Catedral Metropolitana de São Paulo

Endereço: Praça da Sé , São Paulo , SP - Brasil

Telefone:

11 3107-68...

Clique para ver
Categoria:

Igrejas

  ● Aberto agora
Primeira opinião
Liliane Rodrigues...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Aberto 24h
  • Estacionamento


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Pedir orçamento
* Por favor, preencha seu nome
* Por favor, preencha seu email válido
* Por favor, descreva seu pedido de orçamento

http://br.kekanto.com/como-chegar/catedral-metropolitana-de-sao-paulo
Notas específicas:
Atendimento
(15)
Custo-benefício
(13)
Ambiente
(22)
Dicas Ver mais
Opiniões
Apaixonante. Achei que no dia que entrasse lá olhariam pra mim como se eu estivesse no lugar errado, achei que só quem entrava ali eram pessoas no intuito de rezar, sei la.

Não.

Quando vi uma movimentação grande na igreja, sempre com vontade de conhecer aquele monumento por dentro, tomei coragem e fui. Você fica sem ar com a beleza e com a imensidão do local! É lindo, tudo muito conservado e cheio de mistérios. Você não pode conhecer nem metade do que você ve por fora da igreja, e eu como sou curiosa pelo menos, morro de vontade de subir em cada torre, conhecer cada canto da igreja, mas infelizmente não pode.

Mesmo assim vale muito a pena ir conhecer de perto, dar uma volta e bater bastante foto, porque cada detalhe é impressionante, considerado o tempo em que foi feita a arquitetura, e ver o quanto que a catedral conserva da nossa história e da história da arte <3
Projetada pelo alemão Maximilian Hehl, professor de arquitetura, a Catedral da Sé tem 46 metros de largura, 111 de cumprimento, cúpula de 65 metros de altura, torres com 92 metros cada uma e capacidade para oito mil pessoas.

Tudo isso fez com que entrasse para o ranking dos maiores templos góticos do mundo e permanecesse, durante muitos anos, como a maior igreja da cidade de São Paulo. Além disso, vale a pena conferir um dos maiores órgãos da América Latina, construído por uma empresa italiana em 1954, assim como o mausoléu de bronze do cacique Tibiriçá - o primeiro índio catequizado pelo padre José de Anchieta.
Eu sou extremamente apaixonada por visitar igrejas!! Não sou católica, mas adoro imagens sacras e a arquitetura dessas construções e por isso, sou completamente apaixonada pela Catedral da Sé, o coração de SP. Fico parada olhando a construção, os detalhes, a grandiosidade sempre que passo por ali. Mas claro com a bolsa quase dentro da garganta, kkkk!
Esse é um dos pontos negativos.
Um local tão bacana, mas que quase sempre está cheirando xixi, com diversos pedintes em volta. O medo da violência do lugar, faz com que a maioria dos paulistanos passe batido por uma das obras mais bonitas que temos em SP.
Um lugar extremamente lindo, ponto de parada obrigatória para quem vai a São Paulo (capital), vale apena estar lá dentro, seja pela arquitetura, seja pela arte, seja para um momento de oração.
Fui agora no inicio de Maio e está lá um replica do santo sudário, além claro de um exposição completa daquele momento que Cristo salvou toda a humanidade, a cripta é linda também as sextas tem celebração da missa lá e a capela também é muito linda.
Acredito que nesse caso o kekanto tinha que criar mais estrelas porque 5 é pouco.
A catedral é o templo principal da paróquia de Nossa Senhora Assunção e São Paulo, criada em 1591. Em 1913 iniciou a construção da Catedral como é hoje, elaborada pelo alemão Maximilian Emil Hehl, professor de Arquitetura da Escola Politécnica. O templo foi inaugurado em 25 de janeiro de 1954, no 4º Centenário da Cidade de São Paulo, ainda sem as duas torres principais.
Sua arquitetura tem forma de cruz latina, com cinco naves e transepto com cúpula sobre o cruzeiro. O estilo elegido foi o neogótico, então em voga no Brasil, mas a cúpula é inspirada por estruturas renascentistas como o célebre domo da Catedral de Florença.
Após um longo período de deterioração, a catedral foi completamente renovada entre 2000 e 2002. As plantas originais, datadas de 1912, foram encontradas dentro do próprio edifício, permitindo uma restauração fiel ao projeto original. O restauro custou R$ 19,5 milhões.
O grande entrave em apreciar este monumento, são as precárias condições do seu entorno, apesar da melhoria no policiamento, tem muitos pedintes e a falta de banheiros públicos, deixam o local com cheiro de urina, muito desagradável, será que ano que vem teremos melhorias?
O acesso é facilitado pela existência de 2 linhas de Metro, tem terminal de ônibus na Praça da Sé, afinal marco zero é importante.
Gosto muito de conhecer igrejas, não por ser católica mas sim por admirar muito cada detalhe de cada uma. Com a Catedral da Sé não é diferente: a primeira vez que fui, fiquei muitos minutos parada, feito boba, olhando a fachada, os detalhes internos, o altar, os vitrais, enfim, tudo que me fascina (apesar de eu não entender bulhufas de arte).

É um local de visita obrigatória para quem está conhecendo a cidade, até por que, é o marco zero da cidade e de lá é possível ir caminhando até outros monumentos famosos (Teatro Municipal, Mosteiro de São Bento, Vale do Anhangabú, Largo São Francisco, etc) e também conhecer a região da Luz (ao norte) e o bairro da Liberdade (ao su/leste da catedral).

Infelizmente, como boa parte da centro, deve-se prestar atenção quanto a bolsas, mochilas e objetos de valor, assaltos são comuns. Evitar frequentar durante a noite, a falta de segurança é ainda maior.
Sempre tive vontade de entrar na Catedral da Sé mas nunca tive muita coragem. Po, olha o tamanho dela, é algo que intimida. Mas como sempre é aberta para todo mundo, resolvi entrar e me surpreendi. Não sei o que é mais bonito, por fora ou por dentro. Toda a sua arquitetura e seu estilo passam um ar muito misterioso, até porque você vê tudo aquilo de janelas por fora, aquelas torres gigantescas, e por dentro você só pode ter acesso ali onde fica o altar, os bancos pra missa e tal.Mas vale muito a pena, parece que de um passo para o outro, você saiu do século XXI e voltou no tempo, anos atrás.
A Catedral da Sé é muito bonita, fica no marco zero da cidade, tem missas diariamente, a melhor maneira de conhecer a Catedral da Sé é fazendo a visita monitorada, que inclui a ida à cripta onde estão enterrados os bispos e arcebispos de São Paulo, além do regente Feijó e do cacique Tibiriçá.
Tem uma lojinha com várias lembranças da igreja.
Sempre passei na frente da catedral, mas nunca cheguei a entrar. Dando umas andadas por lá mais uma vez, resolvi parar para visitar. Estava tendo missa e fotos não eram permitidas na hora da missa.

Mesmo assim fui vendo a construção e os detalhes da igreja e fiquei bem impressionado com o nível de detalhes, tanto da parte de fora quanto a de dentro. E como é alta! Queria poder ir até a torre do sino e ver São Paulo de lá.

O que estraga são os pedintes e pessoas mal encaradas. É melhor tomar cuidado e estar sempre de olho.
Um gigantesco Monumento Religioso, um ícone de São Paulo, estive hoje com minha família caminhando pelo centro, fomos até a igreja da Sé, as escadarias estava cheia de mendigos, uma visão muito triste, deveria ter algum serviço social para ajudar essas pessoas, também um forte cheiro de urina. Precisa antes de tudo ajudar essas pessoas, depois deixar o Ponto Turístico mais atrativo.
Popularmente conhecido como Catedral da Sé, a Catedral Metropolitana de São Paulo fica localizada na Praça da Sé (daí o nome rsrs).

Eu particularmente acho a arquitetura muito interessante e até grandiosa! Mas a região em sí não é tão bonita (há quem ache rs) e eu não me sinto muito seguro, mesmo com policiamento da região.

Bom lugar para conhecer se estiver visitando São Paulo
Impossível ir a São Paulo sem visitar este local. Mas o mais interessante dele (e pouco divulgado) é a cripta da catedral. Uma espécie de pequena catacumba com os túmulos dos primeiros bispos de São Paulo (incluindo um dos pioneiros da moderna aviação... por incrível que pareça.. rs).

Na última vez em que fui havia uma réplica idêntica ao sudário de Turim (diz a tradição que essa peça foi supostamente a mortalha que envolveu Jesus Cristo após a crucificação), além de um belíssimo altar, esculturas de bronze em auto-relevo e uma estátua de mármore numa das passagens.

Além de tudo a catedral possui exposta diversas obras de arte sacra e um órgão de aprox. 10.000 tubos (não-operacional... infelizmente, e com diversas ofertas para venda, mas todas recusadas). E sua belíssima arquitetura heterogênea.

As imediações dela é um pouco perigoso, por isso é bom estar muito atento mesmo havendo um posto da guarda civil e uma base comunitária móvel permanente no local. Eu mesmo já presenciei muitas brigas e alguns furtos. Mesmo assim vale a pena.

Um problema do local é a falta de recursos para manutenção e reparação. Muitos criticam a igreja de ter recursos para ajudar, mas a catedral não recebe nada dependendo de doações e do recebimento de visitas da cripta que mencionei. Para se ter uma idéia a funcionária disse que para manter a conta de energia a catedral precisa arrecadar aprox. 2.000 reais por mês.
Uma das catedrais mais bonitas de São Paulo, tem uma arquitetura linda e fantástica, que vale a pena ser apreciada por alguns minutos. O local é enorme, e o interior da catedral é muito lindo e organizado.
Como foi dito em outras opiniões, a região é perigosa depois de um certo horário (mais à noite), então recomendo passar lá enquanto estiver dia ainda ;)
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 56

Nota geral Você conhece o Catedral Metropolitana de São Paulo? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)