se imagina o suor dos escravos ao montar a cidade pedra sob pedra. Na maré alta, quando a cidade fica um certo tempo com suas ruas alagadas podemos voltar no tempo ao imaginarmos o sistema de esgoto da época, onde se jogava as fezes na rua, e a maré as levava, diariamente num certo horário do dia. No centro histórico de Paraty estão lindas igrejas, praças, canhões, a casa do princípie Don Orleans e Bragança, cadeia e até a primeira peixaria da cidade. De nooite o charme é a parte com apresentações típicas, artistas de rua, barraquinhas de comida e de doces aos restaurantes estrelados pelo guia quatro rodas de portas abertas com garçons convidando os clientes gringos para saborearem uma comida típica caiçara.
PARATY é linda o ano todo, e com o passar dos anos não perde o charme
Paraty é um charme só!!! Das cidades históricas que já fui, essa é a que eu mais gosto. Ela respira arte, história e beleza. O casario é uma coisa linda, com casas de arquitetura muito rica, onde eu fico parada tentando sorver todos os detalhes. As igrejas são um espetáculo a parte (amooo!). A vista em frente a igreja de Santa Rita é o cenário perfeito para fotos. Lugar tranquilo, com casinhas de janelas e portas coloridas, que abrigam diversas lojas, restaurantes e pousadas. Só acho os restaurantes com preços um pouco abusivos!!

Ah, e prepare as batatas das pernas, porque caminhar no calçamento de pedras do centro histórico, que são arredondadas e lisas, é um exercício e tanto. Pensa na panturrilha definida e vai na fé!! Bata perna porque a cidade é linda!!!. Segundo um guia de lá me disse, essas pedras vieram nas caravelas, de Portugal e foram usadas para o calçamento do local e para preservá-las, hoje em dia, é proibido o trânsito de carro no centro. Se puder, contrate um guia, porque ele vai te encher de histórias bacanas sobre a cidade. E vá mais de uma vez: uma na época seca e outra na época de chuva, para poder apreciar os espelhos d’água que se formam pelas ruas nessa época.

É, rasguei muita seda na resenha, mas só porque sou apaixonada por Paraty desde a primeira vez que fui. Super recomendo!!
Andar pelas ruas de Paraty é sempre muito gostoso, mas fazer isso com a companhia de um guia é sempre melhor, pois além do passeio podemos conhecer mais sobre a história e cultura da cidade.

A arquitetura das casas revelam muito a sociedade da época. Eram prioridade portas e não janelas, pois as construções eram também comércios. Os mais ricos moravam mais próximos à Igreja Matriz e possuíam casa assobradadas.

As ruas são calçadas com pedras pé-de-moleque, colocadas uma a uma pelos escravos; as ruas estão abaixo do nível do mar, o que faz com que a água do mar adentre o centro nos períodos de maré cheia, tornando este fator também um dos cartões postais da cidade. As ruas foram traçadas no nascente para o poente e do norte para o sul; todas as construções das moradias eram regulamentadas por lei, podendo pagar com multa ou prisão que desacatasse as determinações.

No centro histórico, as ruas são protegidas com correntes para impedir a circulação de carros, está só podem circular pelas ruas que fazem limite com o centro. Todos os imóveis são patrimônios tombados e não podem ter suas fachadas modificadas.

A cidade possui grande influência religiosa, principalmente católica, herdada de Portugal. Somente no centro histórico há quatro igrejas, que na época foram construídas para cada camada da população: aristocratas, escravos, etc.

As lojas do centro históricos vendem muito artesanato, artigos de decoração, bebidas (há várias cachaçarias, especialidade da cidade), souvenirs, etc. Os eventos culturais, folclóricos e religiosos atraem muitos turistas durante o ano inteiro. Os mais importantes são: Festival de Música Sacra, Festival da Cachaça, Encontro de teatro de rua, Festa do Divino Espírito Santos, Carnaval, Festival Internacional de Fotografia (Paraty em Foco) e a famosíssima FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty)..

Alguns lugares do centro histórico que são interessantes para visitar:
- Praça do Chafariz
- Igreja da Matriz
- Igreja Nossa Senhora das Dores
- Igreja Nossa Senhora do Rosário
- Igreja Santa Rita
- Antiga cadeia Pública
- Fórum
- Casa da Cultura
- Mercado
- Passos da Paixão

Além dos inúmeros bares, restaurantes e lojas que ficam abertos até tarde para atender aos turistas.
Fui conhecer o centro histórico de Paraty num feriado prolongado e o lugar é bonito, mas no dia que fui, algumas ruas estavam com cheiro de esgoto.

Como é o centro velho de Paraty, algumas ruas são com pedras irregulares, casa antigas e o locar oferece diversos tipos de comida. Nessa parte da cidade, também é possível comprar passagem para andar de escuna e alugar um barquinho.
Paraty é uma viagem ao passado. Vale a pena conhecer. Passear pelas ruas de pedras, provar os famosos doces vendidos em carrinhos nas ruelas é muito bom.
Só os preços dos restaurantes é que são muito salgados pelo que oferecem. Um prato para dois na realidade serve apenas um, isso que como muito pouco. Em um dos restaurantes Pedimos uma moqueca para dois e veio seis camarões miúdos com duas colheres de molho. Rimos para não chorar. O sabor pelo menos, era ótimo. Também por R$230,00 por uma moqueca, quatro camarões abraçados, uma pequeníssima porção de arroz e quatro refris, tinha que estar muito bom. kkkk
Gente, o Centro Histórico de Paraty é lindo de morrer! Eu não mudaria nada nele! Nadinha! Durante o dia a dica é aproveitar as praias que ficam nos arredores da cidade e durante a noite é curtir o charme do Centro. As casas em estilo colonial ficam todas coloridas, por todos os lados se ouve diferentes idiomas (os turistas amam Paraty) e a energia do lugar passa uma alegria contagiante.

É possível divertir crianças, adultos e idosos em um único ambiente que une gastronomia, história, cultura e entretenimento. De vez em quando acontece um show de graça no Centro, sempre tem um palhaço divertindo as pessoas pelas ruas e não faltam opções de lugares para jantar ou simplesmente jantar.

As luzes dão um ar mais bonito para a cidade. É um colorido que parece tirado de um cenário de um livro. Escutar vários idiomas ou sotaques torna a coisa mais interessante e a simpatia das pessoas do loca é de derreter o coração de qualquer um. A cidade é extremamente apaixonante. Acho que no fundo todo mundo deseja viver em Paraty. Lugar de paz e de paz de espírito, onde só dá gente do bem.
Eu já visitei Paraty 5 vezes e não me canso, adoro ir nessa cidade, acho que ano que vem vou de novo, rsrs, porque será? é gostoso,me faz bem, gosto de andar por essas ruas calçadas de pé-de-moleque de dia e de noite parar num barzinho e tomar um chopp, super recomendo algumas vezes peguei alguns filmes sendo feitos ali mesmo no centro histórico e esses casarões chamam muito a atenção
Gente o lugar é muito lindo mesmo...bem diferente e cheio de pousadas... barzinho, música na rua... amei.
As pousadas são razoavelmente baratas... e aconchegantes.
Tem muitos souvenirs lindíssimos e com bons preços pra presentear amigos e familiares e pra você. Lá tem como fazer arvorismo, andar de barco pra conhecer a redondeza. Lindo.
Vá de galocha ou compre lá. Não dá pra andar de botas, elas molham. E você passará frio.
O centro histórico de Paraty é um lugar que eu recomendo sem pensar muito. Estar ali é se sentir em outro país, pois a quantidade de estrangeiros impressiona, já a atmosfera do lugar é incrível. As construções são hipnotizantes e as fotos são obrigatórias (vou ficar devendo todas nesse post). Para os românticos, o lugar é perfeito. Outro destaque do local é a gastronomia, com belos restaurantes, sendo o meu preferido o Banana da Terra. Já estive 3 vezes em Paraty e não me canso de ir.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 30

Nota geral Você conhece o Centro Histórico de Paraty? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)