Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Brasserie Victória?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Brasserie Victória

Brasserie Victória

Av Presidente Juscelino Kubitschek, 545
Itaim Bibi - São Paulo , SP

Telefone: (11) 3040-8897


Preço por pessoa:

$$ (De R$26 até R$50)

Categoria:
Comidas e Bebidas
Ranking: #729 de 9673
Site oficial:
brasserievictoria.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Outras formas:
Horário de funcionamento:
Seg.: 11:30 às 16:30
Ter. a Sab.: 11:30 às 23h
Dom.: 12h às 22h
Primeira opinião por:
Carlos H. Nassar
Detalhes:
Acesso para deficientes
Aceita reservas
Inaugurado em 1947
180 lugares
Wi-fi: Acesso grátis
Faz entregas
Estacionamento: manobrista

Quer receber ofertas do Brasserie Victória?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
1 estrela
0
Notas específicas:
Ambiente
(11)
Comida
(11)
Atendimento
(11)
Bebida
(9)
Custo-benefício
(11)
Dicas  (8)
Francislaine
Para quem gosta, não deixe de pedir a coalhada seca de entrada. A pequena, é ideal para 2 pessoas.
Francislaine
Rodrigo Toledo De Russi
Esfiha de carne aberta, kafta e coalhada......Imperdíveis!!
Rodrigo T.
Classificar por:
Opiniões   (18)
 
Restaurante tradicional da culinária árabe, familiar, muito famoso no Itaim e com ampla divulgação pela mídia especializada.

Já tinha frequentado na década de 80 e me pareceu que era melhor naquela época. Na última visita fui num domingo à noite e confesso que esperava mais. O ambiente me pareceu mais simples, o atendimento foi mediano. As esfihas estavam boas mas os kibes eram quase ocos. Estranho porque a mídia sempre elogiou a qualidade dos produtos. Acho que não dei sorte.

Tem vagas com manobrista na porta.
Bom para: Comida rápida
 
Fundado pela libanesa Victória Feres em 1947 na Rua 25 de Março, acabou sendo transferido na década de 1980 para o Itaim. À primeira vista a casa impressiona pela fachada chique e imponente, e por muito tempo passamos em frente mas nunca fomos atraídos exatamente por isso. Parecia um restaurante chique e pelo nome achávamos que era um restaurante francês. Descobrimos que a parte interna é mais simples que imaginávamos e nos acomodamos em um sofá confortável.

Entre tantas opções, resolvemos pedir as esfihas de entrada. Começamos com a fechada de ricota, que nos surpreendeu. Macia, com recheio úmido e cremoso e um sabor bem suave, e o melhor de tudo, muito bem recheada.

Pedimos também algumas esfihas fechadas de carne e também estavam muito boas. A massa é tão fina quanto as do Almanara. Mas o sabor do recheio é mais forte.

Logo em seguida experimentamos a esfiha aberta esticada de carne. Ela é maior que a normal e a cobertura de carne estava bem temperada, combinando perfeitamente com a massa fininha e crocante.

A esfiha de massa folhada também estava ótima, crocante e leve.

Arriscamos uma esfiha chamada Manaich com a cobertura de zatar e queijo. Estava ótima com um sabor ácido no final típico do zatar.

Terminada as entradas pedimos alguns complementos. Iniciamos com a berinjela recheada, que apesar da apresentação simples, nos agradou por estar bem suave porém saborosa. O recheio era de carne moída e arroz com um pouco de molho de tomate bem ralo acompanhando a mesma.

Pedimos também o Kibe Labanie (kibe na coalhada), e que nos intrigou pelo fato dos kibes estarem ocos por dentro...parecia um Kinder Ovo sem surpresa. Mas o sabor estava muito bom, completando com a coalhada azedinha levemente temperada. Só achamos que poderia ter mais kibes pois eles acabaram rápido demais e comemos a maior parte da coalhada sozinha.

Finalizamos a refeição com as sobremesas. Escolhi o doce folhado de pistache e a Denise um Malabie de damasco.

A consistência do Malabie é mais mole que o do Almanara, lembrando quase um creme. O sabor também é mais suave. Já a cobertura de damasco estava normal.

A impressão geral foi ótima e certamente vale a pena voltar. Em nossa opinião, vale a pena ir ao Brasserie pelas esfihas de ricota e zatar e pelo Kibe Labanie. Mas preferimos a esfiha de carne e o Malabie do Almanara.
Dica: Esfiha de zátar com queijo
Bom para: Ir com amigos, Jantar, Almoçar, Famílias
 
Restaurante tradicionalíssimo de comida árabe em São Paulo, fundado há mais de seis décadas e ainda tocado pela família que a inaugurou.

Ambiente austero, mas simples, com uma espécie de rotisserie na entrada, do lado esquerdo, onde pode-se comprar diversos produtos (desde azeites até chancliches) e pratos para viagem, e indo reto (passando pelo hall de espera), chega-se ao salão principal.

Percebe-se que é bastante frequentado por famílias de origem árabe - o que é um bom sinal, em se tratando de um restaurante árabe. Pode-se pedir pratos a la carte ou do rodízio, onde servem-se de tudo um pouco, sempre bem elaborados pratos, com sabores bem dosados.

Para mim, um dos melhores restaurantes de comida árabe de São Paulo. Sempre fui muito bem atendido e, apesar de ter um preço um pouco salgado, tem um bom custo-benefício.
Dica: Os docinhos são excelentes!
Bom para: Experiências gastronômicas, Reuniões de negócios, Famílias, Ir com amigos, Almoçar, Jantar
 
Restaurante tradicional da culinária árabe, familiar, muito famoso no Itaim e com ampla divulgação pela mídia especializada.

Já tinha frequentado na década de 80 e me pareceu que era melhor naquela época. Na última visita fui num domingo à noite e confesso que esperava mais. O ambiente me pareceu mais simples, o atendimento foi mediano. As esfihas estavam boas mas os kibes eram quase ocos. Estranho porque a mídia sempre elogiou a qualidade dos produtos. Acho que não dei sorte.

Tem vagas com manobrista na porta.
Bom para: Comida rápida
 
Ambiente maravilhoso. Opção de rodízio árabe é incrível! Bom para comemorar aniversários, reunir amigos ir com família. A comida é maravilhosa. Tem valet no local. Simplesmente somente boas impressões.
 
Na região da vila olímpia ,restaurante árabe tradicional ,excelente ambiente chique e de alta classe ,preço não é alto tem todas comidas e bebidas da culinária árabe tem estacionamento ,peça o rodizio que vale mais a pena do que pedir prato separado gastara bem menos
Dica: Coma com gosto pois o tempero é excelente bem tradicional ,e vai de barriga vazia e experimente de tudo peça abroibirnha com colahada ou xixibarak uma delciia
Bom para: Comida rápida
 
Opção de culinária árabe muito tradicional em São Paulo.Diversas opções de esfihas, pães sírios, doces árabes a escolher.
O sabor é maravilhoso, porém o que precisa melhorar é o atendimento, muito devagar, sobretudo quando a casa está cheia; por mais que os garçons sejam solicitos não conseguem dar conta de atender todas as mesas.

O ambiente também deveria passar por uma reforma(é igual desde que frequento a casa, há pelo menos 15 anos).
Dica: Esfiha de carne aberta, kafta e coalhada......Imperdíveis!!
Bom para: Ir com amigos, Jantar, Famílias
 
Então, eu estou há um tempão pensando se escrevo ou não sobre a Brasserie Victoria e acabei resolvendo escrever. Este restaurante árabe é super tradicional aqui em São Paulo, mas o ambiente não é nada de mais e o atendimento é péssimo. Sério!!!! Enfim, mas como o importante é a comida, ela é muito, muito, muito boa. Por isso mesmo resolvi escrever.

Mesmo com todos os contratempos do ambiente, nada aconchegante, e demorarem 4568797 minutos para trazerem um simples prato com cebola, cebolinha e hortelã picados, o kibe crú deles, é sem dúvida alguma, um dos melhores de São Paulo!!! Eu A-MO kibe crú e o deles é perfeito!!! Super leve, sabe??? Muito bom!!! Minha dica é a seguinte pessoal, se você quer comer uma comida árabe bem gostosa, vale a pena, só abstraia dos itens que eu falei acima
Dica: O kibe crú é ótimo
Bom para: Almoçar
 
Fui almoçar lá num domingo, num sistema de rodízio.. o atendimento foi ótimo apesar de estar lotado.. demoramos um pouco para conseguir uma mesa, mas havia lugares para sentar na espera..
O ambiente é agradável e bem iluminado.. o restaurante é gostoso para ir com a família..
Tudo o que foi servido no rodízio estava muito bem preparado, mas destaco o quibe cru: patinho moído temperado e trigo na medida, além de hortelã e cebolinha..
O arroz com lentilhas e cebola frita também merece ser provado..
As saladas também estavam ótimas, só achei estranho vir tomates inteiros, nunca vi coisa igual..
Apesar de comer muito consegui guardar em espaço para a sobremesa rsrsrs, pedi um doce diferente de queijo, estava muito gostoso!
Dica: Vá com tempo e com fome..
Bom para: Ir com crianças, Famílias, Jantar, Almoçar, Relaxar, Experiências gastronômicas
 
Sou fã da culinária árabe, mas apesar do ambiente agradável, a comida do Brasserie Victoria não me impressionou.

Muito interessante o aspecto histórico da casa, fundada na década de 40 pela D. Victória, na 25 de março, mas receio que o local não conserva seu espírito.

É bom, porém no custo benefício eu ainda fico com o bom e velho Almanara...
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar
 
Depois de passar o dia todo ministrando um curso enfrentei o caos do trânsito de São Paulo que estava especialmente complicado. Depois de 2 horas no trânsito e ainda na metade do caminho o Fá teve a ideia de jantar no Brasserie Victoria, que é um restaurante árabe que já queríamos experimentar fazia um tempo. A ideia era comer as delícias da culinária árabe mas, para minha surpresa, no cardápio junto com os tipos de esfiha havia empada de palmito! Perfeito...descansar do trânsito, comer neste lugar que parecía especial e ainda por cima degustar uma delícia dourada. E como era dourada! A empada demorou para chegar e o simpático garçom havisou que estava assando. Fiquei feliz em saber que não seria aquecida no microondas. Quando chegou em sua forminha de alumínio e num prato oval de porcelana, o cheiro da empada estava muito bom e sua aparência também. Quando parti com o garfo a massa tinha uma aparência e textura que eu nunca tinha visto. Na primeira abocanhada percebi que era a empada mais diferente que já provei. A massa era uma mistura de podre com folhada e com sal na medida certa. A casquinha de cima tinha um gosto diferente, como se tivesse sido assada na brasa. O recheio de palmito picadinho combinava com o tomate, a cebola e os pedaços de uma azeitona preta ótima. Foi uma verdadeira festa para minhas papilas gustativas. Resumindo: experimentem esta empada incrível! E claro, não deixem de comer as delícias árabes!

Preço: R$ 4,40
Nota: 9 azeitonas
 
O melhor restaurante árabe de São paulo.
Não há críticas a ser feitas .Somente elogios.
Bom para: Casais, Jantar, Almoçar, Comer muito, Famílias
 
Para mim o melhor rodizio arabe de SP. custa 72 reais.
os destaques sao o kibe cru e as esfihas folhadas

tem um pastel de nata de sobremesa que voce deve reservar antes, pois sempre acaba.
vale cada centavo
Dica: esfilha folhada
Bom para: Ir com amigos, Jantar, Almoçar, Reuniões de negócios, Relaxar, Experiências gastronômicas
Enviado
via iPhone
 
Comida árabe, esfihas nota 6, kibe cru, nota 7, kibe frito nota 3, atendimento nota 4, pão sírio nota 8, coalhada nota 6, ambiente nota 6.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 18

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
12
Seus check-ins aqui
0