Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Cachoeira do Mendanha?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f

Quer receber ofertas do Cachoeira do Mendanha?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
3 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
0
Notas específicas:
Dicas  (1)
Gabriel Wu
Roupa adequada para trilha, como calça e chapéu, vão te proteger contra os espinhos no caminho. Levar roupas secas e um chinelo para a volta.
Gabriel W.
Classificar por:
Opiniões   (3)
 
O que há de melhor em Campo Grande são as Cachoeiras do Mendanha. Localizadas na Serra do Mendanha, as Cachoeiras do Mendanha são uma sucessão de quedas-d'água de tamanhos e formas distintas. A trilha se inicia logo após a Estrada Abílio Bastos, em uma pequena ponte. Até certo trecho, é sinalizada, após, fica por conta de quem já conhece o local, pois a mesma bifurca em certos pontos e a partir daí só quem já esteve por lá para saber qual caminho tomar. As cachoeiras ficam localizadas dentro do Parque Municipal do Mendanha que é área de proteção ambiental. É possivel se chegar lá após aproximadamente uma hora de caminhada na trilha. O rio que gera as cascatas é o Guandu do Sapê. A mais popular entre elas é a Cachoeira do Escorrega. Seu nome se deve a motivos óbvios. A queda-d'água forma um tobogã natural por onde os banhistas escorregam com toda segurança. Quem chega à Cachoeira do Escorrega não quer mais ir embora. Além de linda, a cascatinha vicia o banhista a deslizar por ela. Quem não sabe nadar não precisa se preocupar. Há duas piscinas naturais que são rasas nos primeiros quatro metros de diâmetro. A primeira fica acima do tobogã e a outra logo abaixo. Quem já esteve lá sabe que vale a pena encarar o percurso acidentado até aquele paraíso ecológico. Há também a Cachoeira Véu da Noiva, de onde pode-se sentir o poder das águas que caem do topo em cima do corpo. A pressão é forte, porém muito refrescante.
 
Quando vc acha que já conhece o Rio, ou pelo menos tudo de bom, vc é surpreendido com um cantinho inexplorado que te faz pensar no quanto essa cidade foi abençoada.
A Cachoeira do Mendanha está localizada em Campo Grande e só pode ser acessada por uma trilha de 40 minutos de caminhada. Para chegar na entrada da trilha deve-se ir até o final da Estrada Abílio de Bastos, onde encontra-se uma bifurcação: uma rua sem saída (à direita), e uma pequena ponte (à esquerda). Indo reto pela ponte e subindo por um tempo chega-se na entrada da Trilha, identificada por uma placa branca escrito à mão.
Chegar na estrada, no entanto, pode ser um desafio, principalmente se vc estar indo de ônibus. O interessante neste caso é fechar um grupo e alugar uma Van. Se for de carro, os moradores geralmente cedem suas garagens a um preço.
A Cachoeira conta com uma queda d'água de pesar as costas, um laguinho para mergulhar e um escorrega (pedra) bem pequeno mas que vira uma diversão com um grupo animado.
Com a trilha úmida, tem alguns trechos íngrimes que podem ser bem escorregadios, mas não exigem muita experiência para superá-los.
A área da cachoeira é muito escorregadia e deve-se ter cautela ao andar sobre as pedras.
A dica final é ir com muita disposição e alto astral, cair é quase inevitável!
Abraços
Dica: Roupa adequada para trilha, como calça e chapéu, vão te proteger contra os espinhos no caminho. Levar roupas secas e um chinelo para a volta.
 
O que há de melhor em Campo Grande são as Cachoeiras do Mendanha. Localizadas na Serra do Mendanha, as Cachoeiras do Mendanha são uma sucessão de quedas-d'água de tamanhos e formas distintas. A trilha se inicia logo após a Estrada Abílio Bastos, em uma pequena ponte. Até certo trecho, é sinalizada, após, fica por conta de quem já conhece o local, pois a mesma bifurca em certos pontos e a partir daí só quem já esteve por lá para saber qual caminho tomar. As cachoeiras ficam localizadas dentro do Parque Municipal do Mendanha que é área de proteção ambiental. É possivel se chegar lá após aproximadamente uma hora de caminhada na trilha. O rio que gera as cascatas é o Guandu do Sapê. A mais popular entre elas é a Cachoeira do Escorrega. Seu nome se deve a motivos óbvios. A queda-d'água forma um tobogã natural por onde os banhistas escorregam com toda segurança. Quem chega à Cachoeira do Escorrega não quer mais ir embora. Além de linda, a cascatinha vicia o banhista a deslizar por ela. Quem não sabe nadar não precisa se preocupar. Há duas piscinas naturais que são rasas nos primeiros quatro metros de diâmetro. A primeira fica acima do tobogã e a outra logo abaixo. Quem já esteve lá sabe que vale a pena encarar o percurso acidentado até aquele paraíso ecológico. Há também a Cachoeira Véu da Noiva, de onde pode-se sentir o poder das águas que caem do topo em cima do corpo. A pressão é forte, porém muito refrescante.

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-in

Total de check-ins
1
Seus check-ins aqui
0