Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Bistrot de Paris?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Bistrot de Paris

Bistrot de Paris

Rua Augusta, 2542 - Villa San Pietro
Jardim Paulista - São Paulo , SP

Telefone: (11) 3063 1675

Instalado na Villa San Pietro, escondida no meio da agitação dos Jardins, o Bistrot de Paris foi repensado em todos os detalhes para se tornar um autêntico bistrot francês. O chef Alain Poletto assume a cozinha do restaurante e agora assina o cardápio de clássicos da cozinha fr...  Ver mais


Preço por pessoa:

$$ (De R$26 até R$50)

Categoria:
Restaurante Francês
Ranking: #4 de 98
Site oficial:
bistrotdeparis.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Outras formas:
Horário de funcionamento:
Seg.: Fechado
Ter. a Sab.: 12h às 1h
Dom.: 12h às 15h
Primeira opinião por:
Kadu
Detalhes:
Acesso para deficientes
Ar condicionado
Aceita reservas
Mesas ao ar livre
Área para fumantes
Wi-fi
Couvert artístico: RS 5,00 (opcional)
Couvert: RS 8,90
Menu executivo: RS 32,90
Música: Accordéonista (no fim de semana)
Estacionamento: manobrista

Quer receber ofertas do Bistrot de Paris?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas específicas:
Ambiente
(23)
Comida
(23)
Atendimento
(24)
Bebida
(21)
Custo-benefício
(23)
Dicas  (12)
wncosta
O local fica dentro de uma Villa "San Pietro", na Rua Augusta com a Al.Lorena, com opção de estacionamentos próximos, e é bom sempre reservar antes, mesmo quando a casa falar que não é necessário.
wncosta
Claudia Midori
Se não quiser ter dor de cabeça para comer no Bistrô Crepe de Paris faça reserva.
Claudia M.
SALES
Pode-se escolher qualquer coisa do cardápio, não vi uma só mesa em que as pessoas não estivessem satisfeitas.
SALES
Classificar por:
Opiniões   (42)
 
E de repente em meio a Rua Augusta você se depara com uma pequena viela e se sente transportado pra um pedacinho de Paris. Foi mais ou menos assim que me senti quando vi aquela “ruazinha” que levava ao Bistrô de Paris. E a paixão pelo visual do lugar foi tão grande que pensei ‘Ainda venho jantar aqui um dia desses’.
E o dia chegou, resolvi fazer uma reserva pelo site do restaurante para o dia do meu aniversário, e aproveitar pra usar um cupom que havia adquirido recentemente e que dava direito a 30% de desconto no valor dos pratos A la carte, e graças a toda essa combinação de fatores, foi possível conhecer o restaurante.
Ambiente a meia luz, mesinhas pequenas e cuidadosamente arrumadas e uma decoração bem discreta. Ao entrar no restaurante me senti em um daqueles filmes franceses onde se está prestes a ser pedido em casamento, ou então a mocinha é levada pra ter uma noite especial e romântica inesquecível. Essa sensação já fez valer a noite.
Confesso que a ideia de um cardápio com nome dos pratos escritos em francês é muito interessante, mas me deixou levemente constrangida por não saber exatamente como pronunciar algumas palavras na hora de fazer o pedido. No entanto, gostei da descrição do que cada prato leva, afinal tem restaurante que acha que somos adivinhos ou no mínimo muito entendidos do assunto gastronomia, o que às vezes não é o caso (essa foi a minha primeira experiência com gastronomia francesa).
Como entrada, pedimos um Carpaccio de Boeuf (R$ 19,00), filé mignon coberto com queijo parmesão e um molho de mostarda muito gostoso, além das folhas de rúcula e vinha acompanhado de torradas, estava delicioso! Recomendo.
Para o prato principal (os pratos são individuais, o cardápio deixa isso bem claro!) escolhi um Boeuf Bourguignon (Carne cozida no vinho tinto com cenoura, cebolinha, cogumelo, bacon e arroz), mas por alguma razão que não compreendi direito havia apenas mais quatro porções do prato e elas estavam reservadas. Fui então para minha segunda opção (no momento em que olhei o cardápio estava em dúvida entre duas coisas) e pedi por um Entrecôte Argentino com molho de mostarda de Dijon e batata sauté (R$ 49,00), carne ao ponto, macia e saborosíssima! As batatas estavam uma delícia também, e o molho de mostarda, dispensa comentários, mostarda nunca é ruim! Achei o prato até que bem grande pelo que sempre ouço as pessoas dizerem a respeito de bistrôs no que diz respeito à quantidade.
Acho meio impossível ir a um lugar como esse e não tomar um vinho, então optamos por um Tinto Chileno La Joya Reserva de 09 Cabernet Sauvignon (meia garrafa R$ 52,00), achei um pouco caro, mas valeu o investimento, acompanhou divinamente o prato principal.
Acabei decidindo de última hora trocar a sobremesa por um café expresso, e só posso dizer que o café fez valer a decisão, estava indescritivelmente delicioso, dispensou açúcar, como todo bom café, e num primeiro momento era bem suave e depois se sentia ao fundo o gosto do café com um toque achocolatado. Um dos melhores expressos que já tomei. Recomendo e muito ao menos dar uma passada no restaurante se estiver por perto depois do almoço (ou até mesmo pra almoçar também, pois existem menus executivos para isso) só pelo café e uma sobremesa!
E por fim, o atendimento foi um dos melhores que já tive! Senti-me uma princesa! Cadeira sendo puxada pra que eu me sentar, muitos sorrisos, vinho sendo servido a todo instante que a taça começava a esvaziar e uma prestatividade e atenção sem igual. Além da preocupação em perguntar sempre se a comida estava ao nosso gosto e se estávamos satisfeitos com o serviço.
Vale a pena pra uma ocasião especial, ou então pra matar a curiosidade e conhecer um pouco da culinária francesa. Os pratos tem um custo um pouco mais elevado, mas a qualidade e modo de preparo com certeza fazem compensar, só não é o tipo de lugar que dá pra ir sempre, infelizmente. Eu com certeza ainda volto um dia desses! Com certeza o melhor jantar de aniversário que tive!
Dica: Experimente o Entrecôte!
Bom para: Casais, Jantar, Vinho, Experiências gastronômicas
Nicole:
Nossa que descrição do local vou fazer um reserva essa semana quanto você pagou por pessoa? Com o descontos
Conteúdo inválido
Tatiana Stefani:
Olha era um cupom de 30% que não tava incluso nem sobremesa e nem o serviço, como tomei vinho e tals, nada nada deve ter dado uns 70 por pessoa. O cupom valia pra uma pessoa só, então só o que eu consumi teve desconto. Mas vc vai amar o lugar! Vale a pena a 'loucura' pra conhecer! hehe
Conteúdo inválido
 
Por sugestão dos meus primos fui jantar com eles nesse charmoso Bistrô. Fica nos fundos de uma discreta e simpática vila, na Rua Augusta, entre as Alamedas Lorena e Tietê. Chegamos por volta das 22h deste sábado, com mesa reservada para seis pessoas. Fomos recepcionados cordialmente pelo proprietário. O ambiente estava bem movimentado. Ficamos no piso superior que é mais tranquilo, com cobertura transparente e a lua cheia ajudando na iluminação. A promoção do São Paulo Restaurant Week estava prorrogada por uma semana. Para entrada pedi o “Petit Steak Tartare” (Filet Mignon cru, picado fino, temperado com alface). Prato principal: “Cassoulet de Fruit de Mer” (Frutos do mar com feijão branco). Aliás, feijão branco é muito comum na França. sobremesa: “Tarte Tatin” (torta de maçã das irmãs Tatin com bola de sorvete de baunilha). Para acompanhar um vinho Côtes du Rhône. O marido da minha prima morou mais de 30 anos na França, em Bordeaux, região próxima da origem desse vinho e fez a sugestão. E um café expresso para encerrar. Total: R$ 70,98 por pessoa. Atendimento simpático e prestativo. E ainda ganhamos uma pequena apresentação de um tocador de acordeon com músicas de Charles Aznavour. O estacionamento ao lado ficou em R$ 24,00. Obs.: O nome que figura na entrada é "Bistrô de Paris", http://www.bistrodeparis.com.br/ embora o cadastro no Kekanto esteja "Bistrô Crepe de Paris".
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar, Famílias
 
O lugar é uma graça. Fui no local há uns 2 anos, no restaurante week. E apesar de ir em muitos restaurantes depois disso a experiencia ainda é bem memorável.

Achei a comida de excelente qualidade. Fui com meu namorado.
Comemos de entrada steake tartare, com um ovo cru por cima. DELICIOSO. E uma terrine de miúdos de galinha ( que eu acredito não existir mais no cardápio), que também estava primorosa. Nunca imaginei que ia usar essas palavras pra descrever miúdos de galinha, carne e ovo crus. Mas estava realmente muito gostoso.

De prato principal eu fui de costeletas de cordeiro com risoto de hortelã. O cordeiro estava desmanchando de tão macio e super saboroso. O risoto estava perfeito. É sinceramente um dos melhores pratos que eu já comi.
Meu namorado foi de cassoulet ( tipo uma feijoada com feijão branco, carne de porco e frango), que também estava muito saboroso.
De sobremesa fomos de crepe de nutella e creme brulle. Ambos deliciosos.
Lembro que na época achei o garçom levemente antipático, mas dado o tempo decorrido não me recordo seu nome.

Fiquei sentada na parte de fora e como era inverno na época, lembro de ter passado algum frio. O interessante, é que o restaurante atento a isso, oferecia aos clientes pequenos cobertores pra por no colo! Muito atencioso.

Resumindo: Comida de ótima qualidade. Vale a visita.
Letícia:
Pois é Sheila A, acho que a terrine clássica é de foie gras não? Que não deixar de ser um miúdo ( figado) mas de pato. Nunca comi essa versão, pra ser sincera. Essa era de galinha. Tinha um gosto levemente metálico, característico dos miúdos, mas eu achei bem gostosa! Apesar de não ser fã de miúdos não. hahaha =)
Conteúdo inválido
 
Amei o lugar!!!!! Em uma charmosa galeria de lojas na Augusta no final encontra-se o Bistro. Ambiente aconchegante e à luz de velas. Atendimento excelente e comida deliciosa. Pedi um risoto de alho poró e cordeiro e de entrada torrada com queijo brie e geleia de damasco. Tinha um músico tocando sanfona, som baixo (ideal para restaurantes) e músicas lentas, estilo parisiense. Infelizmente não deu para experimentar sobremesa porque tinha hora marcada para um show em seguida... Por isso pretendo voltar para um jantar completo.
Bom para: Casais, Famílias, Jantar, Vinho, Realizar eventos pessoais, Experiências gastronômicas
 
Fui a este bistrô aproveitando o cardápio do restaurant week.

O ambiente é muito bonito. Num ruelinha com ares europeus, vimos o simpático restaurante ao fundo. Possui um ambiente no segundo andar que acabamos não visitando.

Eu pedi um quiche de queijo com salada verde. O quiche estava muito bom, com o recheio com um boa consistência sem estar enjoativo.

Como prato principal pedi o St Peter grelhado com risoto de alho poró, que vem com peixe grelhado e tomates. Achei o peixe meio sem graça e, quando veio, estava meio morno quase esfriando. O risoto estava muito bom, o aroma do alho poró no risoto mostrou que o chef sabia como utilizá-lo na receita. Só fiquei um decepcionado com a quantidade. Muito pouco!

Como sobremesa pedi o crêpe de doce de leite com côco. Estava muito bom. A massa do crepe estava macia e molhadinha. O côco deu um toque especial.

Quanto ao serviço, eles nos atenderam bem na entrada, mas o garçom não parecia que estava muito contente em atender agente (estava meio de cara fechada), os pedidos demoraram muito (tanto que meu peixe veio morno). E os garçons poderiam ter dado mais opções de suco. Ao perguntarmos sobre quais tinham, ele soube nos falar apenas quatro sabores.
Gloria:
o meu peixe também veio morno e bem pouco. Eu como pouco e passei fome. O crepe, que devia ser especialidade da casa...sem comentários!
Conteúdo inválido
 
Assim como o Nicolas, fui ao Bistro Crêpe de Paris no Dia dos Namorados. Fiz a reserva de uma mesa com o Pierre e fui muito bem atendida. Chegamos ao local por volta das 19h40 e sentamos no andar de cima, na varanda. Achei o local muito bonito e já estava quase cheio. O tempo friozinho pedia um fondue e para minha decepção o bistrô estava trabalhando com o cardápio fechado. Vi alguns casais com o mesmo desejo e como não tinha fondue, foram embora. Eles deveriam avisar no ato da reserva/site que seria um cardápio específico nesse dia.
Fomos recebidos com espumante (serviram doce, prefiro brut, mas estava gostoso). Os pratos escolhidos demoraram um pouco e estavam OK, não impressionaram. Meu cannelloni estava um pouco ressecado. O crème brûllé estava bem gostoso.
A conta foi um pouco alta e o vinho foi 30% mais caro do que costumamos pagar em outros restaurantes.
Quero visitar novamente o bistrô em uma data comum com o cardápio aberto. Assim poderei experimentar outros pratos e decidir se frequentarei a casa.
Dica: Fique na varanda, é um charme!
Bom para: Casais, Jantar
 
Visitar um dos restaurantes do São Paulo Restaurant Week exige cuidado na hora da escolha e organização com reservas e horários. Assim que a lista de estabelecimentos foi liberada, separei alguns lugares com cardápios atrativos e que ainda não havia conhecido. Entre eles está o Bistrô Crepe de Paris, localizado em uma charmosa vila da Rua Augusta, quase na esquina da Alameda Lorena. Liguei antes de ir e me informaram que não havia espera e nem era necessário reserva.
Óbvio que, meia hora depois, ao chegar na porta do restaurante em um sábado chuvoso em Sampa, me deparei com uma fila de dez mesas. O hostess estava super enrolado, o que irritou vários clientes, e insistia em tentar fechar a porta do local, para evitar que alguém mais quisesse esperar por uma mesa. Foi confuso e constrangedor, mas mesmo assim maridão e eu resolvemos esperar.

Ao entrarmos, acabamos acomodados em um canto bem tranquilo do restaurante, que de um modo geral tem uma arrumação que não facilita a boa circulação dos garçons e clientes. Nosso atendente não era o mais simpático, mas foi cordial diante de tantas pessoas esperando e mesas sendo ocupadas. De entrada, as opções eram Salada Verão (Folhas verdes, tomate, pepino Japonês, cenoura) ou Salada Ceasar (Alface Americana, frango desfiado, parmesão, crouton). Ficamos com a segunda alternativa, que chegou com folhas bem claras, perto do talo, pouco molho de mostarda, duas fatias finas de frango e duas outras de queijo parmesão. Decepcionante!

Para prato principal, ambos escolhemos Entrecôte com Batata frita ao Molho de Mostarda Dijon à l´ancienne, mas também é possível pedir Filet de Saint Pierre grelhado no azeite com Risoto de Alho poró ou Fricassé de Frango com fetuccine ou Crêpe Mônaco (Filet mignon ao molho rôti, champignon e salsa) ou Lazanha Vegetariana ou Crêpe St Tropez (Espinafre, tomate concassê e cream cheese). Sim, são muitas opções, ponto para o Bistrô Crepe de Paris!
O prato não estava lá essas coisas, mas foi a melhor parte da refeição: carne ao ponto, mas meio gordurosa demais, do tipo que vira chiclete com mais de três mordidas. O molho de mostarda estava ok, mas sem muita bossa, enquanto as batatas estavam sequinhas só que com uma apresentação feia, escura, como tivessem sido fritas em óleo usado.

De sobremesa era possível escolher entre Crepe de doce de leite com côco
ou Crème Brulée ou Fruta da Estação. Ficamos com a última opção, docinha na medida e em tamanho satisfatório. O crepe da mesa ao lado parecia bem mais gostoso, mas aí já não dava para trocar.

O restaurante também tem menu de jantar, que está disponível no site do SPRW. Quem for visitar, não deixe de reservar!
Bom para: Jantar, Almoçar
 
Pedimos um peixe grelhado e veio frito, sem gosto. Um crepe de estrogonofe que quase não tinha carne. O lugar é bonitinho, nada espetacular.
Bom para: Casais, Jantar
 
Bistrô escondido na Augusta

Adoro caminhar pelas ruas de São Paulo, sem compromisso, e descobrir um lugar novo. Se for meio escondido é mais legal ainda. Foi assim com o Crepe de Paris, um bistrô aberto há poucos meses no final de uma pequena vila de lojas na Rua Augusta, do lado dos Jardins.

Estava passeando por lá, do lado dos Jardins, quando um boneco de chef com o cardápio na calçada me convidou a conhecer o restaurante. Já adorei o piso de azulejo decorado e a iluminação natural proporcionada pelo teto de vidro no corredor, além do simpático mezanino no andar superior.

O Crepe de Paris parece ser uma boa pedida para um café com crepe de nutella ou crème brûlée, um almoço light com salada e crepes salgados (de R$ 16 a R$ 22) ou um jantar romântico com a seleção de vinhos franceses indicada por Pierre Murcia, o simpático proprietário do bistrô ao lado de sua esposa Adriana.

Optei por um almoço light com filé de frango grelhado extremamente macio (difícil de encontrar na maioria dos restaurantes), arroz integral e legumes em julienne (tiras finas de abobrinha, pimentão e berinjela grelhadas com bastante azeite e cebola). Estava gostoso, embora eu não seja muito chegada em pimentões, mas o preço (R$ 34) não era leve.

Na empolgação não perguntei o valor do prato do dia, que foi uma das sugestões do garçom, e quase engasguei com o café na hora de pagar a conta. Pelos mesmos 34 reais eu poderia ter pedido cassoulet, filet ao poivre ou fettuccine com camarões, que estão no cardápio. Sugeri que os pratos do dia sejam apresentados em um papel preso ao cardápio.

Dexter pediu um crepe simples de presunto e queijo, que saiu muito bem na foto (R$ 18), mas ainda sinto falta das versões com trigo sarraceno do extinto Crepe de France.

Tirando o preço salgado do prato light, o Crepe de Paris ainda renderá novas visitas pelo capricho na elaboração dos pratos e pelo atendimento bastante atencioso.

(Post publicado originalmente no Braun Café em 23 de junho de 2009)
Bom para: Ir com amigos, Casais, Jantar, Almoçar, Vinho, Almoço rápido
 
Depois da experiência nada favoravel do Restaurant Week passado com o Ça Va, achei que não ia mais pisar num bistrô francês. Mas tenho amigas que moram muito longe nessa imensidão de cidade, e na localização que ficava bom pra todos, só encontramos bistrôs. Minha amiga escolheu o Crepe de Paris na coragem, e lá nós fomos.

O Crepe de Paris fica na Augusta, um pouco antes da Oscar Freire, na vila onde fica o Wondercakes, mas lá no fundo. O lugar já é todo gracinha, com lojinhas fofas, e o restaurante é lindinho. A decoração é impecavel, te faz sentir num filme. E de domingo um cara tocando acordeon enche o ambiente com musicas francesas conhecidas.

Ficamos sentadas na entrada, mas tinha mesas na parte de fora, do nosso lado tinha uma janela numa outra parte interna e na parte de cima, ainda tinha uma varanda aberta.

Fomos atendidas por um senhor bem simpático, que trouxe o couvert com nossas bebidas. O pãozinho é sensacional, uma delicia, crocante sem ser duro. Os patês estavam bons, só achamos que a manteiga podia ter mais sal. Gostamos tanto que trouxeram outra cestinha pra gente!

De entrada, pedimos todas a Caesar Salad. O frango estava bem gostoso, o queijo e os crutons também. O molho, apesar de ser de mostarda, também estava gostoso, e olha que nem gosto de mostarda!

De prato principal, pedi o Entrecote. Não lembramos que parte da carne é essa, mas é bem gostosa, bem macia. Pedi no ponto e veio bem vermelha, acho que para não perder a maciez da carne. Vem com uma porção de batata perfeita. Não parece muito, mas enche! Eu, que amo uma carne vermelha, super aprovei!

De sobremesa, pedi creme brulèe, porque já que estavamos no bistrô francês, nada como pelo menos comer uma sobremesa bem francesa, né? Minha amiga fã de Amelie Poulain esperava poder quebrar o açucar queimado do topo como no filme, mas… A casquinha era tão fina que nem teve a mesma graça! Mas o doce francês estava bom mesmo assim, nada de ser super doce, apesar dessa cobertura queimada ser só açucar. O creme não era creme molenga, era consistente. Não posso opinar sobre isso, foi meu primeiro creme brulee, mas é bom!

O lugar é cheio de casais, mas quando eu fui também tinha outras mesas com grupos de amigas. Não vi homem entrar com amigos (uma pena!), eles devem achar que é cozinha minimalista, mas como o próprio flyer do restaurante diz, o Crepe de Paris é a opção mais acessivel e bem servida da cidade. Se é a mais barata eu não sei, mas é super bem servido e vale muito a pena. Vi o cardápio normal e sem o Restaurant Week teria gasto pelo menos o dobro!
 
Estava subindo a Rua Augusta e por acaso olho para o lado e vejo uma via absolutamente lindinha!
Com uma loja de cupcake na frente, parecia ser um pedacinho de paraíso... Assim que possível voltei e que surpresa mais agradável se não descobrir que não só tinha uma loja de cupcake como um bistro de Paris, com cara de Paris e cardápio de paris.

Era um domingo, um ambiente externo fresco, com sombra e agradável, fiquei por ali mesmo para o almoço...
os atendentes foram ótimos, simpáticos e rápidos.

Depois de pensar muito sobre o que pedir- confit, cassoulet, tantas delicias francesas- acabei pedindo um entrecote com molho de mostarda dijon e batatas coradas... Não me arrependi- o molho estava delicioso, nem salgado, nem sem gosto, ponto certo de mostarda, a carne no ponto da perfeição e as batatas coradinhas.

Agora preciso voltar para provar o cardápio de sobremesas..
 
Adorei o lugar, o atendimento normal, mas quem tiver a oportunidade de encontrar o dono Pierre faz toda a diferença ele é um encanto. comida estava bem saborosa, e a sobremesa também. Recomendo,excelente....
Bom para: Ir com amigos, Ir com crianças, Casais, Jantar, Almoçar, Vinho
 
Gostei muito do lugar. Charmoso, bem decorado e aconchegante. Ambiente adequado para um jantar romântico.
O terraço é lindo, mesas ao ar livre e cadeiras com mantas para as noites de frio. Infelizmente o cheiro da cozinha resvala para o salão.
Atendimento honesto.
Comida de excelente qualidade.
Carta de vinho bem diversificada.
Preço acessível.
O café vem acompanhado de mini madeleines com calda de chocolate. Um mimo que marca.
Dica: café com madeleine
Bom para: Reuniões de negócios, Vinho, Casais, Ir com amigos, Jantar
 
Fui e gostei. Não no restaurante week mas naquela "experiência viva".
Nesse esquema, o casal tem direito a dois crepes (cada um), um salgado e um doce.

Pedi o crepe Lion, um crepe tradicional com queijo, queijo ementhal, presunto, ovo, pimenta do reino e ervas...muito bom. O Paris, um crepe de queijo Brie, damasco e nozes tbem merece destaque. Os crepes são acompanhados de uma salada com folhas e tomates frescos (sou bem chato pra salada, mas esta estava boa).

Um bom local pra beber vinhos, existe uma bela adega na entrada.

O atendimento foi mediano...o pessoal como sempre fica meio desatento.

Por fim, o local é bem bonito e agradável, tanto na arquitetura quanto na iluminação.
Dica: Crepe Lion, ou Paris.
Bom para: Casais, Jantar, Vinho
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 42

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
16
Seus check-ins aqui
0