Anuncie no Kekanto

Quer receber ofertas do Balaroti - Visconde de Guarapuava?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos. Cadastre-se e receba os descontos
f
Balaroti - Visconde de Guarapuava

Balaroti - Visconde de Guarapuava

Av Visconde de Guarapuava, 2141
Centro - Curitiba , PR - 80060-060

Telefone: 41 3024-1111

Categoria:
Construção e Reformas
Ranking: #22 de 135
Site oficial:
balaroti.com.br
Primeira opinião por:
Fabio Guolo
Detalhes:
Metrô/trem próximo: Mariano Torres (211 m)

Quer receber ofertas do Balaroti - Visconde de Guarapuava?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos

Publicidade
Notas:
5 estrelas
0
2 estrelas
0
Notas específicas:
Atendimento
(1)
Custo-benefício
(1)
Dicas  (2)
Helton
Coloca uma pessoa para atender essa porra ai........................
Helton
Vanessa Tedesco
Não queira fazer orçamento aos domingos...
Vanessa T.
Classificar por:
Opiniões   (4)
 
Temos que terminar o ático da nossa casa e por isso estamos fazendo uma "peregrinação" nas lojas de materiais de construção da cidade e ontem fomos até essa loja. Escolhemos essa em especial pela localização, estacionamento e por ser uma das maiores (eu acho que é pelo menos).

A loja tinha um certo movimento, entramos com nossa "listinha" na mão e nos encaminhamos para o setor de pisos, porcelanatos e azulejos, ficamos lá por um tempo olhando o que nos agradava e esperando que algum vendedor viesse nos atender..como isso não aconteceu abordamos um que aparentemente estava disponível e perguntamos se o mesmo poderia nos ajudar, ele disse que sim, embora quando começamos a olhar os pisos e questionar já percebi que a vontade de atender/fazer orçamento não era das maiores...ficou com a gente uns 10 min. no máximo até ser anunciado no alto falante (foi o que ele disse pelo menos pois confesso que não estava prestando atenção) e dizer que iria finalizar um orçamento com um outro casal e que voltaria em seguida, o que certamente não aconteceu.

Ficamos mais um tempo sem nenhum vendedor até abordarmos outro, esse não sumiu, porém, uns 5 minutos depois que este indivíduo estava nos "atendendo", ele disse que fazer orçamento no domingo era complicado pois a loja estava cheia e ele precisava vender...pode isso?? Tudo bem, entendo que os vendedores não gostem mto de "perder tempo" fazendo orçamento mas isso faz parte da venda não é mesmo? Bom seria se todo atendimento contabilizasse uma venda, não teria mais vendedor pobre, inclusive meu marido...aff..fiquei com mta raiva, pois quem foi que disse pra ele que eu não iria comprar? O fato de estar naquele momento fazendo um orçamento não quer dizer que eu não vá voltar à loja para comprar, mto pelo contrário...Peguei o cartão do tal que se diz vendedor - CHARLES - e fui até a gerente reclamar...repeti o que aconteceu e perguntei a ela se não é permitido realizar orçamentos no domingo, ela disse não imagina e ele jamais poderia ter dito isso para a Sra., mas em momento algum falou que iria falar com ele...bom, então só me resta kekantear a respeito.

Depois da minha indignação, voltemos a loja, acho o Balaroti até bem organizado, tudo separado por setores, com os preços bem visíveis e com bastante opções. Não acho o preço dos melhores mas confesso que ainda não consegui parar para comparar qual das que eu já visitei é realmente a mais em conta.

Outros pontos altos são o horário de atendimento, essa loja da Visconde por exemplo, durante a semana fica aberta até às 21:00 hs. e também, as várias formas de pagamento (cartão balaroti, cartão de crédito, cheque, construcard, BNDES).
Dica: Não queira fazer orçamento aos domingos...
 
Boa loja. Creio ser a maior da rede em Curitiba.

Concorre nos mesmo segmento de lojas como Cassol e Leroy Merlin tendo como objetovo principal atender a decorações residenciais tanto em ambinetes internos como externos passando também por materiais de acabamento como pisos, azulejos e louças em geral.

Esta loja em especial tem localização privilegiada, um bom estacionamento e bom atendimento.
Vira e mexe eu apareço por lá.
 
Enquanto há quem adora passar horas olhando sapatos e roupas eu adoro passar essas mesmas horas vendo quaisquer outras coisas, inclusive materiais de construção e decoração – pergunto para que serve cada tipo de piso, as opções de telhas, novidades das cores de tintas e por aí vai.

Diante disso, vez ou outra paro no Balaroti e fico lá me atualizando das novidades do mercado, vai que um dia preciso de algo, não é mesmo?!

Aqui o que mais gosto são os itens para finalização como os pisos, azulejos, portas e janelas. Talvez sejam sempre as mesmas peças, mas sempre me encanto com os mesmo detalhes e imediatamente construo possíveis cenários imaginários com os itens dispostos – as opções são imensas!

O atendimento não é padronizado, mas algo bacana é que os vendedores conversam entre si e encaminham o cliente para um vendedor que sabe mais quando não conseguem sanar as dúvidas.
Presenciei isso inúmeras vezes e achei plausível – respeito ao cliente, mesmo sob perda de comissão.

Se não conhece, sugiro o passeio, mesmo que rápido, em uma das lojas e crie seus próprios cenários com o que for encontrando – será um bom exercício de criatividade.
 
Temos que terminar o ático da nossa casa e por isso estamos fazendo uma "peregrinação" nas lojas de materiais de construção da cidade e ontem fomos até essa loja. Escolhemos essa em especial pela localização, estacionamento e por ser uma das maiores (eu acho que é pelo menos).

A loja tinha um certo movimento, entramos com nossa "listinha" na mão e nos encaminhamos para o setor de pisos, porcelanatos e azulejos, ficamos lá por um tempo olhando o que nos agradava e esperando que algum vendedor viesse nos atender..como isso não aconteceu abordamos um que aparentemente estava disponível e perguntamos se o mesmo poderia nos ajudar, ele disse que sim, embora quando começamos a olhar os pisos e questionar já percebi que a vontade de atender/fazer orçamento não era das maiores...ficou com a gente uns 10 min. no máximo até ser anunciado no alto falante (foi o que ele disse pelo menos pois confesso que não estava prestando atenção) e dizer que iria finalizar um orçamento com um outro casal e que voltaria em seguida, o que certamente não aconteceu.

Ficamos mais um tempo sem nenhum vendedor até abordarmos outro, esse não sumiu, porém, uns 5 minutos depois que este indivíduo estava nos "atendendo", ele disse que fazer orçamento no domingo era complicado pois a loja estava cheia e ele precisava vender...pode isso?? Tudo bem, entendo que os vendedores não gostem mto de "perder tempo" fazendo orçamento mas isso faz parte da venda não é mesmo? Bom seria se todo atendimento contabilizasse uma venda, não teria mais vendedor pobre, inclusive meu marido...aff..fiquei com mta raiva, pois quem foi que disse pra ele que eu não iria comprar? O fato de estar naquele momento fazendo um orçamento não quer dizer que eu não vá voltar à loja para comprar, mto pelo contrário...Peguei o cartão do tal que se diz vendedor - CHARLES - e fui até a gerente reclamar...repeti o que aconteceu e perguntei a ela se não é permitido realizar orçamentos no domingo, ela disse não imagina e ele jamais poderia ter dito isso para a Sra., mas em momento algum falou que iria falar com ele...bom, então só me resta kekantear a respeito.

Depois da minha indignação, voltemos a loja, acho o Balaroti até bem organizado, tudo separado por setores, com os preços bem visíveis e com bastante opções. Não acho o preço dos melhores mas confesso que ainda não consegui parar para comparar qual das que eu já visitei é realmente a mais em conta.

Outros pontos altos são o horário de atendimento, essa loja da Visconde por exemplo, durante a semana fica aberta até às 21:00 hs. e também, as várias formas de pagamento (cartão balaroti, cartão de crédito, cheque, construcard, BNDES).
Dica: Não queira fazer orçamento aos domingos...

Escrever opinião


Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu login (Você não perderá a opinião escrita)
O Kekanto não é autor e não endossa nenhuma das opiniões e/ou comentários. Eles são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. Para mais informações acesse nossos termos de uso.

Check-ins

Total de check-ins
2
Seus check-ins aqui
0