Bar Zé da Onça

Foto Bar Zé da Onça - Bares e Pubs - Centro imagem 1 Foto Bar Zé da Onça - Bares e Pubs - Belo Horizonte imagem 2

Endereço: Av Augusto de Lima, 744, Centro - Loja 609 , Centro - Belo Horizonte , MG - Brasil - 30190-001

Categoria:

Bares e Pubs

  | Rank: 348º de 810
Primeira opinião
LeoK
Detalhes
  • Acesso para deficientes
  • Animais permitidos
  • Proibido fumar
  • Estacionamento


Favorito
Como chegar
Reportar problema
Sou dono
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota

  • Baixe o app
  • Lugares parecidos
  • Cadastro
              
Baixe o app grátis

http://br.kekanto.com/como-chegar/bar-ze-da-onca
Notas específicas:
Ambiente
(4)
Comida
(4)
Público
(4)
Atendimento
(4)
Bebida
(4)
Custo-benefício
(3)
Dicas
Se estiver com uma turma grande peca tb o petisco de pernil no bar em frente !
Laura O.
O prato é bom para uma petiscada de início, porém coma com moderação.
Pedrão C.
Como todos os outros bares do Mercado Central, se puder ir durante a semana, prefira.
Edmundo F.
Opiniões
Continuando (depois de muito tempo, desculpem) as minhas resenhas sobre os estabelecimentos todos que participaram do circuito gastronômico "Sabores do Mercado" e demorei com um certo motivo, que explico:

Fiquei muito na dúvida, se eu avaliaria simplesmente o lugar, ou o prato e sua participação no circuito. Porque isso? Primeiro porque os pratos inscritos por esse e os próximos participantes de que falarei, são pratos tradicionais não somente desses locais mas do mercado em si, nada feito especialmente a partir do circuito, o que para mim demonstrou menor compromisso e envolvimento com o circuito em si.

O prato inscrito pelo Bar Zé da Onça (um dos bares daqueles de corredor no corredor situado naquele segundo corredor paralelo a rua Santa Catarina) era chamado Chouriço com Jiló e Cebola, ou seja, nada demais.

Estava muito gostoso, o Chouriço (que eu amo) estava espetacular, a cerveja gelada e o atendimento lá é sempre bom. Só achei que o prato não tinha muita pretensão e por isso em princípio minha nota fica um pouco rebaixada, porque pela própria comparação esse bar acabou, nesse circuito, decepcionando um pouco.

É sim um bar bacana. bom para tomar uma cerveja e comer um tira-gosto, mas não tinha e não teve nessa primeira edição nenhuma atração diferente para nos mostrar. Vale a visita mas como quase todos os outros bares do mercado.
Pelo Bar Zé do Onça, que fica ao lado do Bar da Lora e defronte ao Bar São Judas, eu já passei algumas vezes, tendo recebido a costumeira cantada para uma "Brahma ou Skol". Entretanto eu nunca havia observado o seu nome no letreiro, até porque vindo de dentro do Mercado só se vê a placa do São Judas, de modo que o lugar me foi sim uma novidade.

Seguindo a receita dos demais bares de corredor do mercado, por lá também nenhum luxo, e muito menos espaço, tendo os bons peticos e a cerveja gelada como contrapartida, além da ótima recepção. E quando for necessária uma visita ao banheiro há que se percorrer bons metros até o mesmo, além do que se recomenda um estoque mínimo de fichas nos bolsos (R$ 0,50 cada), técnica esta já dominada pelos nativos de plantão.

O prato com o qual se inscreveu no Festival Sabores do Mercado, que seria uma de nossas "vítimas" do dia, é o chouriço com jiló. Nele o primeiro integrante é de qualidade, por certo adquirido em algum dos bons frigoríficos do mercado, que fica ainda melhor ao receber o acompanhamento do segundo, qual seja um jiló crocante por ter sido "bem tratado". Além de constituir um acompanhamento de primeira àquela cervejinha, quebrou vários tabus em nossa roda de amigos.
Ze da Onca (chourico com jilo)
Mais um carimbo no meu livreto do Circuito Gastronomico. O Chourico com jilo do Ze da Onca eh par quem gosta de da iguaria ( linguica feita com o sangue so porco) , acompanhado de jilo e cebolas cortados bem fininho e passado na chapa . O chorico estava bom , mas eu ainda tenho que psicologicamente me preparar para comer algo feito na tripa do porco com o proprio sangue do animal, entao so experimentei uma fatia (tava bom !) e belisquei o jilo e a cebola que estavam deliciosos. Os amigos que gostam de chourico apreciaram a iguaria e aprovaram. O prato serve duas pessoas e custa R$ 16,00.
Esta experiencia gastronomica eh feita em pe , em meio a dois bares barulhentos e minusculos , estilo a la Mercado mesmo . Cerveja gelada sempre disponivel e atendimento rapido e super informal. Gritos de incentivo para saborear uma gelada animam ainda mais o clima do bar. A cara do Mercado Central .
Primeira opinião do lugar
Durante o circuito do Festival Sabores do Mercado, tenho descoberto que não existe bar ruim! Não tem nada de fino, nada de organizado, no entanto, a comida sempre é muito boa e no atendimento, você não precisa ficar pedindo as coisas... o próprios atendentes te perguntam a todo momento!

Foi o caso do Bar Zé da Onça, onde eu e uma grande turma de Kekanteiros (Claudia, Leo Morita, Laura, Chad, Pedrão e Ed) escolhemos para o almoço, que seria o Chouriço acebolado com jiló, simples assim!

Confesso de que não gosto de chouriço, mas para um bom comentário, tanto aqui no Kekanto quanto no Gourmet City gourmetcitybh.blogspot.com
, eu teria que comer e sentir o tempero desta iguaria.

Experimentei, e claro, como não gosto, não repeti, mas tenho que reconhecer que estava muito bem temperado e bem feito! Passado na chapa com perfeição e servido em um prato com cebolas e jiló, sem dúvida estava saboroso. A turma que gosta também aprovou.

Para quem gosta ou quer se aventurar, o prato custa R$ 16,00 e serve duas pessoas.

Vamos em frente, pois bares não faltarão para "fechar" o circuito.

Nota geral Você conhece o Bar Zé da Onça? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)