Bordeaux

Endereço: Av Ipiringa , 716 , Petrópolis , RJ - Brasil

Telefone:

24 2242-57...

Clique para ver
Preço por pessoa
$$$$ (De R$51 até R$100)

Bom para
Vinho

Primeira opinião
oquecomi.blogspot...
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Animais permitidos
  • Mesas ao ar livre
  • Área para fumantes


Favorito
Como chegar
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Baixe o app
  • Lugares parecidos
  • Cadastro
  • Guia Turístico
              
Baixe o app grátis

http://br.kekanto.com/como-chegar/bordeaux
Notas específicas:
Ambiente
(8)
Comida
(8)
Atendimento
(8)
Bebida
(8)
Custo-benefício
(8)
Dicas
Nesse inverno eu recomendo a sopa de abobora com gorgonzola!
Eugenia K.
Comidinhas
Izabella T.
Leve crianças, idosos, cães, tome um bom vinho, passe o dia, lá é lindo!
Franciane D.
Peça uma Marguerita.
Paulo V.
Montagem do sanduiche especial com os numeros 41, 42, 43
Cynara P.
Opiniões
Localizado ao lado de um dos cartões postais de Petropolis, o Bordeaux é um bistro super charmoso. Decoração bem rustica, pois o local funcionava antigamente como cocheira da encantadora Casa dos sete erros. Como entrada sugiro baguetes especiais com gergelim recheada com mussarela de bufalo, picanha defumada e tomate e como prato principal um delicioso fundue. Para beber claro vinhos, voce escolhe o vinho na propria adega da casa. Ideal para ir em casal para curtir o friosinho de Petropolis. Um charme!!
E num é que é tudo isso?!!!! Em uma rápida visitinha de um dia pela cidade, vali-me do kekanto pra achar um restaurante e este, listado como um dos melhores da cidade, caiu nos meus encantos pela recomendação! Só a história de estar na tal casa dos sete erros já agradou pela curiosidade! Não bastasse isto, o fato de ter uma adega invejável, colabora muitíssimo!!! Também, era um dia de muito calor e observei que o bistrô contava além das mui bem servidas e alinhadas mesas internas, diversas mesas externas, inclusive uma grande, do lado de uma fonte! Esta foi perfeita, que refrescava bastante, sob os vários ombrelones escritos VEUVE CLICQUOT! AMEI logo de cara, né! A esta altura vocês devem estar pensando que os preços são astronômicos, né? Pois deixa de bobagem, pois é coisa fina mas em opções em conta! Pode se comer uma salada a 15 reais ou 27 reais. Também tem pratos individuais tipo as massas ou risotos a uns 30 reais. Tem um filé de frango individual que sai menos de 30 reais. Pedi um filé ao molho madeira que saiu a 45 reais, individual. Tem a porção para duas pessoas, mas que serve bem a três pessoas, que sai a 80 reais. Lógico que tem as opções mais caras também. Tem sobremesa em torno de 15 reais o creme brulee. Acho razoável, se considerar que o ambiente é lindo, aceitam cães nas mesas externas, eu estava com meus 2 yorkshires, não tive problema algum. Tem espaço para cianças, pois tem um jardim enorrrrme! Então vale muito a pena mesmo!
O atendimento é excelente e a localização privilegiada.
Alia boa comida e boa bebida a um ponto turístico da cidade.

O almoço (pratos executivos) são excelentes pedidas e tem valores super acessíveis.

Para a noite, um bom vinho (eles lá tem vários rótulos) acompanha bem um bate-papo no frio da serra.

As opções são inúmeras e eu, sempre que vou lá, peço uma Marguerita. A deles é boa demais.

Uma opção muito boa também, é montar seu próprio sanduíche. As variedades são muitas e você pode optar desde um bem light até um mais robusto com filé mignon.

Tem estacionamento próprio e amplo. Localizado no centro da cidade. Fácil de chegar.



Primeira opinião do lugar
Todo turismo que se preze tem que ter experiências gastronômicas que chacoalhem nosso paladar, entonces, aproveitei meu período de lua de mel pelo bem servido estado do Rio de Janeiro para exercitar minhas, já bem preparadas, papilas gustativas com sabores e aromas das terras da franja do mar.

Minha primeira parada em terras cariocas foi Petrópolis. Para minha alegria aportei na cidade imperial bem no começo da 21ª Bauernfest, ou Festa do Colono Alemão – uma festa prima irmã da famosa que acontece em Blumenau. Entre danças típicas e Bohemias geladas (a patrocinadora do evento) eu e minha fidedigna esposa nos rendemos a bem temperada culinária alemã; numa porção mista podemos provar de quase um tudo que estava sendo servido na festa: salada de batata, chucrute, pão com alho,lingüiça defumada, salsichão tradicional e de vitela, tudo regado com baste mostarda escura e cerveja gelada, só faltou o mal encarado Joelho de Porco.

Ainda em Petrópolis saboreamos um maravilhoso fondue de carne num antigo estábulo transformado no charmoso Restaurante Bordeaux (na Mansão Ipiranga, na Rua Ipiranga), onde acompanhado por tiras de pão ciabatta, molhos diversos e um maravilhoso Santa Helena Carbenet Sauvignon nos refestelamos no frio de 5º da serra carioca.

Para fechar nossa experiência nas terras de D. Pedro II, na última noite fomos, por indicação do Guia Turístico da cidade, ao Restaurante Leopoldina, localizado no Solar do Império, onde em outros tempos fora a mansão da família Matarazzo.  Reza a lenda que a chefe responsável pelo restaurante (infelizmente não sei o nome) fez uma pesquisa do que a Família Imperial comeria em seus dias em Petrópolis e com o resultado da pesquisa montou o cardápio da casa.

Nosso pedido: Picadinho Leopoldina; tiras de file ao molho, acompanhados de arroz com banana e flan de parmesão – o contraste do forte molho do filé com o leve adocicado do arroz com banana é simplesmente incrível; e Truta Recheada com Palmito ao molho de ervas ao vinho Branco. Como sobremesa pedimos Três Desejos, que são três pequenas porções de Musse de Limão, Brigadeiro de Colher e Doce de Coco com Ameixa. A comida estava deliciosa, o restaurante muito charmoso, enfim tudo perfeito em nossa última noite em Petrópolis.
Localizado na antiga estrebaria da Mansão Ipiranga, conhecida também como a "casa dos sete erros" pela sua fachada assimétrica. A Mansão embora precise de melhor conservação é muito interessante e pertenceu a Tavares Guerra que foi amigo pessoal de Santos Dumont e frequentava a Familia Imperial.

O restaurante em si propicia um ambiente informal e acolhedor.

Compareci para um almoço e fui bem atendido. É oferecido um amplo buffet de frios para que o cliente possa fazer sua própria entrada.

Pedi o medalhão de filet mignon com molho madeira e arroz piamontese. Muito saboroso, comida farta e preço justo.
Fomos ao bordeaux pelas opiniões do pessoal do Kekanto e não nos arrependemos.
A comida é muito boa. Tudo muito bem preparado. O ambiente é aconchegante e o serviço é muito bom.
Uma dica é a mesa de frios dos mais diversos tipos, pagando-se por peso.
O forte do local são os vinhos. Porem eu e minha companheira não somos apreciadores, não podendo emitir opinião.
Procurando lugar para jantar em Petropolis, no Centro Historico, o Bordeaux é uma ótima opção.
O bistrô Bordeaux da rua Ipiranga é um lugar muito especial, o ambiente do restaurante está no interior de uma antiga estrebaria na famosa "Casa dos 7 erros". Essa exótica mansão, que sempre instigou a imaginação dos habitantes da cidade por suas diferenças na fachada e seu ar de casa misteriosa, foi construida em 1884 por Joaquim Tavares Guerra para ser sua residencia. Ao inves de escravo o proprietário contratou imigrantes alemães. A Estrebaria conserva suas divisorias e abriga o bistrô, fica ao lado esquerdo da casa e é circundado dos originais e belíssimos jardins de Glaziou. O salão principal é amplo sem deixar de ser aconchegante, a decoração destaca os cochos dos cavalos e nas paredes foram instaladas estantes expondo uma vasta coleção de bons vinhos. Nas baias há mais privacidade porque mesas entre as divisórias são bastante convidativas a degustação de fondues. Enfim, o ambiente é muito interessante e a comida, excelente! Eu recomendo!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 19

Nota geral Você conhece o Bordeaux? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)