Benjamim Botequim

Endereço: Rua Vieira de Morais, 1034 , Campo Belo - São Paulo , SP - Brasil - 04617-020

Telefone:

11 5542-61...

Clique para ver
Categoria:

Bares e Pubs

  | Rank: 234º de 1293
Preço por pessoa
$$$$ (De R$26 até R$50)

Primeira opinião
Pedro Yarkowski
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Wi-fi


Enviar foto
Como chegar
Salvar favorito
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Lugares parecidos
  • Contato
  • Cadastro

http://br.kekanto.com/como-chegar/benjamim-botequim
Notas específicas:
Ambiente
(2)
Público
(2)
Atendimento
(2)
Bebida
(2)
Custo-benefício
(3)
Comida
(1)
Dicas
Caipirinha Benjamim
Andreia
Se você é um fã de uísque, eles têm a maior seleção de Johnny Walker que já vi.
Monica M.
Opiniões
Nas esquinas da Vieira de Morais com a João Alvares Soares um bar que começou devagarinho e agora bomba.Tem cerveja e Chopp e algumas promoções para eles no decorrer da semana, para quem consome baldinho com 3 Itaipava ganha a 4º garrafa,tem o clube do chopp e assim vai. O cardapio tambem é bem variado.Eu comi uma isca de peixe muito boa,bem servida e sequinha.Tem alguns pratos especiais aos Domingos e a Feijoada ligth aos Sabados.O bar é bem frequentado e animado.As caipirinhas tambem são muito boas, a de lichia é maravilhosa.
Pra quem não gosta de muita agitação este é o lugar ideal. Barzinho tranquilo, garçons simpáticos e o preço das bebidas é ótimo rs. As quartas qualquer garrafa de cerveja sai R$5,00 ( Itaipava, Skol, Brahma ou Original), normalmente custa uns R$ 7,00. Uma boa pedida é a Caipirinha Benjamin que tem Abacaxi, Kiwi, Maracujá, Uva e Amora em um copo enorme. De sábado tem o buffet de feijoada, eu não como mas sempre vejo o bar lotado.
Não tem Vallet e o estacionamento mais próximo fica a uns 300 m na Rua Vieira de Moraes, só que é um pouco escondido é uma entradinha do lado de um restaurante e se chama Tripoli. Se tiver paciência e rodar um pouquinho tem algumas vagas na rua mesmo.
Alguns lugarzinhos parecem mais “amigos” do que outros. Não se trata de conhecer as pessoas, nem da decoração, nem de pequenos truques para deixar o lugar mais agradável ou aconchegante. É alguma coisa no clima, no jeito, na ginga, que te fazem ter a certeza de que você vai gostar dali mesmo antes de botar os pés lá dentro.
O Benjamim é um lugar assim. Você olha de fora e o acha bacana, mas parecidíssimo com centenas de botecos também bacanas que entopem a cidade, mas há algo que atrai, difícil de identificar. Então você se aproxima, escolhe uma mesa, pega o cardápio e começa a observar para tentar decifrar o mistério.
A primeira coisa que você repara é que todo mundo ali está feliz. Não é aquela euforia e gritaria de alguns bares, nem o agito da paquera, nem as comemorações das turmas, nem o clima romântico dos casaizinhos. Mas há uma pitada de tudo isso temperando a tranqüila felicidade estampada em um público pra lá de variado.
Ao meu lado, o jovem casal parece estar em início de namoro e belisca uma bela tábua de frios, mas sua felicidade não parece maior que a do outro casal, que está algumas mesas adiante, já beirando os 50, e que ataca um farto frango à passarinho.
A grande mesa de amigos do lado de fora parece comemorar o final do expediente com uma longa, gelada e interminável seqüência de cervejas, acompanhadas de várias porções de deliciosos pastéis. Sua empolgação é bem parecida com a dos dois colegas que tomam chopp enquanto observam o grupo de garotas que acaba de pedir mais alguns drinks clássicos da casa.
A mesma alegria pode ser notada nas outras turmas, nos casais, amigos, famílias, jovens, idosos, homens e mulheres que freqüentam a aconchegante casa.
Aconchego parece ser mesmo a palavra de ordem no Benjamim. Há uma familiaridade, uma cumplicidade entre os clientes, a vizinhança, os funcionários e os donos da casa, que a gente percebe no ar. A impressão é que todos são velhos amigos.
Duas coisas incomuns de se ver por aí reforçam essa impressão. A primeira é o fato de a casa oferecer mantas aquecidas aos freqüentadores nos dias frios – delicadeza que reforça a sensação acolhedora do lugar. A outra, que atesta a simpatia da vizinhança, é que suas deliciosas empadinhas são produzidas, na verdade, no forno da Dona Lúcia, septuagenária vizinha do lado.
Do extenso cardápio, a clientela parece clamar por “fulano”, “beltrano”, “cicrano” ou por “qualquer coisa”, nomes dados aos fartos escondidinhos de carne seca, acompanhados respectivamente por cremes de mandioca, mandioquinha, abóbora e batata.
Clama também pela feijoada light servida aos sábados. As panelas de barro servem separadamente arroz branco, feijão preto, costela, lombo, carne seca, paio e lingüiça portuguesa, além dos molhos caseiros, com uma mistura de pimentas comari, malagueta, dedo-de-moça e outras. Entre os secos, lingüiça e costela fritas, bisteca, torresminho, mandioca, farofa, couve e laranja. O caldinho de feijão e a batidinha de limão também estão incluídos.
Mas a paixão da casa parece ser mesmo as caipirinhas. Tem coisas como caju, lichia, mexerica, jabuticaba, limão com gengibre, morango com canela, maracujá com pimenta vermelha e carambola com manjericão. Mas a campeã de pedidos é mesmo a Benjamim, que leva vodka, abacaxi, maracujá, uva, kiwi e amora que, além de gostosa, é provavelmente a mais bonita que eu já vi.
Será que o fato de o lugar, o público, os comes e os bebes serem tão bons bastam para explicar tal felicidade? Acho que ainda não. Tem mais algum mistério que ainda não consegui descobrir. Quem sabe daqui a umas 15 ou 20 visitas ao local? O fato é que, por uma razão ou outra, existe, na esquina das ruas Vieira de Morais e João Álvares Soares (antiga Benjamim Constant, daí seu nome) um lugarzinho especial e feliz.
Esse é um dos botecos mais simpáticos do Campo Belo. Os petiscos são variados, bem feitos e gostosos. A cerveja é sempre bem gelada, e se vc quiser eles trazem baldinho. O atendimento é bom e amistoso. Aos sábados tem buffet de feijoada lobby e aos finais de semana também tem pratos para refeições. Recomendo!
This is my new favorite restaurant in Sao Paulo for chicken and rice - my go-to staple. They have a chicken, rice, french fries and salad meal that you can get the chicken smoothered in cheese, mustard or gravy sauce. I always get the cheese sauce, and it is so good! The atmosphere is a sports tavern with soccer team banners everywhere, and groups of men sharing beers and talking about futbol. The prices can be steep, so we can only afford it every other week or so. The service is good, and there are free Rolling Stones for your reading pleasure as you wait for your cheesy chicken and rice. Enjoy!

Nota geral Você conhece o Benjamim Botequim? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)