Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Bar da Dona Onça?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Bar da Dona Onça

Bar da Dona Onça

Av Ipiranga, 200
República - São Paulo , SP - 01046-010

Telefone: 011 3129-7619

Preço por pessoa:

$$ (De R$26 até R$50)

Categoria:
Restaurante Brasileiro
Ranking: #3 de 353
Site oficial:
bardadonaonca.com.br
Formas de pagamento:
Crédito:
Débito:
Horário de funcionamento:
Seg. a Qua.: 12h às 23h
Qui. a Sab.: 12h às 0h
Dom.: 13h às 17h
Primeira opinião por:
Fabio Amado
Detalhes:
Acesso para deficientes
Ar condicionado
Aceita reservas
Mesas ao ar livre
80 lugares
Proibido fumar
Metrô/trem próximo: República (230 m)

Quer receber ofertas do Bar da Dona Onça?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas específicas:
Ambiente
(25)
Comida
(25)
Atendimento
(25)
Bebida
(24)
Custo-benefício
(22)
Público
(19)
Dicas  (26)
Carlos
Reserve antes, para não ficar esperando nos finais de semana.
Carlos
Classificar por:
Opiniões   (62)
 
Apesar de ser mineiro, eu amo muito a cidade de SP. E sempre que posso busco conhecer novos lugares, e um dos melhores restaurantes ou bares, até agora é o Bar da Dona Onça.
Está localizado na galeria do Copan ( projetado por Nyemar na década de 50), o ambiente é muito bom, charmoso e aconchegante. O atendimento condiz com a qualidade que a casa apresenta. O Bar da Dona Onça possui uma adega com grande variedade de rótulos, as massas apresentadas no cardápio são artesanais feitas no próprio restaurante.
O meu pedido foi a linguiça artesanal, que como as massas também são feitas de maneira artesanal na própria casa. Não encontrei nenhum ponto negativo, o prato é muito saboroso e superou as minhas expectativas. Vale a pena fazer uma visita para quem busca um local agradável. Muito bom.
Dica: Vale a pena conhecer a região em torno da casa que possui vários atrativos.
Bom para: Experiências gastronômicas, Vinho, Cerveja, Drinques, Ir com amigos, Ir sozinho, Ir com crianças, Casais, Famílias, Happy hour, Jantar, Almoçar, Ponto turístico
Bruno:
Eu estava acompanhado e a nossa conta ficou em R$98.00, saímos satisfeitos com o que foi consumido. Não julguei caro devido o conjunto. Localização, atendimento, pratos, ambientes... tudo o que compõe o valor para uma boa experiência.
Conteúdo inválido
 
Introdução:

Escolhemos o Bar da Dona Onça em conjunto com outros dois casais de amigos que diga-se de passagem, são peritos em escolher lugares/restaurantes espetaculares. Fomos em seis pessoas para o cartão postal de São Paulo-SP, o edifício COPAN: Carlos, Denise, Vanessa, Hilton, Vânia e eu. Sinceramente eu achava que iria andar de elevador no Copan...rs mas o Bar da Dona Onça fica no térreo, e chama a atenção de quem passa pela Avenida Ipiranga.
_______________________________________________________________________________

Como eu cheguei até o local:

Demos uma rápida olhada no Google Maps e partimos sem medo. Apesar de toda a confusão que é o centro de São Paulo, não cometemos grandes erros para chegar ao Copan. Deixamos o carro na rua e obviamente os flanelinhas estavam presentes, mas nada de anormal.

_______________________________________________________________________________

O que eu comi:

A porção CROC MILANESA R$ 38,00 é ótima. Apesar de cara, recomendo muito. Serve como uma excelente entrada.
E a LINGUIÇA DE PORCO ARTESANAL R$ 36,00 também é boa.
Pedimos 2 porções porque estávamos em seis pessoas.
Já o prato principal que eu pedi foi Frango com quiabo com três acompanhamentos: polenta, arroz e verdura refogada, por R$ 46,00 e estava perfeito. Esse prato vem escrito no cardápio como Lembrança de Diamantina. Inclusive ele está na revista Veja Comer e Beber 2011-2012, porém com o nome "Galinhada com Quiabo". Relação custo benefício muito boa, pois vem uma quantidade interessante de comida. De todos os pratos que pedimos (6, sendo 5 tipos diferentes) foi o mais bem servido.
A sobremesa que pedi foi o sorvete na taça R$ 12,00. Basicão com 2 bolas. Seco!!! Não custava nada dar uma enfeitadinha com caramelo ou alguma cobertura interessante, nem se fosse para aumentar R$ 2,00 no preço. Fica a dica.
_________________________________________________________________________________

O que eu não comi

Massas! Sim, as massas do Bar da Dona Onça são de dar água na boca. Não é a toa que a Vânia, a Vanessa, o Carlos e a Denise comeram massas. São vários tipos. No meu próximo retorno ao Dona Onça, eu irei de massa com certeza.

_________________________________________________________________________________

O que eu bebi

Teresópolis Gold 600ml por R$13,00. Excelente custo benefício. A cerveja veio na temperatura ideal.
Também pedimos a Colorado Cauim R$ 19,00. Dispensa comentários. Simplesmente a melhor.
________________________________________________________________________________

O que eu não bebi

Várias e várias cervejas. A carta de cervejas do Bar da Dona Onça é boa. Não chega ser como um Empório Sagarana, Melograno, Frangó e Empório Alto de Pinheiros, mas tem cervejas de todos os cantos. Lá é possível encontrar até a Deus por R$ 250,00.
_________________________________________________________________________________

Pontos Positivos

O Ambiente. Simplesmente refinado, com garçons atenciosos. O clima é aconchegante.
_________________________________________________________________________________

Pontos Negativos

Lá eles tem um sistema no banheiro que indica se a o banheiro está ocupado ou não, através de uma luz vermelha. Eu fiquei durante muito tempo com vontade de ir no banheiro esperando a luzinha ficar de qualquer outra cor, pois estava muito claro que vermelho indicava "ocupado". Quando resolvi ir lá verificar, o banheiro estava vazio. Eita
_________________________________________________________________________________

Pontos a ser melhorados

Mais atenção dos garçons com relação aos copos. Pois estava tomando uma Teresópolis Gold e quando mudamos para a Colorado Cauim, quase que o garçom não se atenta e utiliza o mesmo copo para nos servir. São 2 cervejas completamente diferentes. A troca do copo era obrigatória.
________________________________________________________________________________

O que eu odiei

Não teve nada que odiei
_________________________________________________________________________________

Curiosidade

Edifício Copan tem arquitetura de Oscar Niemeyer e é um dos edifícios de maior estrutura de concreto armado do país
Melhor Cozinha Veja Comer e Beber 2011-2012
O Cartunista Paulo Caruso é quem assina as caricaturas do bar.
________________________________________________________________________________

Resumo

D+!!! Ideal para ocasiões especiais.. Às vezes sai mais em conta levar a mulher no Bar da Dona Onça do que no Terraço Itália rs Mas que é caro é caro...
Dica: Se estiver com muita fome, peça o Frango com Quiabo!!!
Bom para: Casais, Reuniões de negócios, Happy hour, Cerveja, Drinques
Doce Mirada:
Adorei as suas dicas. Meu chefe foi muitas vezes lá, mas eu nao tinha idéia do que falava...rsss Que bom que vc gostou, adorei as resenhas, muito úteis. Se Deus quiser, um dia vão falar tudo isso da minha DOCE MIRADA! Estou só começando, há 3 anos no mercado...
Conteúdo inválido
 
Sempre tive muita vontade de conhecer, visto que desde sua localização ( está dentro do cartão postal paulistano, o edíficio Copan) até a grande fama do local, me deixavam louca.

Eis que surgiu a oportunidade: um domingão bem paulistano mesmo: estava caindo uma garoa e a experiência não poderia ter sido melhor.

Ao atravessa a rua de frente com o Copan, na Avenida Ipiranga, já é possível avistar o bar, que fica na base do edíficio.... ao entrar, você se depara com um ambiente lindo!!!! Achamos interessante também as mesinhas ali fora, deve ser surreal ficar tomando uma cerveja e comendo um petisquinho vendo o Copan, e até mesmo o Terraço Itália!

Lá dentro, tudo é de onça... as geladeiras são lindas, de onça... há quadros dos principais cartões portais do mundo: SP, RJ, Barcelona.. e assim vai..... e ai ao olhar para o quadro, adivinha? Uma oncinha ali em algum cantinho do quadro.. rsrsrsr Genial!

É possível avistar a cozinha, que fica em uma parte superior, mas onde você consegue ver sem dificuldade a correria da cozinha...ai já ficamos tentando ver a famosa chef e proprietária Janaína.. mas ela não estava lá.

Tem uma lousa com várias opções do cardápio, e claro uma onça pendurada na pontinha da lousa.. rsrsr

Para beber, há uma carta de vinhos gigante e o cardápio de bebidas, onde cervejas só aparecem as especiais como Colorado Caium R$ 19,00, Therezopólis Gold R$ 13,00, essas que foram as nossas pedidas... mas tinha Baden Baden, Devassas artesanais long neck... e assim vai.

Para comer: o cardápio traz opções de porções apartir de R$ 26,00, que é a batata chips até algumas porções de R$ 55,00.

Pedimos para começar duas opções ótimas de porções: CROC MILANESA R$ 38,00 E LINGUIÇA DE PORCO ARTESANAL R$ 36,00.. estavam ótimos!!!!

Depois para almoçar, pedimos duas ótimas opções de pratos, o meu foi fusilli caseiro com ragú de linguiça calabresa e o Luís Gustavo pediu frango com quiabo com 3 acompanhamentos: polenta, arroz e verdura refogada, ambos por R$ 46,00 e eram tudo perfeito.

De sobremesa, pedimos sorvete R$ 12,00 e mini churros com doce de leite R$ 16,00 excelentes!

No final, ainda veio um copinho com algo branquinho, e ao pergutarmos o que era para o garçom ele disse: leite de onça! rsrsrs Ai fomos curiosos experimentar e para nossa surpresa era ótimo!! Não era leite... tratava-se de um licor, acredito eu com coco.. muito bom.

Saímos de lá, felizes da vida... o atendimento foi muito bom.. e o lugar lindo de viver... valeu muito a pena e não vejo a hora de voltar!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Vinho
Ana Lucia Mazzucca Drabovicz:
Vale a pena conhecer! Já fui tanto para almoçar quanto para jantar. O atendimento é um pouco lento, mas vale a pena! Tudo o que eu pedi lá foi delicioso! Sem contar que fica no centro de SP, um charme!!!!
Conteúdo inválido
 
Apesar de ser mineiro, eu amo muito a cidade de SP. E sempre que posso busco conhecer novos lugares, e um dos melhores restaurantes ou bares, até agora é o Bar da Dona Onça.
Está localizado na galeria do Copan ( projetado por Nyemar na década de 50), o ambiente é muito bom, charmoso e aconchegante. O atendimento condiz com a qualidade que a casa apresenta. O Bar da Dona Onça possui uma adega com grande variedade de rótulos, as massas apresentadas no cardápio são artesanais feitas no próprio restaurante.
O meu pedido foi a linguiça artesanal, que como as massas também são feitas de maneira artesanal na própria casa. Não encontrei nenhum ponto negativo, o prato é muito saboroso e superou as minhas expectativas. Vale a pena fazer uma visita para quem busca um local agradável. Muito bom.
Dica: Vale a pena conhecer a região em torno da casa que possui vários atrativos.
Bom para: Experiências gastronômicas, Vinho, Cerveja, Drinques, Ir com amigos, Ir sozinho, Ir com crianças, Casais, Famílias, Happy hour, Jantar, Almoçar, Ponto turístico
Bruno:
Eu estava acompanhado e a nossa conta ficou em R$98.00, saímos satisfeitos com o que foi consumido. Não julguei caro devido o conjunto. Localização, atendimento, pratos, ambientes... tudo o que compõe o valor para uma boa experiência.
Conteúdo inválido
 
Ontem tivemos a oprotunidade de comemorar o aniversário de nossa amiga Fernanda e conhecer este bar, que apesar do frio que fazia, a noite foi muito boa O bar da Dona Onça é um bar muito elegante localizado num dos maiores cartões postais da cidade: o Edíficio Copan, o bar é muito charmoso, com algumas mesinhas ao ar livre,um ambiente a meia-luz, mas o mais curioso são os quadros que retratam diversas partes do mundo, até aí tudo bem se não fosse o fato de em cada quadro haver a tal da Dona Onça, isso mesmo, tem a tal onça em Londres, no meio de um casal dançando tango em Buenos Aires ou na mão do Cristo Redentor no Rio, essa foi o que achei mais legal no bar, além do cardápio e da geladeira imitarem a pele de uma onça, e os atendentes são todos muito simpáticos e sólicitos, mas vamos ao que mais interessa, a carta de cerveja da casa é bem legal contando com as sempre ótimas Heinekken, 355 ml($7,00), Serramalte 600 ml (9,00) e Original 600 ml (9,00), além de cervejas alemãs,holandesas e cervejas com alta fermentação e até uma cerva com 11% de graduação alcóolica, há uma grande opção também em cachaças nacionais, drinks,caipifrutas cfom vodka, saquê e cachaça, destaque para a caipirinha onça pintada: tangerina e maracujá, por isso a alusão ao bicho, kkkkkk.
Há várias opções em porções, destaque para o filé a milanesa com molho de queijo, uhummm, muito saboroso e para o canapé de carne moída crua, também igualmente delicioso, nem parece carne crua!, o bar também oferece os PF da onça: filé de peixe ou filé de frango, arroz, feijão, couve refogada, se não me engano sai por $28,00 e há uma opção de entrada ($9,00):mini pãezinhos, salame e manteiga avião, além de buffet de queijos nacionais e internacionais e o delicioso feijão tropeiro, que não provei, mas assim que voltar ao bar o provarei, junto com o tal leite de onça, que ontem não tive coragem de provar, pois precisava trabalhar ainda hoje, hahaha, enfim um bar nota 10.
Dica: Se conseguir peça as sobremesas do bar, são poucas as opções mas as melhores.
Bom para: Ir com amigos, Happy hour, Cerveja
João José de Sá:
Já fui uma vez e não gostei muito, muita gente, atendimento fraco, comida razoável, mas tudo muito caro. Pode ser que tenha melhorado, mas o custo-benefício não me pareceu muito bom, ou então, tive muito azar . Voltarei para uma nova avaliação!!!
Conteúdo inválido
 
Já falamos sobre o Bar da Dona Onça no primeiro semestre mas vale falar de novo já que foi o local de um encontro muito agradável com dois casais de amigos: a Vanessa e o Hilton e a Vânia e o Verdelone. Grandes amigos que fizemos através do Kekanto e descobrimos um hobby em comum: comer muito!

O restaurante fica no Centro da cidade, especificamente no térreo do Copan, mas não se engane pois apesar da localização os preços estão mais para Jardins/Itaim do que o local onde se encontra. O ambiente é bem agradável apesar de ser apertado e as mesas bem próximas umas das outras. Desta vez porém fomos acomodados em uma mesa redonda no fundo do restaurante e que mantinha uma distância razoável das outras mesas.

Começamos pedindo duas porções: Linguiça de Porco Artesanal e Croc Milanesa. A linguiça estava muito boa, bem temperada mas com um sabor mais suave do que aquelas tradicionais encontradas no interior.

O Croc Milanesa estava bem sequinho e crocante mas o que roubou a atenção foi o molho de queijo servido com ele. Todo mundo gostou e acabou rapidinho...

Enquanto escolhíamos os pratos principais pedi um Caju Amigo (drink criado no antigo Pandoro), preparado com vodka, caju, limão e compota de caju. Não tive a oportunidade de experimentar o do Pandoro então não tenho muito parâmetro para avaliar o da Dona Onça mas no geral estava bom.

Partindo para os pratos, eu escolhi o Ravioli Integral de Batata e Cebola Caramelizada ao Creme de Grana Padano. Quando trouxeram o prato minha primeira reação foi pensar (em voz alta): onde está o resto do prato? Havia apenas 8 raviólis no prato para minha decepção...Em contrapartida o sabor estava infinitamente melhor do que o tamanho da porção. A massa ao ponto, com o recheio de cebola adocicada contrastando com o creme de Grana Padano perfumado e marcante estava realmente bom. Acho que foi um dos melhores pratos que já comi até hoje...mas eu comeria pelo menos uns 3 pratos desse....confesso que fiquei com fome...E antes que me perguntem porque não repeti, foi por causa do preço (R$ 46)... A Vanessa pediu o mesmo e teve a mesma opinião...

A Denise escolheu o Gnocchi ao Molho de Tomate Italiano e Pecorino Trufado. Este foi outro prato muito bom. O nhoque parecia firme no prato mas na boca se desmanchava. O molho então nem se fala...bem equilibrado fazendo uma companhia perfeita ao nhoque. Eu acabei roubando um pouco já que estava bem mais servido do que o meu...

A Vânia pediu o Fusilli Caseiro com Ragú de Linguiça Calabresa e Pepperoncini, o mesmo prato que a Denise experimentou da outra vez. Ela disse que gostou bastante e aprovou.

O Hilton foi de Filé ao Molho Poivre com Capellini na Manteiga e Sálvia e disse que também estava bom.

Já o Verdelone foi de Frango com Quiabo acompanhado de arroz, polenta e verdura refogada. Prato bem típico de interior e que de acordo com ele estava bom. Fez apenas uma observação de que havia pedaços de ossos bem pequenos e por isso comeu bem devagar para não correr o risco de engasgar. De todos foi o prato mais bem servido.

Para finalizar escolhemos as sobremesas. Eu e o Hilton fomos de Cheesecake de Catupiry Brulée com Calda Quente de Goiabada Cascão. Estava bom mas não surpreendente como os pratos principais. E depois de algumas colheradas ficou um pouco "pesado".

A Denise escolheu a Panacota de Coco com Calda de Abacaxi e Rum. Eu experimentei e ambos achamos sem graça, com um sabor suave demais.

A Vânia foi de Mini Churros e a Vanessa de Trio Elétrico (quindim, pudim e brigadeiro mole) enquanto o Verdelone foi de sorvete de creme. Eles disseram que gostaram de suas escolhas.

Podemos afirmar que foi um encontro muito bom e que esperamos que se repita. A comida do Bar do Dona Onça é muito boa mas vá preparado pois não costuma sair muito barato...
Bom para: Ir com amigos, Casais, Drinques
 
Um dos meus lugares favoritos para um primeiro encontro!
Bom para ir num dia de semana à noite. Possui um clima intimista e não deixa de ser descontraído. Para esse tipo de ocasião, gosto de lugares que abrem possibilidades e não que selam obrigações. Você dá o tom.
O "croc milanesa" (R$ 39,00) e o "brie ao forno com mel" (R$ 34,00) são as melhores pedidas.
Bom para: Paquerar, Ir com amigos, Casais, Jantar
 
Comemoramos o aniversario da Fernanda Lempek na quinta. Chegar ao Copan não tem nenhum segredo, né?
A decoração do bar é uma graça! Patinhas de onça nos papéis da mesa, geladeira de oncinha, onças discretamente colocadas nas fotos de paisagens como a do Cristo, Avenida Paulista, Buenos Aires.
O atendimento é muito eficiente, especialmente para manter o copo de cerveja cheio. Tomamos Serramalte, mas o bar oferece uma boa carta de cervejas (os preços é que não estavam tão bons), mas acho que faltaram rótulos sulamericanos, como disse o Rafael Luz.
Petiscamos um filé à milanesa, cortado em quadradinhos, com molhinhos de queijo e de tomate. Comemos também um sanduíche, o Bauruzao, com filé mignon e bastante queijo. Mas o cardápio é repleto de 'comidinhas gourmet', aqueles petiscos de bar idealizados por bons chefs de cozinha. Neste caso, a Dona Onça Janaína Rueda.
Ficamos até 0h30, o bar já estava vazio. Talvez fique cheio nos finais de semana, por isso quinta me parece um bom dia pra conhecer o bar.
Dica: Não se empolgue com a carta de cervejas. Os preços são altos.
Bom para: Casais, Happy hour, Cerveja
 
Depois de várias tentativas, consegui almoçar sem ter que encarar a enorme fila de espera que se forma aos sábados. O segredo não é bem segredo, apenas programe-se para chegar antes das 13h. Assim o atendimento fica tranquilo e você consegue aproveitar tudo o que o restaurante tem para oferecer de bom... o lugar aconchegante, a atenção dos funcionários, as capirinhas, a comida gostosa e a sobremesa deliciosa. Pratos bem servidos enchem os olhos e a barriga. Adorei!

 
Para comemorar meu aniversário escolhi o bar localizado no belo edifício desenhado por Oscar Niemeyer, uma excelente escolha, lá você vai encontrar um lugar tanto para jantar como para petiscar.

Pra começar muita Serramalte(R$ 9), as garrafas ficavam em baldinhos perto da mesa e os garçons responsáveis por reabastecer os copos, que por sinal não ficavam vazios nunca, achei muito eficaz o atendimento.

De porções começamos com o "Croc", que se trata de um bife a milanesa cortado em pequenos cubos acompanhados de dois molhos, um de tomate apimentado e outro de queijo, ambos muito saborosos.

Algumas Serramaltes depois foi a vez de um trio de sanduíches de pão frances com recheio de carne moída, ovo cozido e salsinha, crocante e quentinho, estava com gostinho de feito em casa.

Para fechar a sessão comilança fomos de canapés de steak tartare, muito bem temperada a carne crua cortada na ponta de faca, ao contrário da massa que servia de base para a carne, crocante mas um tanto sem graça.

O ambiente é um dos pontos altos da casa, a decoração conta com toques da Onça em todos os cantos, inclusive nos belos quadros com fotos de grandes cidades do mundo todo.

O Bar da Dona Onça, é aquele tipo de lugar que não podemos deixar de fora da lista dos grandes lugares de Sampa, reuna os amigos ou vá a dois, mas vá conhecer, com certeza será um programão!
Bom para: Ir com amigos, Casais, Reuniões de negócios, Happy hour, Cerveja
Vânia MG:
Oi Fernanda...esse bar está entre os 101 bares que não podemos deixar de beber antes de morrrer........pena que deixei de conhecê-lo e ainda por cima perdi a chance de ir ao Copan...:(
Conteúdo inválido
 
No térreo do Copan fica o Bar da Dona Onça, um dos redutos gastronômicos mais premiados da cidade. O casal de chefs Janaína (a “Dona Onça”) e Jefferson Rueda faz um excelente trabalho no comando das panelas, criando versões próprias em porções de boteco de clássicos do interior paulista, como carne moída com quiabo, picadinho, dobradinha e rabada com agrião, além de oferecer uma grande quantidade de petiscos, um melhor que o outro.

Casa ainda oferece bom cardápio de massas artesanais, arrozes e carnes. Quem gosta de feijoada diz que a da Dona Onça está entre as melhores de São Paulo. Como eu não gosto, não consigo opinar a respeito.

O Bar da Dona Onça, que na minha opinião só tem “bar” no nome – lembra mais um restaurante com ambiente moderno, descontraído e tranquilo, frequentado por amigos, famílias inteiras, artistas/intelectuais que trabalham/moram na região e gringos, muitos gringos – é o atual dono do prêmio de “Melhor Comida de Bar” da cidade, o que significa casa sempre cheia e comida de qualidade.

Com intenção de popularizar o vinho, a casa possui tintos e brancos em taça no lugar do tradicional chopp. Para isso, foi necessário criar um sistema de acondicionamento da bebida que a deixasse também na temperatura ideal.

A carta de cervejas importadas oferece excelentes rótulos da Alemanha, Bélgica e Holanda, a preços atraentes. A La Trappe, minha preferida, é oferecida em garrafas de 750ml, com destaques para as versões Quadrupel e White Trappist (R$ 59,00 cada).

Escolhemos o Bar da Dona Onça para almoçar em plena Sexta-Feira Santa. Bom movimento, mas a casa não estava cheia. Prontamente nos conseguiram uma mesa, e após uma boa olhada no cardápio decidimos pedir alguns petiscos para compartilhar.

O atendimento é rápido e eficiente, mas não espere sorrisos dos garçons – embora eu tenha conseguido certa interação com um deles no final, que até me contou que a avó faz uma sensacional goiabada cascão com queijo!

Primeiro ponto positivo do restaurante: chamamos o garçom e perguntamos “se quatro porções seriam suficientes para 2 pessoas”. A resposta óbvia de qualquer restaurante que pensa apenas em VENDER: “Sim, claro”. A resposta da casa: “Não, é muita comida”. Lição 1: Honestidade fideliza clientes, e eles sabem disso.

Começamos com a ótima “Couve flor à milanesa igual da minha vó” (R$ 29,00) e a sensacional “Almôndegas à moda antiga” (R$ 36,00). A couve flor empanada é sequinha, saborosa e macia por dentro. As almôndegas, além de saborosas, vêm numa panelinha com um molho feito à base de tomates, especiarias e cenouras, que lembra o gostinho daquele molhinho que nossas avós costumavam fazer. Gosto de infância.

Para beber, Suco de Uva Integral – a casa trabalha com a linha da São Bento, servidos em copos de 350ml (R$ 10,00). Excelente tinto, enquanto o de uva branca estava com acidez em excesso, desagradável ao paladar.

Vale lembrar o que sempre digo sobre sucos integrais: para apreciar a bebida, lembre-se de pedi-la “sem pedras de gelo”. O sabor permanece intenso, já que o gelo deixa a bebida aguada.

Ao final das 2 porções, ainda tínhamos alguma fome, e decidimos provar a deliciosa “Linguiça de porco artesanal com vinagrete e pão francês” (R$ 39,00). Artesanal, porção bem servida, frita, recheada com boa carne de porco, bem temperada, vem com gordura na medida certa para realçar os sabores e é guarnecida de mini pãezinhos e um potinho de vinagrete com bastante azeite.

Caso você queira ficar apenas nos petiscos, vale dizer que todos são bem servidos, ideais para uma pessoa. Duas porções são suficientes para um casal. Se estiver com um grupo de amigos, o ideal é pedir várias para compartilhar e assim provar várias receitas.

Não poderíamos ir embora sem provar as sobremesas, mesmo num cenário de total gula. Pedimos os “Mini churros com doce de leite” (R$ 16,00) – massa leve, fritos à perfeição, polvilhados com açúcar e canela. O doce de leite, que chega à mesa pelando de quente, é extremamente doce se comido separado, mas casa perfeitamente se comido junto com o doce espanhol.

Valor da conta: 4 sucos, 3 porções, 1 sobremesa, serviço = R$ 176,00. Não é um lugar barato, mas vale cada centavo – você gasta, mas leva o que paga.

Para garantir a tranquilidade dos clientes, a casa tem seguranças particulares.

O Viajante Comilão - http://oviajantecomilao.blogspot.com
Bom para: Ir com amigos, Casais, Vinho, Happy hour, Cerveja, Drinques
 
Fomos almoçar hoje (domingo 13/04/2014) e foi a pior experiencia que já tive em restaurantes. O atendimento foi péssimo, tivemos que pedir duas vezes todos os nossos pedidos porque eles não eram entregues. A casa diz que tem uma carta de cervejas mas estavam todas em falta. Pedimos um macarrão com camarões que estava muito ruim, lembrava miojo. O pernil com feijão tropeiro e couve estava insosso. A comida não vale o preço e o atendimento não vale a espera. Não se enganem um prato mais uma bebida passa facilmente de R$50,00. Resumo: péssimo.
Yuri Kalchgruber
 
Com uma cozinha simples mas bem executada, cativou muitos clientes desde sua inauguração. No cardápio pratos típicos brasileiros, massas e outros mais elaborados. O ambiente é agradável porém muito apertado. Começamos pedindo o Lombinho de porco à milanesa com compota de maçã. Mas se preparem pois o cardápio lista várias opções que parecem ser saborosas e a dúvida é grande.

O lombinho bem sequinho acompanhado da compota de maçã e de um molho rosé foi uma boa escolha. Para quem não gosta de carne de porco muito gordurosa é uma boa opção.

Depois disso foi uma longa espera...e nada dos nossos pratos chegarem. A atendente disse que logo estariam prontos mas ainda demorou mais um pouco. Por fim chegou o maitre deixando uma cumbuca com chips de mandioquinha dizendo que houve um problema com os pedidos e pediu desculpas pelo atraso. Pelo menos foi gentil desculpando-se. Em muitos lugares nem satisfação é dada...

Após a espera a Denise foi contemplada com o Fusilli Caseiro com Ragú de Linguiça Calabrasa e Pepperoncini. Eu fui logo roubando um pouco pois aparentava estar muito bom. E como estava...o molho delicado e adocicado contrastava muito bem com o sabor mais forte da calabresa. Foi uma das melhores massas que comemos até hoje.

Eu fui de feijoada pois tinha ouvido falar bem. Além de um pequeno caldeirão com o feijão e pedaços graúdos de carne seca, ainda acompanha costelinha de porco, abóbora, maxixe, salada de couve, tartar de banana e farofa. A porção para uma pessoa é muito bem servida.

Para arrematar pedimos a famosa porção de churros, que chegaram à mesa bem sequinhos. Nós gostamos mas a massa parece ser um pouco mais pesada do que os do Veloso.

Não é um lugar barato, mas pelo que foi servido compensou. Vale a pena conhecer e experimentar tanto os petiscos quanto os pratos principais. É um lugar que com certeza voltaremos...

Mais detalhes em:
Dica: A feijoada e o fusilli são muito bons
Bom para: Ir com amigos, Casais
 
que lugar! tudo de bom, atendimento simpático, ambiente agradável e descontraído mas o melhor de tudo é o cardápio, que pratos fantásticos!!!! a começar pelos aperitivos e entradas. croc milanesa!!! delicia!!! e os pratos??? o picadinho de filet mignon com ovo frito caipira e demais! recomendo.
Dica: Experimente o croc milanesa
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 62

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
31
Seus check-ins aqui
0