Bar Luiz

Endereço: Rua da Carioca, 39 , Centro - Rio de Janeiro , RJ - Brasil - 20050-008

Telefone:

21 2262-69...

Clique para ver
Categoria:

Bares e Botecos

  | Rank: 41º de 619
Preço por pessoa

Site oficial
barluiz.com.br
Bom para
Happy hour

Primeira opinião
André Comber
Formas de pagamento
Crédito:
Débito:

cash, credit card, debit card
Detalhes
  • Mesas ao ar livre
  • Comanda individual
  • Wi-fi
  • Música
  • Estacionamento


Como chegar
Favorito
Sou dono
Reportar problema
Escrever opinião
Como chegar - Traçar rota


http://br.kekanto.com/como-chegar/bar-luiz
Notas específicas:
Ambiente
(11)
Comida
(11)
Público
(11)
Atendimento
(12)
Bebida
(10)
Custo-benefício
(9)
Dicas
O Bar Luiz aos sábados conta com a presença dos mais clientes mais fiéis e tem o clima bem mais característico do bar. É uma boa conferir. Não se esqueçam do Apfelstrudel. É realmente uma delícia!
Jéssica V.
Um clássico, tem de respeitar!
Martin
Chopp geladíssimo
Beatriz F.
Linguiça branca com uma dunkel Weizenbier! É dos Deuses!
Thiago L.
Conheça. Não demore.
Diego
Opiniões
Clássico da boemia carioca, mantém clientes fieis que o defendem como podem.
Houve um tempo que não serviam arroz para não fazer concorrência com a salada de batata, mas hoje eles convivem harmoniosamente.
Com o primeiro casamento de D. Pedro I, vieram a imperatriz Leopoldina e sua corte da Áustria, e após sua morte, D. Amélia de Leuchtenberg da Alemanha, e desde essa época, o Rio convive com as comidas desses países e também a festejada cerveja, que caiu tão bem no gosto popular, culminando com a abertura desse clássico estabelecimento da cultura de bem beber das tardes e noites cariocas.
O chopp ainda é da Brahma, uma parceria desde a criação da cervejaria Brahma em 1888, mas torço que não aconteça o ocorrido no Bar Léo de São Paulo, que após a desgraça, foi comprado pelo concorrente o Bar Brahma, outro alemão clássico dos bons boêmios, e lá o local dobrou de tamanho.
Os bons pratos alemães ainda são as estrelas da casa, assim como os frios e embutidos, somente a opção de sucos não é boa, mas afinal, você não vai ao bar Luiz para tomar sucos, vai?
Estou muito preocupado com o Bar Luiz, tão preocupado que fui almoçar lá duas vezes esse mês, pois sinto que a qualquer momento fechará as portas...

O antigo bar Berlin, que mudou de nome durante a segunda guerra, depois de ser linchado, não esta aceitando crédito nem débito (geralmente resultado de penhoras na conta corrente), e a queda no movimento é visível, muito visível, principalmente para mim, que passo em frente ao restaurante ao menos duas vezes por semana...

Quer conhecer antes de fechar, sugiro que vá logo!!!! Amanhã!! Já!!! Não quero ser alarmista, mas é o que sinto... Vejo...

Mesmo em dupla pode pedir o combinado alemão para 1, que vem com uma salsicha frankfurt, uma branca, um kassler (carréde porco defumado - muito bom!), chucrute e salada de batata. R$47,90 coma com mostarda escura, principalmente o kassler.

O joelho de porco também é sensacional, mas o preço anda meio salgado, entre R$50 e 60.

De sobremesa peça Apfelstrudel com creme R$12,50. É como morder um pedaço de nuvem com folheado de maçã.

Termino essa opinião muito triste... Pensando que poderemos perder um lugar de tantas memórias boas, pra mim, de momentos felizes vividos com meu saudoso pai. Ainda lembro do seu doce sorriso toda vez que passo pela porta de madeira do Bar Luiz...
O bar é antiquíssimo (remonta do século XIX), e já foi chamado de Bar Adolf, em homenagem ao antigo dono (quando acabou sendo apedrejado pela população furiosa, que achava ser uma referência a outro Adolf, o Hitler). O tempo passou, ele mudou de lugar, mas continua um charme que só.

O acesso é facílimo pelo metrô, sendo uma ótima opção para o almoço durante a semana. Como não quis inventar muito, fui de bife à milanesa (25 reais p/ 2 pessoa), acompanhado de purê de batatas (10 reais, pago à parte). O atendimento foi maravilhoso, e os pratos estavam bons (nada sensacionais, e nada memoráveis).

O ponto negativo fica por conta dos banheiros: mais sujos e assustadores do que de uma rodoviária boliviana. Faça suas necessidades fisiológicas em outro lugar e passe aqui só pra comer.
Volto ao Bar Luiz para um almoço com colegas do trabalho. Bife à Milaneza com Salada de Batatas, chopp caldereta e Pudim de Leite. O bife é um belíssimo escalopinho frito à minuta de maneira espetacularmente seca e sem gordura aparente ou no sabor.

Certa vez a trabalho em Milão fomos jantar num restaurante pequeno porém muito bem frequentado próximo ao hotel. Pedi um prato de carne em italiano do qual não me recordo o nome. Naquela ocasião entendi porque chamamos no Brasil o escalopinho empanado de Milaneza.

O meu bife de hoje estava muito semelhante ao milanês. A salada é carregada no limão. O ritmo frenético dos garçons próximo ao balcão ditam o tom alto das conversas nas mesas. Inevitável. Não estávamos exatamente apressados mas s serviço estava bastante lento para o horário tardio fora do pico do almoço.

O Bar Luiz me faz recordar de um certo bar em Ipanema por vários motivos. Os ladrilhos, as cadeiras originais, o uniforme dos garçons e um chopp que não é mais Brahma. O Jangadeiros também sofreu ameaça de apedrejamento durante a Segunda Guerra pois à época se chamava Bar Renânia em homenagem ao rio alemão. A diferença é que não existe mais. Só vagueia pela minha cabeça com suas incríveis histórias.
.
Sempre fechou muito cedo, até outro dia para mim. Agora que sou basicamente um homem diurno/vespertino o horário atual está de ótimo tamanho.
.
Basilar e fundamental na cidade do Rio de Janeiro, é do século 19 !!
.
Infelizmente, corre sério risco de fechar as portas ou mudar de local. O quiosque de Copacabana já encerrou as atividades. Deprimente.
.
Vejam a notícia:
.
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,aluguel-em-alta-ameaca-lojas-na-rua-da-carioca-,1010002,0.htm
.
Não vou há algum tempo, mas era sempre chopp com porção de linguiça, filé acebolado e bolinho de bacalhau.
.
Parece que o Chopp não é mais da Brahma, mas não posso afirmar.
.
O Bar Luiz é tradicional aqui na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente está localizado na Rua da Carioca, mas teve sua atividade iniciada na Assembléia.

O local possui mobiliario antigo, bem como a sua decoracao, mas possui um chopp delicioso.

As linguicas sao maravilhosas e sempre peço a mostarda escura para acompanhar.

Vale.a pena.conhecer um lugar por onde passou grandes momes nacionais.
Primeira opinião do lugar
"Trata-se de um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro, na lista de ouro junto com clássicos como Nova Capela, Bar Brasil e Bar Lagoa. É um programa imperdível. O Bar Luiz está no atual endereço da Rua da Carioca desde 1927, mas foi inaugurado em 1887, na Rua da Assembléia – com o nome “Zum Schlauch”. Foi um dos primeiros a servir chope na cidade e segue sob o comando de uma mesma família há 123 anos.

O público é bem variado, os preços estão dentro de uma faixa aceitável e é possível sair de lá sem sangrar os bolsos e comendo bem. Aliais a comida de influencia germânica continua boa. Não deixem de pedir o Bolo de Carne de entrada. Outra sugestão para os mais aventureiros é a porção de joelho de porco cozido (excelente)."

Mais no guia Rio, do Diários Gastronômicos:
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 25

Nota geral Você conhece o Bar Luiz? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)